História Alice e o coelho filosofal - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland)
Exibições 17
Palavras 533
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Sweet Child


Fanfic / Fanfiction Alice e o coelho filosofal - Capítulo 3 - Sweet Child

Alice vagou cabisbaixa pelas belas ruas do país das maravilhas e quando virou numa esquina, esbarrou num chapeleiro maluco. Por baixo daquele chapéu e daquela peruca, não dava pra saber o que o chapeleiro tinha na cabeça, mas Alice desconfiou que ele fosse careca.

- Você é nova aqui.

- Sou. Prazer, Alice.

- Vai no show?

- Oi? Que show?

- O que eu estou produzindo.

- Ah, você é produtor?

- Vem, você é minha convidada. – disse, pegando na mão de Alice e a arrastando pela rua antes que ela pudesse recusar.

Ela não recusaria de qualquer jeito. Estava de saco cheio da alegre música do país das maravilhas e precisava urgentemente ouvir qualquer outro som, mesmo que fosse sertanejo.

Chegando ao espetáculo, havia muita gente, e o chapeleiro ofereceu seu ombro para Alice subir e visualizar melhor o artista do palco. Ela ficou na dúvida se ele era muito legal ou se ele era só um chapeleiro-artista-comedor-de-novinhas. Estava mais pra segunda opção. Então, ela preferiu se enfiar no meio da multidão e chegar perto do palco sozinha.

Quanto mais se aproximava do palco, mais Alice se afastava do som da canção do país das maravilhas e mais passava a ouvir o som da música do show. De repente, Alice notou que a música era Sweet Child O Mine, o que a fez sentir uma grande saudade do coelho. Mas pra sua surpresa, quando finalmente chegou perto do palco, Alice deu de cara com o próprio coelho cantando e usando a camisetinha de banda de rock que ela tinha compra no pet shop. Ficou emocionada de saber que seu coelho era um rockstar no país das maravilhas. Sempre achou que em algum lugar ele deveria ser reconhecido por suas habilidades.

Quando o show acabou, Alice sentiu uma enorme vontade de falar com o coelho, assim como toda a multidão de fãs. Então, tímida, ela apenas se afastou e deixou que os populares tivessem o momento selfie deles.

Encontrou o chapeleiro de novo, que ofereceu uma carona até a casa dela. Ela explicou que morava fora do país das maravilhas e ele então disse que a levaria até o portal. Alice concordou, porque sozinha, não saberia voltar, e já estava tarde. Então, quando os dois estavam indo embora do espetáculo, Alice ouviu alguém chamar seu nome.

- Alice! Ei, você veio! – disse o coelho, afastando toda a multidão e abrindo os braços para abraçar a amiga.

- Ah, oi! – Alice disse, chocada de estar sendo tratada com afeto.

- E aí, tudo bem? Por onde você andou? Eu te procurei.

- Procurou? Sei lá... Eu meio que estava sempre aqui.

- Aqui? No show? Não te vi. Espera, eu te trouxe um CD.

O coelho tirou um CD da mochila e entregou pra Alice com autógrafo para uma tal de Rainha de Copas.

- Então... Eu não sou a Rainha de Copas.

- Ah, opa, que vacilo meu! Fica com esse, depois a gente troca, eu to atrasado agora.

O coelho tirou seu famoso relógio dourado do bolso e saiu saltitante pelo caminho.

Alice também saiu saltitante sem entender muito bem o porquê. Naquela noite fez sol, e Alice dormiu em paz.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...