História Imagine EXO - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Exo, Gabikook, Imagine, Imagine Exo, Você
Visualizações 228
Palavras 1.704
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Meu irmão dnv, kkk
Todos são meus irmãos (com exceção de um, heheh)

Boa Leitura~
Capítulo pequeno e simples, queria só avisar (meu pai, eu sou mesmo horrível), que a minha ideia mudou no meio da história, então se ficou embolado, me perdoem!

Tô com medo de vocês não gostarem socorro!

Capítulo 11 - Zhang Yixing


Fanfic / Fanfiction Imagine EXO - Capítulo 11 - Zhang Yixing

Ele se mexia conforme a batida da música, enquanto eu apenas o observava sentada no chão, com as costas encostada na parede. Ao som de 'Na Na – Trey Songz​, ele dançava com dedicação. Não sei porque ele até agora não virou um K-dol, eu daria total apoio, já que ele é muito bom na dança, sua voz também é bem bonita mas eu gosto mais de ver ele dançando. 

Yixing ou Lay, é o meu melhor amigo. Fica me escutando nas horas difíceis, me apoia, me aconselha, ele é tudo pra mim. Pena que ele é gay, porque é bem bonito. Eu já tive uma quedinha por ele – lê-se abismo – mas assim que ele me disse que era gay, o que foi uma coisa inesperada, eu perdi completamente as esperanças. 

Ele não tinha jeito mas começou a agir como. O mesmo me disse que achava um menino da nossa sala, bonitinho e começou a querer se aproximar do mesmo. Hoje são amigos mas Luhan, não ultrapassou os limites e o lugar de melhor amiga ainda é meu. Luhan não me parece ser gay mas Lay cisma que ele é e eu tenho medo de que ele se decepciona com isso, porque Luhan não é gay e só ele não percebeu isso. 

 

– Então, o que achou? – Nem percebi que a musica tinha parado. Lay estava completamente suado, sua blusa estava colada e sua calça colada. 

 

– Hm, o que? – perguntei parando de olhá-lo. Ele riu, vindo em minha direção, se sentando ao meu lado. 

 

– O que achou da coreografia? – perguntou, pegando sua garrafa de água, que estava no chão. – Simples demais? Sexy demais? Pevertida demais? – me olhou enquanto bebia sua água. 

 

– Ah, nada exagerado, Oppa! – ele riu. – Na minha opinião ficou perfeita, você que montou? – assentiu, dando um ultimo gole, fechando a garrafa. 

 

– Sim, com base na letra e ritmo da música! – se levantou novamente, pegando a toalha de rosto que estava pendurada na cadeira.

 

– Você me chama aqui só pra esfregar na minha cara que sabe dançar? – perguntei fazendo um bico, ele negou. 

 

– Por que eu confio em você e sei que não sabe dançar.. assim não poderia copiar a minha coreografia! – mostrei a língua pra ele, tacando a garrafa nele. – Hey! – ele exclamou desviando. 

 

– Não precisa esfregar na minha cara que eu não sei dançar.. Você me lembra disso toda vez que me chama! – cruzei os braços, ele riu. – Me deixe ver a letra dessa música! – ele pegou seu celular, mexeu um pouco e me entregou. – Hm, escondendo a conversa das namoradinhas? – o olhei maliciosa. 

 

– Hahah, muito engraçada! – mostrou a língua, me fazendo rir. Olhei para o seu celular, arregalando os olhos, ao ver a tradução. 

 

– Bem ousada.. – digo lendo, escutei a sua risada. (Pulei para o refrão).

 

Você é o único que tem uma cama, sim
Você o que eu nunca tive, sim, oh yeah
Todos os problemas que tinham
Deixá-los quebrou caras no passado, sim, oh yeah
Garota, você tem bom, mas eu poderia dar-lhe melhor
Eu vou ter você levá-la para sempre luta
I'mma fazer você dizer

Ooh nana
Olha o que você fez iniciá-lo
Ooh nana
Por que você tem que agir tão impertinente
Ooh nana
'' Estou prestes a gastar todo esse dinheiro
Ooh nana
Se você continuar apertando que oh oh!

Ooh nana
Coloque suas mãos no ar se você está amando esta noite
Ooh nana
Mantenha as mãos no ar, se você está passando a noite
Ooh nana agora na na na
Todo mundo diz que gosta
Ooh nana agora na na na
Todo mundo diz

– Bem a sua cara, né seu safadinho! – o olhei, percebendo que ele estava me observando. Ele balançou a cabeça de um lado para o outro, acordando de seus pensamentos, seja lá quais forem. 

