História Spoby- All For You - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Ashley Marin, Byron Montgomery, Caleb Rivers, Ella Montgomery, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Ian Thomas, Jason Dilaurentis, Jenna Marshall, Jessica DiLaurentis, Lucas Gottesman, Maya St. Germain, Melissa Hastings, Mike Montgomery, Mona Vardewaal, Noel Kahn, Paige McCullers, Pam Fields, Personagens Originais, Peter Hastings, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh, Veronica Hastings, Wren Kingston, Yvonne Phillips
Tags Alison Dilaurentis, Aria Montgomery, Ashley Marin, Byron Montgomery, Caleb Rivers, Ella Montgomery, Emily Fields, Emison, Ezra Flitzgerald, Ezria, Haleb, Hanna Marin, Jason Dilaurentis, Jenna Marshall, Jessica Dilaurentis, Lucas Gottesman, Maya St Germain, Melissa Hastings, Mike Montgomery, Mona Vanderwaal, Noel Kahn, Paige Mccullers, Pam Fields, Personagens Originais, Peter Hastings, Pretty Little Liars, Spencer Hastings, Spoby, Toby Cvanaugh, Verônica Hastings, Wren Kingston, Yvone Philips
Visualizações 127
Palavras 2.018
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey, quero me desculpar por matar vcs no último cap!
Mas de qualquer maneira, eu sinto muito por esse também!!
Musicas:
Ed Sheeran- Happier
A Great Big World & Christina Aguilera- Say Something

Capítulo 21 - The last goodbye


Fanfic / Fanfiction Spoby- All For You - Capítulo 21 - The last goodbye

Um mês depois, Washington ...

Spencer estava tendo problemas para se adaptar na nova cidade, o que não era novidade.

A morena tinha problemas para dormir, resultado da insegurança e medo que sentia. Deixar todos que amava para trás, deixar Toby, estava afetando-a mais do que o normal, e Verônica notava isso. Depois de tudo que haviam passado, achava que as coisas passariam a ser mais fáceis, porém cada dia se mostrava o contrário. Verônica e Spencer estavam mais distantes do nunca estiveram, a filha culpava a mãe, e a mesma se culpava.

- Como foi a escola? – Perguntou Verônica quando sua filha abriu a porta do apartamento.

- A mesma coisa de todos os outros dias – Respondeu enquanto fechava a porta, apertando a alça de sua bolsa, firmando-a em seu ombro. Spencer não esperou pelo consentimento de sua mãe e caminhou até seu quarto desanimada.

Colocou a bolsa próximo a porta, no chão, embaixo da escrivaninha que ficava suspensa na parede, juntamente se seus livros. Jogou-se em sua cama desarrumada, com as mãos sobre os olhos.

- A comida está pronta – Disse sua mãe encostada na porta aberta de seu quarto, olhando-a.

- Estou sem fome – Respondeu seca.

- Precisa se alimentar, vai acabar passando mal – Insistiu

- Estou sem fome – Repetiu Spencer mantendo suas mãos sobre os olhos.

Verônica saiu e a deixou sozinha. No momento que sua mãe saiu das proximidades, Spencer descobriu seus olhos e analisou a porta de seu quarto, levantou e a trancou, em busca de privacidade.

De costas para a porta de madeira, a morena passou a analisar o ambiente, aquele não era e nunca seria o Seu adorável e confortável quarto.

Seu celular tocou, fazendo com que secasse as lágrimas que começariam a cair. Spencer avançou em sua direção, e atendeu sem ver quem era. Algo que apenas fazia quando estava com a cabeça em outro lugar.

- Oi Spencer – A morena reconheceu a voz, Scott, o rapaz com quem estava fazendo o trabalho de história

- Oi – Respondeu ela confusa – Scott, como conseguiu meu número?

- Não é importante – Respondeu sem jeito – Queria saber se tem planos para mais tarde.

