História ''Almost Impossible Love'' - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Exibições 12
Palavras 1.028
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Festa, Kodomo, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Genty,eu não achei uma imagem com o gleen pequeno de cabelo branco então vai essa msm..<3 boa leitura qualquer erro não liguem,pois fiz ocom carinho!

Capítulo 7 - ''White Past'' Parte Um


Fanfic / Fanfiction ''Almost Impossible Love'' - Capítulo 7 - ''White Past'' Parte Um

POV GLEEN

-Vamos meu filho já está tarde! o lord espera por nós para dormir,sabe como ele é quer que todos durmam a hora que ele quer.. falou ela um pouco mais baixo ao falar que tudo tem que ser como ele quer.. -não se preocupe mãe já estou indo.. -não vá para floresta proibida,eu a conheço e aposto que não gostaria de conhece-la também! -tudo bem mãe irei ficar aqui..já já estou indo,me certificarei de estar no quarto antes do lord perceber minha falta,ela se foi no meio daquela casa velha e sombria,que carregava o nome dos potter,fiquei encarando as rosas amarelas elas realmente eram unicas,uma coisa muito linda,talvez quando crescesse gostaria de ser jardineiro,e cuidar de cada flor desde jardim e de muitos outros falei empolgado olhando para o chão..ouvi um estrondo não muito alto vindo da floresta,mas não chegou a acordar ninguém da casa e nem chamar a atenção,estava curioso oque aquela floresta tinha demais? absolutamente nada,como meu pai falava eu tinha que ser uma criança corajosa que assim poderia ser um adulto também,mas até meu pai avia me alertado para não ir naquela floresta,mas eu estava curioso,não pude suportar eu sempre fui o tipo de garoto que não gosta de demonstrar nada que sente,embora eu tenha apenas 4 anos,fui andando calmamente até onde veio o barulho e lá estava uma mulher com cabelos brancos,sim cabelos brancos ! eu achei que ela fosse velha mas ela tinha rosto de uma adolescente,percebi que ela estava sozinha e avia sangue ao lado dela e muito,acho que era dela..me aproximei devagar para ver oque ela iria fazer e tentar esquivar caso algo acontecesse -tem alguém ai? falou ela olhando para onde eu estava..ela logo me encarou -se aproxime garoto me ajude! falou ela abrindo os braços,fui me aproximando devagar cada 3 segundos eu dava um passo -não tenha medo! vim salvar voce dessas pessoas,elas não liguam para voce não é mesmo? falou ela sorrindo,como ela sabia disso tudo? -sou sua salvadora por fim fiquei apenas um passo de distancia dela -vamos venha! falou ela sorrindo novamente,eu me aguachei e a abraçei -eu estou aqui! falou ela me abraçando -me desculpe gleen mas vou ter que fazer isso,não aguento mas,não se preocupe voce vai ficar bem,no começo é só uma simples cegueira por 2 anos depois voce melhora! falou ela me abraçando mais forte,senti uma luz forte entre nosso pequeno espaço e meu corpo estava ficando quente via tudo girando a mulher estava de repente com cabelos pretos..me encarando fui perdendo o foco e vi tudo girar percebi que minha pele estava pálida me afastei da mulher tentei me agarrar em uma arvore,via algumas partes pretas e outras só via arvores..sai correndo cambaleando de lá e via uma mulher chorando de longe com longos cabeços pretos,entrei naquela mansão e senti o peso de sempre e fui correndo para o quarto quando entrei estava com os cabelos brancos que nem a mulher e estava com a pele pálida,via metade preto e metade eu no espelho,quando eu pisquei mais uma vez não enxergava mais nada,meus olhos estavam abertos mas eu não via nada! além de uma imensidão preta..oque eu faço? começei a chorar como uma criança fazendo birra minha mãe logo entrou na quele carto eu ergui meus braços a procurando percebi que era ela pela sua voz..ela me abraçou forte -oque aconteceu com voce ? gleen? gleen? falava ela me cambaleando -voce esta me vendo?  -não mãe,eu não estou vendo nada ! mãe eu to cego! me ajuda! -e por que seus cabelos estão brancos? olha esse tom de pele,meu deus o lord! quando ela falou isso me abraçando..eu estava paralisado -oque está acontecendo? me deu um arrepio na espinha aquela voz grossa pelo quarto.. -Quem é esse garoto? falou lord -é gleen senhor! -por onde voce andou? -n-a flor-est-a falei entre soluços e limpando minhas lagrimas em meu casaco mas sempre vendo tudo escuro -oque aconteceu garoto? falou  ao meu lado percebi pelo seu alito do meu lado.. expliquei tudo oque aconteceu entre poucos soluços estava melhor,mas estava cego! completamente cego! -vamos poder resolver não é lord? falei olhando para a escuridão preta.. vi ele abrindo meus olhos -dilatou a pupila mas não está tão destruida mas nada que possamos fazer ! vai ficar assim até quando a mulher disse! como todos sabiamos o lord sempre resolvia tudo ele sabia fazer tudo,teria que ficar assim por dois anos? começei a chorar nos braços de minha mãe que alisava meus cabelos -mãe eu quero ver o papai! falei mais meloso que antes essa transformação me mudou muito,agora estava cego completamente sozinho nem meus livros poderiam me salvar da solidão desta casa..-vou te levar meu filho.. flaou ela me levando nos braços até onde meu pai estava eu acho que era no porão pois descemos escadas e minha mãe me guiava com a mãe já avia me tirado de seu colo.. -papai? falei o procurando com os braços? -gleen? oque voce faz aqui? ouvi o som de correntes balançando.. minha mãe me guiou até ele e eu o abraçei..ele estava coberto de um liquido que me parecia ser sangue pelo cheiro de ferro,o abraçei muito apertado,avia ficado muito sentimental que droga essa mulher fez comigo? =logo as lagrimas desciam sem cessar -papai eu não consigo te ver! falei tocando em uma bochecha -que aconteceu? por que está assim? falou ele me abraçando de novo ! -não importa agora,fiquei com saudades se eu soubesse que estava aqui eu teria vindo lhe ver antes de ficar assim! -mas não podemos nos ver agora filho,sua mãe vai cuidar bem de voce já já poderemos nos ver..eu te amo muito! meu lindo! falou ele me dado um beijo na bochecha.. eu procurei sua bochecha com minhas pequenas mãos e ali lhe depositei um beijo e quando eu levantei começei a chorar descontroladamente estava triste muito triste nunca mais poderei ver em 2 anos..e se quando se passar 2 anos eu não voltar a ver mesmo assim? -vamos filho! falou minha mãe me puxando pelo braço e subindo as escadas junto a mim.. -adeus papai foi a ultima palavra que eu falei para ele naquela noite! 

 


Notas Finais


vai ter continuação no próximo eu fiz ele inteiro mais ficou muito grande,então irei postar o proximo amanhã..boa leitura,não esqueça de deixar sua opinião nos comentários '3' bjs pra sua mãe.. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...