História All Of Me - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Orange Is the New Black
Personagens Alex Vause, Personagens Originais, Piper Chapman
Tags Vauseman
Visualizações 190
Palavras 2.302
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Orange, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Muito obrigada pelos comentários, e por todos os favoritos gente, vocês são incríveis!!
Vamos a um momento especial. 🤗🤗

Capítulo 10 - Momento Doce


Fanfic / Fanfiction All Of Me - Capítulo 10 - Momento Doce

Dizem que o  inesperado é sempre bom, Às vezes o melhor encontro é aqueles que não esperamos ou planejamos, costuma ser mais prazeroso.. costuma ser gostoso assim como um bom café e um delicioso pedaço de torta.

As quatro estavam se divertindo, estavam curtindo a companhia uma da outra, todas estavam sentindo algo bom dentro de sí, não esperavam se encontrar assim.. ainda mais em um ambiente tão familiar, principalmente por Lorna e Piper.

- Cara, essa torta é a melhor que eu já comi em toda a minha vida. - comentou Nicky.

- Não diga isso, nada se compara a deliciosa torta Sacher, de Viena. - disse Alex.

- Você já esteve na Áustria? - perguntou Lorna.

- Sim sim, você também já esteve lá? 

- Não exatamente, mas já ouvi falar muito dessa torta.

- Ah sim.. ela é mesmo a melhor, mas essa aqui também é maravilhosa. - respondeu Alex.

- Eu acho bom vocês pararem de elogiar uma torta que está bem longe daqui. - disse Piper se sentindo contrariada. - Todas riram.

- Não estamos menosprezado essa delícia minha amiga, foi apenas um comentário. - Lorna rebateu sorrindo.

- Sim, mas estamos em Nova York, então acho que a Torta Sacher deve ficar longe de nossa mesa. - Todas riram da forma que Piper falou, Alex em especial tava achando uma graça a forma brava de Piper.

- Você fica linda fazendo essa cara de brava. - Alex fez o comentário, Piper corou na hora, Nicky e Lorna se entreolharam.

- Não estou brava, só acho que não devemos elogiar uma coisa que não estamos comendo, não é Nicky? - perguntou Piper.

- Concordo com a doutora. - Foi impossível segurar o riso.

- O que foi? Vocês não são médicas, quer dizer.. cirurgiãs? - Nicky se auto corrigiu.

- Sim, nós somos.. é que foi engraçado a sua forma de falar. - Lorna disse.

- Ah sim.. entendi. Mas.. qual a especialidade de vocês? 

- A Lorna é cirurgiã geral pediátrica e eu sou do ramo cardiovascular.

- Hmm.. então a senhorita cuida de corações. - Alex disse encarando Piper, em seguida tomou mais um gole de café.

- Sim, cuido dos corações que precisam de cuidados. - Piper disse no mesmo tom e sorriu.

- A Piper é a melhor cirurgiã do mundo. Lorna elogiou a amiga orgulhosa.

- Eu imagino que ela seja mesmo a melhor. - Alex disse sem desviar o olhar de Piper.

- Eu não estou entendendo essa troca toda de olhares. - Nicky como sempre inconveniente.

Alex pigarreou sem graça. - Não há troca de olhares, foi apenas um comentário.

- Sei bem como é isso. - continuava Nicky em tom desconfiado. - Mas e então meninas, fiquei sabendo que vocês deram o maior bolo em duas gatas naquele bar.

Piper e Lorna quase se engasgaram com o café.. Já Nicky e Alex sorriram.

- Peço desculpas a essas duas gatas, mas houve um imprevisto. - Lorna entrou na brincadeira de Nicky.

- As desculpas serão aceitas, se as moças aceitarem um convite. Já que estavam brincando.. Alex entrou no jogo.

- E qual seria esse convite? - perguntou Piper.

- Bom, iremos visitar uma nova boate no Queens no próximo sábado, o quê vocês acham? - Alex perguntou.

