História All of me - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supergirl
Personagens Alex Danvers, Eliza Danvers, James "Jimmy" Olsen, J'onn J'onzz "John Jones" (Caçador de Marte), Kara Zor-El (Supergirl), Personagens Originais, Winslow "Winn" Schott Jr.
Exibições 44
Palavras 908
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá meus amores, faz um tempo que não escrevo e que não atualizo minhas outras fanfics mas como agora eu vou entrar de férias vai ficar mais fácil uhu! Espero que gostem da minha fanfic sanvers (pra quem assiste a série, a fic vai começar a se passar depois do 2x03)

Espero que gostem e boa leitura <3

Capítulo 1 - I hate her


Fanfic / Fanfiction All of me - Capítulo 1 - I hate her

*

Desde que o alienígena que Kara tinha encontrado tinha se rebelado e sumido da vista dos agentes, a DEO naquela manhã estava insuportável. Com o anúncio de que a presidente iria assinar a lei de anistia na praça central à tarde, os olhos de todos e principalmente de Supergirl se voltavam para manter a presidente á salva.

— A polícia de National City estará na praça também. - Disse Winn enquanto monitorava as câmeras.

— Parece que eles já viram do que o nosso amiguinho é capaz. - Alex disse colocando seu cinto e ajeitando suas armas. — Eu vou estar lá para ajudá-los. 

— Você com a sua arma não pode fazer muita coisa, Alex. - Disse James

Alex a olhou com um olhar acirrado.

— Eu e esta garota aqui podemos fazer muitos estragos. - Completou dando um sorriso falso.

— Cheguem vocês dois. - Falou Kara pelo comunicador. — Precisamos do máximo de reforço que pudermos, não sabemos do que ele é capaz ainda.

Todos concordaram.

 

Com o passar das horas, as pessoas iam se aproximando da praça para poder prestigiar ao vivo o discurso da Presidente, um dia que de fato seria histórico mas não apenas para os alienígenas.

— Winn, algum sinal do nosso rapaizinho? - Disse Alex no comunicador.

— Até agora nada. - Ele falou enquanto observava os dois monitores. — Mas dê uma olhada ai também, você está de perto, se ver um rapaz bonito, confuso e querendo matar todos, é ele.

— Isso soou tão gay, Winn. - Falou tirando sarro dele quando alguém a esbara. E nossa, como ela odeia esbarrões. — Hey, olha por onde anda. - Alex falou irritada.

— Parece que temos alguém muito irritada aqui. - A mulher disse virando-se para ela. — Você é policial? - Ela pergunta.

— Minha mãe me ensinou a não falar com desconhecidos na rua e muito menos, com os mal educados. - Alex dá um sorriso desafiador e cruza os braços.

— Uau. Perigosa, gostei de você. - Ela então coloca a mão no bolso e a amostra seu distintivo. — Maggie Saywer, detetive especial.

Alex olhou o distintivo e deu de ombros. Maggie sorriu.

— Quem é a mal educada agora? - Disse rindo.

— Alex Danvers. Sou do serviço secreto. - Rapidamente com seus truques, pegou o distintivo do bolso e criou uma ilusão com ele. — Pronto, satisfeita?

— Claro, Danvers. - Ela disse rindo. — Desculpa pelo empurrão.

— Espero que não aconteça novamente. - Disse enquanto guardava o distintivo.

— Eu espero que sim. - Maggie deu mais um sorriso. O olhar de ambas foi atraído pela voz da presidente no microfone, era um sinal de que o discurso começava. 

— Fiquem atentas. - Disse Winn a Kara e Alex.

 

— Queridos amigos. Estamos aqui hoje para fazermos história (....)  — O discurso da presidente ia bem até que uma garota, um tanto quanto peculiar, atoou fogo com as mãos em um dos agentes que estavam ao seu lado. A gritaria começava. As pessoas corriam e Supergirl voava para proteger a presidente. Enquanto Alex atirava e viu que a garota encontrava-se numa posição vulnerável resolveu ir até ela.

— Alex o que está fazendo? Quer virar picadinho? - Disse Winn em seu ouvido.

— Hey, mãos para o alto. - Ela disse com a arma apontada para a garota. 

A garota então se virou.

— Que irônico não? Você querer atirar em mim com uma arma de fogo. - Ela disse começando a rir, então Alex recuou as mãos e apenas paralisou ao ver a grande camada de fogo que vinha em sua direção, até a detetive a empurrar para o outro lado da calçada.

 

— Eu nunca vi uma agente tão burra quanto você. - Ela disse enquanto levantava-se de cima de Alex e estendendo a mão para ajudá-la a ficar de pé.

— Eu tinha a situação sob controle. - Ela disse pegando na mão da detetive. — Não precisava de sua ajuda.

— Tinha sim. - Ela falou rindo. — Se não fosse por mim, estaria com queimaduras de 3º grau agora.

— É um obrigado que você quer? - Alex disse furiosa. — Obrigada. - Ela falou com os dentes acirrados.

 

— Alex, você está bem? - Disse Supergirl se aproximando. — Conseguimos conter a senhora Tocha Humana

— Que bom. - Ela disse. — Eu estou bem. - Ela falou olhando para a Maggie. — Ela me ajudou.

— Na verdade, eu a salvei. - Maggie disse estendendo a mão para cumprimentar Supergirl. — Você é mesmo de verdade.

— É, eu sou. - Disse rindo. — Você é?

— Detetive especial, Maggie Sawyer. A agente aqui não é muito de agradecer as pessoas não é? - Ela falou rindo.

— Ah, é. - Supergirl também riu. — Ela é durona.

— Bom, foi um prazer conhecer vocês duas. Mas eu fico com a senhora Tocha Humana

— Na verdade nós.. - Alex foi interrompida.

— Deixa a detetive fazer o trabalho dela, Alex. - Supergirl falou.

— Te vejo por aí, Danvers. - Maggie colocou uma mecha do cabelo para trás e foi embora.

 

— Kara, isso era trabalho para a DEO. - Alex disse irritada.

— Nós temos coisas mais importantes para pegar do que uma garota que solta fogo. Ainda temos que pegar nosso amiguinho fugitivo. - Disse Kara.

— Eu a odeio. Eu não precisava da ajuda dela. - Alex disse enquanto observava Maggie.

— Ah, vai ver ela gostou de você e queria se jogar em cima de você. - Kara falou rindo.

— O quê? - Ela olhou com um olhar confuso para Kara.

— Tô brincando mal humorada. Vamos embora antes que você acabe com meu humor também.


Notas Finais


Gente comentem e me digam o que acharam, foi curtinho eu sei mas eu tenho tanta coisa preparada pra ela <3 Espero que tenham gostado, no meio da semana eu devo atualizar com outro capítulo :)
Beijos ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...