História All Of The Stars - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alexandra Daddario, One Direction, Zayn Malik
Personagens Alexandra Daddario, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags A Culpa É Das Estrelas, A Ultima Música, Alexandra Daddario, Drama, Harry, Harry Styles, Liam, Liam Payne, Louis, Louis Tomlinson, Morte, Niall, Niall Horan, One Direction, Percy Jackson, Romance, Sexo, Zayn, Zayn Malik
Visualizações 19
Palavras 1.366
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Fifitteen


"A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque não existe."

Nem eu e nem Zayn nos recordamos ao certo, quando Anne viera buscar Em, mas sabíamos que deveria ser tarde, já que pequena menina se encontrava em um profundo sono quando a campainha fora tocada, avisando a ele que a morena estava a sua espera do lado de fora esperando reaver a irmã.

Não demorou muito e fora a vez do moreno se jogar na cama e se entregar aos sonhos, que não durariam muito. Naquela noite Zayn não se recordava de ter sonhado, ou se sonhara esquecera, lembra apena de ser acordado assim como no dia anterior, pelo chamado de alguém que lhe ligava insistentemente.

-Alô- ele atendeu ainda com a voz embriagada de sono.

-Zayn, cara eu preciso de você- era Niall que falava, e pela primeira vez em meses parecia realmente preocupado com alguma coisa.

-Todos precisam ultimamente- ele resmunou bufando, seus pés tocaram o chão e ele fez careta ao sentir a baixa temperatura.

-Do que está falando?- o amigo perguntou curioso.

-Nada, mas o quer comigo?- ele perguntou abrindo a cortina, constatando que lá fora o tempo estava gelado, o tipo em que ele gostaria de ficar na cama o dia inteiro, mas sabia que não era isso que ia acontecer.

-Quero conversar urgentemente com você- ele disse e o moreno desejou estar com o loiro para estrangula-lo

-Niall você sabe que eu vou com você ao médico hoje né?- ele perguntou e o loiro assentiu do outro lado- então por que teve que me acordar para isso?- ele perguntou jogando na cama as peças de roupa que tirava do armário para usar mais tarde.

-Não sei cara- Niall riu e Zayn fechou a cara.

-Seu problemático- ele gargalhou junto com o amigo- bom daqui a pouco então eu passo na sua casa e então vamos para o hospital- Zayn disse descendo as escadas de sua casa, onde encontrou suas irmãs assistindo desenho na sala.

-Bom dia Zaza- elas gritaram juntas e Zayn acenou com a mão para elas enquanto sorria

-Zayn- a voz do loiro saiu seria e triste pela primeira vez em semanas

-Fala Niall- ele respondeu dando um beijo na testa de sua mãe, que sorriu para o filho e lhe ofereceu uma xicara de café, que logo fora aceito por ele.

-Você realmente quer fazer isso por mim? Dizem que é muito dolorido- ele perguntou, estava realmente preocupado com amigo que aceitou aquilo sem nem hesitar.

-Claro que quero fazer- ele respondeu confiante, enquanto soprava o café em sua mão

-Mas você sabe que isso não vai adiantar muito- ele disse já sem esperanças e se jogando na cama coberta por uma colcha azul marinho.

-Niall, cala a boca- ele disse ríspido e o loiro suspirou sentindo uma lágrima escorrer pelo canto do olho e molhou seu cabelo- não me interessa se vai ou não dar certo, isso vai te ajudar pelo menos um pouco, mais vai e eu quero te ajudar- o moreno respondeu vendo a mãe sorrir pela atitude do filho, enquanto Niall, mesmo sem ele poder ver, também sorria pela sua atitude.

-Valeu cara- ele respondeu com a voz falha

-Que isso, pare de chorar, logo, logo estou ai- ele disse e desligou o celular o colocando no balcão.

-Era Niall?- sua mãe perguntou depois de alguns minutos de silencio.

-Era sim, está com medo- ele respondeu colocando a xicara na pia.

-Você deveria estar com medo, e não ele- a mulher disse sorrindo e Zayn sorriu de lado

-Também acho- ele respondeu cruzando os braços e se apoiando no balcão ao lado de sua mãe- Mas você sabe o quanto Niall é sentimental e se importa mais com os outros do que eles mesmos- Zayn disse para a mãe, e ela deu risada assentindo.