Lorna bateu palmas em comemoração, estava eufórica. Elas riram da empolgação dela.

- Então podemos considerar isso como um sim? - perguntou Nicky.

- Mais é claro que sim. - afirmou Lorna.

- Eu acho que minha opinião também conta, afinal o convite também se estendeu a mim. - Piper disse encarando Lorna.

- Você aceita o nosso convite? - perguntou Alex.

- Sim, eu aceito. Nicky e Alex comemoraram sorridente.

- Ah.. e nada de bolo hein senhoritas. - Frisou Nicky.

- Pode deixar, estaremos lá dessa vez. - respondeu Lorna.

- Acho que pra não corrermos o risco, devemos pegá-las em casa. - disse Alex encarando Piper.

- Não será necessário, podemos nos encontrar lá, é só nos dar o endereço. - respondeu Piper.

- Faço questão de buscá-las. - disse Nicky olhando pra Lorna.

- Muito bem, então... Garçom, por favor.. me empresta uma caneta. - disse Lorna quase gritando pela atenção do jovem rapaz. Ela anotou o endereço no guardanapo e entregou pra Nicky, a mesma conferiu o endereço e sorriu.

- Bom, estaremos lá as 21hr.. tudo bem pra vocês? - perguntou Nicky.

- Sim, o horário é favorável. - disse Piper.

- Você é sempre assim... tão formal? - perguntou Alex. - Lorna e Nicky se entreolharam.

- Eu não sei o que você quer dizer com essa pergunta, mas a resposta é não.

- Viu.. você fez de novo. - continuou Alex.

- Eu não estou entendendo. - Piper disse confusa.

- O papo ta bom, o café tá ótimo.. mas temos que voltar, né amiga? - disse Lorna, conhecia bem o temperamento de Piper.. e sabia que se continuassem naquele duelo, não haveria mais encontro.

- É.. eu também acho, precisamos voltar ao trabalho também. - interveio Nicky.

Piper e Alex continuavam se encarando.. participando de um duelo sem fim. Piper odiava quando diziam que ela era certinha demais, achava que não tinha necessidade de fazerem isso.. ela era o que era e pronto. Já Alex estava gostando do desafio.. percebeu que Piper não curtiu a brincadeira.

- Eu acho mesmo que precisamos ir agora. - Disse Piper sem tirar os olhos de Alex, em seguida se levantou. - Foi um prazer revê-la Nicky.

- Não foi um prazer me rever também? - perguntou Alex com sarcasmos.

- Bom, então esperamos vocês as 21hr, não se atrasem. - disse Lorna rapidamente.

- Isso.. nos vemos em alguns dias, e não vamos nos atrasar. - disse Nicky.

Lorna sorriu, em seguida pegou Piper pelo braço e saiu porta a fora.

- O que foi isso Alex? Quer mesmo estragar o meu encontro? - Nicky estava possessa.

- Eu não fiz nada, ela que é esquentadinha demais. - respondeu Alex ofendida.

- Ahh não fez, se você não quer ver a loirinha de novo.. é um problema seu, mas eu. - apontou pra sí mesmo. - quero muito ver a minha baixinha. - Nicky disse e se levantou.

- Sua baixinha? Já estão namorando e eu não sei? - perguntou Alex de irônia.

- Hahaha..  muito engraçado, cala essa boca e vamos embora.

Alex riu da amiga, gostava de tirar onda com a cara dela. Mas... sua cabeça não parava de pensar numa certa loira invocada. 


- Que troca de farpas foi aquela? - perguntou Lorna indignada.

- A culpa não foi minha, você viu que ela começou a falar o que não devia.

- É mais não precisava encarar ela daquela forma, se seus olhos fossem armas.. coitada da Alex.

Piper riu.. sua amiga era exagerada demais. - E se ela continuar com essas gracinhas, não irei sair no sábado.

- Ah você não faria isso comigo. 

- Com você não, mas com ela sim, deixaria ela plantada naquela boate e curtiria a minha noite sozinha.

