História All Of The Stars - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alexandra Daddario, One Direction, Zayn Malik
Personagens Alexandra Daddario, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags A Culpa É Das Estrelas, A Ultima Música, Alexandra Daddario, Drama, Harry, Harry Styles, Liam, Liam Payne, Louis, Louis Tomlinson, Morte, Niall, Niall Horan, One Direction, Percy Jackson, Romance, Sexo, Zayn, Zayn Malik
Visualizações 28
Palavras 1.371
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 31 - Thirty


-Mãe, pai- a voz fina do loiro fizera o casal abrir os olhos lentamente.

Os dois precisaram de um pouco mais que um minuto para acostumar-se com a claridade do local. Puxando o coberto para cobrir os seios da garota, Zayn sorriu para a morena e logo viu o pequeno pular no meio dos dois.

-Eu estou com fome- ele brilhou os olhinhos os fazendo rir- Por que vocês estão dormindo na mesma cama? Nunca fazem isso- ele cruzou os braços, curioso.

-Bom filho- Anne se sentou, tendo certeza de cobrir seu corpo antes- é isso que mamães e papais fazem quando começam a morar juntos- ela explicou e viu o moreno a encarar.

-Isso significa que papai vai morar com a gente?- o pequeno perguntou abrindo um sorriso.

-Só se ele quiser- olhando sugestivamente para o moreno, o mesmo notou que dois pares de olhos azuis os encarava esperando por uma resposta.

-Hoje mesmo faço minhas malas- ele respondeu vendo o mais novo pular em seus braços.

-Agora podemos comer né?- ele perguntou se afastando dos dois adultos.

-Já vamos descer meu pequeno-Anne respondeu sorrindo – Acho que precisamos descer- a mesma comentou se levantando e caminhando até o banheiro.

-Temos tempo para um banho?- ele perguntou sorrindo.

-Se for apenas o banho temos sim- ela gargalhou- agora se o senhor pensar em alguma brincadeirinha...- ela o alertou antes que o mesmo pudesse se levantar.

-Me comportarei- ele levou os dedos indicadores até a boca e os beijou em sinal de promessa.

-Então vamos- ela sorriu assim que viu o moreno se levantar e correr até ela...

[...]

-Do que adiantou limpar as coisas se hoje vocês vão sujar tudo de novo?- Anne resmungou assim que viu a bagunça que voltou a se tornar sua área da piscina.

-Sabe que é assim, temos a festa e a comemoração da festa-Janne, tia de Anne comentou e ela revirou os olhos se acomodando na espreguiçadeira junto as mulheres.

-No caso de Anne teve a festa, a festa particular e agora a comemoração das duas festas anteriores- Emily comentou olhando sugestivamente para a irmã, que tentava entender o que a mais nova quis dizer com aquilo.

-O que quer dizer com isso Em?- a mãe das duas perguntou 

-Quero saber também- Anne encarou a loira que logo recebia o olhar de todas as mulheres presentes no local.

-Estou falando sobre eu ter chegado ontem e ter encontrado a TV ligada e peças de roupas como, camisola, calça, calcinha e cueca jogadas pela sala, tive medo de abrir a porta do seu quarto e ter uma surpresa, se é que me entendem- Em deu ombros colocando o óculos em cima de sua cabeça e olhando para as mais velhas, que agora encaravam a morena.

-Sei de nada disso não- Anne deixava a cor alva e ganhava a cor vermelha, o que só confirmava as suspeitas de todas ali.

-Então vocês finalmente...

-Mãe- Anne a repreendeu assim que notou que sua mãe começara a gritar e chamar atenção dos homens, que estavam envoltos da churrasqueira- Sim, eu e Zayn dormimos juntos ontem- ela disse e fez a irmã rir.

-Tansaram Anne, essa é a palavra- Em disse vendo a irmã arregalar os olhos.

-Mas e então? O que resolveram?- uma de suas tias mudou de assunto, e pela primeira vez ela agradeceu por tia serem tão enxeridas assim.

-Conversamos e ele vai se mudar, vamos morar juntos e finalmente seremos uma família de verdade- ela sorriu olhando para o moreno que a olhou de volta sorrindo.

-E esse anel? Casamento?- sua mãe perguntou assim que viu as mãos da filha acariciarem a pedra azul do objeto em seu dedo.

