História Alma de Dragão - Capítulo 25


Escrita por: ~ e ~dragoes

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Deuses, Dragões, Guerra, Histórias, Mitologia, Outra Dimensão
Visualizações 6
Palavras 841
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Super Power, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 25 - Shopping elétrico


Fanfic / Fanfiction Alma de Dragão - Capítulo 25 - Shopping elétrico

Imagine só... Viver escondida atrás das paredes. Ouvindo Patron, seu rei e marido, conversar e procurá-la, simplesmente não poder fazer nada. Ela se trancou por tantos anos naquele lugar para proteger uma pedra...

Eu não parava de pensar em tudo aquilo que aconteceu naquele lugar...

_Você está bem, Brenno?_ disse Thalita me acariciando como se eu fosse seu cavalinho.

E não. Eu não estava bem.

Chegamos até o Vale da terra sagrada... Pousamos e voltamos a nossa forma normal.

As pessoas vieram conversa com Hyan...

_O que foi...?_ Falou Thalita  

Contei a ela tudo que vi e li naquele lugar...

Ela me abraçou..

_Esqueça isso Brenno... E passado...

Ela me abraçou. 

Coloquei a mão em seu rosto...Eu vi que ela ia me beijar...até que derrete senti um choque nas costas. Ela me olhou assustada, eu só me lembro de vê-la sumir da minha vista enquanto eu era puxado por um portal.

Eu caia sem parar... Vi Luna conversando com o rei dos dragões, ela estava reunindo as pedras. Eu vi ela segurando a mão de um guerreiro... Dúvido que fossem apenas amigos...

Eu caí em um chão de repente...

Estava no Center shopping de Uberlândia...

_O que estou fazendo aqui?... 

Um garoto negro com roupas de couro e uma mochila nas costas apareceu... 

_O que você está fazendo aqui?_falou

O elevador abriu. Um guarda gordinho do shopping apareceu.

_O que vocês estão fazendo aqui?_ele falou

Isso ficou repetitivo já.

O garoto jogou um raio em direção ao elevador... Ele fechou instantâneamente...

_ Não tenho tempo para isso...

A gente se olhou depois. 

_ Você não é humano normal..._falou

Ele jogou um raio em mim me fazendo bater em uma loja do Bob's...

_ Não me amola..._ele falou. 

Ele se virou e continuou andando...

_ Ei, o carvão energizado... Gritei.

Ele olhou para mim eu estava de pé.

_ Como você está vivo...?_falou o garoto

Eu joguei uma bola de fogo azul em seu peito o derrubando no chão...

_Você não é o único que possui poder moleque..._falei.

Eu apareci em sua frente e o acertei com um soco. Ele caiu em uma sacada do piso dois para o primeiro. Pulei em sua direção... Eu o agarrei pela blusa e o trouxe para fora do shopping.

Ele se levantou meio atordoado.

_ O que você é... Na verdade... O que somos? _falou

Somos dragões. E acho que você é um dragão ancestral também.

_Corta essa... Ele falou.

O garoto puxava energia dos postes e depois me acertou com ela. Quando me levantei fui acertado novamente.

Eu segurei seu terceiro golpe... O joguei de lado para o outro como se estivesse brincando de pular corda. Ele se machucou um pouco.

_Vem comigo... Posso explicar tudo._falei meio cansado.

Ele se levantou e começou a se transformar. Sua pele estava sumindo e seus ossos aparecendo, eram todos feitos de metal. Ele ficou maior e todo energizado.

_Ganhe de mim e eu vou com você..._ele falou

_ Poxa, por que não falou logo...

Eu coloquei a mão do colar da pedra da terra e apontei minha mão para ele...O chão todo começou a tremer. Ele começou a voar com um pouco de medo. Ele atirava raios das nuvens no céu para tentar se defender de mim.

Eu me transformei de uma vez eu atirei meu fogo azul em sua direção. Aquilo o acertou em cheio no rosto. Quando ele olhou em minha direção eu já estava atrás dele. Voltei a forma normal e falei...

_ Game over...

Eu me joguei em cima dele o empurrando para o chão como uma bala de canhão.

Quando atingimos o chão, ele estava desmaiado em forma humana dentro de um buraco enorme feito pela queda...

_Angel... Leve-o até Hyan e Thalita. Falei.

Logo aconteceu.

Eu ouvi um grito...

Aé o cara do elevador...

Voltei para o shopping e fui em direção ao elevador no segundo andar. Eu coloquei as mãos na porta e abri ela usando minha força.

O guarda saiu e sentou no chão.

_Obrigado garoto..

_O senhor poderia esquecer isso...?_falei tirando um rubi do meu bolso

Ele agarrou o rubi e sacudiu a cabeça. 

Eu estava saindo até que alguém me cutucou. Olhei para trás... era Eliza com alguns amigos e amigas...

_Oi...

_O-oi..._ Falei

_Eu conheço você?..._ela perguntou

Por um segundo quis dizer sim é trazê-la de volta como tudo era antes. Mais... Ela já se adaptou novamente, fez amigos e até veio passear, pelo que vi encontrou alguém, não era necessário lembrá-la de tudo, de Gabriel, dos dragões, das batalhas, dos castelos, nem de mim...

_Não..._ respondi querendo trocar de resposta. 

_Desculpe então... Você me parece muito familiar...

Um garoto a puxou... 

_ Vamos nos artrasar pro filme..._ falou o menino

Todos eles foram correndo até saírem das minhas vistas...

Quando virei de costas olhei para o vídro da porta no shopping, ela havia parado no final do corredor. Eu via seu reflexo, ela estava me olhando... Eu poderia ter voltado e conversando com ela... Mais resolvi sair do shopping. Era o certo.

Assim que sai, um portal me puxou novamente. Eu caí em cima do garoto. Estávamos de volta a terra dos guerreiros. Já estava amanhecendo... Como se horas fossem minutos.

Eu sai de cima do garoto lhe pedindo desculpas. 

_Onde estamos?_ perguntei a Thalita que me olhava assustada.

Uma garota de roupas vermelhas e cabelo branco falou.

_Bem vindo de volta Brenno

Luna estava parada ali me observando...




Notas Finais


Uma pessoa não vai sentir falta de algo que não lembra...
Não é....?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...