História All I Need Is Love - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Ed Sheeran, Ian Somerhalder, One Direction, Paul Wesley, Shawn Mendes, Taylor Swift
Personagens Demi Lovato, Ed Sheeran, Harry Styles, Ian Somerhalder, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Paul Wesley, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Swift, Zayn Malik
Tags Demi, Diall, Harry, Liam, Louis, Niall, Zayn
Exibições 16
Palavras 2.203
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


VOLTAMOS! Desculpem a demora, mas estávamos LOTADAS de coisas, fim do bimestre e etc. Mas aí está o capítulo ;)

Capítulo 18 - Goodbye


Fanfic / Fanfiction All I Need Is Love - Capítulo 18 - Goodbye

NINA ON

Passamos a noite toda em claro, Ian não quis sair do meu lado um minuto sequer. E eu não conseguia sair de perto do corpo de Paul, não conseguia acreditar que seu coração já não batia mais, que nunca mais estaríamos juntos. Eu não tinha mais razão pela qual viver, a não ser o ódio que se espalha pelo meu corpo do mesmo jeito que o amor de Paul um dia já dominou, aliás que para sempre dominaria, eu sentia vontade de matar tudo e todos, meu ódio para achar o culpado aumentava a cada segundo em que minha ficha caía sobre a morte de Paul. Já não aguentava mais chorar.

Ian: Nina, você precisa velar o corpo do Paul, precisa ir para casa dormir, descansar, você deve estar exausta - se abaixa ao meu lado acariciando minhas costas.

Nina: EU NÃO VOU SAIR DAQUI! - gritei em desespero, levantei me deslocando para longe do corpo de Paul, pela primeira vez desde que entramos naquele lugar.

Ian: Nina, me escuta - o homem de olhos azuis me afagava em seu peito com um abraço - Ei, olha você precisa superar isso, nada que você faça agora vai trazer o Paul de volta - suas mãos que estavam em minhas costas agora se encontravam em meu rosto.

Nina: Eu sei - sai de seus braços limpando as minhas lágrimas - Eu vou me recompor por Paul, eu vou me vingar por Paul - eu dizia em um tom sombrio o suficiente para ouvir a respiração de Ian acelerar.

Me fiz de forte, mas a dor insuportável da perda me consumia por dentro. Embrulhamos o corpo de Paul e saímos daquele galpão.

[...]

Resolvemos todas as papeladas e já estava tudo certo para o enterro, que será amanhã, escolhi tudo a altura de Paul.

Ian: Bom, agora eu vou te levar pra casa, porque você tá precisando descansar - dizia com um sorriso sem mostrar os dentes.

Apenas assenti e fomos a caminho da casa de Demi, eu não conseguiria entrar novamente na casa que um dia foi minha e de Paul, eu iria relembrar de cada briga, cada toque, cada beijo, cada noite de amor que tivemos. Não posso deixar a dor me consumir, tenho que estar forte para a vingança.

O caminho todo fomos em silêncio, Ian as vezes me olhava e tentava iniciar uma conversa, mas eu apenas acenava com a cabeça. 

PAY ON

A claridade invadia meu quarto, fazendo meus olhos se abrirem com dificuldade, tentei me sentar na cama, mas não obtive sucesso, pois uma dor se alastrava pela minha cabeça, começo a me lembrar de algumas coisas da noite passada. Lembro de beber muito, xingo Nath eternamente, pois ela quem me fez beber. Tentei sentar pela segunda vez, estava conseguindo até sentir uma mão em minha cintura, me puxando para perto. Olhei para o lado e vi Louis, imediatamente passaram várias coisas na minha cabeça.

Pay : AAAAAAAAAAH - gritei, pois foi a única reação que consegui ter. Louis levantou assustado.

Coloquei minha mão na cabeça, pois a mesma doía muito e por ter levantado muito rápido, fico tonta e me desequilibro e Louis me segura.

Louis: Ei, você tá bem? - ele me dá suporte para que eu não caía no chão - Por que você gritou desse jeito? - pergunta assustado.

Pay: Me desculpe, eu to bem sim, é que só desconfio que passei da conta com o álcool ontem - disse me sentado na cama.

Louis: Só acha?! - ele ri, aquele sorriso - Você tava muito doida ontem - diz rindo ainda mais alto.

Pay: Não ri de mim - tentei dar um tapa de leve em seu ombro, mas a dor da minha cabeça foi maior - Só não te bato porque to morrendo aqui.

Louis: Por que você gritou desse jeito? - ele me encara com aqueles lindos olhos azuis.

Pay: Eu que faço as perguntas aqui mocinho - rimos - O que você faz aqui no meu quarto? Na minha cama? Senhor Louis William Tomlinson - cruzei os braços.

