História All Of Me - Capítulo 48


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Drama, Justin Bieber, Rock, Rock And Roll, Romance, Shows, Tour
Exibições 764
Palavras 1.713
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olha só eu por aqui #gritoseaplausos

Espero que gostem deste capítulo especial, boa leitura! ♥

Capítulo 48 - A Special Trip


Fanfic / Fanfiction All Of Me - Capítulo 48 - A Special Trip

Sophie Davis

Justin me informou que gastaríamos quase dezesseis horas para chegar ao nosso destino, Tahiti na Polinésia Francesa. Até chegarmos ao aeroporto ele esteve mantendo segredo, mas resolveu me contar antes do voo ser anunciado. Prometi a ele que não iria pesquisar na internet fotos da ilha, mas eu conseguia imaginar que era tão lindo quanto o Caribe. Não me enganei. Era uma ilha paradisíaca e muito romântica. As cabanas que serviam como quartos eram tão elegantes quanto os de hotéis luxuosos. Tudo era muito lindo e eu estava animada.

— Gosta? — perguntou Justin assim que chegamos.

— É simplesmente incrível.

— Uma pena que nós vamos ficar apenas cinco dias aqui.

— Esses dias vão passar voando.

— Irei fazer deles especiais.

— Eu sei que sim. — sorri e o abracei — O que você e meu irmão fizeram semana passada?

— Depois eu conto. Agora quero curtir esse paraíso com a minha garota. — disse me puxando para um abraço e selando nossos lábios em seguida. — O que deseja fazer primeiro?

— Estou faminta e cansada. Vamos comer algo e ir para as piscinas.

— Não quer tirar uma soneca?

— Vamos deixar isso para a hora certa. Agora nós vamos aproveitar este paraíso juntos.

Colocamos nossas coisas no lugar e nos trocamos. Escolhemos frutas e panquecas, por ser algo mais leve, assim, poderíamos aproveitar à tarde toda na piscina. A longa viagem e o sol da ilha deixaram-nos cansados. Quando à noite chegou nós caímos no sono imediatamente. Ao lado de Justin eu me sentia completa, realizada. Ainda não tinha matado a saudade que senti durante dois anos desde o dia que decidi me esconder de todos, mas eu sabia que isso seria possível agora que estávamos juntos oficialmente como um casal. Não era todo mundo que sabia sobre nós dois, mas as pessoas mais próximas já estavam cientes sobre o nosso relacionamento. Na manhã seguinte Justin insistiu que eu fosse até a sauna e assim o fiz. Combinamos de nos encontrar na piscina que havíamos ficado durante à noite e não o encontrei. Um rapaz que servia os hóspedes informara que ele havia seguido em direção às cabanas e eu resolvi ir atrás para saber o que estava acontecendo.

— Justin, você está aqui? Procurei você assim que saí da sauna e não o encontrei. Está tudo bem? — perguntava enquanto o procurava pelo quarto. — Se você estiver se escondendo para me assustar eu vou ficar com muita raiva.

Quando abri a porta do quarto encontrei pétalas de rosas espalhadas sobre a cama junto com um papel roxo que dizia: “Eu adoraria te dar uma carona e ser convidado para entrar na sua casa novamente. Pode ter certeza que eu aceitaria o convite e faria amor com você à noite toda.”. Uma foto de nós dois acompanhava o recado e eu sorri ao relembrar daquele dia. A seta abaixo da frase indicava para eu virar o papel que me informava seguir em direção à recepção do hotel. Assim que cheguei até lá, mais pétalas e outro bilhete e todos que estavam por perto ficaram me encarando tão curiosos quanto eu. Agora a foto era da gente em um show da banda e no bilhete dizia: “Depois daquele dia no backstage eu nunca mais me esqueci do gosto dos seus lábios. Você é tão doce.” Senti o meu rosto corar e segui em direção ao salão de jogos conforme o bilhete informava. Mais pétalas. Outro bilhete. O meu coração estava acelerado. “All Of Me foi feita para você e eu sei que o mundo todo sabe disso. Eu amei cantá–la para você. Amei fazer amor com você no hotel que estávamos hospedados há quase três anos atrás.”. Espero que ele não tenha mostrado esses bilhetes para ninguém. Caso contrário, eu iria matá–lo. Na saída tinha outro bilhete e na foto estava Rome e eu: “A antiga Sophie ficaria furiosa com esses bilhetes, mas a minha nova Sophie deve estar sentindo o coração acelerado como no dia que foi ao show da Canadian Warriors na Califórnia sem que eu soubesse, apesar de ter sentido a sua presença.”.

Já estava emocionada quando cheguei ao local seguinte e encontrei mais bilhetes. “Eu teria adorado estar ao seu lado quando você descobriu sobre nossa filha. Quando você fez o primeiro ultrassom e quando ela nasceu. O que acha de fazermos nosso segundo bebê nessa viagem especial?”. As lágrimas começaram a escorrer pelo meu rosto quando vi minha foto de quando estava grávida. A minha vontade era encontrá–lo e dar um beijo apaixonado e agradecer pela surpresa maravilhosa. Uma linda imagem de nós três, Melanie, Justin e eu acompanhava a seguinte frase: “Eu fiquei furioso quando descobri o seu segredo, mas nunca te odiei por isso. Sophie, eu sempre amei você e não seria capaz de fazê–la sofrer ficando longe da nossa filha. Quando você me revelou o seu passado eu estava disposto a desistir, mas quando o juiz deu a palavra final imediatamente comecei a elaborar um plano para levar você comigo e fazer você ficar comigo.”. Comecei a caminhar pela seguindo as pétalas vermelhas até chegar à praia, onde encontrei Justin vestido de branco segurando um violão e sorrindo pra mim. Congelei ali mesmo e ele começou a cantar a nossa música. Assim que ele terminou, colocou o violão sobre um lençol branco no chão e caminhou em minha direção. Nós dois estávamos emocionados e sorrindo um para o outro.

