História Almost Brothers... - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~Myc_Haddock

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Bianca di Angelo, Calipso, Frank Zhang, Hazel Levesque, Jason Grace, Leo Valdez, Luke Castellan, Nico di Angelo, Percy Jackson, Piper Mclean, Thalia Grace
Tags Annabeth, Bianca, Caleo, Calipso, Frank, Frazel, Hazel, Hoo, Jason, Jasper, Leo, Luanca, Luke, Nico, Percabeth, Percy, Piper, Pjo, Thalia, Thalico
Visualizações 93
Palavras 1.760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Não tenho nada a declarar
O próximo é com o ~Myc_Haddock

Capítulo 5 - Expulsão


P.O.V. Annabeth

Annabeth estava com Will no parque a quase 3 horas e quando ele se aproximou e a beijou, ela ficou surpresa mais logo retribuiu o beijo com o objetivo de reprimir os sentimentos que ela imaginava sentir pelo seu “irmão”.

Ela ainda não tinha certeza sobre seus sentimentos, porém não tinha nenhuma vontade de ter certeza de que o seu amor era destinado ao seu amigo de todas as horas, porque caso seja verdade, como ele reagiria? Seria o sentimento existente em ambos os lados? Como seus pais reagiriam a isso?

Então sua única opção seria tentar reprimir seus sentimentos e evitar complicações, direcionando seus sentimentos ao amigo Will.

P.O.V. Percy

Percy não sabia o que fazer, ele tinha ido se declarar para a garota por quem estava apaixonado e se depara com ela beijando o maior pegador da escola.

Percy pegou seu skate e voltou o mais rápido que podia pra casa, quando chegou lá viu que já estava tarde para ir para a piscina, o seu principal refugio, então recorreu a algo que a muito tempo não fazia.

Foi até seu quarto e foi até a escrivaninha, abriu a gaveta e tirou o fundo falso, dentro de seu compartimento secreto tinha um caderno de desenho, onde ele desenhava seus melhores e piores momentos.

O desenho foi feito no automático, Percy fazia seus movimentos com o lápis sem que nem percebesse, sua mente não parava de trazer à tona a cena que tinha visto.

Finalizado o desenho Percy o observou, era a cena que havia visto 1 hora antes, Annabeth beijando Will e embaixo de seus pés um coração partido como se fosse o chão, algo nada difícil de interpretar a única coisa implícita do desenho era que aquele coração era o de Percy e que Annabeth tinha o partido sem que nem mesmo soubesse e pra piorar foi com Will algo que concluía a interpretação do desenho por que por ser com ele foi como se os dois tivessem pisoteado o coração do garoto.

Percy agora estava sentado na cama enquanto chorava baixo e observava o desenho que havia feito da cena que havia acontecido algumas horas atrás, a cena que tinha quebrado seu pequeno coração.

O que Percy menos esperava era que sua mãe o ouvisse e fosse lhe questionar o que havia acontecido.

_Percy o que aconteceu querido? – Sally estava realmente preocupada, seu filho era muito novo para ter seu coração partido.

_Nada – ele respondeu instantaneamente fechando o caderno e secando algumas lagrimas do rosto

_Perseu, me mostre o que você estava vendo nesse caderno e me conte o que aconteceu, agora – ela disse em um ar autoritário.

_Eu tinha saído pra me declarar pra garota que eu estava apaixonado e... – ele não conseguiu terminar apenas parou em uma pagina do caderno e entregou pra mãe que acabara de sentar na cama ao lado do filho que logo a abraçou chorando

_Entendo se acalme um pouco e depois conversaremos ok – ele apenas assentiu sem sair do abraço da mãe que o puxou e apertou ainda mais

Após mais de meia hora chorando Percy se acalmou e colocou a cabeça no colo da mãe enquanto ela fazia carinho em seu cabelo

_Então, é a Annie aqui neste desenho – Percy assentiu triste – e você esta chateado porque ela beijou outro garoto

_Não só por isso, esse garoto, Will ele beija uma garota diferente por dia e eu disse pra Annie que se ela beijasse ele ela provavelmente seria magoada, mas ela nem ligou e eu estava indo me declarar pra ela e isso foi o que mais me machucou.

_Se você esta meio receoso sobre o que eu vou pensar de você estar apaixonado pela Annie, eu apoio apesar de achar que é meio cedo pra isso.

_Fico feliz de saber disso, mas agora nada eu posso fazer por que ela vai ficar com Will agora – disse com um ar triste de cortar o coração de qualquer mãe.

_Tem algo que você pode fazer sim

_E o que seria isso?

_De dicas para que ela perceba que você sente algo a mais por ela, caso ela perceba e sinta o mesmo ela vira falar com você.

_Entendi

_Agora vá tomar um banho, esconde esse caderno e se arrume pra que ninguém perceba que você estava chorando viu, esse será o nosso segredo, qualquer coisa só pedir ajuda que eu te ajudo ok?

_Tudo bem – ele disse se levantando e indo até o armário pegar uma toalha.

Depois do jantar quando todos já estavam quase dormindo Percy ouviu um grito vindo do quarto da irmã. Já sabia do que se tratava e sabia muito bem que há muito a tarefa de ajudar e confortar a irmã quando aquilo acontecia havia passado de seu pai para ele, por isso levantou da escrivaninha de seu quarto onde estudava um pouco antes de dormir e se direcionou ao quarto da irmã. Chegando lá sua irmã pulou em seu colo apontando para o chão gritando loucamente

_Aranha, aranha, Percy mata ela por favor – Percy deixou a irmã no chão do lado de fora do quarto e tirou o chinelo indo até a aranha e a matando e pegando seus “restos mortais” e os jogando pela janela, depois indo até a irmã e estendendo a mão para que ela viesse com ele ate a cama, sempre que isso a acontecia ela tinha um tipo de ataque de medo e não conseguia dormir a menos que alguém deitasse com ela, afinal sua aracnofobia a matava de medo.

