História All My Love - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Liga da Justiça, Mulher Maravilha
Personagens Alfred Pennyworth, Bruce Wayne (Batman), Damian Wayne, Diana Prince (Mulher Maravilha), Dick Grayson, Personagens Originais, Rainha Hipólita, Timothy "Tim" Drake
Tags Asanorturna, Batman, Brucewayne, Damianwayne, Dianaprince, Dick, Wonderbat
Visualizações 110
Palavras 2.288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei bem antes do que imaginavam não é?, SURPRESA! fiquei muito feliz com os comentários no capítulo anterior, é bom ver que estão gostando da história. TEM HISTÓRIA NOVA, postei hoje, quem estiver interessado olhe no meu perfil. Por ser um AU acho que acabei não chamando a atenção de quem lê Wonderbat, pois teve muito poucos acessos. Mas acho que a história é boa e se alguém tiver um tempinho, passe no meu perfil e leia Bruce & Clark.

Capítulo 6 - Ciúme Mal Contindo


Fanfic / Fanfiction All My Love - Capítulo 6 - Ciúme Mal Contindo

-Ela está acordando-Ouviu uma voz.

-Shhh .. Calado seu idiota-Disse outra pessoa, havia acabado de recobrar os sentidos e abrir os olhos parecia a ação mais difícil no momento.

-O que estão fazendo aqui?-O tom interrogativo e nada amistoso de Bruce fez Diana abrir os olhos imediatamente para ver o que estava acontecendo a sua volta, foi então que viu que não estava sozinha e sim rodeada de toda liga, seus amigos brigavam em volta de si. Shayera tentando explicar a Bruce que era apenas uma visita enquanto o mesmo discutia com Wally por ter acordado Diana e olhava para Superman que havia trago um uso de pelúcia gigante, o que fez Bruce o questionar enciumado sobre o presente.

A mulher riu e se sentou com dificuldade na cama, todos ali haviam esperado durante horas a Amazona acordar e agora que Diana finalmente estava consciente, estavam discutindo entre si por motivos bobos.

-Mãe-O garoto gritou assim que entrou no quarto e viu a mãe acordada, correu até Diana e a abraçou.

-Voce está bem Dami?-A mulher dizia olhando para todo o rosto do filho, procurando qualquer indício de que o menino havia se machucado, tinha apenas alguns arranhões no corpo e um leve corte na testa. Alferd havia cuidado dele e graças ao mordomo o menino estrava novo em folha, Damian era forte como o pai.

-Voce quem levou um tiro, eu quem deveria perguntar isso ... A culpa foi toda minha, afinal-O garoto disse sem disfarçar a vergonha, Diana sorriu e o abraçou, a cena compadeceu a todos ali. O amor deles era tangível, Diana poderia não ser a mãe biológica de Damian mas para Bruce, o garoto tinha a melhor mãe de todas.

-Eu sou sua mãe, farei tudo que for possível para te manter seguro.. por que eu te amo-Disse olhando nos olhos do filho, suas testas estavam unidas e ela podia sentir um breve sorriso se formar no rosto do filho, beijou sua testa e se afastou-E tem outra coisa- A mulher disse fazendo o garoto franzir o cenho-Feliz aniversário! -Ela disse sorrindo para o garoto, que tentou disfarçar a surpresa ao se lembrar e ver que Diana havia revelado tal fato na frente de todos.

-É seu aniversário?-Bruce perguntou assim que Wally parou de tagarelar sobre qual presente faria ele ser o ''melhor tio do mundo''.

-É o que parece ...-Damian disse sem jeito, não havia falado com o pai desde a noite passada e ainda estava confuso com tudo aquilo, Bruce havia se mostrado uma pessoa completamente diferente.

-Olha o que eu e o Super trouxemos para você, eu que escolhi, mas ele quem pagou-Wally disse entregando o enorme urso com balões escrito ''melhoras'' e ''te amamos'' para Diana, que sorriu agradecida.

-Ainda acho que foi um exagero, mas viemos aqui te desejar melhoras. Se sente melhor?-O kryptoniano pergunta ficando ao lado da princesa que sorri assentindo e pega sua mão, no momento seguinte Bruce se retira do quarto e Wally começa a dizer coisas constrangedoras a respeito do clima estabelecido por conta dos ciúmes mal contido do homem morcego.

Após a visita da liga, Bruce tomou uma decisão um tanto inusitada a respeito do aniversário de Damian, faria uma festa para o filho. Sabia que isso poderia não ter significado algum para o garoto que havia sido criado em uma ilha paradisíaca no meio do nada mas no fundo fazia isso por si também, sabia que deveria manter algum espaço do filho e Diana, para suas próprias proteção, mas após sentir um pouquinho da sensação real de ser um pai para Damian o homem desejava mais, desejava ser um pai de verdade para o filho e ter momentos com ele, Damian era uma criança diferente das outras e Bruce via muito dele no filho mas não queria que as coisas fossem assim, não queria perder sua infância ou o que havia restado dela, o aniversário havia chegado em uma ótima hora e apesar de as palavras de coringa ainda terem bastante influência em sobre si, não permitiria perder tal momento com o filho para o medo.