Louis: Você quer mesmo que eu responda?  - disse com uma voz  extremamente sexy, engoli seco ao ouvir aquilo.

Pay: Q-que... a gente... nós - eu estava completamente sem jeito.

Louis: Não - ele ri - Eu nunca faria isso com você naquele estado - se aproxima de mim, nossos rostos estão próximos, Louis coloca a mão em meu rosto e eu pego em sua nuca, ficamos nos encarando por um tempo até que Louis faz um sinal com a cabeça como se estivesse pedindo para me beijar, em resposta apenas encosto nossos lábios e dando início a um beijo cheio de desjo, senti que nós dois precisávamos disso, desse pequeno gesto. Suas mãos foram descendo até a minha cintura, me puxando para mais perto, nosso beijo começa a ganhar mais intensidade.

Pay: Louis - falo entre o beijo - Vamos tomar café - Louis reclama, me fazendo rir, dou um último beijo dou uma mordida de leve em seu lábio e me levantou, sendo abraçada por Louis e assim descemos para tomar café.

Chegando no andar de baixo da casa, encontramos a mesa posta e todos sentados na mesa menos Liam e Nath.

Pay:  Bom dia pessoas lindas de meu core - falo em seguida me sento no mesa e Louis se senta ao meu lado, enquanto todos nos respondem em um coro.

Demi: Pelo jeito a noite foi boa - Demi olha maliciosa para mim.

Pay: Não é isso o que você está pensando, eu só dormi muito bem - olho para Lois que esta com um sorriso bobo nos lábios.

Louis: Gente e sobre a Nina, alguém tem alguma notícia? - ao fazer essa pergunta Louis deixa o ambiente tenso.

Harry: Ela ainda não voltou, nem deu noticias - fala aflito.

Todos nós estávamos preocupados, pois Nina estava completamente transtornada.

NATH ON 

Fui abrindo os olhos lentamente pois não queria acordar do sonho em que estava, me arrumo no peito de Liam dando um beijo no local, e quando olho pra cima vejo aqueles olhos intensos olhando para mim, não consigo controlar um sorriso espontâneo que se abria em meus lábios.

Liam: Bom dia, princesa - ele me dá um beijo na testa e logo desce para minha boca. Ficamos apreciando isso durante alguns segundos.

Nath: Ótimo jeito de começar o dia - falo entre o beijo e nós rimos e finalmente tomo coragem para separar nossos lábios e Liam fica me encarando - Por que ta me encarando assim? - ele ri com a pergunta.

Liam: Porque finalmente eu te tenho só pra mim - ele volta a me beijar - Poder te tocar quando eu quiser, poder te beijar quando eu sentir vontade - ele fala entre o beijo me dando selinhos em seguida - Poder gritar que Nathalia Edwards é minha namorada - ele diz em um tom de voz alto.

Nath: Liam - pego seu rosto que estava em outra direção e o faço olhar em meus olhos - É sobre isso que precisamos conversar - dou uma pausa deixando o semblante de Liam preocupado - Eu ... não  me sinto preparada para isso ainda, é um passo muito grande e ainda quero manter nossa amizade - Liam abaixa o olhar.

Liam: OK - diz decepcionado e em seguida desce com apenas sua boxer branca.

Assim que ele desceu peguei sua blusa que estava no chão e desci para comer. Ao descer as escadas vejo Demi estava tentando controlar Niall que devorava tudo o que tinha na mesa, Pay e Louis conversavam, Harry, Hope e Zayn estavam conversando. Quando Liam e eu chegamos separados na cozinha a atenção de todos foi voltada totalmente para nós.

Nath: O que foi? - digo já irritada.

Pay: Um mosquito engoliu um boi - diz irônica.

Niall: O QUE? SE UM MOSQUITO CONSEGUIU ENGOLIR UM BOI, EU POSSO COMER QUANTAS VEZES EU QUISER O MAIOR HAMBÚRGUER DO MUNDO - diz eufórico.

Demi: Cala a boca, Niall - diz afim de controlar seu namorado - O que aconteceu Nath? - volta seu olhar para mim.

Nath: Nada - digo com um tom meio seco.

Pay: Quem nada é peixe - após dizer isso ri da própria piada.

Nath: Você ta muito engraçadinha hoje - falo já completamente irritada. Finalmente tomo o meu lugar a mesa e vejo que Liam se afasta um pouco.

Louis: Alguém pode me dizer o que ta acontecendo aqui? - diz com uma leve alteração na voz.

Liam: Aconteceu que eu quebrei a cara de novo - diz cabisbaixo.

Zayn: Por que brother? 

