História All Of Me - Capítulo 51


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Drama, Justin Bieber, Rock, Rock And Roll, Romance, Shows, Tour
Exibições 577
Palavras 1.496
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Demorei e voltei com um capítulo pequeno, mas é que não tinha mais nada para colocar nele kkkkk
Vou começar a escrever o outro agora e tentar postá-lo amanhã, mas não garanto, pois estou sem ideias.

Boa leitura e leiam as notas finais!

Capítulo 51 - Honeymoon


Fanfic / Fanfiction All Of Me - Capítulo 51 - Honeymoon

Sophie Davis

— O que você está fazendo aqui? — Justin perguntou com uma carranca no rosto e empurrou-me para trás de seu corpo como se quisesse me proteger. Assustei-me quando vi Christian.

— Bom dia casal. — cumprimentou com um sorriso cínico.

— Vamos pegar nosso café e sair daqui, Sophie. — eu ainda estava atrás dele paralisada. Justin segurou firme em minhas mãos e pegou nossos pedidos.

— Qual a necessidade disto? Eu vim até aqui para podermos conversar e vocês pretendem fugir? Já passou da hora de sentarmos e conversarmos sobre o que aconteceu.

— Você é ridículo. Qual a razão disto, Christian? Jura que resolveu aparecer do nada para conversar comigo e com Justin?

— Somos adultos, temos que esclarecer as coisas.

— Nós não estamos dispostos a ouvir suas declarações. — Justin disse com ódio na voz e maxilar travado. Ele estava se esforçando para não socar Christian.

— Vamos amor, bem capaz de o jatinho estar nos esperando. — disse apertando seus braços para acalmá-lo.

— Christian, precisamos nos apressar. — uma voz feminina roubou nossa atenção. Era Patrícia. Eu tinha visto sua foto anos atrás. — Olá. — cumprimentou-nos educadamente com um sorriso.

— Você deve ser Patrícia. — comentou Justin na ironia.

— Sim. Christian contou tudo pra mim. — ela ficou nervosa e sem graça. — Agora está tudo bem e eu sinto muito pelo que aconteceu. Fico feliz que vocês estejam juntos, Melanie é linda. Podemos ir Christian? — Patrícia estava sem jeito e não nos encarou.

— Gostaria de conversar com vocês qualquer dia desses.

— Não estamos disponíveis e muito menos dispostos para encontrá-lo. E Patrícia, você merecia algo melhor.

Justin empurrou Christian e saiu rapidamente me puxando. Ele estava com muita raiva e agradeci a Deus por ele não ter chutado a merda fora de Christian. Nunca imaginei que me encontraria com ele novamente, ainda mais no dia que Justin e eu embarcaríamos para a nossa viagem de lua de mel. Que ódio. Será que nunca iríamos ter paz? O destino só pode estar de brincadeira. Eu ainda estava sendo puxada pelo braço, o que estava me incomodando. Meu pulso não estava confortável e a cada passo largo que ele dava, apertava ainda mais. Tudo bem que ele estava chateado por ter encontrado Christian, mas eu não tinha culpa. “Justin, você está me machucando. Dá para se acalmar e respirar fundo antes de continuarmos? Correr usando salto alto é desconfortável”, informei enquanto esbarrávamos nas pessoas. “Você deveria ter vindo com algo confortável”, sua voz ainda soava raivosa e eu estava começando a perder a paciência.

— DÁ PARA ME SOLTAR? — gritei muito alto e puxei meu braço. Ele me encarou com raiva e retribui. — Não precisa sair me puxando feito um maluco fazendo-me esbarrar nas pessoas. Eu sei o caminho e qual porta deve entrar para encontrar seu maldito jatinho particular.

— Sophie... — notei um tom de arrependimento em sua voz quando ele disse passando as mãos pelos cabelos e rosto.

— Você está com a cabeça quente e eu não quero conversar com você agora porque vamos falar coisas que não queremos dizer realmente. — puxei minha mala de suas mãos e sai andando sem esperar por ele. Eu não estava disposta a discutir neste momento e por conhecê-lo bem, sabia que ele se arrependeria por ter feito isso. Justin estava vindo logo atrás e estávamos apenas nós dois já do lado de fora caminhando em direção ao jatinho.

— Esperem. — olhei para trás e vi Christian se aproximando. Ele estava correndo e Justin jogou sua mala no chão e partiu pra cima dele. Rapidamente corri até eles e fiquei na frente de Justin segurando firme seu rosto e olhando no fundo de seus olhos. “Está tudo bem, você não precisa fazer isso”. Justin acalmou-se apenas com meu toque.

— O que você quer? Estamos atrasados para nossa viagem de lua de mel.

— Gostaria de me desculpar pelo erro que cometi com você anos atrás.

— Por que decidiu fazer isso agora? Porque sabia que Justin e eu estávamos casados e felizes? Você acha mesmo que vai estragar tudo novamente com os seus joguinhos de manipulação? Você foi um moleque, Christian. Quer dizer, você continua agindo como tal. Não estamos dispostos a ouvir você. Passaram-se anos, você deveria ter feito isso antes de enganar a sua noiva e a mim.

— Estou sendo sincero. O meu filho nasceu dois meses após o quase casamento e eu cai na real. Eu nunca deveria ter feito o que fiz. Patrícia sempre foi sincera comigo, assim como você, mas eu fui tolo por ter enganado as duas.