-Esse- ela olhou para o mesmo- é o anel que ele me deu de formatura, o anel que foi o motivo do nosso primeiro beijo,o anel que resolveu tudo por nós- ela sorriu se levantando- Vou pegar carne, mais alguém quer?- ela perguntou e viu as mulheres assentirem

-Eu ainda acho que esse time foi comprado por que...- Lucas, um dos tios de Anne, parou de falar assim que a sobrinha se aproximou da roda de rapazes.

-Não parem a conversa por minha causa, vim apenas pegar um pouco de carne para as garotas- ela sorriu caminhando até Zayn, que já segurava um prato em mãos- Não esqueça de alimentar Niall também, ouviu?- Anne rondeou a cintura do rapaz e selou os lábios dos dois em um singelo selinho que deixou todos ali assustados.

-Pode deixar Senhorita, não esquecerei – ele sorriu olhando para o loiro dentro da piscina brincando com os primos- Liga pra minha casa e pede pra minha mãe arrumar minhas malas, ela deve estar lá pra fazer faxina hoje- ele pediu e viu a garota assentir e logo caminhar até seu lugar novamente.

-Então Zayn, quando ia contar sobre isso- Pedro começou e o moreno o encarou curioso, mas logo viu Anne entrar em casa e percebeu do que se tratava.

-Hoje, talvez mais tarde quando fosse buscar minhas malas para se mudar definitivamente para cá- ele passou a mão na nuca envergonhado, querendo ou não agora Pedro era seu sogro, e mesmo sabendo que o mais velho não se importava com o relacionamento dos dois, aquilo ainda era estranho e o deixava nervoso.

-E vocês vão se casar, ou apenas decidiram morar juntos?- ele perguntou

-Segunda opção- o moreno encarou os olhos cansados do mais velho- Mas pretendo pedir a mão dela o quanto antes – alertou vendo o sogro sorrir.

-Finalmente tomaram jeito, eu pensei que isso nunca aconteceria- ele gargalhou sendo acompanhado por todos os outros, que praxe deixaram o garoto constrangido.

 [...]

- O que sua mãe falou sobre nós dois?- Zayn brincava com os dedos da mão de Anne que estava pousada em cima de seu peito.

-Apenas sorriu e quase gritou um finalmente- ela riu abafado, enquanto encarava a ação do garoto- E meu pai?

-Quase me matou por não te pedir em casamento logo- ele sorriu.

-Mas você não me pediu- ela se levantou o encarando confusa.

-É por isso que estou fazendo isso agora- ele se levantou e ajoelhou-se perante a garota- Anne, sei que nos conhecemos a muito tempo- ele revirou os olhos a fazendo sorrir- e que fomos amigos todos esses anos, e que fomos idiotas por...

-Pode pular essa parte por favor- ela pediu sorrindo entre lágrimas que insistiam em cair.

-Anne depois de 10 anos eu tomei coragem para dizer isso a você- ele suspirou- Desde o momento em que eu te vi correr para tomar sua irmã em seus braços eu sabia. Era você quem meu coração havia escolhido para amar por toda a vida, mas eu sabia também que você era também aquela que o coração de Niall havia escolhido para amar por toda a vida, e diferente de mim ele não tinha tanto tempo então eu resolvi esperar- ele a olhou sorrindo- o problema é que me perdi nesta espera, e tudo aconteceu muito rápido, você e Niall começaram a namorar, depois ele ficou muito doente, então você ficou grávida e então ele morreu e eu sabia que ali estava a minha chance, era naquele momento que eu tinha que fazer o que ele havia me pedido e te ajudar a seguir em frente e finalmente tomar você pra mim, mas eu não consegui, não consegui porque estava cansado da espera e você só fazia piorar.

-Pode pular a parte em que eu fui uma otária também, eu agradeceria –ela brincou e ele gargalhou.

-Mas é como eu havia dito, pra você naquele dia na formatura e quero que saiba, que você Anne é meu amor para vida inteira, meu amor eterno e por isso estou aqui ajoelhado, com lágrimas nos olhos e sem um anel, porque não tive tempo de comprar um pedindo para que você aceite se casar comigo e finalmente se tornar Anne Malik- ele estendeu a mão e logo a viu levar as dela até ele.

-Eu aceito, obviamente eu aceito- ela sorriu com lágrimas nos olhos e o puxou para um beijo carinhoso e romântico- Não precisa de anel viu bobo- ela mal havia desgrudado os lábios, e não pensava em fazer isso tão cedo...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...