História All for you - Capítulo 20


Escrita por: ~ e ~AnnehSouza

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Lay, Namjin, Namjoon, Rap Monster, Suga, Vkook, Yoongi, Yoonmin
Exibições 130
Palavras 1.255
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem.
Desculpe os erros.

Capítulo 20 - Medo...?


- Hoje recebemos uma notícia boa, Min Yoongi que foi atropelado em frente a sua empresa, BigHit, acordou depois de meses em coma.
- Há relatos que ele vai processar a BigHit e sair do grupo, também não ia ser normal o garoto voltar depois de tanto tempo em coma, seria até desumano da parte da empresa se o fizessem voltar.

¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤

- Você tem certeza? – Seu irmão e advogado estavam bem ali em frente a sua cama. Ainda não tinha saído do hospital, nem recebeu visitas dos outros meninos do grupo e nem queria. Só queria sair dali e ir para sua casa.
- Sim...me tirem daqui.
- O médico vai lhe avaliar e poderemos ir. – Disse o advogado ajeitando o terno.
- Vou arrumar o táxi,  iremos para Daegu. Lá poderemos ficar em paz até o processo judicial acabar.
- Eu só quero embora.
- Ok, já volto. – Seu irmão saiu do quarto deixando a sós com o advogado.
- Não quero que nenhum deles me vejam, cheguem perto ou até respirem perto de mim. Faça algo. – Yoongi olhou para o mais velho que suspirou.
- Sim.
Eu não quero mais vê-los.

As horas se passaram e já caia a noite, Yoongi se arrumava para sair, vestiu algo que escondesse seu rosto. Iriam sair pela porta de emergência que ficava atrás do hospital, pegou o celular novo e olhou as horas suspirando.
-Vamos Yoongi, senão vamos perder o trem. – O mais novo apenas concordou saindo do quarto subindo seu capuz na cabeça. Andaram até o últimos andar saindo do hospital correndo para o carro. Era umas duas horas da madrugada, o irmão de Yoongi, guardou as poucas coisas dele que estava com ele no porta-malas.
Seguiram tranquilamente até a estação. Lá, não tinha muita gente embarcando, comprou sua passagem junto ao irmão quando uma garota o puxou para trás tirando uma foto.
-Suga-oppa! – Gritou chamando atenção de outras perto. Yoongi começou a correr, acompanhado de seu irmão, entraram no trem ofegantes.
- Como ela...soube?
- Foi uma grande sorte dela, nunca corri tanto. – Suspirou o mais velho sentando em seu lugar naquele vagão. O celular do mais velho tocou e ele levantou alegando ir ao banheiro.
O resto da viagem foi calma. Ao chegarem na cidade seguiram direto para a casa que o mais velho havia comprado que ficava em um conjunto fechado.
- Gostou? – Yoongi olhou ao redor, estavam na sala. Havia um piano bem no meio dela, sorriu fraco. – Só não queime ele, foi difícil colocá-lo aqui. – Disse o mais velho passando pelo outro sem antes bagunçar seu cabelo.
- Vou pensar no seu caso.
- Sei, vou cozinhar algo. Porque estou faminto. Suas coisas já estão arrumadas no seu quarto. – Yoongi olhou para o porta retrato em cima da mesinha de centro. Sorriu.
- Mamãe disse que vem visitar hoje. – Suspirei. – Não briguem, por favor.
-Ela não é o problema.
- Não se preocupe, o pai está com crise na consciência não virá.
- Tanto faz, vou tomar banho. – Yoongi subiu para o quarto dele, não foi difícil de achar, tirou suas roupas e entrou na banheira. Pegou o celular e pós na internet procurando notícias sobre o grupo. Viu que eles tinham acabado de fazer um comeback e lembrou que ia processar a BigHit pela música que estava na lista do segundo álbum. A música que fizera para Jimin.
-Como eu sou idiota. – Falou mergulhando a cabeça na água. – Espero que minha vida melhore. -O mais novo terminou seu banho, secou seu cabelo, vestiu uma samba canção e um blusão. Saiu do quarto sentindo cheiro de carne, sua barriga roncou.
-Hyung? -Yoongi desceu rapidamente até a cozinha abrindo a porta. – Que cheiro bom. – Yoongi sorria e quando abriu a porta por completo percebeu que seu irmão não estava sozinho. Seu sorriso se desfez na hora.
Lá estava Jin, Namjoon, Hoseok, Taehyung e aquele que nunca mais queria ver...
Jimin.
- Hyung! – Taehyung me abraçou forte. – Eu estou tão feliz que está bem. – Yoongi não conseguia tirar os olhos de Jimin que lhe olhava da mesma intensidade. – Hyung? – Yoongi olhou para o mais alto que sorria com o costumeiro sorriso quadrado.
-Saíam daqui! – Taehyung não entendia nada. – Saíam! – Yoongi gritou assustando todos.
- Yoongi...
- Fora da minha casa! – Gritou mais ainda.
- Yoongi... -Jin chegou mais perto recebendo um empurrão do menor.
- Saíam daqui!
- Eu disse que não era para vim. – Namjoon falou arrastando Jin junto a ele. Yoongi não esperou, correu para seu quarto se trancando lá. Seu coração estava a mil, não conseguia parar de chorar.
Ele estava com medo.