- Ah – Spencer hesitou antes de responder por completo – Não, não tenho.

- Poderíamos sair – Sugeriu Scott timidamente.

Spencer mentalizou, não estava com cabeça para sair com ninguém, apenas queria ficar no seu quarto, fechada para o mundo. Mas ela precisava seguir com sua vida...

- Claro! – Ela repreendeu-se por dizer essa palavra.

- Ótimo, nos encontramos no Cuba Libre Restaurant & Rum Bar – Sugeriu Scott – De acordo?

- Claro.

A ligação foi encerrada e Spencer partiu para seu guarda-roupa, onde escolheu a roupa e foi para o banho.

 

[...]

Rosewood

Toby estava passando por tempos difíceis, a garota que amava havia ido embora, não tinha lhe dado uma chance de provar que o relacionamento a distância não podia ser tão ruim quanto parecia.

- Ei – Chamou Emily, trazendo Toby de volta à realidade.

- Desculpe, estava com a cabeça em outro lugar – Justificou ele

- Esse lugar se chama, Spencer? – Após fazer a brincadeira, se deu conta de que não era a melhor hora – Eu sinto muito.

- Tudo bem Emily – Disse forçando um sorriso, mas nem isso conseguia no momento.

- Isso vai passar, também me sinto péssima, Spencer era uma grande amiga – Disse Emily tentando confortar seu amigo.

- Como podemos amar alguém que partiu nosso coração com todos os pedaços? – Perguntou Toby triste encarando a xicara de café sobre a mesa em sua frente, o que fez lembrar-se de Spencer.

- Isso é amor – Respondeu a garota seguindo seu olhar e sorrindo – O mais verdadeiro dos amores.

Eles permaneceram em silêncio, até que Toby o quebrou...

- Preciso vê-la – Admitiu – Pela última vez, preciso olhar nos olhos de Spencer e ouvir de sua boca enquanto olha em meus olhos, que não sente mais nada por mim.

- Toby, isso é loucura – Disse Emily o olhando espantada

- Eu sou louco pela Spencer, Emily – Terminou Toby, conseguindo dar um sorriso fraco.

Toby estava pensando em um jeito para surpreender a garota que amava, sabia o que teria que fazer, por mais louco e insano que fosse!!

 

[...]

- Esse lugar é bem legal – Disse Spencer à Scott

- Gosto de vir aqui, fugir um pouco – Respondeu ele segurando a mão de Spencer que recuou com o toque – Desculpe

- Me desculpe, eu sai de um relacionamento a pouco tempo – Revelou – Não estou pronta para outro.

Descendo pela rua 29 com a Park

Eu te vi nos braços de outro

Apenas um mês desde que nos separamos

Você parece mais feliz

Toby estava parado, do outro lado da rua, onde observava Spencer conversando abertamente com outro rapaz. Seus cabelos castanhos claros, alto, não era magro e nem gordo, era musculoso, tipo de garoto que ia todos os dias para academia. Toby percebeu pela linguagem de seus corpos que eram bem amigos.

Vi você entrar em um bar

Ele disse algo que te fez rir

Eu vi que seus sorrisos eram duas vezes maiores que os nossos

Sim, você parece mais feliz, você parece

- Você está linda – Disse Scott ao pé do ouvido de Spencer, fazendo-a abrir o sorriso mais bonito que tinha.

Juntos, Spencer e Scott entraram no bar. A morena estava gostando daquela sensação. Seu coração acelerou, sua respiração ficou ofegante, teve a sensação de estar sendo observada, o que a fez virar.

- Toby? – Chamou ela no momento anterior que o ônibus passou pelo rapaz, levando sua imagem consigo.

- Quem? – Perguntou seu acompanhante confuso

- Achei ter visto alguém – Respondeu piscando fortemente.

