História Alice em um novo lugar (hiatus) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Uma Fanfic Qualquer
Exibições 21
Palavras 457
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá meus amores! Sentiram saudade? Eu sim :3
Hoje vim trazer esse pequeno drama (eu amo drama) que me faz querer chorar, mas eu sou uma manteiga que se derrete facilmente, então né. É isso. Desculpem os erros e boa leitura.

Capítulo 9 - Preciso de você


  - Eu tenho mesmo que ir pra escola? - perguntei cansada.

   - Sim. - respondeu ríspida.

  - E se não tiver aula?   

 - Eu perguntei para o Bruno e ele disse que tem.  

 - E se o professor não vier? 

- Ele disse também que o professor nunca falta.   

- Mas e se a matéria não for importante?  

- Vai ter prova daqui a duas semanas. Você não vai escapar, Alice. Nem tenta.  

- Droga - suspirei - tudo bem.  

- Você tem vinte minutos pra se arrumar e tomar café. Nem pensa em se atrasar de novo.          

              ~~**~~  

- Hoje eu resolvi não passar matéria. - disse o professor - Eu sei que vocês têm que estudar para a prova, mas essa matéria é extremamente chata de aprender. Então nada melhor que praticar, porque a prática leva à perfeição. Trabalho em duplas, por favor.   

Deuses, por que em dupla? Com quem eu vou sentar? Eu não tive tempo pra conhecer ninguém ainda. Droga, ninguém ta me chamando. Será que vou ter que fazer sozinha?   

- Alice?  

- Deuses, garoto. Qual é o seu problema?   

- E você? Qual sua dificuldade em me chamar de Bruno?   

- Ok. O que você quer, afinal?   

- Quer fazer dupla comigo?   

- Por que?   

- Eu também estaria apavorado se não conhecesse ninguém.   

- Senta e vamos fazer esse trabalho de uma vez. Não aguento mais você falando.           

                 ~~**~~      

 No caminho de volta pra casa resolvi ir sozinha. Precisava esfriar a cabeça depois do ocorrido. Pensar um pouco sobre o que aconteceu.   Por que Bruno me ajudou? "Preciso de você". O que será que ele quis dizer com isso?      Eu não sabia o que pensar olhando aquele céu cinzento e pensando naquelas palavras. Palavras não só ditas por ele, mas também ditas por Carlos.     

  Droga. Carlos. Ele adoraria ver a cor cinza do céu. Diria que está um lindo dia, e realmente está. Faria cada observação possível. Poria todos os meus pensamentos em ordem. Saberia que estou observando tanto o céu porque estou ferida. E essa ferida aberta vai demorar a fechar. Vai sangrar por muito e muito tempo, sem cessar. Vai doer cada segundo. Mas eu tenho que me manter.          "Preciso de você", disseram eles, mas agora quem precisa de ajuda sou eu.   E olhando aquele céu cinzento, lindo, mas sem nenhum sinal de vida, outra lágrima caiu.   

Cheguei em casa e fui direto para a cama. Estava exausta, sem fome, com dor e eu sabia que o único lugar que encontraria paz era em meu quarto.   Entrei e tranquei a porta ignorando completamente minha mãe que perguntava o que havia acontecido.   Eu estava desgastada, então me joguei na cama, permiti que mais algumas lágrimas caíssem e acabei apagando.   


Notas Finais


Se quiserem comentar, dizer o que estão achando da fic eu vou adorar. Cada comentário que eu leio me põe pra cima e me ajuda a escrever melhor. Valeu gente. Até domingo o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...