História All Of Me - Second Season - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Alfredo Flores, Drama, Justin Bieber, Ryan Butler, Vanessa Hessler
Visualizações 124
Palavras 1.172
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


// Não Quero Te Perder Agora

Como sempre um capítulo pequeno, mas eu gosto dele. Boa leitura!

Capítulo 7 - Don't Wanna Lose You


Fanfic / Fanfiction All Of Me - Second Season - Capítulo 7 - Don't Wanna Lose You

“Num piscar de olhos, você pode perder tudo, a verdade é que você nunca sabe."

 

Sabia que todas as pessoas carregam um fardo e que ninguém tem uma vida perfeita? Mas alguns fardos eram mais pesados que outros, como o de Sophie, que estava sendo difícil para ela mesma carregar. Só quem ama e sofre, pode dizer que está realmente vivo. Justin e Sophie estavam.

 

Justin Bieber

Dias atuais

O resgate demorou apenas alguns minutos. Liguei para Ryan aos prantos e pedi que ele buscasse o meu carro, pois eu havia seguido junto com Sophie na ambulância. Ela foi levada imediatamente para os enormes corredores do hospital e eu tive que permanecer na recepção para fazer o boletim de ocorrência e preencher alguns dados de sua entrada. Não sei como consegui responder os policiais. Sentia-me destruído. Eu aguardava na sala de espera com Beatrice e Alfredo. A mãe de Sophie chegou segundos atrás desesperada e meus filhos ficaram com Olga, nossa governanta. Fazia uma hora e meia que estávamos esperando por notícias e nada de algum enfermeiro sair da sala. Ninguém sabia informar nada e a única notícia que tivemos foi que ela sofreu um trauma na cabeça e precisou fazer uma cirurgia de emergência.

— Vocês são os familiares da senhora Bieber? — um homem grisalho com a identificação de Doutor Jared nos perguntou.

— Sou o esposo dela.

— Como minha filha está? — perguntou sua mãe se aproximando

— As notícias não são as melhores. Sophie está em coma temporariamente, ainda não sabemos quanto tempo levará para que ela desperte.

Meu mundo foi ao chão. Senti minha vida acabar no momento que ele disse que deveríamos aguardar as próximas quarenta e oito horas para termos mais informações sobre seu estado de saúde. Doutor Jared preferiu não se precipitar, por isso nos pediu calma e paciência. Eu sabia que isso não era um bom sinal e só de imaginar a minha vida sem a mulher que eu amo, meu coração doía. E tudo isso era minha culpa.

— E o bebê? — perguntei com a voz falha, já imaginando a resposta.

— Sinto muito.

Chorei. Um choro repleto de culpa e medo. Sentia-me culpado por não ter conseguido impedi-la de sair dirigindo e por ela ter escutado as palavras de Violet. As palavras do médico não saíam da minha cabeça, assim como a cena do acidente, seus semblante repleto de dor e seus lindos olhos verdes se fechando lentamente, quase sem vida. Tudo isso era culpa minha. Perdi nosso bebê e estava perdendo minha esposa. Eu estava em choque, não queria aceitar a minha realidade.

— Justin! — escutei uma voz bem distante me chamando. — Justin!

— Preciso ficar sozinho. — sai rapidamente rumo ao estacionamento. Precisava de ar puro. Olhei para o céu e sussurrei. — Não quero te perder agora, Sophie.

— O que você fez com minha irmã, seu babaca? — gritou Rome me assustando se aproximando e sendo impedido por Ryan logo em seguida. — Ryan, solte-me.

— Você está de cabeça quente, então, não.

— Claro que estou! Esse babaca começou a fazer merda de novo.

— Justin não tem nada a ver com isso.

— Ryan, todos nós sabemos como Sophie era responsável no trânsito, impossível que de repente ela ia sair dirigindo assim.

— Justin. — disse Ryan num tom de dúvida olhando em minha direção.

— Rome tem razão.

— IDIOTA!

— Você vai se acalmar para nós três conversarmos sobre isso, ou terei que tirar você daqui?