Ninguém nunca te machucou como eu te machuquei

Mas ninguém te ama como eu amo

Prometo que não vou levar para o lado pessoal, amor

Se você está seguindo em frente com alguém novo

Porque, amor, você parece mais feliz, você parece

Meus amigos me disseram que um dia vou me sentir assim também

E até lá, eu vou sorrir para esconder a verdade

Mas eu sei que eu era mais feliz com você

Me sentei no canto da sala

Tudo está me lembrando você

Segurando uma garrafa vazia e repetindo para mim mesmo que você está mais feliz

Não está?

Toby foi caminhando vagarosamente até a praça mais próxima, estava se sentindo péssimo. Já era ruim o bastante a ideia de perder Spencer, mas vê-la sorrindo com outro rapaz, aquilo lhe embrulhava o estômago, não era possível que eles tivessem algo. Toby conhecia Spencer, ele viu em seu sorriso o quanto ela estava feliz, estava contente por isso, mas não podia negar que uma parte sua tinha raiva. Aqueles trinta dias, foram os piores de sua vida, tudo de errado que tinha para dar, deu.

Mas ninguém te machucou como eu te machuquei

Mas ninguém precisa de você como eu preciso

Eu sei que há outros que merecem você

Mas, meu amor, eu ainda estou apaixonado por você

 

[...]

Spencer tinha acabado de chegar em seu apartamento, acompanhada de Scott

- Eu me diverti bastante essa noite – Disse Spencer mentindo.

- Fico feliz – Respondeu o rapaz – Você é cheia de segredos, espero conseguir dar conta de todos.

Spencer permitiu-se sorrir

- Boa Sorte. – Disse assim que parou o riso – Então, boa noite Scott

- Boa noite Spence – Scott se inclinou para beija-la, mas ela o parou

- Não posso fazer isso.

- Desculpe, não quero apressar as coisas – Pediu ele.

Spencer abriu a porta de seu apartamento e entrou, fechando e indo para seu quarto.

Havia um bilhete de sua mãe:

Precisei sair, voltarei tarde. Não me espere

-V

Spencer se livrou dos saltos que usava, sentou em sua cama, revirando os olhos, contava os dias para que pudesse sair e fazer sua faculdade. Ser independente. Voltaria para Rosewood?

Batidas frenéticas foram ouvidas na porta de madeira, pelo apartamento vazio o som grave ecoou. Spencer levantou resmungando e caminhou em passos largos até o local de origem das batidas.

- Toby? – Perguntou ela sentindo seu coração acelerar.

- Oi Spence – Disse ele. – Será que podemos conversar?

Spencer provavelmente diria não, porém, sentia muita falta do rapaz, e ele havia vindo de longe apenas para contata-la.

Deu passagem com seu corpo, para que o rapaz entrasse, o que ele fez de imediato. Ela o conduziu até seu quarto. Sentou em sua cama e Toby se permitiu sentar na cadeira giratória da escrivaninha de sua ex-namorada.

Mas acho que você parece mais feliz, você parece

Meus amigos me disseram que um dia vou me sentir assim também

Eu poderia tentar sorrir para esconder a verdade

Mas eu sei que eu era mais feliz com você

Porque, amor, você parece mais feliz, você parece

Eu sei que um dia você se apaixonaria por alguém novo

Mas se ele partir seu coração como os amantes fazem

Saiba que eu estarei aqui esperando por você

- Então – Começou Spencer quebrando o silêncio

- Eu sinto sua falta – Respondeu após um tempo, sua voz era baixa e falhada

- É difícil tudo isso para mim também – Respondeu Spencer enquanto encolhia seus pés junto de seu corpo. – Temos que seguir em frente Toby.

Aquelas palavras eram difíceis de se pronunciar, mas eram ainda mais difíceis de ouvir.

- Poderíamos tentar...

- Não Toby – Interrompeu-o com as mãos limpando sua face, onde as lágrimas escorriam. – Não podemos...