 

– Sabe que eu gosto de musicas assim.. – deu de ombros. 

 

– Mas você só sabe musicas assim? – me levantei, entregando seu celular. Peguei o meu do meu bolso, improvisado, da calça legging que eu usava. 

 

– Sim, porque só me interesso nessa! – revirei os olhos, passando por ele. Conectei meu celular na caixinha de som, por bluetooth. – Como vai os preparativos para a sua festa de 18 anos, diferentona? – perguntei se apoiando na parede, ao meu lado, enquanto eu procurava a minha música. 

 

Ele só me chamou de diferentona, porque eu não queria fazer festa de 15 e sim de 18. Sobre a musica, eu queria dança-la na valsa, mas não tenho príncipe porque não quis. Na verdade eu queria que fosse o Lay, ele é gay, então não iria se importar muito. Bom, acho que não!  

 

– Eu gosto dessa música! – dei play, o puxando pela mão. – Coloque as mãos na minha cintura! – disse assim que ele ficou em minha frente, suas bochechas tomaram uma cor meio avermelhada. – Por que está com vergonha? – eu ri, peguei suas mãos colocando-as na minha cintura. – Segura, Lay! – digo rindo. 

 

Ele estava estranho.. 

 

Pegue a minha mão
Respire
Me puxe para perto
E dê um passo
Mantenha seus olhos
Presos aos meus
E deixe a música te guiar

​Ele finalmente segurou minha cintura. Eu ri, dando dois passos para trás. Eu olhava para nossos pés, enquanto sentia seu olhar sobre mim. Mas não liguei, pensando que era apenas impressão. Continuamos em sincronia, até que Lay tropeçou. Ele caiu por cima de mim, ficando vermelho. 

 

– Me havia esquecido como você era desastrado, Lay! – digo apertando suas bochechas, ele sorriu envergonhado. – Ah, vou pedir a minha Mãe, para você ser meu príncipe! O que acha? – ele arqueou uma sobrancelha.

 

– Acho que sua Mãe, não vai gostar S/N! – eu ri. O empurrei para o lado, me sentando no chão. – O que você acha que ela vai achar? – ri de sua fala. 

 

– Aff, minha Mãe te ama! – eu ri, bagunçando seu cabelo. Me levantei, pausando a música, enquanto ele permanecia deitado no chão. – Você não vai levantar? – o chutei fraco. 

 

– Para com isso, menina! – pegou meu pé. 

 

– Ah, eu parei! – digo rindo. Ele puxou meu pé, caí por cima dele. Ele começou a fazer cosquinha em mim. – Hahah, para hahahh lahhahah Layhahaha, e-eu hahaha. – ele continuou fazendo cosquinha. Rolamos pela sala, enquanto ele me fazia cosquinha. Até que paramos, ele ficou por cima, rindo baixo enquanto respirava ofegante, e eu não me encontrava ofegante. 

 

Ficamos nos olhando por um tempo. O olhar dele estava diferente dessa vez, não era como antes, não tinha como explicar. Olhei para a sua boca e depois para ele, ele estava se aproximando lentamente, quando balançou a cabeça e saiu de cima de mim.

 

– Okay.. então você fala com a sua, Mãe... e-e me avisa, tá? – disse se levantando. – Eu vou pra casa, porque preciso tomar um banho, a gente se vê.. amanhã? – perguntou sorrindo de lado. Assenti, me sentando no chão, ainda confusa, pensando  no que poderia acontecer. – Tchau, S/N! – saiu correndo. 

 

– Tchau, Lay.. – murmurei, pensativa. Me levantei, balançando a cabeça. 

 

⚫⚫⚫

– Mãe, eu já tenho um príncipe! – digo animada, pulando com as mãos no balcão. Ela se virou junto com meu Appa, rindo. 

 

– E quem é? – perguntou risonha. 

 

– É o Lay! – Meus Bumo (Pais) se entreolharam e sorriram maliciosos. – Ele é gay! – eles riram negando. 

 

– Se tem uma coisa que eu tenho certeza, minha filha! – Appa disse me olhando. – É que o seu amigo, melhor ​amigo​, não é Gay! – se virou novamente, voltando sua atenção para o fogão. Minha Omma apenas me olhou, como se eu estivesse me iludindo. 

 

O Lay é gay, não é? Claro que é! É? 