-Enquanto você meu filho, sempre escondeu muito bem as emoções e sempre tenta ser forte pelos outros- ela disse e o moreno a olhou tentando entender aonde ela queria chegar com aquela conversa. Zayn sabia que não podia decifrar o olhar da mãe e isso o frustrava já que a mãe podia ler cada movimento dele e decifrar suas emoções.

-Aonde a senhora quer chegar?- ele perguntou desistindo de tirar suas conclusões.

-Filho, eu estou vendo que você está sofrendo, está estampado em seu rosto- ela começou a dizer enquanto limpava a mão no pano de prato, ele abriu a boca para argumentar mas a mulher o interrompeu- não adianta negar filho, e eu sei que você está tentando a todo custo esconder isso e parecer bem, parecer bem para Niall e parecer bem para ela, e eu sei que você vai colocar Niall a frente de tudo agora até o final de sua vida, mas meu anjo não esqueça nunca de cuidar de você também, todos merecem ser feliz e você também- ela disse puxando o rosto do garoto com suas mãos gélidas e lhe beijando a testa, ato de carinho e ternura que Zayn amava- agora vá se trocar, senão vai se atrasar- ela disse e ele sorriu para a mulher, lhe beijando o topo da cabeça.

Subiu as escadas e caminhou até o banheiro de seu quarto, onde logo começou o processo de escovação de dente, assim que terminou colocou a escova no suporte e tirou a roupa para tomar um banho e acordar realmente. Saiu do banheiro ansiando por suas roupas que deveriam estar quentinhas, ao contrário do ambiente.

-Mãe, estou indo, não sei quando volto- ele gritou da sala enquanto fechava a porta da sala e corria até o ponto de ônibus, onde já podia ver um ônibus vindo.

O loiro tinha acordado cedo, ontem fora um dia perfeito, ele havia ido com Anne ao cinema e depois disso foram tomar sorvete, logo depois pararam para ver as estrelas, coisa que o casal adorava fazer, juntos. Mas a ansiedade para o outro dia não o permitiu dormir muito, então logo cedo já estava de pé, de banho tomado, alimentado e trocado apenas esperando o amigo lhe chamar para que pudessem prosseguir com o plano.

Deitado em sua cama ele começava a pensar em tudo o que já tinha passado, em tudo que estava passando e algumas vezes se arriscava a pensar em algumas coisas que podiam acontecer. Sorrisos e lagrimas foram arrancados dele pelas lembranças e pensamentos. Uma coisa ele tinha que admitir, sua vida fora ótima, até agora e ele pretendia viver mais e mais, o quanto puder.

-Niall, filho Zayn chegou- Maura gritou da escada para o menino que assim que ouviu o chamado da mãe se levantou em um pulo

-Já vou mãe- ele gritou de volta enquanto calçava os sapatos que seria obrigado a usar devido ao dia frio que fazia lá fora.

Desceu as escadas pulando, e logo encontrou a mãe o esperando segurando a carteira do menino na mão, junto com uns exames que ele teria que entregar na recepção.

-Filho, toma aqui tem o dinheiro e seus documentos- ela disse lhe entregando a carteira que o mesmo guardou no bolso de trás- e aqui está os exames que você ira entregar na recepção- ela disse e o loiro assentiu beijando lhe a bochecha

-Ok mãe, eu cuido do Zayn- ele disse e o moreno o encarou fazendo careta.

-Acho que é o contrário Horan- Zayn comentou gargalhando e sendo acompanhado por Maura.

-Mãe não concorde com ele- Niall gritou e Maura riu mais

-Ok filho, se cuidem os dois- ela disse e Niall assentiu caminhando ate a porta- e Zayn, obrigada por estar fazendo isso pelo meu filho- ela agradeceu sorrindo e o moreno deu ombros retribuindo com um sorriso maior ainda.

-Faço tudo e mais um pouco por esse loiro falsificado, tia- ele respondeu bagunçando o cabelo do amigo que apenas sorriu.

-Sei que faz querido, sei que faz- ela respondeu vendo os dois caminhando lado a lado até o ponto de ônibus enquanto conversavam alegremente. Não importa quantos anos eles tenham agora, Maura só conseguia ver os dois meninos de 7 anos que brincavam de bola todos os dias no quintal de sua casa...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...