- Como você é má Piper. - Lorna sorriu.

Em clima de descontração..  as duas voltaram pro hospital... o dia ainda seria longo, e a semana também.

É.. a semana reservou muitas surpresas. Alex recebeu a visita da advogada da dona Chapman, mau sabia ela que a "dona Chapman" e Piper eram a mesma pessoa. 

- Dona Vause, tem alguém querendo falar com você. - disse  Janae Watson. Ela era a secretária de Alex.

- Quem é? - Alex perguntou meio confusa, não tinha nada marcado.

- É a doutora Glória Mendoza, ela disse que é advogada da senhora Chapman.

Alex no mesmo instante se levantou de sua cadeira, estava surpresa. - Chame a doutora Nicolle por favor e mande essa senhora entrar.

- Sim senhora. Janae saiu e fechou a porta, nos segundos seguintes.. a porta foi aberta novamente por Glória. 

- Boa tarde.. me chamo.. 

- Alexsandra Vause. - interrompeu Glória. - sei bem quem a senhora é. Se comprimentaram com um aperto de mão.

- Sente-se por favor. - Alex indicou uma cadeira. - a que devo a honra de sua visita? - Alex foi irônica, não gostou da petulância da advogada.

- Bom, eu vim a pedido da minha cliente, ela vem recebendo propostas de compra pelo Centro Juvenil, e parece que não vem adiantando ela dizer não. - disse Glória em tom sério.

- Realmente eu fiz sim algumas propostas, aquele terreno me agradou muito.

- Concordo, é um lugar muito bom, mas minha cliente não tem intensão de vende-lo.

- Boa tarde senhoras. - disse Nicky assim que entrou na sala. - Sou a doutora Nichols, advogada da Vause. - elas se comprimentaram com um aperto de mão.

- Como eu ia dizendo, a minha cliente não não quer mesmo vender o terreno e peço para que não façam mais propostas. 

- Glória, eu acho que precisamos conversar melhor....

- Mendoza, por favor. - Glória estava mesmo séria.

- Ok... Mendoza, eu acho que devemos marcar uma reunião com a sua cliente juntamente com a minha e assim poderemos conversar melhor e entrar em um acordo. - disse Nicky constrangida.

- Não será possível uma reunião, minha cliente é uma pessoa muito ocupada e como ela não vai vender nada, acredito que não será necessário perdermos tempo. - Glória disse firme, nem ela estava mais aguentando toda aquela insistência.

Alex apenas observava aquele diálogo cheio de formalidades, se queria mesmo comprar aquele lugar, ela tinha que encerrar aquela conversa toda.

- Muito bem doutora Mendoza. - interveio Alex. - não será mesmo necessário uma reunião, eu não farei mais propostas a sua cliente.

Nicky a olhou sem entender, até onde ela sabia.. Alex queria muito aquele lugar, impossível ela desistir tão fácil assim.

- O que fez a senhora desistir assim de repente? - Glória também estava surpresa.

- Como a senhora mesmo disse, será uma perda de tempo, então eu também sou muito ocupada, e já que a sua cliente não quer negociar, eu também não quero mais.

Nicky estava mesmo crendo que aquilo era verdade, sua amiga falava sério demais pra quem tinha intensão de fazer alguma brincadeira.

- Bom, sendo assim.. nossa conversa termina aqui. Foi um prazer. - Glória se levantou e comprimentou as duas com um aperto de mão.

- Eu te acompanho até a porta. - disse Alex.

Assim que Glória saiu... Nicky tentou formular uma frase, mas estava sendo impossível. - O que foi isso Alex? Desistiu mesmo daquele lugar?

- Você acha mesmo que eu desisti? É lógico que não Nichols, até parece que não me conhece. - Alex sentou em sua cadeira.

- Mas o que isso significou então, eu não estou entendendo. - Alex revirou os olhos.

- Se eu nao fizesse isso, vocês iam ficar ai discutindo algo que não ia dar em nada.