_Vamos – ele disse e ela assentiu pegando na mão do garoto e indo até a cama onde normalmente eles deitariam abraçados, a única maneira que solucionava o problema em questão, porém Percy estava chateado com o que Annabeth tinha feito, então se deitou virado para o outro lado na intenção de não olhar pra ela, precisava de tempo para superar o acontecido.

_Percy, ainda tá acordado?

_Não, na verdade sou um sonambulo que responde perguntas enquanto dorme.

_Engraçadinho – ela riu debochando – Me abraça? – ela perguntou aquilo com um biquinho que qualquer um não resistiria

_Claro – e foi ai que Percy percebeu que independente da raiva que sentisse dela, passaria rápido, porque seu amor era maior...

4 anos depois

Percy tinha acabado de ser chamado para a diretoria de sua escola, porém nem ele sabia ao certo motivo, tinha apenas uma teoria.

O diretor era pai da ultima garota que Percy tinha namorado, uma ruiva de olhos verdes chamada Rachel, com a qual ele tinha terminado não havia nem uma semana e ele tinha certeza de que algo havia acontecido e o diretor usaria para punir Percy por ter partido o coração de sua filha.

Quando Percy chegou lá foi recepcionado por um diretor mal humorado

_Imagino que você já saiba o motivo de estar aqui Sr. Jackson

_Nem ideia diretor Dare

_Obviamente pela bagunça que você fez no laboratório de química

_Olha Sr. Dare, não fui eu que fiz isso e eu sinto muito se sua filha se apaixonou por mim mais o sentimento não era reciproco por isso terminei com ela.

_Não é por isso que te chamei aqui Sr. Jackson, como já disse você fez uma imensa bagunça no laboratório de química e isso te rendeu uma expulsão.

_Você tá de brincadeira não é, não fui eu quem fez aquilo e você vai me expulsar da escola por algo que eu não fiz?

_Foi você quem fez e está registrado nas câmeras, você pode finalizar o semestre afinal só faltam 2 semanas mas o próximo semestre devera ser feito pelo Sr. em outra escola que não essa

Percy se levantou assentindo e pegando o comunicado que deveria trazer assinado pelos pais no dia seguinte e se retirou da sala do diretor quase não se aguentando de raiva, teria de mudar de escola, levaria sermão dos pais, Annie ficaria chateada com ele por que provavelmente sairia da escola junto com ele e assim perderia os poucos amigos que ela demorou anos para conseguir, tudo por causa de um vagabunda filhinha de papai que ele namorou por 1 semana

Quando estava quase chegando a sala o sinal do ultimo horário de tocou e Annabeth foi a primeira a sair com sua mochila nas costas e a de Percy em uma das mãos.

_O que aconteceu? – ela perguntou preocupada e logo abaixou o olhar para o papel que estava na mão de Percy e congelou

_Te conto no carro, vamos embora – Annabeth sabia muito bem o que havia acontecido afinal ela conseguiu ler no papel “COMUNICADO DE EXPULSÃO”.

Chegando no carro ela não demorou a perguntar – O que você fez para ser expulso Perseu?

_Eu namorei por uma semana a ruiva vagabunda mais filinha de papai do mundo e ela pediu para que o pai encontrasse alguém parecido comigo que foi de capuz para o laboratório de química e destruísse tudo o que tinha por lá e me incriminasse e assim o pai dela o fez e aqui estou eu

_O que o papai e a mamãe vão pensar?

_Em que escolas me vão colocar agora? – ele disse em tom de ironia

_Em que escola nos vão colocar

_Se você não quiser perder os seus amigos e sua paixonite de adolescente acho que você deveria ficar aqui – Para Percy dizer aquilo doeu? Sim, no fundo de seu peito onde uma paixão de quase 4 anos atinge

_Eu vou estar sempre com você Cabeça de alga, não importa quantas vezes você seja expulso por namorar uma filhinha de papai, afinal não foi sua culpa ser expulso dessa escola e caso você seja expulso de mais alguma tenho certeza que será por algo que não fez – “afinal tenho que seguir minha paixonite adolescente” Annabeth completou em sua mente.

1 mês e duas semanas depois

_Escola nova, amigos novos

_Vai demorar até a gente fazer novos amigos Cabeça de Alga

_Claro que não Sabidinha, lembra dos nossos primos, Thalia, Jason, Nico, Hazel e Bianca? – ela assentiu – eles estudam aqui e vão nos apresentar seus amigos Frank, Leo, Calipso, Luke e Piper.

_Que bom porque conseguir amizades não é nada fácil

Eles tinham chegado quase 30 minutos mais cedo então depois de 10 minutos conversando na porta da nova escola, Goode High School, eles ouviram os primos chamarem

_Jackson, Chase – Thalia irmã de Jason gritou

_Grace, Di Ângelo, Levesque, bom ver vocês 5 de novo – Percy gritou de volta

_Venham vamos apresentar vocês pros outros 5 – Jason disse chagando perto deles

_Vamos? – Annabeth perguntou pra Percy estendendo a mão pra ele


Notas Finais


O próximo é por conta do ~Myc_Haddock
Falem ae: gostaram?
Se não o que acham que pode melhorar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...