História Aljava (Primeira Temporada) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Ação, Aljava, Arqueiro, Drama, Fantasia, Luta, Mistério, Romance, Violencia
Exibições 1
Palavras 1.700
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Dor da Perda


Floresta em Andrômeda

  Depois de seu pai Harry ter saído da cidade atrás de uma suposta cura, David começa seu treinamento diário sozinho em uma floresta, atirando flechas em alvos que ele colocou nas arvores, David olha para o relógio e percebe que está atrasado para o trabalho.

LANCHONETE STAR

Lily: Pai, eu não sei qual a sua implicância com o James, ele é legal, carinhoso e romântico.

Oliver: Não me importa, meu instinto de pai me diz que esse cara não presta.

Lily: (com muita raiva) Você nunca me apoia em nada é incrível.

  David chega à lanchonete.

David: Algum problema?

Oliver: Sim, você chegando atrasado, eu confiei em você garoto.

David: Eu sei, é que tive alguns problemas em casa.

Oliver: Não me importa começa a trabalhar. (Oliver sai)

David: o que houve? Para ele estar desse jeito?

Lily: Ele não aceita o meu namoro com o James.

David: Ahh então é isso.

Lily: Por favor, David fala com meu pai e tenta convencer ele a conhecer o James melhor.

David: Claro, Lily me responde uma coisa, qual o sobrenome do James?

Lily: James Allen. Por quê?

David: Por nada.

  David percebe que James é filho de Charlie e vai até a cozinha falar com Oliver.

David: Oliver

Oliver: o que foi?

David: soube que não apoia o namoro da Lily com o James.

Oliver: Não apoio mesmo.

David: Ótimo porque eu também não.

Oliver: (cara de surpreso) Serio?

David: Sim, tem algo nele que eu não gosto.

Oliver: Tenho a mesma impressão.

David: Lily vai se encontrar com ele hoje né?

Oliver: Sim.

David: Precisa impedir isso.

Oliver: E por quê? Gosta da minha filha?

David: Gosto, mas como uma irmã, quero que ela fique segura, algo me diz que vai acontecer algo hoje.

Oliver: o que você quer que eu faça? Ela não me obedece.

David: você é o pai dela, dar o seu jeito.

Oliver: Vou ver o que posso fazer.

CASA DE JACK AINDA DE MANHÃ

Sophia: Porque esse sorriso no rosto?

Jack: Tenho a melhor esposa do mundo, e tem algo em que estou perto de descobrir.

Sophia: Posso saber o que é?

Jack: Desculpa amor, mas dessa vez não.

Sophia: Está bem, Eu te amo.

  Sophia dar selinho em Jack e ele sai para o trabalho.

ALGUM LUGAR DE ANDRÔMEDA.

James: Chamou-me pai?

Charlie: Chamei sim, o que está acontecendo com você?

James: do que está falando?

Charlie: Você não está focado na sua missão.

James: Desculpa, é que conheci uma garota.

Charlie: Estamos quase ficando milionários e o meu filho está apaixonado coisa linda.

James: Para com isso ela não vai atrapalhar nosso plano.

Charlie: Pode ter certeza que não.

James: Posso ir?

Charlie: Claro meu filho.

NOITE, LANCHONETE STAR.

Lily: Estou indo pai.

Oliver: Não vai me ajudar?

Lily: David sempre faz isso, imaginei que ele ia fazer de novo já que ele chegou atrasado.

Oliver: Ele precisou sair mais cedo.

Lily: Eu preciso sair mais cedo também pai, sabe disso.

Oliver: Ir se encontrar com um garoto não é uma boa desculpa.

Lily: Pai o que ele fez para você que você o odeia tanto assim?

  Entra dois caras na Lanchonete  com armas apontando para Lily e Oliver e sequestra eles.

ESCONDERIJO ALJAVA

  David está vestindo seu uniforme, quando ver a TV.

Amélia: ’’ Estamos aqui na Lanchonete Star na Zona Sul de Andrômeda onde foram sequestrado Oliver Jones dono da lanchonete e sua filha Lily Jones, Não sabemos nenhuma informação sobre a localização dos sequestradores’’.

  David termina de vestir seu uniforme completo e sai em sua moto em alta velocidade.

ALGUNS MINUTOS DEPOIS, CASA DE JAMES.

  James ver o noticiário, e corre desesperadamente e ao abrir a porta Aljava aparece dando um chute deixando James no chão, James vai para cima, mas Aljava bate nele sem parar e joga ele em cima de uma instante de vidro.

James: (Sangrando) Para. Não tenho tempo para brigar, preciso salvar a Lily, mas preciso de sua ajuda.

Aljava: porque eu confiaria em você?

James: Porque sou a única chance de você saber onde ela está.

DEPOSITO ANTIGO DE MERCADORIAS, ZONA LESTE DE ANDRÔMEDA.

James: Precisamos de um plano para salva-las.

Aljava: Eu tenho um, você entra e faz de tudo para o filho de uma puta do seu pai não matar ninguém.

James: Não precisava falar mal da minha avó, e você vai fazer o que?

Aljava: Acabar com todos os capangas que estão na cobertura do deposito.

  James entra no deposito apesar de alguns capangas que estava no portão principal tentarem barrar a entrada dele.

James: O que acha que está fazendo pai?

Lily: Pai?

Oliver: Então o garoto era pior do que eu pensava?

Charlie: Meu filho, eu te avisei para não se apaixonar por ninguém, agora estamos aqui decidindo quem vai morrer primeiro.

James: Pai, por favor, não faz isso solta eles faço o que você quiser.

Charlie: Não se preocupe filho não precisa fazer nada.

