História All of me - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Abraham Ford, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Enid, Glenn Rhee, Maggie Greene, Michonne, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Tara Chambler
Tags Drama, The Walking Dead
Visualizações 61
Palavras 1.530
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom, eu ia colocar mais ação, mas eu achei que te encaixava melhor no próximo capítulo pra esse não ficar muito forçadoo, então não percam o próximo capítulo pfvrrr ♡♥

Capítulo 5 - Loss


Fanfic / Fanfiction All of me - Capítulo 5 - Loss

-Deanna, eu já falei que não quero que eles saiam com o Aiden, me deixa liderar o grupo de busca dessa vez ou mande outras pessoas com eles.-Eu falo já me sentindo estressada.

-Você só está assim por que tem uma "briguinha" pessoal com o meu filho, eles já concordaram em ir e o Aiden comanda o grupo de busca.-Ela fala e eu respiro fundo tentando me manter calma.

-Ele comanda o grupo de busca e eu comando os novatos, não quero que eles vão.-Falo séria.

-Eles já se comprometeram e se não trouxerem o necessário ficaremos sem energia eletrica e seria o maior cãos.-Ela fala e eu dou um soco na mesa fazendo ela dar um pulo assustada.

-Se algum deles morrer você será responsável, eu te avisei.-Eu falo e saio da sala batendo a porta com força.

-Becca?-Carl me chama enquanto eu continuo andando estressada e apressada.

-Becca!-Ele fala um pouco mais alto.

-O que foi?!-Eu grito estressada e me viro.-Desculpa por gritar, eu estou meio nervosa.-Falo e respiro fundo.

-Meu pai está te chamando.-Ele fala meio constrangido.

-Ele está em casa?-Pergunto e ele concorda com a cabeça.-Obrigada.-Falo e sigo até a casa dos Grimes.

Bato na porta e ela é atendida por Rick que segura Judith, sua filha, no colo e sorri assim que me vê.

-Entra.-Ele da passagem pra eu entrar e eu me sento no sofá.

-O que quer?-Pergunto e ele se senta de frente pra mim em uma cadeira.

-Soube que você foi falar com a Deanna sobre o grupo de busca sair com o Aiden e o Nicholas.-Ele fala e eu concordo com a cabeça.

-Eles dois são idiotas e eu estou com uma sensação ruim.-Falo e Rick coloca a bebê no cercadinho com brinquedos.

-Não precisa se preocupar, nós sabemos o que fazemos.-Rick fala e eu reviro os olhos.

-Vocês sabem, mas eles não, eles são covardes e eu não confio a vida do grupo que eu protejo na mão de dois babacas.-Falo olhando em sua íris azul, ele com certeza tinha belos olhos.

-Não precisa se preocupar, nós cuidamos disso.-Ele fala e eu levanto.

-Preciso arrumar algumas coisas, até.-Falo e saio da casa, me sentindo mais aflita ainda.

Vejo a van saindo e meu coração se aperta, tenho certeza que algo vai dar errado e espero que seja apenas coisa da minha cabeça.

                   *****

Eu estava moldando flechas, não consegui dormir devido o estresse e cada minuto que passava pareciam horas.

-MÃEEE!!!-Enid grita e vejo ela correndo em minha direção.

Me levanto rapidamente com o coração aos pulos. Ela se aproxima e eu começo a verificar seu corpo procurando por machucados.

-Você tá bem?-Pergunto olhando seus braços assustada.

-Não é comigo, o grupo voltou e você estava certa, Noah morreu e a Tara está desmaiada.-As palavras foram como um soco no estômago e a única coisa que eu consegui fazer foi correr para a enfermaria, eles deveriam estar lá, já que Tara estava ferida.

-O que aconteceu?-Eu pergunto quando abro a porta e vejo o grupo deles inteiro ali e meu coração se aperta ao ver a Tara com a cabeça enfaixada e Eugene chorando ao seu lado.

-Onde eles estão?-Pergunto me referindo ao Nicholas e Aiden.

-Aiden está morto, ele atirou em uma granada presa ao zumbi e explodiu tudo, ele ficou preso nos ferros e não tinha como tira-lo, por isso a Tara se feriu. E depois disso o Nicholas correu e  eu, ele e o Noah ficamos presos em uma porta giratoria com errante dos dois lados, eu falei pra ele não fugir, mas ele se desesperou e fez com que o lado do Noah abrisse, eu não consegui segura-lo. Nicholas tentou fugir com a van, mas eu consegui impedir.-Glenn fala e começa a chorar.

-ISSO É CULPA SUA, VOCÊ SABIA COMO ELES ERAM E DEIXOU ISSO ACONTECER.-Rosita grita vindo em minha direção, mas Abraham a segura.

Eu sábia que era minha culpa...

-Vou conversar com a Deanna.-Falo deixando o grupo sozinho, era o que eles precisavam agora.

Bato na porta do escritório da Deanna e abro quando ela fala entra. Vejo Nicholas sentado e aperto cerro meus pulsos reprimindo a vontade de estrangula-lo.

-Nicholas já me contou tudo, já falou que o grupo novo estragou tudo e se não fosse por eles meu filho ainda estaria vivo.-Ela diz e eu o olho incredula.

-E você vai acreditar nele?-Eu pergunto e ela começa a chorar, eu sábia que ela não acreditaria nessa.

