História All Of Me - Capítulo 55


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Drama, Justin Bieber, Rock, Rock And Roll, Romance, Shows, Tour
Exibições 490
Palavras 1.284
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa tarde e boa leitura!

Capítulo 55 - Just A Fright


Fanfic / Fanfiction All Of Me - Capítulo 55 - Just A Fright

Justin Bieber

Haviam se passado horas desde o desmaio de Sophie e eu estava prestes a enlouquecer. Rome e eu brigamos feio na entrada do hospital e agora estávamos sendo observados por um segurança. Ninguém havia aparecido para nos informar sobre o estado de saúde da minha esposa e a minha vontade era invadir a sala que ela estava para poder ver com meus próprios olhos como ela estava se sentindo e se o nosso filho estava bem. Jurei a mim mesmo que se algo acontecesse com os dois eu me mataria. Errei ao aumentar o tom da minha voz e indicar que ela estava brincando para chamar a atenção. Estive tranquilo durante muito tempo e voltei a agir como o antigo Justin no momento que eu deveria ter sentado para esclarecer as coisas com Sophie. Rome tinha toda razão ao dizer-me que eu agi como um moleque gritando com ela ao invés de explicar que Kristen e eu não tínhamos nada e que Ryan estava interessado nela.

— Eu vou invadir todas as salas até encontrá-la se eles não aparecerem em cinco minutos. — comentei com a voz alta e Rome se aproximou.

— Se precisar de cobertura estarei aqui.

— Desculpa pelo que aconteceu lá fora cara.

— Estávamos com a cabeça fria. O que importa agora é saber como Sophie e Lorenzo estão.

— A mãe de Sophie já chegou a minha casa para olhar Melanie?

— Sim. Ela queria vir, mas como não tinha ninguém para ficar lá ela teve que aceitar e está aguardando a sua ligação assim que tivermos informações sobre Sophie.

— Vocês estão com Sophie Davis Bieber? — questionou uma voz feminina e viramos imediatamente.

— Sou o esposo dela e ele o irmão. Como ela está? Por que demoraram tanto tempo para nos dar notícias?

— Gravidez requer um cuidado especial, principalmente quando a gestante corre o risco de perder a criança, como foi o caso de Sophie, mas ela está bem e no momento encontra-se dormindo devido ao remédio que tomou quando deu entrada ao hospital.

— Como meu filho está?

— Os dois estão bem, graças a Deus. Sophie precisa de repouso total durante um mês e não poderá passar raiva, pois corre o risco dela sentir-me mal novamente e perder o bebê.

— Podemos ir vê-la?

— Será possível a entrada somente do esposo no momento, mas assim que ela acordar o senhor também poderá entrar.

— Justin, assim que ela acordar venha até aqui.

— Tudo bem. — assenti e acompanhei a enfermeira até o quarto que Sophie estava.

A enfermeira saiu com um sorriso de confortou e fechou a porta, deixando-me sozinho com minha esposa. Sophie dormia serena e senti um alívio no peito. Aproximei-me e arrastei a cadeira para perto da cama. Dei um beijo em seus lábios e em sua barriga e sentei-me, segurando em suas mãos.

— Eu sinto muito por ter causado isso meu amor. — sussurrei com a cabeça sobre a cama. — Eu deveria ter pedido para que você se acalmasse e sentado com você para esclarecer tudo. Ryan está interessado na Kristen, por isso ela esteve no Brasil conosco. Quando sairmos deste hospital, irei até a casa dele e socá-lo por ter convidado ela. Eu nunca enganei você e isso nem passa pela minha cabeça. Eu sou o cara mais realizado do mundo e não seria capaz de trocá-la por outra mulher. Você, Melanie e nosso Lorenzo são tudo pra mim. Se quiser nunca mais olhar na minha cara por isso, eu não vou impedi-la. Eu só peço que não acorde nervosa, pois você precisa estar calma para nosso filho ficar bem. Graças a Deus os dois estão bem, mas a enfermei disse que você precisará de repouso total no prazo de um mês. Quando você acordar iremos programar uma viagem para o Canadá. Eu sei que você adora a minha mãe e ela iria amar a nossa estadia durante este prazo que o médico determinou. Prometo que tudo ficará bem e que nada e ninguém estragará a nossa felicidade.