- Desculpe – Pediu ele secando suas lágrimas também. Era difícil para ambos estar na frente da pessoa amada e não poder beija-la.

Toby estava entendendo, Spencer não queria mais a relação. Ele não podia força-la, precisava deixa-la ir, se fosse para ser, voltariam um para o outro.

- Spencer, você ainda me ama? – Perguntou encarando o chão.

Aquela pergunta tinha a resposta mais positiva do mundo, sim, ela ainda amava o rapaz e não sabia se algum dia iria parar.

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

Eu serei o seu amor, se você quiser

Eu te seguiria para qualquer lugar

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

- Não Toby, eu não te amo – Respondeu olhando para ele, deixando de segurar as lágrimas. Havia mentido para o amor de sua vida

- Eu não entendo...

E estou me sentindo tão pequeno

Isso estava tomando conta da minha cabeça

Eu não sei nada

E eu vou tropeçar e cair

Eu ainda estou aprendendo a amar

Apenas começando a engatinhar

- Toby, não é você, sou eu – Começou ela em meio a soluços de seu choro – Você é a pessoa certa, na hora errada. Não somos maduros o suficiente, temos sonhos diferentes... estou indo para faculdade, não somos tão responsáveis quanto devíamos ser, poderia acontecer tanta coisa, como uma gravidez... isso acabaria com nossas vidas.

- Sabemos que isso nunca aconteceria enquanto não quiséssemos – Rebateu ele

- Não temos como saber – Disse, fazendo com que o silêncio se fizesse presente.

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

Sinto muito por não ter conseguido te alcançar

Eu te seguiria para qualquer lugar

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

E eu vou engolir meu orgulho

Você é a pessoa que eu amo

E eu estou dizendo adeus

- Você merece amor.... Do tipo grande e bonito – Começou ela – E eu não posso te dar esse amor, pelo menos não agora.

Toby permaneceu em silêncio. Levantou, era nítido que em seu rosto havia perdido todas as esperanças... Se Spencer queria seguir em frente, ele faria o mesmo, podia demorar o tempo que fosse.

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

Lamento que eu não possa te alcançar

Eu te seguiria para qualquer lugar

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

- Eu te seguiria para qualquer lugar Spencer – Disse Toby – Qualquer lugar.

- Eu sei – Respondeu triste

- O que nós tínhamos era real – Disse Toby por fim – E você preferiu jogar isso fora.

Spencer chorou, sabia que Toby nunca a perdoaria por isso e ela lamentava. Seu coração estava partido assim como do rapaz. Ambos sabiam, que mesmo se amando, o orgulho impediria que ficassem juntos.

Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você

Diga alguma coisa.


Notas Finais


HELLOOOOOO
PSE, PARECE QUE EU QUERO MORRER SABE? SOCORRO, NÃO ACEITO! Esse cap foi meio que um extra, pq se eu postasse o que eu vou postar depois desse, vocês me matariam. A única coisa que eu fiz foi adiar minha morte. Mas é isso!

EU PEÇO DESCULPA PELA TROLLADA QUE EU DEI KKKKKKK (RINDO DE NERVOSO, ESSES "K" SÃO LÁGRIMAS) OH MEU DEUS, PQ ELES TEM QUE SOFRER TANTO?

Bom galerinha, eu, Brenda (Jura?) e a Nath (Pantera_rosa_11) estamos escrevendo uma fanfic de Spoby, JUNTAS!! *Aquele momento que as duas escritoras que desgraçam minha vida resolvem desgraçar ainda mais* Obvio que não vivemos sem Spoby, a fic dela está acabando (NÃO) e a minha, bom, Spoby está destruído.... Mas, olhe só, uma história novinha:
https://spiritfanfics.com/historia/spoby--entre-amor-e-odio-9922473

Eu espero que tenham gostado deste cap, preparem os core pro próximo
JÁ PEÇO DESCULPA ADIANTADO

Kisses
-B


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...