História All Of The Stars - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alexandra Daddario, One Direction, Zayn Malik
Personagens Alexandra Daddario, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags A Culpa É Das Estrelas, A Ultima Música, Alexandra Daddario, Drama, Harry, Harry Styles, Liam, Liam Payne, Louis, Louis Tomlinson, Morte, Niall, Niall Horan, One Direction, Percy Jackson, Romance, Sexo, Zayn, Zayn Malik
Visualizações 31
Palavras 1.305
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Seventeen


"Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo... "

-Anne - Zayn gritou para a morena assim que a viu passar pelo portão da escola, a mesma virou e sorriu assim que viu o amigo subindo as escadas. Como sempre ele estava lindo, seu topete não podia estar mais perfeito, a barba por fazer o deixava mais masculo e bonito, uma camiseta branca deixando as tatuagens de seu braço expostas e uma calça preta colado acompanhada de seu vans cinza.

-Zaza, fui na sua casa no final de semana mas você não estava- ela disse o abraçando.

-E ficou com quem?- ele perguntou e ela ruborizou

-Niall- ela disse e o moreno assentiu, começou a reparar na garota, ela estava meio abatida, o que fez Zayn pensar que Niall tinha contado tudo para ela, bom os cabelos negros dela estavam presos em um rabo de cavalo alto e firme, os olhos com cílios marcados por rímel e sua boca um batom rosa, calça jeans branca, e uma camisa cinza de ombros caídos acompanhada pelas frases estampadas na frente " Na frase eu adoro segunda-feira, o sujeito ou é louco ou aposentado", uma sapatilha vermelha no pé e uma bolsa de lado.

-Você e suas camisetas- ele disse rindo

-Gostou da frase?- ela perguntou jogando os livros no armário

-Demais, super combina com esta segunda -feira- ele disse e ela assentiu - aula de matemática?- ele perguntou e ela assentiu bufando

-Bom eu também, então podemos enfrentar o inferno juntos que tal?- ele perguntou sorrindo e ela assentiu

-Agradeço por você ir ao inferno junto comigo- ela disse abraçando ele de lado

-Teria que ir de qualquer jeito- ele deu ombros e ela bateu nas costas dele como repreensão, o que só o fez rir.

Passaram as aulas trocando bilhetes e conversando, era como nos primeiros dias em que se conheceram. No passar do dia tiveram também aula de química juntos e nesta o professor os pôs juntos para que fizessem um trabalho.

-Anne vamos para a casa?- Zayn perguntou

-Vamos, já avisei Niall que não vou para a casa dele hoje- ela disse mostrando o celular e o moreno assentiu caminhando para fora da escola.

-Sua irmã foi para escola hoje?- Zayn perguntou entrando na sala da casa da garota

-Não, hoje não teve aula- Anne respondeu fazendo careta

-Sortuda- ele disse e ela gargalhou

-Demais- respondeu.

-Filha já chegou?- Peter perguntou assim que viu Anne entrar na cozinha acompanhada do rapaz- e com o Zayn?- ele perguntou desconfiado deixando o menino totalmente constrangido

-Zai- a pequena pulou em seus braços assim que viu o moreno parado

-Oi meu anjo, como você está?- ela perguntou e ele sorriu

-Estou bem- ele respondeu

-Pelo menos você não está mais chorando né- ela disse abraçando ele, Anne virou preocupada para o amigo e o olhou como se dissesse "depois conversamos".

-Não linda, não estou mais chorando- ele sorriu afagando o cabelo loiro da menina que tinha a cabeça enterrada no pescoço do moreno.

-Bom pai, eu vou subir porque Zayn e eu precisamos fazer um trabalho de química, mas qualquer coisa é só gritar- Anne avisou o pai que apenas assentiu, Zayn deixou Em no chão e logo subiu para as escadas, onde seguiu Anne até seu quarto.

Os dois entraram no quarto da menina. Anne jogou a bolsa no chão e começou a abrir as cortinas, pegou alguns livros, arrumou a cama e ligou o computador, fizera tudo isso sendo observada por Zayn que estava parado no canto do quarto, ainda meio constrangido.

-Senta aqui Zayn- ela apontou para seu lado na cama, assentindo o moreno caminhou até ela e se sentou.

