História Spoby- All For You - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Ashley Marin, Byron Montgomery, Caleb Rivers, Ella Montgomery, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Ian Thomas, Jason Dilaurentis, Jenna Marshall, Jessica DiLaurentis, Lucas Gottesman, Maya St. Germain, Melissa Hastings, Mike Montgomery, Mona Vardewaal, Noel Kahn, Paige McCullers, Pam Fields, Personagens Originais, Peter Hastings, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh, Veronica Hastings, Wren Kingston, Yvonne Phillips
Tags Alison Dilaurentis, Aria Montgomery, Ashley Marin, Byron Montgomery, Caleb Rivers, Ella Montgomery, Emily Fields, Emison, Ezra Flitzgerald, Ezria, Haleb, Hanna Marin, Jason Dilaurentis, Jenna Marshall, Jessica Dilaurentis, Lucas Gottesman, Maya St Germain, Melissa Hastings, Mike Montgomery, Mona Vanderwaal, Noel Kahn, Paige Mccullers, Pam Fields, Personagens Originais, Peter Hastings, Pretty Little Liars, Spencer Hastings, Spoby, Toby Cvanaugh, Verônica Hastings, Wren Kingston, Yvone Philips
Visualizações 130
Palavras 2.108
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


BOM, esse é apenas uma introdução para o ódio que sentirão de mim no próximo cap, bem louco, eu já escrevi!
P.S.: Finja que no gif a Spencer está de franja kkkkkkkkk (Quem não tem cão, caça com gato)

Música: Moving On- Kodaline
(Desde o primeiro cap eu já sabia que colocaria essa musica)

Capítulo 22 - Moving On


Fanfic / Fanfiction Spoby- All For You - Capítulo 22 - Moving On

7 anos depois...

O Sol iluminava aquela tarde de Outono, suas nuances amarelas e vermelhas juntamente com o tom cinza do céu completavam a paisagem. As folhas caíam de suas árvores, e os frutos amadurecidos que, pesavam nos galhos, caíam sobre a terra, compondo a vista nostálgica que causava.

Spencer andava plenamente pelas ruas de sua cidade natal, Rosewood. Estava de volta após sete anos de partida. A brisa suave fazia com que os fios castanhos de Spencer seguissem seu caminho. A morena analisava cada detalhe do local onde passava, todas as mudanças seus olhos ligeiros captavam com perfeição.

Parou em uma vitrine, olhando um cartaz que fazia menção à uma festa que aconteceria em poucos dias. Spencer lembrou de todas as festas frequentadas por ela e suas amigas anos atrás e não pode deixar de sorrir.

Perdida em seus pensamentos, saiu de seu transe quando uma brisa forte passou rente ela. Carregava consigo um cheiro adocicado, o qual conhecia muito bem. Virou-se para o lado esquerdo, procurando a fonte daquele perfume, sem sucesso. Foi quando virou para seu lado direito e pousou seus olhos nele...

Conheci você na esquina da rua

Eu sorri antes mesmo de ouvir você falar

Eu posso aceitar que estamos envelhecendo

Mas eu acho que é apenas o jeito que tinha de ser

Seus olhos castanhos entraram em contato com a imensidão azul dos olhos de Toby. Spencer sentiu uma náusea forte a atingir, todas as suas memórias com o rapaz apareceram mais fortes do que nunca em sua mente, estava tão concentrada, apenas saiu de seu transe quando ouviu a doce voz de Toby a trazendo de volta para realidade.

- Spencer? – Sua feição era séria, mas ainda assim, sua voz era mansa, relevando fragilidade.

- Toby! – Exclamou em resposta.

No momento que o rapaz fez menção de dizer algo, uma mulher morena e de estatura baixa se aproximou, envolvendo seus braços finos pela cintura de Toby. Spencer sentiu suas pernas bambas, suas mãos começaram a suar e a sensação de ter seu chão tirado apenas aumentava.

- Spencer essa é Yvonne – Apresentou ele.

Spencer abriu um sorriso doce, porém não verdadeiro. Estendeu sua mão na expectativa de que a moça apertasse, sem sucesso, fez algo que a surpreendeu.

