História All I Need Is Love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Guns N' Roses
Personagens Axl Rose, Duff Mckagan, Izzy Stradlin, Slash, Steven Adler
Visualizações 13
Palavras 1.029
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Friends??


Pov Amy:


Eu estava decidida a ir falar com o Axl, eu realmente pretendia me dar bem com ele. No entanto sempre acaba mal, ele é o cara mais bipolar de sempre e seu temperamento também não ajuda. Aproximei-me levemente da sua porta do quarto e bati, entrando logo de seguida depois de sua permissão.

Axl: Amy?! O que faz aqui?( O ruivo estava ainda vestido com a roupa do show e se encontrava sentado na cama com um bloco, provavelmente estaria compondo)

Amy: É..que..b.em você( falei um pouco nervosa)saiu de um geito meio perturbado e eu queria saber se você est...a va bem.

Axl: Tá preocupada comigo?

SIM eu queria dizer que Sim, que por alguma razão eu me preocupava com ele. No entanto essa não seria a minha resposta. 

Amy: B..em é o mínimo que eu posso fazer depois de me ter ajudado...( Disse visivelmente nervosa)

O ruivo deu um leve sorriso e então se levantou da cama aproximando se de mim. E novamente eu fiquei nervosa, eu sempre fico perto dele.

Axl: Porque você está nervosa Amy? Tá com medo de mim?( O ruivo de aproximou ainda mais ficando de frente para mim)

Amy: Claro que não , é meu geito( sorri sem graça)

Axl: Quando estamos todos você é bem desafiadora comigo

Amy: Nós não começamos muito bem, não há razão para não nos darmos bem , certo?

Axl: Não sei, você já me chamou de egoísta egocêntrico diva e outras coisas

Amy:  ah mas isso é porque você é( tapei rapidamente a boca pedindo como perdão para ruivo pelo meu impulso, mas estranhamente o ruivo achou graça e sorriu)

Axl: Você é muito abusada garota ( o vocalista continuava sorrindo, e eu acabei sorrindo da mesma forma)

Amy: Desculpa, eu não tenho o direito de julgar você

Axl: Todo mundo julga e pior que eles estão certos ( o ruivo perdeu todo o sorriso que tinha)obrigada na mesma por ter vindo falar comigo eu estou bem, ok?

Amy: hm certo mas Axl, não fique zangado nem irritado comigo mas porque saiu daquele jeito da sala?

O ruivo me olhou um pouco surpreso pela pergunta.

Axl: Me vieram lembranças não muito boas de Lafayette e da minha infância, só isso.

Eu continuava a não entender muito bem, o porquê da situação do bar lhe ter causado estes pensamentos, no entanto não iria insistir. Eu poderia perguntar aos garotos, mas isso seria mau da minha parte então eu teria que esperar até o ruivo me contar.

Amy: hm certo então boa noite ruivo quer dizer Axl( dei um leve sorriso que foi levemente retribuido)

Saí do quarto do ruivo  para assim ir ter ao meu, mas acabo esbarrando numa garota de olhos azuis e cabelos ondulados, muito bonita por sinal.

***: Ei garota, o que tava fazendo no quarto do Axl?

Amy: Quem é você ( perguntei ignorando completamente sua pergunta, por algum motivo ela já me estava a tirar do sério)

***: Olha garotinha eu sou a namorada do Axl, tá?Então eu quero saber o que tava fazendo lá

Namorada??Eu não sabia que o Rose tinha namorada, ele sempre estava com várias garotas depois do show e das baladas.

Amy: Eu sou a prima do Duff e amiga do Axl, eu e ele só estavamos falando, como amigos, é normal né?!

***: Claro, imagino( a garota me olhou com um pouco de reprovação e entrou no quarto do Axl e eu fui para o meu desejando matar aquele piranha)



Pov Axl:


Fiquei surpreendido pela preocupação da Amy , me pareceu sincera e estranhamente isso me alegrou. Eu agi de forma errada com ela no início não fui muito simpática  e ela até que é uma garota legal. 

Alguém bateusacans enterropendo meus pensamentos e era Erin.

Erin: Amor ( a garota falou de forma carinhosa se agarrando a mim distribuindo beijos por toda a face)

Axl: Não esperava você aqui( tentei afastá- la um pouco , eu realmente não contava que ela viesse e perferia que tivesse sido assim.)

Erin: Não gostou da supresa?


Axl: Não é isso, eu hoje só estou cansado 

Erin: hm, o que aquela garota estava fazendo aqui?

Axl: A Amy?

Erin: Eu não sei o nome dela, esbarrou uma garotinha contra mim e saiu do seu quarto e eu na gostei nada

Axl: Por favor ( revirei os olhos, eu não estava nem com um pouco de paciência para os ciúmes da Erin)Tá com ciúmes de uma adolescente?!

Erin: Bobagem minha amor desculpa ( erin se aproximou de mim sentando no meu colo, me beijando)


Acordei com os raios do sol batendo na minha face e me amaldiçoei por não ter corrido a persiana. Me levantei para ir tomar um banho a brincadeira ontem com a Erin me deixou exausto. Tinha sido apenas sexo, já não consigo ter qualquer sentimento por ela, eu acho que já nem sei o que é amar verdadeiramente alguém. 

Assim que me despachei saí do quarto deixando Erin ainda a dormir. Quando chego na cozinha encontro Amy, ela tomava seu café da manhã. Os seus cabelos estavam levemente bagunçadod e seu olhar pousou em mim quando entrei, senti um choque por todo o meu corpo, mas que raio...



Axl: Bom dia ( sorri)

Amy: Bom dia Axl( Amy retribui o sorriso meio envergonha, como eu gostava do seu geito mais tímido)encontrei com sua namorada ontem, ela na foi muito simpática não

Axl: sim ela um bocado ciumenta de mais

Amy: Eu não sabia que você tinha namorada, sempre te vejo rodeado de mulheres

Axl: Eu namoro a Erin faz tempo

Pov Amy:

Amy: Você gosta dela ( o ruivo me olhou um pouco surpreendido e depois da pergunta)

Axl: Eu gostava, ou pelo menos eu achava que gostava

Amy:Desculpa a pergunta mas então porque continua com ela?

Axl: Ela continua sendo boa em certas ocasiões ( o ruivo riu sacana, e eu sabendo do que se tratava revirei os olhos e acabei corando) Ups não devia falar isso com uma criança inocente, desculpe ( brincou)

Amy: Eu não sou criança, eu tenho 16 e eu não sou inocente, eu entendo das coisas tá?(falei me fazendo de séria)

Axl: ok entende certo ( o ruivo riu)

Ficamos mais alguns minutos falando sobre coisas aleatórias, de vez em quando discordando de algumas coisas mas o ruivo estava mostrando um lado brincalhão que eu desconhecia totalmente e eu poderia ficar o dia todo escutando a sua risada, era simplesmente perfeita.












Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...