História All I Need - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber
Personagens Barbara Palvin, Justin Bieber
Tags Barbara Palvin, Drama, Justin Bieber, Obsessão, Romance, Violencia
Exibições 49
Palavras 1.546
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Poesias, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpem-me a demora pra atualizar. Eu já expliquei o motivo na minha outra fic,mas vou falar aqui também. Minha vida ta uma loucura! Daqui a pouco vai dar pra fazer uma fanfic com ela kkk
Mas enfim,espero que gostem!

▶ Lali será interpretada por Kay Panabaker
▶ Luke por Luke Hemmings
▶Hillary por Danielle Campbell

Capítulo 4 - Capítulo 3.


Fanfic / Fanfiction All I Need - Capítulo 4 - Capítulo 3.

 


|Seeing what is going to happen|
 


— Eu sabia,no segundo em que te conheci,que havia algo em você que eu precisava. Acabou que não era algo em você. Era simplesmente você — Belo Desastre.


|POV Justin Bieber|
 


Los Angeles/Califórnia


Bieber's House 


— Você precisa,Justin! — Disse Pattie.


— Não mãe,eu estou mudando,eu já to melhor. Não preciso tomar essas porras de remédios todos os dias! — Digo novamente já irritado.


— Sabe que se você perder o controle de novo,vou ser obrigada a te internar outra vez,e não é isso o que eu quero,filho — Disse ela suspirando.


— Eu sei,mas eu já estou melhor! Prometo que daqui a alguns dias já nem vou precisar de nada disso — Digo convencido e ela bufa.

— Espero que essa promessa se cumpra,mas pelo menos tome um desses todo manhã — Disse ela colocando uma cartela de comprimidos encima da minha cômoda. 


 Pego a mesma de cara fechada e ela se retira do meu quarto deixando-me sozinho,pego minha mochila e as chaves da minha Ferrari,desço as escadas indo até a cozinha,pegando um copo do armário e o enchendo de água. Suspiro cansado.


— Não posso nem sonhar em deixar Blake saber disso! — Penso enquanto tomo um dos comprimidos.
 


|POV Blake Hill Morgan|


Los Angeles/Califórnia
 


Empire & Sword  High School 

 


Passo pelos corredores apresada,fui dormir tarde e acabei acordando atrasada. Corro até meu armário pegando os materiais da segunda aula e apresso-me indo rapidamente para sala. Bato três vezes na porta e espero alguns minutos até que a mesma se abre e dou de cara com o professor que olha-me entediado.


— Desculpa o atraso,perdi o horário — Apresso-me a explicar com um sorriso sem graça, minhas bochechas devem estar vermelhas.


— Que não se repita,entre logo e sente-se com... Miguel! — Ele disse apontando para um garoto de cabelos castanhos,e de olhos da mesma cor. E o mesmo assim que me vê,mostra um pequeno sorriso,vou ate ele e me sento ao seu lado.


— Oi — Disse ele dando um sorriso tímido.


— Oi — Digo corada.


— Sou Miguel Donovan,e você é...? — Perguntou.


— Blake Hill Morgan,muito prazer Miguel! — Digo educadamente e ele sorri.


— O prazer é meu,Blake — Disse ele com um sorrisinho de canto. Sorrio timidamente e volto a prestar atenção na aula.


Fiquei pensando no beijo entre mim e Justin ontem,será que significou algo pra ele? É claro que não! Com certeza deve ter sido algo do momento,e ele estaria arrependido por ter me beijado,ou não? Ele gostou,odiou... Ahg! Tantas perguntas e nenhuma resposta,estou tao confusa,quer dizer eu e ele nos damos bem,somos bem amigos então,se aquele beijo tiver sido um erro,nossa amizade ficaria como? Depois do que aconteceu lá,nós apenas ficamos alguns minutos abraçados ate que minha mãe ligou-me quase desesperada pra que eu voltasse pra casa,e tive que sair correndo da casa do Justin,apenas dizendo que era uma emergência. E quando chego em casa,minha mãe apenas queria me contar que teríamos um jantar com seu futuro "marido",mais um pra lista das paixonites da minha mãe,que não duram mais de três semanas. Mas pelo menos isso me livrou daquele silêncio constrangedor em que eu e Justin estávamos. 


O sinal tocou me acordando pra vida,a próxima aula seria educação física e eu não estava nem um pouco afim de ir,porém estaria com praticamente todos os meus amigos lá. Inclusive Hillary e Lali.



Sai da sala me dirigindo ate meu armário,guardando meus materiais,logo trancando o mesmo. Ate que sou surpreendida por Lali,que havia quase pulado encima de mim.



— HEY BITCH! — Disse ela rindo.



— Que susto sua vaca! — Digo.


— Também te amo,agora vamos logo se não chegaremos atrasadas — Disse já me arrastando pelos corredores me guiando até o vestiário feminino. 


— Ah,seu boy ta lá fora — Ela diz dando um sorriso malicioso pra mim,reviro os olhos rindo. 


— Ele não é meu boy. Já conversamos sobre isso Lali! — Falo e ela apenas continua com aquele sorrisinho malicioso pra mim.


— Okay... Se você diz — Disse dando risada e foi terminar de se trocar.  


Sim eu disse o que aconteceu pra ela,é minha melhor amiga apesar de nos conhecermos a pouco tempo. Ela me apoiou e disse que com certeza esse beijo significava alguma coisa,porém não quero me iludir então preferi não ficar na expectativa.


