História Almost Impossible Love - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Exibições 41
Palavras 2.512
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Um capítulo pra descontrair.
~Boa leitura!

Capítulo 34 - Bigodon


Fanfic / Fanfiction Almost Impossible Love - Capítulo 34 - Bigodon

Kate’s POV

18 horas, 16 de fevereiro.

- Por favor, princesa, você precisa assistir! – Luke diz, depois de eu ter dito, pela quinquagésima vez, que eu não iria assistir ao seriado.

Nós estamos no meu quarto tentando escolher algo para assistir há uma hora, mas o Luke insiste que a gente assista a esse seriado.

- Não, Luke, já disse! Não quero assistir, to com preguiça. – ele vira os olhos.

- Vai, linda, That ‘70s Show é legal, te prometo.

- É tipo Friends? – indago e ele pensa um pouco.

- Na verdade não, são amigos, mas adolescentes ainda... um episódio só dura 25 minutos. – ele sorri de lado e fico curiosa.

- Um episódio é curto? – pergunto retoricamente e sorrio. – pronto, gostei, vamos assistir agora. Não que eu só goste de seriados com episódios curtos, mas...

- Eu sei, pequena, eu sei. – ele me interrompe e sorri. – vou escolher, finalmente?

- Não, eu escolhi, você apenas me induziu a escolher esse seriado. – ele me olha de cara feia e eu rio.

- Ok, então, onde é que ta o controle... – ele se estica pra pegar o controle da televisão, que estava nos nossos pés. Do nada, um barulho alto vem lá de baixo. Luke toma um susto e bate o pé na mesa de cabeceira. – merda! Que barulho foi esse?

- Sei lá, sempre tem barulho aqui. – digo, revirando os olhos, mas ao mesmo tempo rindo dele.

- KATE! LUKE! – ouço a voz da Emma. Olho para o Luke, com cara de tédio, e ele ri, me puxando para descermos.

***

- Fala. – digo, quando vejo a Emma.

- Temos visitas. – ela sorri e eu olho para a sala.

Tudo normal, até que eu vejo quem está na sala. Calum, Austin, Annie, Melissa, Chloe, Ashton, Michael, Logan e... bom, vamos começar pelo Taylor. Isso não vai ser nada bom, penso. Taylor e... mentira, não acredito! Matthew, Jasmin e Carol? Corro para abraçá-los e eles me abraçam de volta.

- Senti a falta de vocês. – digo e eles dizem o mesmo.

- Kate, você é uma merda que não diz que ta aqui! – Jasmin diz e eu rio.

- É, foi mal. Bem, todos já de conhecem? – pergunto e todo mundo assente. – sério? Droga, sem apresentações. – eles riem e o Luke me puxa para sentar ao seu lado no sofá.

- Ta, mas o que foi aquele barulho que ouvimos? – Luke pergunta.

- Ei, Emma, talvez eu tenha feito merda na cozinha, mas eu achei essa garrafa e pensei que a gente pudesse... – ouço uma voz familiar. Eric.

- Eric? – digo e levanto para abraçá-lo também... talvez pular em cima dele, porque sou dessas.

- Aleluia vi você, Kate! – ele diz e me põe no chão.

Eric, Jasmin, Matthew e Carol são meus amigos há um tempo. Quando vim pra cá, quando tinha uns 15 anos, Emma tinha novos amigos, esses amigos viraram meus também, porém nós não conversamos tanto depois de um tempo – ah, Luke, Ash, Mike e Cal conhecem a Jasmin, Carol, Matt e Eric. Pelo que a Emma havia dito, ela também não conversava tanto, por algum motivo, eles estavam distantes, mas, pelo visto, estão aqui agora.

- Ok, ok. Sei que é clichê, coisa até de criança, mas eu estou muito afim de jogar isso. – diz Carol, se aproximando do Eric e pegando a garrafa das mãos dele. – continuando a pergunta do Eric, podemos, por favorzinho – ela faz uma carinha fofa – jogar verdade ou desafio?

