História All Love - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Todo Amor
Exibições 359
Palavras 1.168
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ola amorexxx, aqui está o capítulo como o prometido!
Desculpa qualquer erro e não desistam de mim hauahaua
Boa leitura!!!!!!

Capítulo 17 - Praia - Parte2


Fanfic / Fanfiction All Love - Capítulo 17 - Praia - Parte2

Brooklyn Sofie P. O. V

Justin descia os seus beijos pelo meu pescoço, minhas mãos subiram para o seu cabelo onde segurei com força, como meu pijama era de botão Justin foi abrindo um por um aproveitando para dar mordidas e chupões, meu corpo incendiava estava prestes a arrancar a camisa por mim mesmo, tombo a cabeça para trás aproveitando cada sensação. 

As borboletas em meu estômago voltaram a treinar o vôo e junto uma brisa gelida dançava em meu ventre. Nossos lábios se encontram com necessidade, em uma urgência desconhecida por mim, minhas mãos que até então estavam em seu cabelo segundos atrás se encontravam em suas costas, o arranhava como se fosse a última coisa feita por mim, meu corpo subia e descia esfregando cada centímetro ao seu. 

Justin me deitou em sua cama ficando por cima apoiado em um braço para o seu peso não me machucar, o beijo foi quebrado por falta de ar, Justin me encarava com luxúria, seus olhos pegavam fogo. 

- Você é linda - Sua respiração estava acelerada assim como a minha. 

Voltou a trilhar beijos pela minha barriga, alcançou o cós do meu short com as mãos e me encarou, concordei com a cabeça para que ele continuasse, lentamente foi puxando meu short que segundos depois já estava jogado em algum canto qualquer. Estava apenas de sutiã e calcinha em cima da cama de Justin Bieber, minha consciência começou a voltar e a vergonha me ricocheteava, as bochechas estavam ruborisadas, encolhi-me na cama e desviei meu olhar. 

- O que foi? - Sua pergunta saiu baixa - Não quer mais? 

- Eu quero - Falei convicta - Eu só estou com vergonha. 

- Sofi - Alisou meu rosto - Não precisa ter vergonha, ainda mais de mim, você é linda, não tem do que se envergonhar - Distribuiu beijos pelo meu rosto - Me deixa te fazer minha - Desceu os beijos pelo pescoço. 

- Tudo bem - Era isso que eu queria desde o começo, não daria pra trás agora. 

Voltei a beija-lo, uma de suas mãos deslizou para o fecho do sutiã e o tirou com tamanha facilidade que parei o beijo para o encarar, deu um sorriso malicioso, mordeu meu lábio e o puxou de forma prazerosa desceu a boca para região dos meus seios, com luxúria abocanhou meu peito esquerdo, com a mão beslicou o bico do peito esquerdo me fazendo soltar um gemido baixo, deslizou sua mão por toda a extensão do meu corpo me causando longos arrepios. Em um movimento rápido senti sua mão entrar em contato com a minha intimidade por dentro da calcinha, arqueei minhas costas, meu corpo estava arrepiado, habilidosamente tocava em meu clitóris me fazendo contorcer na cama, os nós dos meus dedos doiam por estar segurando o lençol com força. 

- Oh céus - Falei arrastado e gemendo em seguida - Vamos logo com isso, Justin - Pedi manhosa. 

Justin se levantou me dando visão total de seu corpo e do enorme volume em sua cueca, arregalei meus olhos sem que ele percebesse, tirou a cueca e colocou a camisinha em um rápido movimento, veio até mim e tirou minha última peça de roupa. 

Encostou a cabeça de seu membro em minha intimidade e uma onda de calor passou pelo meu corpo. 

- Vou com calma - Abriu um sorriso reconfortante. 

Naquele momento me entreguei de corpo e alma, não era só desejo sendo saciado, era muito mais que isso. Necessidade era o que eu sentia, necessidade de sentir seu toque, da forma que seu corpo se encaixava perfeitamente ao meu. 

Lentamente Justin introduziu seu mebro em minha intimidade, meu grito de dor foi abafado por um beijo carinhoso, meu corpo se contorcia por de baixo do dele, com calma Justin foi criando ritmo entrando e saindo. Em certo momento nossas mãos se entrelaçaram e aquilo bastou para mim saber que isso não foi só importante para mim, mas para ele também. 

. . . 

Acordei com um peso sobre o meu corpo, Justin estava com a perna enroscada em mim, o observei dormir, seu semblante era sereno como um bebê a boca entre a berta o deixava com a aparência de anjo. Com cuidado tirei sua perna de cima do meu corpo para que ele não acordasse, nas pontas dos pés sai de maneira calma. 

Adentro no quarto e me encarei meu reflexo no espelho que fiacava de frente para a porta, de alguma forma eu não era a mesma Brooklyn, algo mudou de ontem para hoje só não sabia se era fisicamente ou mentalmente.

Todos ainda dormiam aproveitei o silêncio para preparar o café da manhã, uma música baixa tocava na rádio deixando o clima mais leve e alegre. Aos poucos o pessoal foi descendo, primeiro Ryan que me ajudou a terminar de por a mesa, Chris que estava com um humor péssimo, depois o casal do ano todo apaixonado, provavelmente o clima praiano os deixavam ainda mais românticos e melosos, e por último Justin, mas ele não estava sozinho. Hayden estava ao seu lado. 

Meu estômago embrulhou e toda aquela alegria dentro de mim se esvaiu, meu sorriso saiu e deu lugar a uma cara fechada não sei o que eu esperava, que ele descesse e me surpreendese com um beijo? Que ao menos me desse um bom dia carinhoso? Ou que falasse para todos sobre a noite maravilhosa e como ele havia amado passar aquele tempo comigo? E em um piscar de olhos eu obtive a resposta para a pergunta de horas atrás, a coisa que mudou em mim não era fisicamente mas emocionante. Infelizmente eu estava apaixonada pelo meu melhor amigo. 

Me sento ao lado de Ryan e Chris e apenas belisco algumas frutas só para não dar na cara a minha decepção, Justin aparentemente não lembrava de nada da noite anterior já que estava todo brincalhão com Hayden. 

O café da manhã foi insuportável, além de ser obrigada a ver Justin e Hayden trocando carícias, combinaram um encontro de casais, no qual não me incluiram já que Finn não estaria presente. Fui a primeira a sair da mesa, todos ficariam até o anoitecer mas eu não, minhas coisas já estavam prontas e o táxi me esperava la embaixo. 

Minha vida era marcada por fugas, quando não era para fugir do meu pai era dos meus próprios amigos, na sala só estava Kate e Chris que me olharam surpresos por minhas coisas já estarem prontas. 

- Preciso ir embora - Depositei um beijonna bochecha de ambos - Tenho muita coisa para resolver da faculdade

- Mas tudo o que você queria era um tempo de lá - Kate me olhava confusa. 

Justin se aproximava junto a Hayden. 

- Desculpa, mas eu preciso ir.

Sai em disparada para o táxi, não queria ser interrompida por mais ninguém. 

- Brook - Sua voz rouca se misturava ao vento

Fingi não ouvir e adentrei no carro, tudo o que eu não precisava era conversar com ele.


Notas Finais


É queridos, essa Brooklyn que vive fugindo das coisas.. Até quando isso irá durar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...