História All Of Me - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Drama, Justin Bieber, Rock, Rock And Roll, Romance, Shows, Tour
Visualizações 1.275
Palavras 993
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


// Isso Não é um Adeus

Era para ser um capítulo EXCELENTE devido a demora, mas ficou uma merda. Escrevi, apaguei, reescrevi e continuou um coco. Desculpem por isso.

Capítulo 24 - This Is Not Goodbye


Fanfic / Fanfiction All Of Me - Capítulo 24 - This Is Not Goodbye

Sophie Davis

Decatur, Geórgia.

Justin beijou meus lábios e acariciou meu queixo e minha bochecha. Passei a mão pelo seu rosto sentindo sua barba sob meus dedos, junto a seus lábios. Eu não podia acreditar que ele estava de verdade aqui. Puxei seus lábios de volta para os meus e o beijei ferozmente.

— Senti tanto a sua falta, Justin. — eu não sabia o que estava dizendo.

— O que vocês estão fazendo? — perguntou a voz que eu desejava não estar entre nós.

— Você acabou de presenciar, não seria doloroso explicar? — ironizou Justin.

— Christian! — eu sentia que estava sem cor.

— Que bonito Sophie. Você me deixa dormindo para sair de madrugada e vir beijar outro cara comigo bem ao lado.

— Eu posso explicar.

— Ele já viu baby, não precisa explicar.

— Para, Justin.

— Sophie, entra.

— Eu não...

— Não me faça perder o que resta da minha paciência.

— Ficou maluco, Christian? Não fale assim com ela.

— O único maluco aqui é você, que apareceu do nada durante a madrugada para beijar a minha namorada.

— Christin, vamos entrar.

— Precisamos resolver essa situação, Sophie. — respondeu com ódio nos olhos.

— Você está nervoso, vamos entrar.

— Tenho motivos pra isso. — voltando seu olhar para Justin, ele continuou — É hora de ir.

Agora eu estava ao lado de Cristian, que estava segurando meu braço enquanto encarava Justin. Não sendo capaz de ver o seu rosto, eu virei minha cabeça para a entrada do apartamento. Senti o peso de seu olhar sobre mim e eu desejei chorar. Ignorando a presença de Christian, ele pegou meu rosto com suas mãos.

Isso não é um adeus. Não há despedidas, não entre nós. — ele disse depositando um beijo em minha testa.

As lágrimas já estavam ardendo em meus olhos quando ele continuou.

— Quando acabar essa turnê estarei voltando para casa, para você. Eu ainda vou estar com você mesmo longe. Está tudo bem?

— Não, claro que não está tudo bem.

— Eu vou sentir sua falta, a cada segundo.

Senti como se eu estivesse sendo quebrada em pedaços ao vê-lo partir. Meu coração estava em pedaços e neste momento a presença do Christian não fazia diferença. Fechando os olhos, tentei imaginar o inverso deste momento.

— Você não estará aqui. — Christian sussurrou.

— O que?

— Isso que você ouviu. Quando essa maldita turnê acabar, você não vai estar aqui.

— Está maluco, Christian? Vá embora daqui.

— Eu não irei deixá-la como ele fez.

Ele deveria estar feliz por ter tocado no ponto. Ele conseguiu o que queria e eu estava mais pra baixo que antes. Olhei no fundo de seus olhos e voltei para dentro do apartamento.

— Sophie.

— Vá embora.

— Precisamos conversar.

— Você já disse o bastante.

E ali deveria ser o meu recomeço, mas eu nem imaginava o que ainda estava por vir.

 

Na semana seguinte resolvi fazer o que achava certo. Eu tinha dado uma oportunidade para Christian assim que me atualizei com as notícias sobre a banda. Justin nunca seria o cara ideal pra mim, ele continuava sendo o mesmo galinha e a mídia confirmava isso. Cada noite era uma nova garota com ele. Sempre estava rodeado por elas em festas após os shows e novamente senti meu coração em frangalhos. Não o culpo por isso, ele não tinha um compromisso comigo e eu fui idiota ao deixá-lo partir naquele dia, na verdade, eu me culpo por ter criado falsas esperanças mais uma vez.

 

Justin Bieber

Fukuoka, Japão.

— Isso são drogas, Justin?

— Inferno, porque diabos não perguntou se podia entrar, Ryan?

— Desde quando eu devo fazer isso? Porra, Justin, não acredito que você está fazendo isso.

— O que seus olhos veem não é suficiente para acreditar?

— Porque isso, cara?

— Porque eu quero isso.

— Não, o Justin que conheço nunca iria querer isso.

— Talvez você conheça outro Justin.

— Cara, se você está passando por problemas, basta conversar como sempre fez.

— Prefiro guardar os meus problemas pra mim mesmo.

— Eu não vou permitir que você continue destruindo a sua vida com essas merdas.

— Saia daqui.

— Onde conseguiu isso?

— Tenho meus contatos.

— Jogue essas merdas fora. Se livre disso esta noite.

— Caso contrário?

— A banda acaba aqui.

Ele não permitiu que eu falasse mais nada, pois se retirou furiosamente no meu quarto. Merda, onde eu estava me metendo?

 

Beatrice

Fukuoka, Japão.

Eu não conseguia processar o que Ryan acabara de me dizer. Justin não seria tão idiota ao ponto de se deixar levar pelas drogas. Sophie o mataria se descobrisse isso e eu estava disposta a contá-la para ajudá-lo a sair desse buraco. Alfredo e eu estávamos discutindo sobre alguma coisa quando Ryan chegou furioso jogando a merda pra cima da gente e falando em desistir da banda. Pensei que teria uma luta quando ele disse “eu vou desistir e voltar para minha casa”.

— Você só pode estar de brincadeira. — criticou Alfredo.

— Ah, claro que estou brincando ao falar que meu melhor amigo é a porra de um drogado.

— O que faremos?

— Jura? Poxa, Trice. — suspirou Ryan com as mãos no rosto — Você é a única pessoa com uma mente diferente e que poderia pensar no que vamos fazer.

— Isso é algo fodidamente complicado, nunca passei por isso antes e menos ainda imaginei que aconteceria. Esse não é o Justin, o velho JB nunca faria uma merda dessas.

— Foi o que eu disse para ele.

— Apenas uma pessoa seria capaz de mudar as coisas.

— Vocês não se atrevam a falar sobre isso com a Sophie. — anunciou Justin nos surpreendendo enquanto entrava no quarto. — Eu levo a porra da banda nas costas, se isso vazar e ela ficar sabendo, eu coloco um fim em tudo e a Canadian Warriors acabará para sempre, espero que eu tenha sido claro. Este é o novo Justin, vocês irão aceitá-lo ou arrumar as malas e voltar para aquela merda de cidade do interior. Sophie tem sua própria vida, ela escolheu viver afastada da gente, então ninguém tem que informá-la sobre tudo que acontece em nossas vidas.

Eu desejei a morte.

Justin não tinha este direito. 


Notas Finais


O que será que vai acontecer? 😱


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...