Encaro a Annie e ela me encara. Eu gostaria de poder dizer que parte de mim toda não queria jogar, mas eu realmente quero saber como é jogar isso com pessoas realmente que você sabe que pode ser divertido. Então, depois de grande parte ter concordado, eu concordei e todos nos sentamos no chão – por pura preguiça de arrumar tudo pra todo mundo caber.

A ordem foi: eu, Luke, Annie, Austin, Logan, Melissa, Emma, Ash, Cal, Taylor, Eric, Chloe, Mike, Matt, Jasmin e Carol

- Hm... isso vai ser divertido. – Matthew diz, após girar a garrafa e cair no Luke. – o que escolhe, Luke, verdade ou consequência? – ele diz com sorriso malicioso.

- Consequência. – Matt sorri.

- Vejamos... vamos começar com coisas fáceis. Enche aí tua boca de biscoito e tente assobiar. – ele diz e a Emma arregala os olhos.

- Meu Deus! Meu chão... – ela faz drama, brincando.

- Cara, o Luke não sabe nem assobiar sem biscoito na boca, imagine com. – Cal fala e o pessoal ri. Luke o olha indignado e vai até a cozinha, voltando com um pacote de biscoito.

- Veremos quem não sabe. – Luke diz e um som de ‘’eeeita’’ é ouvido na sala.

Bem, nem preciso dizer que foi um desastre. Ele esfarelou e colocou baba no biscoito todo e, quando foi assobiar, obviamente cagou o chão da Emma. Tudo que consegui foi rir e... pera, isso na minha perna é biscoito?

- Luke! – exclamo.

- Que foi? – ele diz com a boca cheia de biscoito, olha pra minha perna e ri, cuspindo o resto do biscoito.

- Puta merda, Luke, eu vou morrer aqui! – digo, com minha perna cheia de baba.

- Ai meu Senhor! – Mike ri desesperadamente.

- Alguém pega água pra esse garoto pelo amor de Deus, ele vai ficar sem ar! – Melissa diz e todo mundo começa a rir.

Depois de tudo ajeitado, continuamos o jogo. Jasmin pra Chloe.

- Então? – ela sorri, animada.

- Verdade. – Chloe diz e o pessoal fala ‘’uuuuu’’ – ah, nem vem, escolho o que quero. – ela diz, revirando os olhos.

- Certo, entãaao... com quantas pessoas você já dormiu? – ela arqueia uma sobrancelha.

- Eita, já começou a putaria? – Logan diz e rimos. Chloe fica vermelha e olha para o Michael.

- Bem... uma. – fico pasma. UMA? Eita, bichinha! Achei que ainda não tinha rolado nada. E ouvimos na sala ‘’hummmm’’. E os dois coram. Olho para ele e ela diz com os lábios ‘’depois’’. Assinto.

Próximo: Calum para Austin.

- Eita que agora vai dar merda. – Luke sussurra no meu ouvido e dou um sorriso nervoso.

- Então? – Cal pergunta, sério.

- Verdade. – ele diz e todo mundo olha pra ele. – que foi? E se for algo pra levantar? To com preguiça ué.

- Certo, então, verdade... o pensamento de beijar a Annie te deixa excitado? Tipo, não to falando de beijar apenas, mas de um pega hardcore. – Annie cora e Austin arqueia as sobrancelhas. Olho para o Calum, ele está sem expressão. – e diga a verdade.

- A verdade? Bem, sim, excita.

Olho para o Calum, ele trinca os dentes e fecha as mãos com força. A primeira reação que vejo a Annie fazer é olhar para o Cal, arregalar os olhos, com uma cara de surpresa, talvez pela reação do Calum. Porém, depois, a Annie começa a olhar com cara de paisagem e eu rio como se não houvesse amanhã.

- Luke, você viu o que eu vi? – sussurro, tentando parar de rir. Talvez ele tenha ouvido algo como ‘’Luke... risada... você... risada... viiiii?... risada escandalosa’’.

- Meu pai... – ele sussurra, com a mão no rosto. – ta, alguém gira essa garrafa pelo amor de Deus! – Luke diz, tentando me acalmar.

Melissa e eu.

- Vish. – digo e ela sorri.

- Verdade ou consequência?

- Consequência.