— Como me pede calma?

— Eu sei que é difícil, mas precisamos entender o que aconteceu. Você não é o único assustado e preocupado aqui.

Mantive um pouco afastado durante o trajeto até a sala de espera e nos sentamos afastados de todos, para que ninguém escutasse nada. Respirei fundo e apesar de Rome estar me fuzilando com os olhos, detalhei tudo que aconteceu olhando nos olhos dos dois a minha frente, eu não podia esconder isso dos dois e mais tarde eu conversaria com toda família. Se o que estava acontecendo era por um erro de minha parte, então, era obrigação assumi-lo ao invés de agir feito um moleque. Rome foi controlado novamente por Ryan, que também estava a fim de socar a minha cara. Notei isso através de seu olhar raivoso.

— Preciso que falem algo ao invés de olhar assim.

— A minha vontade é socar você até que você também fique em coma.

— Cara, eu amo Sophie, nunca seria capaz de fazer isso.

— Que tipo de amor é esse? Primeiro fez aquilo com ela que eu nem gosto de relembrar, agora a trai com aquela garota e vem dizer que a ama? Isso não é amar.

— Você sabe muito bem que eu seria incapaz de estragar tudo outra vez.

— Está querendo dizer que Violet fingiu uma cena dessas? Justin, seu passado não está ao seu favor.

— Estamos no presente agora e eu juro a vocês dois e a quem mais surgir duvidando das minhas palavras, que eu nunca traí Sophie. Eu vou encontrar uma maneira de esclarecer tudo, porque sei que nada aconteceu entre Violet e eu.

— Só um beijo roubado, uma carona e um filho.

— Essa criança não é minha. — gritei completamente irritado.

— Violet é a nova virgem Maria? — zombou Rome com um sorriso amarelo.

— Mas que inferno, caramba! — bati a mão na perna e me levantei. — Pense o que quiser de mim, foda-se os dois, pois estou com a mente tranquila em relação ao que Violet diz ter acontecido. Eu nunca traí minha esposa e isso ao menos passou pela minha cabeça. Sophie é o grande amor da minha vida e eu tenho certeza que ela irá sair dessa e juntos vamos vencer este novo obstáculo, pois nós dois funcionamos juntos e ela precisa de mim neste momento. Nem que isso leve um bom tempo, mas juro pela minha família que irei provar que Violet estava mentindo e recuperar a confiança de Sophie. Vocês não fazem ideia do quanto me sinto culpado por isso ter acontecido com ela, e mais culpado ainda por ela ter perdido o nosso bebê que eu descobri a existência durante nossa briga antes do maldito acidente. Se vocês acham que estão tristes e com medo do que possa acontecer daqui pra frente, saibam que estou mil vezes pior. Foi por minha causa que isso aconteceu. — meus olhos se encheram de lágrimas, mas prossegui — Estou completamente destruído por dentro e não consigo ao menos ir para casa e olhar nos olhos dos nossos filhos. Estou prestes a desmoronar, pois Sophie é a pessoa mais importante da minha vida e só de imaginar que dentre as quarenta e oito horas a seguir diversas coisas possam acontecer, sinto-me ainda mais fraco. Se eu ainda estou tentando me controlar e fingir estar forte aparentemente, é porque eu confio em Sophie e eu sei que ela vai acordar e se recuperar. Nós fizemos uma promessa e eu sei que ela vai cumprir, assim como eu. Nada vai destruir o que demorou a ser construído. O destino não irá nos separar novamente. Eu não vou permitir isso. — esbravejei saindo tão rápido quanto um leão atrás de sua presa.


Notas Finais


Decidi adiantar novamente., espero que estejam gostando.

Primeira temporada: https://spiritfanfics.com/historia/all-of-me-5015598
Grupo no face: https://www.facebook.com/groups/jdbimaginebelieber/
Meu perfil no TT: https://twitter.com/trustmejustinb (se quiser que eu avise por lá deixe seu user nos comentários)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...