- Oi! – Exclamou animada enquanto andava em sua direção, abrindo seus braços à chamando para um abraço, o qual Spencer respondeu sem graça.

Toby ficou surpreso. Ao separar do pequeno abraço, Yvonne voltou para sua posição e Spencer correu seus olhos de Toby para a moça que estava agarrada a ele.

- Fico muito feliz em finalmente lhe conhecer Spencer – Disse Yvonne após algum tempo, quebrando o silêncio. – Toby fala muito sobre você. É uma ótima amiga.

“Amiga” Pensou Spencer enquanto sorria educadamente.

- Vocês... – Spencer insinuou, olhando para Toby.

- Estamos namorando – Afirmou o rapaz passando a apertar mais a moça contra seu corpo.

- Faz três anos – Completou Yvonne.

“Namorando” “Três anos”

- Eu acho que devem ter muito o que conversar – Yvonne falou olhando de Spencer, para seu namorado – Vejo você lá dentro.

- Vou logo – Toby depositou um beijo no topo de sua cabeça, o gesto deixou Spencer enciumada, era isso que ele fazia quando algum deles se retirava.

Ambos passaram a se encarar, seus olhares analisavam o rosto amigo, notando cada detalhe de evolução.

Eu me perguntava como você ainda se lembrava de mim

Eu ouvi que você se estabeleceu e que você se casou feliz

Você se lembra quando eu te disse

Que te amava até o fundo do mar?

Sim, eu sei, eu sei que acabou

Mas eu acho que é apenas o jeito que tinha de ser

Havia tanto que Spencer precisava contar, tanto pelo que se desculpar..., mas não havia som.

- Então, você está bem? – Perguntou Toby quebrando o silêncio.

- Claro – Mentiu. Havia voltado para a audiência, na qual faria seu depoimento – E você?

- Estou bem – Respondeu trocando o peso de seu pé.

Novamente o silêncio.

- Poderíamos – Falaram ambos. Spencer sorriu

- Pode falar – Disse sorrindo verdadeiramente, o sorriso de Spencer fez com que Toby abrisse o seu. Ele amava o sorriso dela, e vice-versa.

- Talvez, possamos sair qualquer dia desses – Sugeriu. – Para conversar sobre os velhos tempos

- Parece ótimo. – Respondeu Spencer de imediato.

Em algum momento no futuro,

Talvez possamos ficar juntos

Talvez compartilhar uma bebida e conversar um instante

E relembrar sobre os dias de quando estávamos juntos

Talvez em algum lugar mais abaixo da linha

Spencer não podia, não podia ficar de frente para o amor de sua vida sabendo que o havia perdido para sempre.

- Eu preciso ir – Disseram juntos novamente.

Toby passou para o lugar de Spencer e ela fez o mesmo, caminhando sem olhar para trás. Quando havia tomado uma distância considerável, virou-se bruscamente, Toby permanecia ali, olhando-a ir.

- Você a ama? – Perguntou Spencer

- Sim, eu a amo – Respondeu.

E eu vou te encontrar lá

Em algum momento no futuro nós poderemos compartilhar nossas histórias,

Quando não nos importávamos

Sobre todos os nossos erros

Nossas falhas, e nossas glórias

Mas até esse dia chegar

Eu continuarei seguindo em frente

Eu continuarei seguindo em frente

Spencer caminhou o mais lentamente possível, sua cabeça estava um turbilhão de pensamentos. Balançou-a para que pudesse livrar-se deles.

 

[...]

Spencer estava caminhando em direção ao Brew, estabelecimento que agora pertencia a Ezra Fitzgerald, seu antigo professor de literatura e atual namorado de sua amiga Aria.

Adentrou no local e pediu um café para viagem, estava prestes a sair quando uma voz doce a chamou.

- Spencer?

A morena respondeu ao chamado e virou-se.

- Aria – Disse feliz abraçando a amiga pequena.

- O que está fazendo aqui? – Perguntou após o término do abraço – Achei que só viria semana que vem.