— Bom dia. — dizia ele segurando em minhas mãos.

— Bom dia. — respondi com a voz falha. — Obrigada pela surpresa.

— Falta a melhor parte. — Justin pegou algo no bolso do short que usava e ajoelhou sem soltar minhas mãos. Minhas pernas bambearam. — Estou tão emocionado quanto você. Tão feliz quanto você. A ideia dos bilhetes foi exatamente com o propósito de nada falhar, porque se eu fosse falar tudo aquilo nós dois começaríamos a chorar e meu plano iria por água abaixo. Eu deveria ter feito isso há muito tempo atrás, mas como o destino sempre esteve do nosso lado acabamos nos reencontrando e desta vez eu não deixarei você ir embora. Eu quero formar uma família com você. Quero muitos filhos. Sophie, eu amo você com toda força que meu coração bate quando olho em seus lindos olhos azuis. Você é a garota mais bela que eu já conheci. O seu coração é o mais puro e eu sou completamente apaixonado pelo seu jeito espontâneo. Lembra–se do quinto bilhete? O que você acha da gente fabricar nosso segundo bebê aqui? Eu sempre quis transar na praia e nós dois estamos sozinhos. — sorrimos e eu afirmei com a cabeça. — Ótimo. Você é incrível Sophie e eu sou o cara mais sortudo por ter você na minha vida. Sortudo por você ser a mãe da minha filha e sortudo por saber que viverei ao seu lado pelo resto de nossas vidas. Eu quero dar o meu sobrenome para você. Sophie Davis, você aceita dar início ao passo mais importante das nossas vidas? Você aceita ser a minha esposa? Aceita se casar comigo? — Ele abriu uma caixinha de veludo com duas alianças dentro e eu comecei a chorar.

— Sim, sim e sim. Eu seria louca se não aceitasse. — abaixei ficando de joelhos e segurei em seu rosto — É claro que eu aceito meu amor. — dei-lhe um beijo — Eu amo você mais do que possa imaginar. — Justin tirou as alianças da caixinha e colocou em meu dedo.

— Eu amo você. — dizia enquanto me dava vários selinhos. — Eu amo muito você.

— Eu também amo muito você e quero fazer amor com você neste exato momento. — declarei sorrindo para ele.

— Viu só, fomos feitos um para o outro. — disse com um sorriso sapeca nos lábios. — Não vejo a hora de anunciar para o mundo que você será minha esposa.

— Estou surpresa, parece ser um sonho muito bom.

— Se isso for um sonho, desejo nunca mais acordar.

— Obrigada por fazer de mim a mulher mais feliz do mundo.

— Sinto-me aliviado por tudo ter dado certo.

— Como planejou isso? Eu sequer desconfiei.

— Rome é muito esperto.

— Então foi por isso que você não me queria por perto no outro dia?

— Exatamente.

— Vou matá-lo.

— Ele vai fazer isso caso você não telefona para ele avisando.

— Claro que irei telefonar, prometi isso a ele naquele dia.

— Estavam falando sobre isso?

— Ele tocou no assunto. Eu ainda não tinha imaginado isso. Quer dizer, não agora que estamos juntos.

— Planejava isso antes?

— Sim e você sabe disso.

— O que acha de começarmos a aumentar a nossa família já que vamos nos casar? — Justin perguntou me dando um beijo de tirar o fôlego.

— Como negar isso a você? É claro que eu concordo meu amor.

Coloquei minhas mãos em seu pescoço, enfiando os dedos em seu cabelo. Mantendo meus olhos fixos nos dele, desabotoei sua camisa e ele liberou os braços para terminar de tirá-la. Toquei seu peitoral deslizando minhas mãos levemente até o cós de sua bermuda para desabotoá-la. A sensação dos meus seios contra sua pele quente deixou-me completamente excitada. Sua mão quente e macia viaja para meus seios e continua o trajeto até minha intimidade. Não lembro de ter ficado nua tão rápido em toda a minha vida. Justin caminhou em direção ao mar comigo em seus braços. Seus dedos se curvaram ao redor da minha cintura quando nossos corpos foram atingidos pela água e ele puxou-me para mais perto. Novamente estava em seus braços, mas desta vez minhas pernas estavam em torno da sua cintura. Uma onda fez Justin quase perder o equilíbrio, mas ele se manteve firme e sorrimos durante o beijo. Suspirei quando senti seus lábios cobrindo meus seios e sua língua sacudindo contra meu mamilo. Com os olhos fixos aos meus, Justin segurou meu quadril firmemente e penetrou. Assim que ele começou a se mover, lembrei-me o quanto sexo com ele era incrível. Eu estava quase lá e conseguia sentir meus músculos tremendo em torno dele. Mais algumas estocadas, gemidos e arranhões, atingimos nosso ápice e eu abracei-o pelo pescoço antes de liberar o resto do meu corpo que estava completamente amolecido.

— Eu quero voltar aqui com você todas as manhãs que nos restam. — comentou Justin quebrando o silêncio. — O sol e a água do mar deixaram seus olhos ainda mais lindos e radiantes. Você foi incrível, Sophie.


Notas Finais


Deixem o user (twitter) nos comentários que eu envio os próximos capítulos no momento exato que postá-los.
Grupo do face: https://www.facebook.com/groups/jdbimaginebelieber


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...