— Se você bater no Ryan eu matarei você. — disse ela baixinho.

— Você é ridícula. — falei erguendo a cabeça e encontrando seu olhar.

— Jura que não aconteceu nada no Brasil?

— Kristen é a minha versão feminina. Eu não vou mentir para você, mas há muito tempo atrás eu fiquei com ela. Agora ela está ficando com Ryan e provavelmente no próximo mês estará com outro cara de uma banda qualquer. Ela é garota para diversão. Você é a minha garota para a vida toda. Não me olhe assim estou sendo sincero com você.

— Você nunca quis ficar com ela novamente?

— Quando a reencontrei eu estava apaixonado por você.

— Então vocês se viram antes da festa de Beatrice?

— Lembra-se da época que você namorava Christian e viajou com ele?

— Sim. Infelizmente eu me lembro.

— Lembra-se também da sua ligação? — ela assentiu e eu prossegui — A voz que você escutou era a voz de Kristen. Ryan percebeu que eu estava pra baixo e chamou uma amigas dele para seu apartamento. Fazia tempo que eu não tinha notícias dela e fiquei surpreso ao vê-la, mas ao mesmo tempo feliz. Confesso que acabei levando-a para o meu apartamento, mas quando recebi a sua ligação eu não conseguia respirar. Senti tanto ódio quando você disse que ele tinha te pedido em namoro que a minha vontade era matá-lo. Eu praticamente implorei para você não desligar o celular, mas quando você me disse aquilo eu mesmo encerrei aquela estúpida ligação. Eu fiquei arrasado e Kristen assustada. Ela nunca tinha me visto apaixonado, aliás, eu nunca tinha me apaixonado antes. Kristen desculpou-se por você ter escutado a voz dela, acredita? Ela me obrigou a ir atrás de você, mas você se lembra do quão orgulhoso eu era.

— Estou me sentindo horrível.

— Não se sinta. Confesso que gostei de vê-la com ciúmes. Isso não tinha acontecido ainda.

— Como não? Meu sonho era matar aquelas vagabundas que você dormia.

— Mas não estávamos juntos. Saber que você sente ciúmes do seu esposo é algo sexy.

— Você é um tremendo idiota.

— Falando em idiota, vou chamar Rome antes que ele invada.

— Não fale assim do meu irmão.

— Nós brigamos feio na entrada do Hospital quando chegamos com você desmaiada.

— Eu não acredito. — lamentou fechando os olhos.

— Um segurança estava nos vigiando na sala de espera. — contei sorrindo.

— Vocês foram estúpidos.

— Cabeça fria. Agora está tudo bem.

— Se vocês dois estão aqui, onde Melanie está? Pelo amor de Deus, não me diga que deixou ela sozinha em casa. — perguntou assustada e eu sorri.

— Claro que não! Sua mãe está com ela. Vou chamar Rome e telefonar para que ela saiba que você está bem. Daqui a pouco eu volto.

— Tudo bem.

Observei Rome caminhar em direção aos quartos rapidamente enquanto digitava o número da minha sogra para avisá-la que Sophie estava bem. Ela atendeu no primeiro toque e exigiu falar com sua filha. Interrompi a conversa dos irmãos e ela falou com sua mãe durante longos minutos. Permanecemos conversando por mais algum tempo até Rome voltar para nossa casa. Acariciei a cabeça de Sophie até ela cair no sono e fiquei admirando-a até o raiar do dia. Eu amava observá-la dormindo e ver o seu cabelo bagunçado e rosto amassado quando acordava. Sophie deveria ser a oitava maravilha do mundo de tão perfeita que era. Ela acordou por volta das nove da manhã, quando o médico veio avaliá-la. Doutor Adam anotou algumas coisas em um papel e entregou-me dizendo que Sophie deveria tomar dois tipos remédios por uma semana e retornar ao hospital quando terminasse para que ele pudesse avaliar a situação do bebê. Era um procedimento normal. Segundo ele, Lorenzo estava bem e tudo não passou de um grande susto. Voltamos para casa no mesmo dia.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...