- Mudança de planos – Respondeu – Audiência foi remarcada para essa semana.

- Ficará apenas por ela? – Perguntou triste

- Esse é o plano – Respondeu

- Srta. Hastings – Disse uma voz masculina as suas costas, fazendo-a virar-se. 

- Sr. Fitz – Respondeu Spencer, sabia que isso provocava Aria.

- É um prazer tê-la aqui – Disse sorrindo, abraçando sua pequena namorada.

- É bom voltar as vezes – Tentou mostrar otimismo em sua voz.

- Porque você e a Spencer não vão lá para cima? – Sugeriu Ezra – Mais privacidade para pôr as conversas em dia.

Spencer sorriu, havia tanto de que conversar e tantas perguntas para fazer.

- Claro – Concordou Aria – Venha Spencer.

 

- Então, você e o Sr. Fitz, é sério mesmo! – Disse Spencer rindo da cara que Aria estava fazendo.

- Ezra – Corrigiu, como sempre fazia. – E sim, é bem sério.

Aria mostrou um anel de brilhante que estava em sua mão.

- Ô meu Deus – Exclamou feliz abraçando sua amiga fortemente – Eu estou tão feliz por vocês.

- Obrigada Spencer – Agradeceu com sorriso doce – Me conte sobre você. Faculdade de Astronomia?

- Sim – Respondeu piscando seus olhos – Bem diferente, mas é maravilhoso.

As duas riram. Aria colocou Spencer à par de dos últimos acontecimentos da cidade. Emily e Alison estavam juntas, esperando um bebê e Hanna e Caleb estavam noivos também. Spencer se sentiu deslocada, todas as suas amigas estavam felizes com alguém e Spencer? Bem, Spencer estava sozinha, como sempre foi, menos é claro quando tinha Toby.

- Toby e Yvonne – Indagou ela mostrando fragilidade em sua voz falha – É para valer?

- Você os viu? – Perguntou em resposta triste pela sua amiga.

- Sim – Respondeu

- Bom, eles estão juntos a muito tempo – Respondeu tentando amenizar o que estava por vir.

- O que? – Perguntou Spencer, sabia que Aria escondia algo.

- Nada – Respondeu rapidamente

- Aria, fale

- Ouvi boatos, de que ele vai pedi-la em casamento – Disse Aria de olhos fechados.

Era como se uma brasa tivesse invadido seu peito e queimasse seu coração, aquela ferida ainda estava aberta, e com o passar dos anos, se abria mais.

- Bom para eles – Tentou mostrar que podia ser forte diante da notícia que havia acabado de receber – Fico feliz

- Não precisa ser forte o tempo todo – Disse Aria se inclinando e abraçando sua amiga que chorou em seu colo de imediato.

- Eu o perdi para sempre, perdi para sempre Aria – Disse em meio a soluços ocasionados pelo choro alto.

- Vai ficar tudo bem – Consolou a amiga pequena.

Ficaram durante um tempo, até que Spencer levantou sua cabeça, para olhar a amiga e perguntou:

- Ela é uma boa pessoa?

Aria pareceu empolgada com a pergunta e respondeu animada:

- Ela é muito legal – A palavra saiu escorregando de sua boca, não havia notado – Nós, as meninas, e ela nos damos super bem.

- Fico feliz – Respondeu Spencer sem muito ânimo. Suas amigas tinham encontrado alguém que pudesse tomar seu lugar.

- Yvonne fez Medicina e Gastronomia – Contou Aria, finalizando com as palavras mais dura que Spencer ouviu naquela conversa: – Ela faz muito bem para Toby. 

Aria permaneceu em silêncio, refletindo sobre o que acabara de falar.

- Eu sinto muito – Pediu ela, em sua voz mostrava arrependimento – Eu não devia ter dito essas coisas...

- Eu já entendi Aria – Disse Spencer visivelmente magoada – Perdi o amor da minha vida, e agora as minhas amigas.

- Spence, não...

Spencer bateu a porta às suas costas.  

 

[...]