- E o que você pretende então?

- O meu negócio não é mais com ela, a única reunião que vamos ter é com a mãe e o irmão dessa moça.

A ficha de Nicky pareceu cair, a cada dia Alex a surpreendia. - então você não vai mais fazer contato com a tal Chapman?

- Não, agora o nosso contato será só com a mãe e o irmão dela.

- Hm... mandou bem Vause, por essa.. nem eu esperava. 

As duas cairam na risada. Alex realmente não tinha limites quando queria algo, nunca aceitou perder... e faria de tudo pra ganhar mais essa.

      

                          *****


- Piper... a Glória ta ai querendo falar com você. - disse Lorna.

- Ahh, claro.. eu vou lá, espero que ela tenha boas notícias.. pedi pra ela ir la na tal construtora, em pleno sábado tadinha.

- Ahh sim... verdade, conversamos sobre isso aquele dia. Também espero que ela tenha boas notícias, e como sempre, a Glória é ótima.- Lorna sorriu pra amiga.

- To indo lá, aí nós vamos embora logo em seguida.

- Ta bom então, hoje é diaaa. - Lorna saiu comemorando e Piper saiu rindo da amiga.

          - Oi Glória. - Piper comprimentou a amiga com um abraço, elas tinham uma ótima relação.. tanto profissional como pessoal.

- Oi minha querida, olha acho que tenho boas notícias pra você. - Piper sorriu largo.

- E então... como foi lá? Ela desistiu de comprar o meu CJ. - perguntou na expectativa.

- Ao que tudo indica.. sim, ela disse que não vai perder tempo fazendo propostas pra você recusar.

Piper não resistiu e deu um abraço apertado em Glória, aquilo só podia ser um sonho.

- Calma aí.. você vai me derrubar. - dizia Glória rindo, nem parecia aquela mulher turrona de mais cedo.

- Você é a melhor advogada do mundooo. - Piper pulava de alegria.

- Obrigada, mas o mérito também é seu, se não fosse a sua insistência em dizer não.. eu possívelmente não teria conseguido.

- Teria sim, você é ótima.. é a melhor, muito muito obrigada por tudo o que você já fez por mim e vem fazendo.

Piper estava mesmo feliz, isso seria mais um motivo pra ela sair e comemorar.. tinha motivos pra isso. Assim pensava ela.

- Bom, eu preciso ir agora, ainda tenho umas coisas pra resolver.

- Claro, vai la. E mais uma vez.. muito obrigada.

Piper foi atrás de Lorna toda feliz.

- Lornaa, conseguimos... a dona insistente não vai mais encher o meu saco querendo comprar o nosso CJ.

- Mentiraaa... ah que maravilha. - As duas se abraçaram. - Você merece amiga, aquele lá é o seu lugar.

- Nós merecemos, lá é o nosso lugar meu amor.

- Isso quer dizer então que devemos comemorar hoje? - perguntou Lorna na expectativa.

- Claro.. vamos naquela boate hoje e vamos arrasar.

- Então vamos embora, temos apenas três horas e meia pra nos arrumarmos.

- Vou pegar minhas coisas e já vamos. - Piper disse animada.

Deixaram o hospital em harmonia, Piper estava muito feliz com a notícia.. e Lorna também estava, principalmente por sua amiga.

Só que elas não imaginavam, que o golpe pior.. viria de quem menos elas esperavam. A surpresa seria ainda maior do que a felicidade momentânea que elas estavam sentindo.

Mas a vida é mesmo injusta as vezes, não podemos esperar muita coisa dela, o jeito é viver um dia de cada vez, e acreditar que um dia será melhor que o outro, assim é mais fácil de acreditar... se torna mais confortante.






Notas Finais


Bom gente, adianto que o próximo capítulo vai ter mais envolvimento... todas elas vão se aproximar mais, vou tentar fazer maior o próximo pra simplificar mais. Terá alguns momentos Vauseman. 😚😚😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...