História Almas Ligadas - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~directioner015

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Crowley, Dean Winchester, Lúcifer, Sam Winchester
Exibições 59
Palavras 1.249
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Genteee, demorei mas cheguei. Estou ocupada esses dias por isso não tenho muito tempo para postar... Mas aqui está mais um cap! Bjus. ❤️

Capítulo 8 - Capitulo 7


Fanfic / Fanfiction Almas Ligadas - Capítulo 8 - Capitulo 7

03 de outubro de 2016 - 21:56 da noite 
 
Povo Elena 

   Cadê esses meninos? Eles me deixam o dia sozinha e nem ligam pra avisar se estão bem! Porra! Já é a décima vez que eu ligo pro Dean. 
-Papai chegou! - Graças a Deus!
-Vocês podem, pelo menos, atender essa porcaria de celular quando eu ligar? - Olhei brava para eles e depois abracei um de cada vez. 
-Os sanguessugas detonaram meu telefone e o Sammy ficou sem bateria. Foi mal princesa. - Dean pegou uma cerveja da geladeira e se encostou na mesa me olhando.
-Desculpe. Eu esqueci de carregar o celular antes de sair. - olhei assentindo para Sam. Me encostei na mesa ao lado de Dean e peguei a cerveja de sua mão dando um gole. O loiro tirou ela da minha mão e me olhou de cara feia.
-Como foi o caso? - perguntei. 
-Eram seis vampiros. A xerife Mills, uma amiga nossa, nos ajudou. - Sam pegou duas cervejas na geladeira e me estendeu uma. Agradeci e estendi para o Winchester mais velho abrir pra mim. 
-Bom...então teremos mais um caso. Enquanto vocês lutavam com Bella e sua matilha, eu dava uma olhada nas notícias. Na madrugada de hoje, Steven Jones e Emily Montgomery foram encontrados mortos com a garganta cortada na faca que os matou foi encontrado as digitais da Emily. - 
-Só mais um assassinato. - disse Dean fazendo pouco caso.
-No início eu também achei. Mas aconteceram mais duas mortes assim na mesma cidade. O garoto terminava com a menina e três dias depois ela matava ele e depois cortava a própria garganta. - 
-Onde? - perguntou Sam. 
-St. Louis. - respondi.
-Então nem desarrume suas coisas Sammy, saímos em dez minutos. Vai arrumar suas coisas, Elena. - a morena assentiu subindo as escadas correndo. 

04 de outubro de 2016 - 02:29

Povo narrador

 Dean dirigia o Impala, com seu irmão dormindo ao seu lado e Elena no banco de trás. Elena dormia com a cabeça encostada no vidro do carro, assim fazendo Dean poder olha-la pelo retrovisor. "Tão linda!" Pensava o caçador olhando a mulher no banco traseiro. Elena era o tipo de mulher independente, que lutava pelo que queria, os caçadores já haviam percebido isso. Dean estacionou em um motel bera de estrada, o caçador não tinha mais condições de dirigir. 
-Que foi? - perguntou Sam quando Dean o cutucou. 
-Vamos passar a noite aqui. Amanhã seguremos. - o caçula assentiu olhando a morena. -Elena. - Dean a chacoalhou e ela abriu os olhos.
-Chegamos? - perguntou sonolenta. O loiro negou e apontou para o motel.
-Vamos dormir. - falou.

