História Alma Gêmea - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Lu Han
Tags Ama Gema, Chanbaek!kid
Exibições 18
Palavras 1.342
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oláaaaaaaaaaa! Como vão vocês?
Enfim, essa é minha primeira OS do site, e a minha primeira ChanBaek!Kid. Eu estou bem apreensiva quanto á isso, quase morrendo de ataque cardíaco, mas a gente supera! Agradeço a ajuda da Fer (MINHA BEBÊ), que fez questão de ler a one pra mim e dar a sua humilde opinião, e também não podia faltar o grande obrigado, a LINDA E MARAVILHOSA beta que foi a salvação pra mim e pra essa coisa melosinha que eu estou postando. Chan (@cryout), você é demaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaais, muito obrigada por betar, por ter elogiado, e ter sido um amorzinho <333333333 Bom, e a todos que vão ler, eu desejo uma boa leitura <3

Capítulo 1 - Capítulo Único


Naquela tarde ensolarada, com direito a pipoca de sua vó, BaekHyun assistia a um dorama juntamente com sua halmeoni. Na tela da tevê, o casal trocava juras de amor, poesias e beijos singelos enquanto o pestinha soltava risinhos na maior parte. Já havia visto seus pais fazendo aquelas coisas, e realmente ria do mesmo modo quando os pegava no ato de trocar beijinhos. Mas em questão, uma coisa Baekkie nunca havia ouvido falar, e o mesmo casal da telenovela falava um para o outro.

“JungYeon, você é minha alma gêmea, estamos destinados a ficar juntos...”

E BaekHyun, curioso como era se virou para a Avó, esperando a mais velha perceber o olhar sobre ela. O que seria Ama Gema? Seria algum tipo de novo ovo de galinha com uma gema diferente? Ou era um xingamento feio? Tais pensamentos rondavam o pequeno, tal coisa que o fazia ficar com um bico enorme nos lábios. A halmeoni afagou os cabelos cor de chocolate do neto, chamando a atenção do mais novo novamente, que soltou um risinho.

—Vovó, o que é Ama Gema? – BaekHyun perguntou, trazendo com suas mãos pequeninas a almofada fofinha que no sofá estava posta.

—Ora, querido. Alma Gêmea é quando duas pessoas foram feitas uma para a outra, que se amam muito e que são ligados pelo destino, igual a mim e o hal-abeoji, seu Appa e sua Omma. Entendeu? – A mais velha explicava já se levantando com o pote vazio de pipoca na mão, caminhando para a cozinha, deixando um Byun pensativo, sorridente e muito feliz.

 

 

✘✘✘

— Lu, Lu, Lu, Luuuuuuuuu. – BaekHyun chegou afobado na escola, abraçando o melhor amigo que só riu. O chinês se virou e envolveu os bracinhos no corpo do amigo, retribuindo o abraço e continuando a rir pela afobação do moreninho. —Você não sabe, você não sabe da coisa que eu descobri ontem na casa da vovó. – BaekHyun logo começou a explicar calmamente ao outro já que o mesmo era chinês e não sabia muito da língua coreana. LuHan prestava bastante atenção no que o amigo falava porque de repente se viu muito interessado no assunto de Ama Gema, como o amigo disse.

— Então Baekkie, você tem uma Ama Gema? – Lu perguntou e BaekHyun sorriu mais grandioso ainda – se possível –, contente por alguém ter tocado no assunto com ele. O garoto do parquinho, intitulado como ChanYeol era sua possível Ama Gema, porque o mesmo o dava balas de morango todos os dias, e ele também o recebia com sorrisos grandões faltando dois dentinhos na parte de baixo da boca e com abraços quentinhos, e essas coisas faziam o menino de seis anos corar e soltar risinhos de vergonha.

— Eu tenho, e o nome dele é ChanYeollie. – BaekHyun por sua vez dando alguns pulinhos, enquanto pensava em uma estratégia de fazer a Avó o levar naquele parque hoje a tarde.

As aulas se passaram cansativas; para a dupla inseparável Baekkie e Lu, desenhar, cantar, assistir a desenhos e contar números era deveras cansativo, e por essas e outras Baekkie não gostava muito de ir à escola, achava chato e não via a hora de ir para casa da halmeoni, comer a comida e a sobremesa dela. BaekHyun entregou o desenho do Pororo para a professora e ela o elogiou, o que deixou o baixinho corado e com um sorriso largo. O sinal para poder ir embora bateu e BaekHyun correu até sua mochilinha, guardando seu estojo, caderno e garrafinha de água. Ele colocou a mesma nas costas, indo até Lu que o esperava na porta da sala, eles se deram os braços e saíram de lá aos pulinhos. Ele começou a procurar pela Vó, encontrando-a no portão a sua espera, depois, se despediu de LuHan com um abraço e um aceno, partindo até a halmeoni.