- 1 minuto, vou pensar. – ela olha pra cima e sorri. Merda, vagabunda, penso. – vai ser bestinha, maaas... tudo o que você disser nos próximos 10 minutos vai ter que ser cantado no ritmo de parabéns pra você. – arregalo os olhos.

- Ah não... por que, Mel? O ritmo dela é horrível. – diz o Logan.

- Vai se foder, idiota. – digo e ele ri.

- Não, Kate, tem que falar cantando. – diz Ash.

- Vai se foder tu também, Ash. – digo, cantando, dessa vez e todos riem. Bem, vou ficar calada pelos próximos 10 minutos.

Carol para Chloe.

- De novo? Ai Deus. – Chloe diz. – consequência.

- Aprendeu a lição? – diz Annie e todos riem, a Chloe apenas revira os olhos.

- Desafio, então... beije por 5 minutos. – Carol diz.

- Olha essas putaria. – Chloe diz, vira o Mike e o beija.

- O engraçado é que ele ficou sem reação. – Luke sussurra e eu rio.

- Acontece. – digo.

Depois desses longos e vergonhosos 5 minutos, Chloe para de beijar o Mike e vemos os dois vermelhos, novamente.

- Próxima vez que cair eles dois, temos que tentar não deixá-los vermelhos. – Luke diz e rimos.

***

Depois de longas putarias, o jogo ainda continua: eu para o Matt. Os dez minutos já passaram, ou seja, posso falar normalmente, ainda bem!

- Consequência. – ele diz.

- Hã... calma. Te desafio a ligar pra um número aleatório e fingir que foi a pessoa que atendeu.

- Ai meu Deus, você tem quantos anos? – ele pergunta. Olho-o de forma desafiadora e ele pega o celular, liga pra um número qualquer e deixa no viva-voz.

- Alô? – diz uma mulher do outro lado da linha.

- Alô? – diz o Matt. – quem é?

- Como assim ‘’quem é?’’ você que me ligou.

- Eu? Moça, você me ligou. Então, responda, quem é e o que deseja?

- Bem, senhor, você me ligou, não vou dizer quem sou pra alguém que não sei quem é.

- Minha senhora, estou dizendo, você me ligou.

- Você é um louco!

- Eu sou um louco? Você me liga e diz que sou louco? Louca é você, moça, estava aqui transando com a minha namorada e você vai e me liga? – e é nesse momento que todo mundo que estava prendendo a risada ri, porém um riso abafado, para a pessoa não ouvir. O silêncio predomina no celular.

- Hm, bem, então... acho que... desculpe! – ela desliga o celular e todo mundo começa a gargalhar alto.

- Parabéns, Matt, merece um prêmio! – digo e ele ri.

- Agradeço. – ele pisca e eu rio.

Luke pega a garrafa e gira: Emma para Jasmin.

- Consequência.

- Te desafio a comer um ovo cru.

- Ah, não, Emma! – ela faz cara de nojo.

- É a vida, vá lá. – rio e ela me dá o dedo do meio. Vai até a cozinha e volta com um ovo quebrado dentro do copo.

- Puta merda... – ela encara o copo e bebe de uma vez. – que nojo, meu Deus! Me dá essa água aí. – ela diz pro Mike e bebe a água toda. – sério, nunca comam ovo cru.

- Por quê? Nossa, tava louco pra comer. – Logan diz e a Mel da um tapa nele, fazendo todos rirem.

E a garrafa gira novamente: Taylor e eu. Luke segura minha mão e eu tento não rir do ciúme dele.

- Verdade.

- Qual sua fantasia sexual mais obscura?

- Hã? – engasgo. – não vou responder isso!

- Ah vai. – diz Eric e eu o olho feio.

Olho para o Luke e noto que ele quer muito saber... puta merda! Logan e Austin se encaram e olham para o teto.

- Então... bem... eu penso em fazer na bancada da cozinha. – falo, por fim.

- Só isso? Achei que ia ser algo pior. – diz Austin.

- Ah, vai se foder. – digo e ele ri.

Gostaria que o próximo não tivesse acontecido, mas... Luke para Taylor.

- Consequência.

- Hm... te desafio a beijar alguém que tenha bigode. Aí você decide em quem e onde vai beijar. – Luke ri e completa. – não vale em lugares fáceis.