                       ♥️♥️♥️
 
-Um quarto com três camas, por favor. - a atendente, com o cabelo colorido e que mascava um chiclete com a boca aberta, negou.
-Apenas duas camas. A morena pode dormir comigo se quiser. - Elena arregalou os olhos e pegou a mão do moreno. 
-Tenho namorado. Desculpe. - Sam olhou sua mão entrelaçada com a da morena e depois olhou a cara de pena que a atendente tinha.
-Então por que duas camas? - 
-Estamos brigados, não queria dormir na mesma cama que ele, mas se só tem duas camas. Vamos querer, por favor. - a atendente digitou algumas coisas e estendeu uma chave com o número 24 para a Elena, que sorriu constrangida agradecendo. 
-Tenham uma boa noite. - os três sorriram e Elena saiu ainda com a mão entrelaçada com a do moreno. 
-Tem certeza que não quer se divertir um pouco com ela, Elena? - perguntou Dean debochado quando eles entraram no quarto.
-Quem sabe você não dorme no carro. Dai eu e seu irmão podemos dar uma bagunçada nesse quarto com privacidade. Tenho certeza que você não querer nos escutar, muito menos olhar. - falou sarcástica. Para o loiro. Sam sentiu sua vontade absurda de expulsar o irmão do quarto e jogar aquela mulher na cama e fazer todas essas coisas mesmo. - Sam dorme comigo e você fica com uma cama só pra você Dean. - a morena catou uma blusa de Sam e foi se trocar no banheiro.
-Deu sorte Sammy. - disse Dean se jogando na cama. O moreno se sentou na ponta da cama e olhou a morena sair com sua blusa do banheiro. Dean estava tão cansado que assim quê encostou no travesseiro, dormiu! A blusa de Sam ficou extremamente sexy na Elena. A blusa destacou os seios fardos da menina, e ficava no meio das coxas carnudas dela. Sam suspirou quando a morena engatinhou pela cama para se deitar. O moreno rapidamente entrou no banheiro e passou agua no rosto e na nuca. A noite seria longa. 

                       ♥️♥️♥️

Povo Elena 

  Acordei abraçada em alguma coisa que não era meu travesseiro. Ainda de olho fechado, comece a descer minha mão para ver o que eu abraçava. Quando minha mão desceu mais um pouco, uma outra segurou ela.
-Acho melhor não passar a mão por ai. - a voz baixa de Sam disse no meu ouvido. Eu estava deitada no peito dele e ele me segurava pela cintura.
-Desculpe! Esqueci que tava dormindo com você. - eu sussurrei para não acordar o Dean. 
-Tudo bem. - sussurrou de volta apertando meu corpo contra o dele. Me mantive quieta na mesma posição. Não sei se vou conseguir dormir de novo. Não estando tão perto do Sam. -Tudo bem? - perguntou
-Claro. Só que...ai deixa. - respirei fundo e me aconcheguei mais nele. 
-Ainda são 4:34 da madrugada, nós quase não dormimos e você já perdeu o sono? - sussurrou divertido. 
-Ai Sam. Não me deixa nervosa. - virei de costas pra ele, que logo encostou seu corpo no meu me abraçando por trás. 
-Ok... Desculpa! Vamos dormir. - disse no meu ouvido e depois dando um beijo na minha nuca. 
-Boa noite Sammy. - posso não estar olhando, mas sei que ele revirou os olhos.
-Boa noite Lena. - 

                      ♥️♥️♥️


-Acordem!! - Dean empurrou Sam, que caiu da cama.
-Que saco Dean! - exclamou o moreno levantando depressa. Olhei com cara de poucos amigos para Dean e levantei. 
-Que isso morena. Assim eu não aguento! - Dean olhava diretamente para minhas pernas.
-Quer se controlar Dean. - advertiu o irmão. Peguei minhas roupas e me tranquei no banheiro. Depois de me arrumar, os irmãos me esperavam, já prontos, no quarto.
-Tudo pronto? - assenti e saímos. Depois de fecharmos a conta, com outra moça no caixa, partimos para St. Louis. 
-Quanto tempo de viagem Dean? - perguntei para o loiro, que estava no banco de carona dessa vez. 
-Três horas. Pare na primeira lanchonete para tornarmos café Sam. - o moreno concordou e continuo concentrado no trânsito. Dormir de conchinha com Sam, tenho que confessar, é muito, muito, muito bom. 
-Elena, eu tava pensando e acho melhor você ficar no hotel. Não sabemos com o que estamos lidando. Pode ser perigoso! - Dean me fitou do banco da frente. Nem pensar! Eu que disse para eles dessa notícia, eu vou com eles.
-Sem chance Dean. Eu vou ajudar! - falei decidida.
-Você pode ajudar nas pesquisas. - disse Sam. Bufei! Não vou ficar de fora! 
-Não! Eu vou ajudar! - o loiro trocou um olhar com o irmão mas disseram nada. Não vou ficar presa num quarto de hotel barato enquanto eles correm perigo. Tudo bem que eles são mais experientes nisso do que eu, mas, ficar e não saber se estão bem me deixa apavorada. Então, prefiro ir. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...