Os dois fizeram toda a pesquisa em pleno silencio, a verdade é que a morena não conseguia tirar as palavras da irmã da cabeça, "que bom que você não está mais chorando". Mas que droga por que ele estava chorando? Por que ela se sentia tão culpada? Por que ele não disse nada? Eles eram amigos não eram?

-Anne você está bem?- Zayn perguntou encarando a amiga

-O que? Por que pergunta?- ela respondeu depois de conseguir se concentrar no moreno a sua frente

-Você estava com uma cara estranha e olhando para mim- ele respondeu e ela bufou, do nada pulou em cima dele o estapeando em varios lugares, o garoto não teve outra reação a não ser tentar se defender- o que você tem Anne?- ele tentou perguntar mas ela só continuou batendo e batendo nele.

-Seu bacaca, idiota, rídiculo, tonto, filho da sua linda mãe, seu gay- ela gritou e aquilo foi a gota da água para Zayn que odiava er sua sexualidade sendo testada, ele a virou na cama sentando em cima do quadril dela e segurando as mãos dela por cima da cabeça dela.

-Mas o que deu em você?- ele perguntou colando as testas

-Por que estava chorando?- ela conseguiu perguntar, ainda sentindo seu coração saltar do peito, era estranho para ela, ela sabia que amava o Niall, mas sempre que estava com Zayn sentia algo a mais também, não sabia se era um amor como o que sentia pelo Niall, mas era alguma coisa.

-Nada, Anne deixa para lá- ele disse fechando os olhos.

-Você não gosta de mim? Por que não me conta?- ela perguntou passando os lábios perto da bochecha dele

-Para Anne, eu sou seu amigo mais ainda sou um homem e não prometo me controlar- ele disse suspirando

-Então me conta o por que, em?- ela perguntou mas no mesmo momento ouviu sua irmãzinha gritar desesperada, o que fez os dois adolescentes correrem para o andar de baixo no mesmo momento. Encontraram Emily chorando ao lado do pai enquanto balançava o corpo desanimado do homem.

-Anne puque papai num acoda?- a loira perguntou chorando, Anne tirou a garota dos braços do pai e tentou ser forte e não chorar

-Amore olha para mim- ela disse levantando a cabeça da irmã- papai vai ficar bem ok? Logo ele vai acordar- ela disse e viu Zayn conversar com alguém no telefone

-Anne eu chamei a ambulancia- Zayn anunciou e ela apenas assentiu sorrindo para ele.

-Bom Senhorita Anne o seu pai está bem e já foi estabilizado, e assim que ele acordar vamos começar a fazer os exames- ele disse e ela assentiu suspirando

-E eu posso vê-lo?- ela perguntou e o médico assentiu sorrindo.

Zayn entrou no quarto com Em no colo, Anne correu para a cama do pai que estava ligado á varios aparelhos respiratórios, tubos para alimentação entre outros. Lágrimas desciam pelo rosto dela, ela sabia que um dia isso ia acontecer, mas ela não estava preparada, não agora.

-Pai, que susto o senhor me deu- ela disse segurando a mão do pai- é bom o senhor acordar logo viu, preciso de você, preciso do seu apoio, não estou reparada para te perder ainda- ela disse sorrindo.

-Niall um dia vai precisar dessas palavras, você está pronta para dizer a ele?- Zayn perguntou e a menina o olhou com olhos arregalados

-Como assim Zayn?

-Ele não te contou?- ele perguntou de olhos arregalados

-Me contou o que?- ela se levantou caminhando até ele

-Nada 

-Conta pra mim Zayn, agora- ela disse firme e o moreno suspirou

-Niall, ele, ele tem leucemia - ele olhou para baixo- por isso que eu não estava em casa no final de semana, eu doei medula ossea para ele- ele disse e ouviu os joelhos da menina baterem contra o chão do hospital.

-Não, não , não pode ser, eu não posso perder duas pessoas, não quero, não vou aguentar, por que Zayn?- ela perguntou chorando.

-Eu, desculpa Anne- foi tudo que o moreno conseguiu dizer, antes de ver a menina sair correndo do hospital- o que eu fiz?- ele disse para ele mesmo...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...