É engraçado como, mas, isso ainda me incomoda

Eu sei que já faz tanto tempo

Mas eu não esperava ver, oh, o quão bonito você está

Eu acho que todo esse tempo separados te fez muito bem

Mas hey, eu desejo à você todo o melhor

E talvez, um dia poderemos até nos encontrar novamente

Naquela tarde, tanto Spencer quanto Toby não conseguiram seguir com seus afazeres, pois a imagem de seus momentos juntos latejavam em suas mentes.

Sim, em algum momento no futuro

Talvez possamos ficar juntos

Talvez compartilhar uma bebida e conversar um instante

E relembrar sobre os dias de quando estávamos juntos

Talvez em algum lugar mais abaixo da linha

Havia acontecido tantas coisas com os dois naqueles sete anos, coisas das quais precisavam um do outro para superar, porém, Spencer havia fechado a porta, mas Toby a trancou.

E eu vou te encontrar lá

Em algum momento no futuro nós poderemos compartilhar nossas histórias

Quando não nos importávamos sobre todos os nossos erros

 

[...]

Spencer estava no celeiro, onde arrumava todas as suas coisas. A tarde de Outono em noite havia se transformado, o vento gélido entrava pela janela, balançando a cortina.

Batidas foram ouvidas, Spencer colocou sua taça de vinho na mesa de centro e caminhou até a porta abrindo-a.

- Podemos conversar?

Spencer deu passagem para o rapaz entrar, o que fez de imediato.

Sentaram no sofá, onde Spence estava minutos antes. Encheu a taça vazia ao lado da sua, com a substância levemente alcóolica que bebia.

- Aqui – Spencer falou, entregando a taça para Toby. Suas mãos se tocaram, o que fez uma corrente elétrica percorrer por seus corpos, eles se olharam. Toby pegou a taça e recolheram suas mãos.

- Obrigado – Agradeceu sem jeito.

- Estou feliz por você – Disse Spencer quebrando o silêncio após alguns minutos.

- Obrigado Spencer, significa muito vindo de você – Agradeceu sem jeito.

“Amiga” Spencer lembrou do adjetivo usado por Yvonne para classifica-la, dando um desconforto.

- Fico feliz que tenha contado para Yvonne sobre nós – Disse, fazendo Toby se ajustar no assento. – Não disse, não é?

- Não – Toby abaixou sua cabeça, encarando a taça em suas mãos.

- Porque? – Perguntou, precisava de respostas.

- Spencer, você partiu meu coração – Começou ele, encarando-a – Eu estava superando, não precisava transformar todos os nossos momentos bons em lembranças ruins. Deixei apenas a parte boa. Nossa amizade.

O coração partido de Spencer foi arrancado de seu peito. Aquelas palavras a machucaram muito.

- O que fez com todas as nossas fotos e as outras coisas? – Perguntou enquanto derramava algumas lágrimas.

Toby permaneceu em silêncio, não era fácil para ele. Não foi fácil se livrar de todas as lembranças, mas era preciso para construir outras novas junto de Yvonne, a mulher que amava naquele momento. 

- Eu já entendi – Respondeu dando um sorriso fraco, buscava força.

- Spencer, eu precisei – Argumentou se levantando. – Estamos seguindo em frente, amadurecendo, como você queria.

- Toby, saia – Disse levantando em seguida – Por favor.

- Eu vou me casar com Yvonne – Falou por fim quando estava na porta, seguido de um longo suspiro. – Boa Noite Spencer.

A morena nada respondeu, apenas fechou a porta e permitiu que as lágrimas caíssem. 

Nossas falhas, e nossas glórias

Mas até esse dia chegar

Até esse dia chegar

Até esse dia chegar

Eu continuarei seguindo em frente

Eu continuarei seguindo em frente


Notas Finais


Turu bom? Introdução ao ódio: Realizado com sucesso!!!
No próximo vai ser bem ódio que vão sentir!! Mas terá um momento bom!
Chega de Spoiler
Eu ia falar algo importante, mas esqueci.
Gente, desculpe pelo que vai acontecer mais pra frente! Lá pro cap 27 vcs terão uma surpresa! Prepare os core

AMO VOCÊS

KISSES
-B


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...