Fora tirado de seus devaneios por uma batida na porta, estava resolvendo os últimos preparativos da festa do filho, apesar de não ser nem um pouco familiarizado com essas coisas se esforçara para dar algo digno ao filho, até chamara superman e o filho, jon. Mas se ele se aproximasse novamente de sua Diana daquela forma ele não se retiraria novamente, o homem de aço não lhe intimidava e apesar de serem amigos, Clark sabia muito bem que Bruce era ciumento em relação a Amazona.

-Alfred me contou sobre a festa, Bruce não precisava ...-Diana disse ao homem assim que entrou em seu escritório. Bruce a olhou repreensivo olhando para mulher, as recomendações de Leslie foram claras, Diana deveria ficar em repouso mas lá estava ela em seu escritório, em frente a ele trajando uma linda camisola de seda vermelha. A mulher sentiu um rubor em seu rosto assim que notou o olhar lascivo que o homem tinha em direção ao seu corpo, sorriu tímida e subiu o robe que caía de seus ombros, Bruce pareceu despertar de seus pensamentos e afastou para longe qualquer pensamento do que desejava fazer com a Amazona, voltou a sua postura séria e desviou o olhar da mulher.

-Você deveria estar repousando, pedi para Alfred te vigiar mas já deveria imaginar ... você sempre foi teimosa-Disse fazendo a mulher sorrir.

-Precisava te ver- A mulher disse fazendo algo dentro de Bruce revirar, Deus .. não era o momento de se comportar como um adolescente, mas Diana tinha esse dom ela sempre despertou as mais distintas sensações no homem, se sentia um bobo apaixonado.

-Deixou o quarto tão depressa que não tive tempo de ... perguntar como estava-Mentiu, não tinha coragem de expor o real motivo de sua visita ao escritório, Diana só não poderia permitir que Bruce pensasse ... bobeiras.

-Está tudo bem princesa, coringa foi preso e agora tudo está tranquilo em Gotham. Tim cuidará da cidade hoje, está muito animado por ter dado essa chance a ele, vamos comemorar o aniversário de Damian e nada vai atrapalhar dessa vez -O homem disse fugindo do assunto, Diana assentiu e passou a mão no braço, desconcertada, sem saber o que dizer, suspirou tomando coragem e se aproximou da mesa.

-Ontem ... o beijo-Ela disse baixo, fazendo o homem a olhar nos olhos com atenção, a menção do ato o fez olhar diretamente para os lábios vermelhos da princesa e desejar repetir a dose novamente, mas só a ideia de sucumbir aos seus desejos o fez lembrar das palavra do palhaço.

-Estávamos ambos aflitos, entendo que fez o seu melhor para tentar me acalmar naquele momento mas foi apenas isso, um momento- O homem disse frio, olhando para a Amazona que o encarava perplexa, Diana não acreditava nas palavras do homem. Como ele poderia dizer aquilo depois de tudo?, a mulher suspirou e tentou conter as lágrimas que insistiam em querer se formar no canto de seus olhos. Ela deu as costas a Bruce sem nada dizer, apenas decidida que não se permitiria sofrer novamente por um homem que não sabia o que queria.

Diana estava pronta para a festa, o banho demorado havia ajudado a Amazona a pensar melhor no ocorrido pela manhã, decidiu que não esperaria mais por Bruce. Shayera havia chegado mais cedo e trago seu filho, que deveria ter a idade de Damian. Saiu do banheiro com uma toalha enrolada no corpo e cabeça. Shayera olhava divertida para amiga, a ruiva havia chegado mais cedo e trago algumas roupas para a amiga usar na festa, já que a Amazona não tiveram tempo de comprar nada desde que chegou em Gotham.

-Trouxe alguns vestidos mas acho que não serão necessários-A mulher disse saindo da frente do campo de visão de Diana, a princesa então viu as várias sacolas de compras de várias boutiques e joalherias. Diana se surpreendeu e foi até a cama, onde se encontravam todas as sacolas e caixas.

-Olha tenho que admitir que o Bruce tem um ótimo bom gosto, ele sabe do que as mulheres gostam-Não, ele sabia que Diana gostava afinal, jamais havia presenteado outras dá maneira que presenteara a mulher, sabia que Diana não se importava com isso mas ela era um deusa e ele faria ela se sentir como tal.

A mulher sorriu ao pegar um longo vestido branco, era justo e tinha um decote pouco revelador na frente mas bem aberto atrás. Colocou um colar de brilhantes e um sapato de salto alto, estava estonteante com os cabelos negros caindo como cascatas em suas costas, os lábios marcados pelo batom vinho.

-Você está um arraso Di, pobre Bruce. Vai babar a noite inteira-A ruiva alada disse rindo, haviam conversado sobre o ocorrido naquela manhã e agora a mulher se perguntava quanto tempo duraria toda essa resistência de ambas as partes.