— Você não está sendo sincero. Você descobriu que estaríamos aqui e não perdeu a oportunidade de nos encontrar. Você não quer admitir que perdeu. Deveria ter pensado melhor antes de tomar essa decisão. Se eu nunca voltei a procurá-lo, significa que não estava afim vê-lo. O que você fez comigo e com Justin foi baixo e desnecessário. O que você está fazendo agora também está sendo desnecessário. O mundo não gira em torno de você. Christian, se você realmente estivesse arrependido, teria feito o impossível para me encontrar no dia que fugi e ter esclarecido as coisas. Se não me encontrasse, deveria ter pedido perdão ao Justin. Mas não, você foi até o apartamento dele para zombar. Você não se arrependeu após o nascimento do seu filho, você está fazendo essa cena porque está com raiva por tudo estar dando certo entre Justin e eu. Aliás, já deu certo e nada e ninguém vai estragar isso. — respirei aliviada. Isso estava entalado em minha garganta há tantos anos. — Estou sentindo-me tão bem agora. Podemos ir meu amor?

— Espere só um momento. — Justin saiu do meu lado e caminhou até Christian, dando-lhe um forte soco no rosto. — Agora sim nós podemos ir. — Justin pegou nossas malas, entrelaçou nossas mãos e embarcamos para nossa viagem de lua de mel.

— Sinto-me aliviado por ter socado a cara daquele imbecil. — disse relaxando na poltrona de frente a minha.

— E eu por ter dito tudo aquilo para ele.

— Desculpe-me por ter agido feito um idiota após nosso encontro com aquele babaca. — pediu se ajoelhando na minha frente. — Me perdoa meu amor, eu não gostaria de ter machucado você.

— Eu sei que não, por isso não quis conversar naquele momento. Nós dois acabaríamos discutindo e eu não queria ir para nossa lua de mel com raiva de você.

— Me perdoe.

— Justin, está tudo bem.  — abaixei até ficar cara a cara com Justin e segurei seu rosto em minhas mãos.

— Se algum dia eu machucar você, jogue a merda fora de mim.

— Irei fazer isso, você pode ter certeza.

— Eu amo você.

(...)

Hotel Amanyara, Ilhas Turks e Caicos

Justin e eu havíamos programado viagens para nossa lua de mel para três lugares diferentes. As famosas ilhas Turks e Caicos, Paris e Veneza. Fizemos uma pesquisa dos lugares mais românticos e escolhemos os de nossa preferência. Justin sempre foi muito teimoso e decidiu que iríamos aproveitar um tempo sozinhos mesmo com as longas horas de viagem.

— Que lugar lindo meu amor. — disse assim que acordamos na manhã seguinte.

— Chegamos tão cansados que nem reparamos. — Justin caminhou em minha direção e me abraçou por trás. — Você está ainda mais linda nesta manhã. — ele depositou um beijo em meu pescoço e mordeu minha orelha. — Quero fazer amor com você até anoitecer.

— Adoro quando você acorda tão disposto.

— Eu sempre acordo disposto quando estou ao seu lado. — ele me virou e colocou-me sentada sobre a mesa próxima a janela. — Minha senhora Bieber.

— Soa tão velho, mas eu gosto. — sorri e puxei-o para um beijo.

— Quero todos chamando você assim. Quero que o mundo inteiro saiba que você pertence a mim.

— Quem te iludiu?

— Acho que alguém está querendo um esposo mal.

— Eu adoro quando meu esposo fica mal. É tão sexy. Ainda mais com esse cabelo bagunçado e essa carinha de sono.

Justin apertou minha cintura e levou-me até a cama, onde ficou por cima do meu corpo e lentamente foi retirando as poucas peças de roupas que estávamos usando. Ele fez uma trilha de beijos do pescoço até meu umbigo e em seguida colocou sua cabeça entre minhas pernas, afastando-as suavemente com suas mãos. “Eu quero seus olhos nos meus, se você fechá-los vou parar. Ok?” apenas assenti e ele acariciou minha intimidade com seu polegar direito. Quando senti o calor de seus lábios contra minha pele úmida fechei os olhos. Estava me sentindo no paraíso. “Meus olhos, Sophie, olhe para os meus olhos.”. Sua língua fazia movimentos circulares e entrava e saía lentamente. “Oh meu Deus, eu não vou aguentar Justin”, ele continuava e seus olhos permaneciam fixos nos meus “Quero que goze na minha boca e continue olhando pra mim”. Minhas pernas ainda estavam bambas quando Justin se posicionou entre elas deixando seu pau na minha entrada. Ele me olhou com aquela cara de menino sapeca e sorriu antes de meter lentamente dentro de mim. Justin me preenchia de tal maneira que ninguém nunca havia conseguido antes. Sexo com ele era sempre incrível. Parecia ser sempre a primeira vez.


Notas Finais


* Apresentei o meu TCC como disse anteriormente e PASSEI \o/
* Demorei além do tempo porque teve uma exposição que os alunos de Design de Moda da minha faculdade realizam no final do curso. Se quiserem ver o look que criei, visitem meu perfil no instagram https://www.instagram.com/itsdanicarol
* Como falei nas notas acima, vou começar a escrever o 52 e tentar publicá-lo amanhã.
* Já tenho uma ideia para a próxima fanfic, serão meus dois ídolos (Justin e Zé Felipe) e vou dar o máximo para escrever uma fanfic com 4 personagens principais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...