Harry: Não é meio óbvio, Zayn?! - Harry diz fazendo sinais para Zayn.

Zayn: Já entendi tudo.

Liam: Nathalia, você pode devolver a minha camisa? - diz com tom grosseiro.

Nath: OK, vou terminar de comer e já te devolvo - falo sem olhar em seu tosto que esta mirando o meu, volto a comer naturalmente.

Liam: Mas eu quero agora - diz irritado.

Nath: OK - me levanto da mesa e tiro a blusa na frente de todos, deixando todo mundo boquiaberto. Liam se levanta e tenta me cobrir, o que não da certo, enquanto isso vejo a torrada que Zayn estava levando até sua boca cair no chão.

Liam: Nath, veste isso de novo! - diz ficando em minha frente para que ninguém me veja.

Nath: Não, você não queria sua blusa? Então toma - ao terminar de falar jogo a blusa em cima de Liam - Enfia ela no cu - digo explodindo de raiva e saindo da cozinha.

Liam: Nath - me puxa pelo braço - Desculpa - todos levantam para nos olhar na sala.

Nath: Vai se foder, Liam - digo olhando nos olhos de Liam vendo o mesmo ficar sem reação.

Nina: O que ta acontecendo aqui? - diz completamente chocada com o que vê - Meu namorado morre e vocês decidem andar semi nús pela casa? - diz entrando em casa, junto dela estava o homem de olhos azuis que avisou sobre a Morte de Paul. Provavelmente ele deve ter passado a noite com Nina.

NINA ON 

Nina: Bom obrigado por tudo e me desculpe pelo trabalho que te dei - dei um  abraço em Ian, todos  os olhares daquela sala se voltaram para mim e Ian.

Iam: Imagina, foi um prazer pra mim cuidar de voce - disse olhando em meu olho.

Zayn: Ok, não precisa exagerar - diz cortando totalmente o clima que estava se formando entra eu e Ian.

Ian: Espero te ver em breve - Ian me olha beija meu rosto e vai embora.

Nina: Tchau - vi Ian  se afastar, entrando no carro e indo embora.

Zayn: Nossa, o outro mal morreu e você já ta de caso com esse aí, mal sabe quem é esse individuo e já vai abrindo as pernas - diz extremamente irritado, eu já estava chocada com suas palavras, então dei um tapa a cara de Zayn, aquilo também doeu em mim, todos ficaram chocados com a minha reação.

Liam: Zayn baixa a tua bola, respeita a Nina - diz tentando acalmar os ânimos.

Pay: Você não tem moral  nenhuma pra falar nada, você acabou de magoar a Nath, então fica bem quietinho ai - Liam faz menção de responder Payton mas percebe que ela esta certa.

Hope:  Os homens dessa casa são sempre idiotas?! 

Harry: Eu não.

Hope: Ainda bem que o Ed não mora aqui .

Zayn: Eu não sou idiota, mas esse cara.... você nem conhece ele.

Nina: Pelo menos ele é bem diferente de você, que é um idiota que só pensa em si mesmo e só machuca as pessoas - já estava prestes a chorar.

Zayn: Olha... me - não deixo que ele termine de falar. 

Nina: Cala a boca, você é um grande otário - acabo de dizer minhas ultimas palavras então empurro Zayn que esta atrapalhando minha a passagem e subo correndo. 

Quando entro no corredor começo a escutar soluços, entro no quarto de Nath e vejo a mesma acabada. No mesmo momento, meu choro se torna mais forte.

Nina: Nath? - me aproximo  dela.

Nath: Sai daqui - diz gritando.

Nina: Como é que é?

Nath: Me desculpa, achei que era a Payton.

Nina: O que aconteceu? - me sento ao seu lado.

Começamos a conversar e assim as horas passaram voando e acabamos adormecendo.

NO DIA SEGUINTE...

Acordamos com Pay nos chamando, era a hora de dizer adeus. Tomamos café, o clima ainda estava pesado, depois nos trocamos e todos me acompanharam nesse dia difícil.

Chegando no velório, Ian estava lá a minha espera. Nos cumprimentamos e finalmente começou a cerimônia. Paul parecia estar mais lindo do que antes, podia sentir sua presença. Sentia sua proteção e carinho. Nunca pensei que ficaria tão mal na minha vida por causa de outra pessoa.

Tudo passou tão devagar e aquilo só aumentava meu sofrimento. Eu abraçava as meninas o tempo todo e elas faziam o mesmo, afim de tentar me confortar, o que parecia impossível. E quando tudo acabou eu finalmente tinha entendido que eu estava sozinha, e que eu nunca mais poderia amar alguém como amei Paul.

 


Notas Finais


ATÉ A PRÓXIMA ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...