A volta para a casa foi cheia de perguntas pelo mais novo, e a Avó respondia a todas. BaekHyun pediu que a mais velha o levasse para o parquinho, e a Avó concordou caso a criança comesse toda a sua refeição. Assim que eles chegaram da caminhada de volta para casa, BaekHyun entrou correndo, tirando seus sapatos e os colocando num cantinho apropriado, indo em direção ao andar de cima, começando a tirar suas roupas e ir para o banheiro peladinho arrancando risadas gostosas de sua Vó que já preparava a banheira com água morna, o shampoo e os utensílios essenciais para a pele fininha do Baekkie.

O Byun mais novo tomou banho, penteou os cabelos, vestiu suas roupas mais bonitas e calçou seus tênis. Logo que terminou a arrumação, ele desceu para almoçar. Mesmo fazendo um pouco de bagunça BaekHyun conseguiu comer tudo, elogiando o sabor da comida da avó. Ela pediu um momento para que ela pudesse lavar a louça suja e tirasse o lixo de casa. BaekHyun esperou pacientemente assistindo a alguns desenhos e cantando as musiquinhas tão conhecidas para si.

E lá estava um Byun ansioso e saltitante, estavam próximos do parquinho e o pequeno não via a hora de falar com sua Ama Gema, e por isto parecia que iria ganhar o melhor presente da loja, mas só estava assim porque iria ver seu amigo. Avistou a outra criança na caixinha de areia, indicando para a Avó que apenas assentiu concordando, correndo até lá. Assim que chegou e teve o olhar de olhos grandinhos atrás dos óculos de grau e o sorriso bonitinho do mesmo, BaekHyun sorriu largo, pulando em cima do outro e o entretendo num abraço caloroso.

— Weah Baekkie. Irá me esmagar desse jeito. – O mais novo disse rindo, abraçando o amigo de volta, que se sentiu feliz por isso. — Yah, você não veio semana passada, por quê? – Ele perguntou quando o outro quebrou o contato, sentando na areia fofinha da caixa.

— Meanie, ChanYeollie... – ele disse colocando um biquinho nos lábios, o que fez o outro rir divertido. —Foi porque minha Vovó ficou dodói e não passei a semana com ela, mas agora eu estou aqui e quero te contar um negócio!

— Pode falar Baekkie. – ChanYeol disse pegando um baldinho e começando a moldar a areia, intercalando o olhar entre a areia e o amigo baixinho.

— Channie, você sabe o que é Ama Gema? – BaekHyun perguntou e ChanYeol negou, fazendo uma carinha confusa e, no entanto, Baekkie se pôs a explicar, e a careta de confusão no rosto do mais novo foi amenizando. Assim que a explicação acabou, ChanYeol fez uma carinha para que Baekkie continuasse. — No fim, Channie, eu a-acho q-que você é m-minha ama gema.

ChanYeol parou o que fazia, sentindo um bocado de ardência nas bochechas; o Park estava corando com a mais nova declaração do Byun que parecia ser verdadeira. Um silêncio incômodo se instalou dentre as crianças que faziam imitações de tomates vermelhinhos pela coloração das bochechas gordinhas. BaekHyun, por sua vez, considerou que o silêncio do maior era porque o mesmo não gostava dele e que ele não era a Ama Gema de ChanYeol, e esse pensamento o fez levantar rápido e começar a correr do lugar, chorando dolorido de uma forma que chamou a atenção das outras pessoas e as mesmas resolveram não intervir a criança, decidindo deixar a outra criança um tantinho maior cuidar do assunto, já que ela corria atrás do moreninho.

— Baekkie, Baekkie, n-não chora. Por que você ‘tá chorando?

— Channie não gosta de Baekkie. – O menino disse escondendo o rosto, e ChanYeol se apressou em retirar as mãozinhas dele dali.

— Gosto sim, Baekkie, eu gost-

— Mas Baekkie, não é a Ama Gema do Channie. – O mais velho entre os dois interrompeu, formando um bico gigante no lábio inferior no mesmo momento em que cruzava os bracinhos. E logo aquele silêncio se fez presente e o mais novo ia começar a chorar de novo, caso os lábios gordinhos e macios tocassem sua bochecha e ficassem pressionando aquela área por alguns segundos. Quando ChanYeol separou os lábios da bochecha gordinha ele corou, levando o mais baixo a corar mais e sorrir ao invés de abrir o berreiro.

— Você é sim minha Ama Gema, Baekkie. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, até mais! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...