 

⚫⚫⚫

– E agora teremos a valsa! – ​O DJ, disse. 

 

Lay estava lindo, como um verdadeiro príncipe. Ele sorriu, se agachando em minha frente, com a mão esticada. Me levantei da cadeira, segurando sua mão. Caminhamos até o meio do salão. A música começou a tocar.. ​Can I Have This Dance? 

 

– Me concede essa dança? – perguntou sorrindo, eu assenti rindo. Segurou minha mão, pegou em minha cintura. Começamos a dançar em sincronia como tínhamos ensaiado. Não parecia ter aquela “multidão” de pessoas nos assistindo, enquanto dançávamos. Seu olhar penetrante, estava me deixando meio sem jeito e um pouco confusa. 

 

Aqueles sentimentos, estavam voltando. Ele me girou, me puxando de volta, passando sua mão em minha cintura.. Repetimos os passos e assim a dança acabou. Lay sorriu, me dando um beijo na bochecha. Ele foi em direção dos amigos e eu na direção das minhas amigas, enquanto o olhava. 

 

– Ele é seu namorado? – perguntou uma das minhas amigas. 

 

– Não, somente.. melhor amigo! – Lay me olhou e não desviou o olhar. Continuou me encarando, profundamente, como se quisesse ler a minha mente. 

 

– Ah tá, só amigos... e essa troca de olhares! – rapidamente olhei para elas, que estavam rindo. 

 

– Ah, fiquem quietas! – reclamei cruzando os braços. – Ele é gay! – elas me olharam risonhas. 

 

– Yixing? Nunca! – riu. – Ele não é gay, S/N! – olhei novamente para Lay, que agora mordia o lábio, me olhando. – Ele com certeza te disse isso, porque queria esconder os seus sentimentos, amiga.. olha para ele! Olha como ele te olha! 

 

– P-parem com isso e venham me ajudar a trocar de roupa! – digo as puxando para o meu camarim. Elas riram e me acompanharam. 

 

E se fosse? 

 

Estávamos na discoteca, enquanto tocava musicas de K-pop. Dançávamos loucamente, senti alguém me puxar. Ficamos atrás das pessoas e antes que eu pudesse protestar. A pessoa me beijou apavoradamente, passando a mão pelo meu corpo, parando em minha cintura, onde apertava fortemente. Seus beijos desceram para o meu pescoço, suas mãos subiram para os meus seios, os apertando fortemente. Por mais que eu queria abrir os olhos, eu não conseguia, conseguia apenas gemer baixinho. 

Abri os olhos assim que começou a tocar Na Na. ​Me virou de costas para ele, apertando minha bunda. Mordi meu lábio, rebolando contra a sua cintura. Puxou meu cabelo, bati com minha cabeça em seu peitoral. 

 

– Elas estão certas sobre mim.. – escutei a voz de Lay, me fazendo arrepiar. Mordi o lábio, passando minhas mãos pelo seu peitoral. – Se quiser eu te provo isso e dou seu presente de aniversário.. – sussurrou no meu ouvido. Uma de suas mãos foram para a minha intimidade, a estimulando por cima do vestido e outra apertou o meu seio. 

 

– L-lay.. – começou a morder meu pescoço. 

 

– Feliz aniversário.. – sussurrou contra o meu pescoço. – ​Então.. o que quer? 


Notas Finais


Hahah, eu iria demorar mais um pouco porque eu pensava (na minha cabecinha) que tinha que ser bem detalhado, mas como eu não sei escrever uma dança, beem detalhada saiu isso, okay? Gente, eu juro que tentei okay? É porque o Lay é como um irmão pra mim (kkk quem lê Hyung and Nonna, sabe kkkkk) e eu não consigo imaginar ele fazendo essas coisas.. Perdão gente!

Obrigada pelos favoritoss e comentários, vocês são fofas dms gente, meu coração não aguenta <3
Nem acredito que tô com 89 seguidores!

Estamos chegando ao final, mas não desanimem, hm? Se eu não me esqueci de ninguém só faltam esses, gente se eu esqueci me perdoem, eu ando tão esquecida ultimamente.. Ah, essas "amizades" de escola acabam com a gente não é mesmo?

Próximos capítulos:
° Luhan
° Xiumin
° Chen

Músicas do Capítulo:
Na Na – Trey Songz
Can I Have This Dance – High School Musical 3

Quem também gosta de BTS?
Passem lá: https://spiritfanfics.com/perfil/jeca4

Beijos da Gabi <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...