História All About Us - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~whoisclace

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Visualizações 73
Palavras 903
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Socorro, olha a louca que está indo para 4º semestre da faculdade postando mais uma fanfic, porém essa é super gostosinha de escrever e não exige tanto de mim... E É COM O SHAWN MENDES! Viva! Tô saindo da minha zona de conforto.
Vamos para as regras?

☪A ideia surgiu lendo a conversa de algumas meninas da minha tl;
☪Capa e banner de capítulo feito pela Gabriela Two;
☪Capítulo betado pela Lene;
☪ Sinopse feita pela Lali;
☪ Plágio é feio, além de ser crime, tenho certeza que você é capaz de criar histórias.
☪ A fanfic não é movida a comentários, porém como é com o Shawn eu peço por gentileza a opinião de vocês.
☪ Ela será uma short fic de apenas 6 capítulos.
☪ Shawn Mendes sendo o Shawn e Paris Berelc sendo a Abbie.
☪ Personalidades são minhas, ok? Obrigada.
☪ Boa leitura,
Louisa.

Capítulo 1 - Prólogo:


Fanfic / Fanfiction All About Us - Capítulo 1 - Prólogo:

O despertador tocou, fazendo-me espremer os olhos e afundar ainda mais minha cabeça sobre o travesseiro. Era a frustração de acordar de um sonho incrível, com um som horrível que te tira toda a paz que poderia vir a ter no dia. Os belos sonhos sempre são cortados na melhor parte, naquilo que você almeja tanto que aconteça na vida real que nem no sonho é possível concretizar. E por que comigo seria diferente, não? Não seria hoje que eu beijaria quem eu adoraria beijar na vida real.

Abri meus olhos e senti o leve incômodo da luz do sol adentrar meu quarto. Tinha esquecido a janela aberta na noite anterior e não havia fechado a cortina. Realmente a sorte não estava a meu favor logo no primeiro dia do segundo ano do ensino médio. O peso da adolescência estava prestes a recomeçar.

Coloquei-me de pé em segundos e comecei a vasculhar pelo meu quarto a roupa que tinha separado um dia antes para a volta das aulas. Ter uma irmã líder de torcida e um irmão capitão do time de futebol não deixava a nerd enrustida e presidente do grêmio estudantil ser tão tranquila como gostaria.

O silêncio foi cortado quando minha mãe bateu na porta do meu quarto, avisando-me que o café da manhã já estava sendo colocado na mesa.

— Abbie! — mamãe gritou.

— Eu já vou, mãe! — gritei de volta. — Só estou terminando de pentear os meus cabelos.

E que mentira, eu não tinha nem ido tomar meu banho. Saí disparada em direção ao banheiro, levando todos os meus pertences e tranquei a porta. Teria que ser rápida para que ela não desconfiasse de nada. O banho mais rápido do mundo começou a ser interrompido quando meu irmão Dean começou a bater na porta.

— Sai logo, Abbie! — começou a gritar.

— Meu Deus, me deixa tomar banho em paz! — gritei nervosa, passando minha blusa pela cabeça e ajeitando a gola dela.

— Abbie! — advertiu nervoso.

— Já vou! — abri a porta correndo e ele deu um sorriso sínico. Odiava quando Dean fazia isso, ele me conhecia bem.

— Está diferente, irmãzinha. — comentou e eu revirei os olhos. — Por acaso essa mudança no visual é para impressionar alguém? — perguntou descarado, deixando-me ruborizada.

 

— Deixa ela em paz, Dean! — Jo advertiu o sonso do meu irmão, que trancou a cara e revirou os olhos. — Até parece que a Abbie precisaria mudar o visual para impressionar quem ela gosta.

 — Jo! — falei nervosa e Dean me olhou de soslaio. — Você, cala a boca! — dei de ombros e saí como um tiro para a cozinha. Meus irmãos não tinham noção do ridículo na maior parte do tempo e sempre que podiam achavam uma forma de me envergonhar.

Minha mãe estava sentada lendo o jornal, enquanto meu pai permanecia quieto tomando sua xícara de café, porém, o que me impressionou mesmo foi quem estava ao lado deles. Eu estava despreparada para o ver, logo ali, na minha cozinha, no primeiro dia de aula, amolecendo minhas pernas, disparando o meu coração e deixando-me fora de órbita. Era ele, aquele que eu acordei frustrada por não o ter beijado, no entanto isso seria impossível de acontecer também.

— Abbie. — minha mãe quebrou o silêncio do ambiente, atraindo todos os olhares. — Achei que você estivesse apenas penteando os cabelos, filha. — comentou e eu ri. Aquele riso desesperado, da qual a mãe está fazendo a filha passar vergonha logo no café da manhã, com o menino por quem é apaixonada na sua frente.

— Eu estava, mãe. — respondi indiferente e sentei ao lado do Shawn que acenou com a cabeça.

— Abbie, não vai cumprimentar o Shawn? — meu pai olhou para a minha cara e eu trinquei meus dentes. Hoje seria o dia que eu definitivamente tinha acordado com o pé esquerdo.

— Shawn! — falei seu nome bem lentamente, e tirando aquele sorriso incrível do seu rosto. Eu não conseguiria resistir, não mesmo! Meu coração disparou em meu peito, mostrando-me o efeito que Shawn Mendes tinha sobre toda a minha mente e o meu corpo.

— Abbie! — aquela voz rouca matinal dele, deixou-me arrepiada e a minha sorte era que estava com uma blusa de manga, impossibilitando ver o que tinha acontecido.

Não consegui nem perguntar como ele estava, meu irmão desceu as escadas correndo e, quando viu o melhor amigo sentado ao meu lado ,começou a fazer a maior festa de todos os tempos. Parecia que faziam anos que não se viam e por incrível que pareça era apenas uma semana.

Continuei em silêncio vendo minha irmã conversar com os meus pais, meu irmão conversar com o Shawn e eu conversando com os meus pensamentos. Aliás, no momento estavam mais confusos do que o normal, pois não tinha preparado o meu psicológico para ver, logo pela manhã, o melhor amigo do meu irmão em minha cozinha, vestindo a sua famigerada calça preta e uma blusa branca que sempre destacavam aqueles ombros largos que me deixava com os pensamentos mais inoportunos no momento.

Ser a nerd, viciada em livros, irmã dos populares e apaixonada por um jogador do time de futebol não era bem o que eu sempre quis para minha vida. Ainda mais quando você nunca beijou alguém porque acredita que o primeiro beijo tem que ser com alguém que você goste e que faça valer a pena. E na minha visão o meu primeiro beijo teria que ser assim, inesquecível e pelo que eu sei.... talvez nunca vá acontecer.


Notas Finais


EU TÔ NERVOSA, ENTÃO OPINEM, POR FAVOR!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...