- Certo. – Taylor pensa e se levante.

E aí a merda começa. Por algum motivo, não sei qual, Taylor vem até mim e beija minha boca. Minha reação simplesmente é empurrá-lo, levantar e ir até o sofá. Luke o encara, incrédulo.

- CARA! Eu disse alguém que tinha bigode, NÃO A MINHA NAMORADA! – Luke empurra ele.

- Bem, pessoal, acho que o jogo acabou. – Mike diz e arregala os olhos quando o amigo quase dá um soco no Taylor.

- Luke, assim também não, né, cara. – diz o Ashton, segurando o braço do Luke.

- Mas ele... ele! Você viu! – Luke disse e respirou fundo.

- Luke, cara, eu... – Taylor balança a cabeça. – não sei o que estava pensando, desculpa.

- Merda, só pode. – digo e olho pra cima.

- Kate, desculpa, sério mesmo.

- Taylor... – Luke respira fundo e olha pra mim. Assinto para ele, dizendo que está tudo bem. – ok, certo, tudo bem. Só espero que não se repita.

- Pode deixar, me desculpe mesmo...

- Bem, já que o jogo deu merda... – começa a Jasmin, mas o Eric a interrompe.

- Esse jogo foi feito pra dar merda.

- Cala a boca, Eric. – diz a Carol. – Emma, vamos comer?

- Isso, ótimo, comer, apoio! – Melissa diz e vamos todos à cozinha.

***

Todos os nossos amigos estão indo embora, quando o Taylor chega perto de mim e do Luke.

- Olha, desculpa eu ter desrespeitado vocês...

- Taylor, relaxa, ta tudo bem. Só me alterei porque enfim... – ele olha pra mim depois pra ele. – você sabe.

- Você tem sorte de tê-la, Luke. – Taylor sussurra, achando que não vou ouvir. Luke cerra os dentes e fala.

- É, eu sei. – diz e me puxa para outro lugar.

***

Eu e o Luke estamos no quarto dele, quando ele olha para mim e diz:

- Agora entendi por que o Taylor beijou você. – encaro-o com dúvida. – por causa desse seu bigodon. – ele passa a mão entre meu lábio e nariz.

- Ah se foder, Luke.

- Preciso de você pra isso. – ele pisca e eu reviro os olhos.

- Achei que ia falar que era por causa do meu encanto. – digo.

- Ah, pelo seu encanto com certeza. – ele sorri.

- Meu encanto causado pelo meu bigodon?

- Claro, só pelo seu bigodon. – ele ri e me beija. Sorrio e ele me abraça apertado.

- Luke, ta tarde... tenho que voltar para o meu quarto.

- É, eu sei... você não pode ficar só mais um pouco?

- Desculpa, Hemmings, eu ficaria, juro, mas preciso muito voltar para resolver umas coisas hoje.

- Coisas? – ele pergunta e eu encaro o edredom.

- É, umas coisas... parentes. – ele me analisa e acaricia minha bochecha.

- Vai ficar tudo bem, ta? Quando quiser conversar sobre o que está acontecendo, eu to aqui.

- Obrigada. – sorrio e ele me beija novamente. – hmm... não quero ir.

- Nem eu quero que você vá.

- Certo, então já vou antes que comece a ficar muito gay.

- Não queria um namorado carinhoso?

- Carinhoso, sim, gay, não, vai que me troca pelo Matt! Pensa que não vi o jeito que você o encarou hoje? – Luke gargalha.

- Curto mulheres, princesa. – arqueio a sobrancelha. – ok, curto você, linda. – ele me beija mais uma vez e, depois de muita relutância, vou para casa.

***

Deito na minha cama e pego meu celular. Tem umas mensagens, mas a única que me interessa é essa:

Ei, Katele, só pra dizer... mesmo com seu bigodon, você é linda, ok? Kk. Mentira. Digo, você não tem bigode. Mas você é linda... dorme bem, ta? E, não sei, se cuida.


Notas Finais


Peço desculpa se houver muitos erros, maas... acontece. kk
Amo vcs amores <3 beijinhoos e até prox capitulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...