-Eu preciso de um tempo.-Ela fala e eu e o Nicholas saímos da sala. Seguro o seu braço no meio da rua, fazendo com que ele vire.

-É melhor dormir com os dois olhos abertos, pois eu posso te matar a qualquer momento, basta se distrair e vai sangrar até a morte.-Falo séria e ele apressa os passos com medo.

Vou para casa sentindo o peso do mundo em minhas costas, era como se tudo tivesse dando errado. Sinto um chute em minha perna e eu caio ajoelhada no chão, vendo Rosita pressionar a faca na minha garganta.

-Isso é culpa sua.-Ela repete.

-Me mata logo então, tá esperando o que?-Falo e vejo ela se destrair por um segundo, me dando possibilidade de tirar a faca da sua mão e inverter o jogo.

-Ei, ei, calma.-Rick fala aparecendo com Daryl e Carl.

-Não aponte uma faca pra mim se não for me matar.-Falo e solto ela, jogando sua faca no chão e saindo em seguida.

Entro em casa e escorrego na porta, era como se todas as lembranças ruins voltassem.

Eu estava andando com Corey, o apocalipse tinha começado e estava tudo uma enorme bagunça. Minha corpo tremia a cada passo que davamos, eu estava com muito medo e ele era o único que me acalmava. A gente estava andando a muito tempo e a única coisa que tinhamos era uma granada e uma pistola encontradas em um carro de um ex-fuzileiro.

-Fica aqui que eu vou lá dentro ver se tem algo útil.-Ele falou enquanto pegava sua 9mm e destravavá.

-Não Corey, eu não quero te perder, por favor, não vá.-Eu disse chorando, não podia perder Corey, ele era a única pessoa que eu tinha

-Eu tenho que ir Rebecca, nós estamos sem comida e pode ter algo útil pra nós.-Ele fala e eu nego com a cabeça.

-Eu vou junto então, você não pode entrar sozinho com aqueles bixos por ai, pode ter algum lá dentro.-Eu falo e ele coloca a granada no bolso e me mostra a arma.

-Eu tenho a pistola, não se preocupa.-Ele falou e eu assenti chorando.

-Te amo.-Ele falou e me deu um selinho e foi na direção da casa, fazendo com meu coração ficasse aos pulos.

-Cara, eu adoraria comer uma bundinha agora, quem me derá achar uma mulher nessa merda de cidade.-Ouço um cara falar e me escondo mais atrás da árvore.

-Uma morena bem gostosa, eu ia comer até cansar.-O outro fala e o grupo de 7 homens ri.

Um calafrio percorre a minha espinha  quando eu vejo eles irem em direção a casa que Corey estava.

-Não, não, não.-Eu sussurro pronta pra me levanta, mas Corey aparece na janela do segundo andar da casa e nega.

-Droga.-Resmungo e as lágrimas descem grossas.

Depois de poucos minutos uma explosão acontece e a casa começa a pegar fogo.

-NÃOOO!- Eu grito e me levanto indo em direção a casa tentando entrar, mas a porta da frente e a de trás estavam fechadas. Eu caio de joelhos no chão e vejo a fumaça preta subir enquanto a casa de madeira queima.

-Eu vou sobreviver Corey, por você.-Sussurro sabendo que ele não poderia me ouvir.

-Você tá bem?-Vejo Rick e seco as lágrimas rapidamente.

-Estou sim, por onde você entrou?-Pergunto me levantando e pegando um copo de água.

-Pela porta da garagem.-Ele fala e eu solto um "ah".-Sabe, aquilo que aconteceu não foi culpa sua, foi culpa do Aiden e do Nicholas.-Ele fala e eu olho pra ele.

-Eu poderia ter impedido, poderia ter tentado mais...-Eu falo e passo a mão no rosto.

-Você falou que você foi na Deanna e tentou fazer com que eles não fossem, você tentou, mas ela não aceitou.-Ele fala e eu me sento no sofá bebendo um gole da água.

-Talvez se eu tivesse ido...-Começo a falar e ele me interrompe.

-Não mudaria nada e talvez você ainda se machucasse.-Ele fala e eu respiro fundo.

-Nunca pensei que estaria recebendo apoio emocional.-Falo e solto uma risada fraca.

-Eu vi o seu potencial, sei o que pode fazer, que é boa em luta e com armas brancas.-Ele fala e eu sorrio.-Talvez devesse comandar isso aqui, essa comunidade precisa de alguém como você, alguém que sabe ser forte e tomar decisões dificeis.-Ele fala e eu nego me levantando ficando frente a frente com ele, numa aproximação perigosa.

-Sabe, eu estive pensando na mesma coisa que você, mas a comunidade não precisa de alguém como eu, ela precisa de alguém como você.-Eu falo e vejo sua expressão confusa.-Você é forte, sabe lutar e sabe defender, sabe apoiar as pessoas quando precisam, sabe unir as pessoas e sabe tomar decisões que eu não conseguiria tomar. Sei que um dia você vai ser líder de Alexandria e eu vou estar aqui para lhe ajudar no que precisar.-Falo e vejo sua expressão surpresa.

-Por essa eu não esperava.-Ele fala me fazendo rir.-Bom, eu tenho que dar comida á Judith, então tenho que ir. Foi bom conversar com você.-Ele diz e eu abro a porta pra ele sair.

-Igualmente.-Falo sorrindo e fecho a porta depois que ele saí.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...