Lily: James! (capanga acerta golpe na cabeça que o deixa sem reação no chão).

Charlie: Onde estávamos?

  Enquanto isso Aljava estava batendo em todos os capangas na cobertura do deposito, atirando flechas sem parar, e quando um capanga ia atirar no Aljava o capanga é acertado por um tiro.

Jack: Precisa de ajuda?

Aljava: Um Pouco.

  Os dois começam a lutar contra os capangas.

Capanga: Senhor.

Charlie: Fala.

Capanga: Estamos sendo atacados na cobertura, nossos capangas estão sendo derrotados.

Charlie: Policia?

Capanga: Parece ser o Aljava.

Charlie: Ele de novo, não deixem ele entrar, mudança de planos alguém vai morrer mais cedo e eu escolho você. (apontando a arma para Oliver).

Lily: Porque ele? É a mim que você quer matar. (chorando).

Charlie: Mas antes quero que você sofra, suas ultimas palavras para sua filha.

Oliver: Desculpa-me filha (chorando), sei que não fui o melhor pai, Mas minha querida, eu sempre te amei, sempre quis manter você segura...

Lily: Pai... (chorando).

Oliver: fala para David que ele foi um ótimo funcionário, minha filha saiba que... (Charlie atira em Oliver).

Lily: Não! (chorando e gritando).

  Na cobertura Aljava ouviu o barulho do tiro.

Aljava: Acabamos aqui, temos que entrar, vai pela frente.

Jack: Pode deixar, mas e você?

Aljava: Dou o meu jeito de entrar. (Jack sai).

  Aljava entra pela janela quebrando o vidro e acerta uma flecha na arma de Charlie desarmando ele, Aljava começa a lutar e atira flechas nos capangas que estava dentro do deposito, Jack aparece ajudando. Charlie corre na tentativa de fugir, James sangrando bastante corre para tentar parar o pai e consegue, James acerta um soco em Charlie os dois começam a brigar, Mas James não tem força suficiente pois está muito machucado e Charlie bate em James deixando ele no chão.

Charlie: Toma essa faca e ver se consegue me matar (entrega a faca para James).

James: Tem razão não sou tão forte como você, mas já fiz burrice demais na minha vida, está na hora de pagar pelos meus erros. (James enfia a faca no seu próprio peito).

Charlie: Não seu idiota. (Chorando) Como você pode me deixar aqui seu filho ingrato.

  Aljava e Jack derrotam os capangas.

Aljava: Salve ela, vou tentar parar Charlie.

  Jack solta Lily, que ao ser solta abraça o pai morto.

Lily: Pai (chorando) Você não!

Aljava ao chegar ao lado de fora ver o corpo de James, Charlie tinha escapado, Aljava deixa o corpo de James ao lado do de Oliver, Lily fica sem reação, não sabe mais o que fazer a não ser chorar, Jack abraça ela, e a policia chega até o local.

Jack: Vai sai daqui Aljava eu cuido dela.

  Aljava sai do local. Alguns minutos depois ele chega no esconderijo. Tira o capuz e a mascara e fica pensativo.

George: Então você é o Aljava?

  Rapidamente David aponta seu arco para George.

David: Quem é você?

George: Melhor baixar esse arco antes que alguém que esteja aqui se machuque, e tem apenas eu de pessoa que pode se machucar.

David: Não vou baixar enquanto você não falar quem é você.

George: Sou George e acho que me borrei todo.

Jack: Ele está comigo, Pode baixar o arco.

David: Porque eu confiaria em você?

Jack: Porque confiou há alguns minutos.

  David baixa o arco.

David: Como entraram aqui e como descobriram?

Jack: Coloquei um Rastreador no seu uniforme há alguns dias.

George: A Partir daí foi fácil te achar.

David: Rastreadores da policia jamais ia funcionar nesse local.

Jack: Quem disse que é da policia?

George: Eu mesmo criei o rastreador, eu sabia que seu esconderijo era protegido por algo, então criei um rastreador que pudesse se infiltrar no seu campo de proteção e aqui estamos nós.

David: Que?

George: Eu explico de novo.

David: Não!

Jack: Precisamos de você...

David: David.

Jack: Isso David, precisamos de você podemos trabalhar junto como trabalhamos agora há pouco.

David: Funcionou?

Jack: Salvamos uma vida se tivesse ido lá sozinho Lily Jones não estaria viva.

David: para que precisa da minha ajuda?

Jack: Para salvar as pessoas de toda essa cidade e não apenas um bairro.

David: Eu recuso.

Jack: David, eu entendo que você começou salvar apenas esse bairro porque a policia não fazia seu trabalho nessa região, mas agora tem policia nesse bairro, e agora precisamos do Aljava em toda cidade.

David: Do que está falando? Porque precisa tanto da minha ajuda?

Jack: Porque há alguns anos atrás, centenas de pessoas de Andrômeda foram sequestradas, e a policia não faz a menor ideia onde essas pessoas estão sendo mantidas, e o pior esse caso está oculto, ninguém da policia se mexe para fazer algo a respeito sobre esse caso, precisamos de você.

David: Eu não posso fazer nada por vocês me desculpa agora se poderem sair eu agradeço.

Jack: OK, Mas saiba que as pessoas chamam você de herói, elas esperam que você seja o herói delas, honre pelo menos isso. Vamos George.

George: (Comendo biscoitos de David) Serio? Está tão bom. (David Olha com cara feia), mas é melhor irmos está tarde.

David: Deixa o biscoito.

George: Droga, como ele viu? (Jack e George saem).

  David senta escorado na parede e lagrimas caem dos seus olhos.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...