Taehyung POV

Todos estavam quietos dentro do carro, Namjoon dirigia as vezes olhava o esposo, Jin, que estava pensativo olhando para fora da janela. Iríamos para um hotel próximo.
- Não era para o Jimin ter ido. -Falei quebrando o silêncio. – Ele estragou tudo.
- Taehyung!
- Deixa, ele tem razão, não era para ter ido. – Hoseok me olhou feio, dei de ombro começando a mexer no celular. Lembrei que consegui o número novo de Yoongi com o irmão dele. Assim que nos acomodamos cada um em seu quarto no hotel mandei uma mensagem para o mais velho:
- Oi. – Enviei.
- Como conseguiu meu número? Quem é?
- Sou eu, Taehyung. – Yoongi não respondeu mais, suspirei largando o celular na cama. Íamos ter um show na cidade depois iríamos para Busan. – Eu estava com saudades, fiquei muito feliz em vê que você está melhor. Te amo hyung. Fique bem. – Mandei desligando o celular em seguida.
- V? – Olhei para porta e Jin me olhava. – Posso entrar?
- Claro.
- Yoongi... te respondeu? – O olhei surpreso. – Eu vi, você pedindo do irmão dele.
- Sim e não. Quando eu disse que era eu, ele não me respondeu mais.
- Oh, eu queria tanto o ver. Ida bem que ele está melhor, não aguentava olhar ele naquela cama.
- Sim...como está o Jaeho? -Me aproximei pegando na barriga do mais velho que sorriu.
- Bem, não vomitei muito.
- Ela será um grande homem. – Falei acariciando mais ainda, Jin estava grávido de quatro meses ia fazer cinco.
- Sim, afinal eu e o Namjoon somos enorme. – Rimos.
- Espero que não puxe ao Nam, senão adeus casa. Ele destruirá tudo. – Rimos de novo. – Não se preocupe, Yoongi um dia virá falar conosco, ele passou por muita coisa, não vamos pressionar. – Jin sorriu.
- Você ficou tão maduro Tae, fico feliz que tenha crescido assim. Sua Omma está orgulhosa. – Ele me abraçou forte e logo o ouvir soluçar, Jin estava chorando. Apenas passava a mão na sua costa para o acalmar.
- Vai ficar tudo bem. – Disse olhando para a janela onde o céu a fora começava ficar escuro.
Yoongi vai ficar bem.
¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤¤
No próximo capítulo...
- Eu te amo Min Yoongi. – O mais velho parou ainda de costa.
- Mas eu não te amo.
[...]
- Eu ainda não desistir de você hyung. - JungKook agarrava com força o pescoço do mais velho. – Acho que estou começando a gostar de você. – Disse o olhando malicioso.
[...]



Notas Finais


Gostaram?
Até o próximo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...