A festa já havia iniciado, Wally fora o primeiro a aparecer dando de presente a Damian, uma fantasia de Flash. O velocista usou sua velocidade para colocar um chapéu de aniversário na cabeça do garoto, que não ficou nada satisfeito com isso. Bruce quase riu quando viu a reação do filho olhando sua aparência. O garoto havia conhecido Jon Kent e apesar do filho do Superman ser muito gentil, ambos pareciam discutir de minuto em minuto.

-Eles estão se dando bem, bom ... Melhor do que imaginei-Clark disse se aproximando de Bruce, o vigilante de Gotham estava em uma mesa um pouco mais distante de toda bagunça da festa. Dick havia convidado todos os Titãs e agora Mutano pulava nos convidados com uma câmera fotografando tudo, estava em sua forma de macaco e isso assustava os que já não estavam familiarizados com ele.

-Ele estava animado para conhecer alguém da idade dele com quem pudesse falar sobre ... Isso tudo-Superman disse olhando para festa, Damian e Jon estavam interagindo com os Titãs.

-Eles crescem rápido-Clark comentou, em mais uma falha tentativa de puxar assunto com o homem morcego. Bruce viu Diana entrando no salão e agora qualquer coisa que estivesse acontecendo a sua volta já não tinha mais importância. Olhou a mulher dos pés a cabeça, como poderia ser tão magnífica?, Pensou.

A Amazona caminhou até os dois homens e ficou ao lado de Clark, oque fez Bruce franzir o cenho e ficar inquieto perante a cena de sua mulher sorrindo para outro que não fosse ele, aquele sentimento crescia dentro dele e ele não podia evitar, sentia ciúmes e muito.

Damian não podia pedir mais, se sentia feliz pela primeira vez em muito tempo. O garoto nunca havia tido uma festa ou algo do tipo e ver todos ali reunidos, sorrindo e celebrando algo por ele era um tanto emocional de mais para o filho do Batman, mas não deixava de ser incrível. Bruce sempre tinha os olhos no filho, via que o mesmo estava se divertindo mesmo que isso consistia em ocasionalmente insultar o filho do homem de Krypton. Havia comprado um presente para Damian e pensou muito em que momento daria o mesmo. Mas sua mente foi desviada para Diana, que ria de algo que Clark havia dito. Sabia que não deveria se sentir assim afinal, Clark tinha Louis e ele era seu amigo. Mas desde que Diana o confrontou sobre seus sentimentos naquela manhã a ideia de que a morena estivesse seguindo em frente não saía de sua cabeça, estava perturbado e se sentindo perdido. Não queria a perder porém, ele era o único que a afastava. Bruce pegou a Amazona pelo braço e não esperou que ela o questionasse sobre sua ação repentina e um tanto abrupta, a puxou para fora do salão contra sua vontade e a levou para longe dá festa, Diana puxou seu braço com aspereza e olhou irritada para o homem.

-Oque acha que está fazendo?-Perguntou irritada.

-Oque foi aquela ceninha ridícula com Clark. Ficou grudada nele a noite toda-Perguntou frio, olhando para mulher que o encarava perplexa.

-Você quem me afasta e agora está com ciúmes?, Não tem esse direito e Clark é meu amigo-A Amazona disse descontente, pronta para se virar e dar um fim naquela discussão ridícula. A mulher deu as costas a Bruce mas o mesmo ainda não havia dito oque pretendia, então a puxou novamente para ele, não calculou a sua força e assim que o fez a mulher caiu com tudo em seus braços, uma típica cena clichê em que o mocinho segura a sua amada nos braços. Mas ele não era um mocinho, estava longe de ser e tudo que fez em seguida foi totalmente ao contrário do que um romântico incurável faria, Bruce abraçou o corpo dá mulher com força a fazendo suspirar e não ter tempo de rejeitar o seu beijo inesperado e cheio de ânsia, suas mãos desceram para as coxas fartas dá mulher e logo ele a pressionava contra a parede mais próxima, arrancando suspiros dá mesma enquanto descia seus beijos para o pescoço da Amazona que tocava o corpo do homem com mais calma, sentindo as costas tensionadas e quentes ao seu toque, há quanto tempo ambos desejavam aquilo?

Foram interrompidos por um barulho, era vidro sendo quebrado. Diana sentiu um frio na espinha e já soube que oque acontecia no salão abaixo não era nada bom, temeu pela vida do filho e olhou para o homem a sua frente. Bruce tinha os olhos tão preocupados quanto os dela, seguiram correndo para o salão, pararam quando viram que a visita inesperada estava no meio do salão. Olhando diretamente para Damian com um sorriso presunçoso.

-É o seu aniversário e nem me convidaram para festa?


Notas Finais


Eu sinto se deixei a desejar em alguma parte, ia fazer uma revisão mais detalhada porém estou morrendo de sono, acordei quatro dá manhã. Pessoal o próximo capítulo será cheio de emoções, vou dar meu máximo para tentar postar mais um essa semana, tudo depende do tempo.
E novamente, tem fanfic nova, estou pior que vendedor 😂
adorei escreve-la e gostaria de continuar. Bom, até o próximo 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...