Havia terminado de me trocar,estava agora com o uniforme ridículo de educação física, um short curto de malha vermelho e uma regata branca. Segundos depois Lali apareceu e fomos juntas até o campo de futebol,já que a quadra estava em reforma. Enfim,chegando lá encontramos as líderes de torcida vulgo vadias metidas,mais alguns alunos se aquecendo e ... Os jogadores de futebol,ou seja Justin e seus amigos,inclusive Luke,que Lali estava afim,olhei pra mesma que já se encontrava com um sorriso bobo nos lábios. Dei risada e a ela revirou os olhos. Encontramos Hillary conversando com algumas garotas e fomos até ela. 


— Hey anãzinha — Digo rindo. Ela odeia que a chamem de pequena,porém ela realmente é pequena e eu e a Lali nunca perdemos uma oportunidade pra zoar com a cara dela. Chega a ser engraçado a cena que ela faz. 


— De Novo com isso,eu já disse,não sou baixinha! — Reclamou ela.

— Mas é menos que a gente,então sim,é baixinha — Falou Lali e Hillary apenas revirou os olhos irritada. Era realmente muito divertido irritar ela,eu e Lali apenas rimos de sua irritação.

— Eai meninas — Falou Chris chegando junto com Chaz,Ryan e Luke. Logo alguem veio e tapou meus olhos,soube quem era assim que senti seu perfume. 


— Justin! — Digo rindo enquanto tiro suas mãos do meu rosto.
— Nossa,como você sabia que era eu? — Perguntou e eu ri.


— Intuição — Digo a primeira coisa que me vem a cabeça. Seria meio estranho eu dizer "senti seu perfume delicioso e já soube que era você". 

— Hey,podemos conversar depois? — Perguntou ele e meu coração disparou. 


— S..sim — Digo quase gaguejando. Sorte que ele não percebeu.


— Okay então depois da aula me espera no corredor — Ele diz e eu apenas assinto. Logo o professor sopra um apito chamando os jogadores e Justin se despede de mim com um beijo na bochecha.

— Nossa,agora eu reparei que o Chaz tem uma bundinha — Falou Hillary mordendo os lábios fazendo uma cara maliciosa. Lali explodiu em gargalhadas e eu obviamente fiz o mesmo.


— Como você é safada,garota — Disse Lali. Mas a morena apenas deu de ombros rindo. Ouvimos outro som de apito,mas dessa vez era da nossa professora de educação física nos chamando para o outro lado do campo. 


— Quero que vocês dêem dez voltas aqui e depois vôlei ! — Falou a professora. E logo nos começamos a fazer as atividades.

 


## Quebra-Tempo ## 

 



A aula havia finalmente acabado e nós fomos direto para o vestiário tomar banho e trocar de roupa. Estava exausta,e não é pra menos,correr nunca foi o meu forte. Porém meu coração estava acelerado,estava nervosa pois não sei sobre oque Justin quer falar comigo. Enfim,tomei meu banho e coloquei outra roupa,arrumei meu cabelo e logo sai do vestiário,aguardando o loiro no corredor. 


 Esperei... Esperei... E nada ! 



Acho que ele só queria me fazer de boba,gruni frustrada e estava me preparando para ir a próxima aula quando sinto alguém puxar meu braço,senti meu coração acelerar,e a pessoa foi me guiando até um tipo de sala e prensou-me na parede. Quando fui ver era Justin e me acalmei.


— Você ta maluco?! Que susto você me deu! — Digo nervosa e ele ri.


— Desculpa — Ele disse rindo e eu respirei fundo.


— O que queria falar comigo? — Pergunto e ele coça a nuca parecendo estar envergonhado.


— Sobre ontem,e sobre... O beijo — Diz e eu desvio meu olhar do seu.


— Tudo bem,eu sei que o beijo não significou nada pra você,não se preocupe — Digo meio cabisbaixa e ele ri fraco.


— Significou sim,e sei que pra você também — Ele diz e eu quase tenho um infarto ali mesmo.


— Não vai falar nada? — Perguntou e só ai me dei conta de que estava parada com cara de idiota em sua frente.


— Er.. Eu não sei exatamente o que falar — Digo já sentindo meu rosto esquentar e ele acaricia minha bochecha. Me olha nos olhos e de repente me beija,mas sinto que esse beijo foi diferente do anterior,esse me parece mais... Voraz,digamos assim.


Justin prensou-me mais na parede e levou uma de suas mãos ao meu cabelo,o puxando de leve enquanto sua outra mão passeava por minhas coxas e bunda livremente. Levo minhas mãos até sua nuca onde faço um carinho sutil,e depois passo por seu cabelo macio o bagunçando. Ele começa a distribuir beijos e alguns chupões pelo meu pescoço fazendo-me suspirar e arranhar sua nuca,Justin volta sua atenção para minha boca novamente enquanto ainda mantinha uma de suas mãos em meus cabelos. Nossas línguas se dançavam em uma sincronia perfeita,fazendo o beijo ser ainda mais gostoso. Infelizmente o ar fez falta e nos separamos ofegantes,Justin por sua vez,abraça-me e deposita um beijo em meu pescoço,logo um silêncio constrangedor se fez presente entre nós.


— O que ta rolando entre nós? Quer dizer,nós dois... Bem.. Err...  — Tropeço nas palavras meio nervosa e ele ri,acariciando meu cabelo enquanto me dava um selinho.


— Estamos... Vendo no que vai dar,não sou muito de namorar,mas to disposto a tentar,você quer mais que amizade? — Perguntou-me e eu corei.


— Quero — Digo timidamente.



— Então vamos tentar,só não me pressione ta — Falou sincero porém sem ser estúpido.


— Ok — Digo e ele se aproxima novamente me beijando com voracidade. Vamos ver no que vai dar. 
 



Continua...
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...