História Almost Is Never Enough - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Justin Bieber
Personagens Ariana Grande, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Amor, Ariana Grande, Drama, Justin Bieber, Romanca
Exibições 39
Palavras 547
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Por motivos de: um comentário me fez voltar, estou voltando. Êêêê! Espero que vocês ainda estejam ai.

Capítulo 20 - A feeling


Easy to fall, easy to brake

 

Eu não sei vocês, mas já se sentiram como se você precisasse muito de uma coisa, mas você sabe que cedo ou tarde, aquilo vai deixar de ser seu? Como se você comprasse algo que promete durar a vida toda, mas você sabe que ele vai quebrar? Eu queria aquilo. Queria tentar, tentar e tentar. Quantas vezes fosse possível, mas desde que concordei com aquela loucura, eu sabia que não duraria. Eu estava pedindo, implorando, suplicando pra ser machucada. Mas meu coração não estava pronto. Nem tinha acabado de se curar ainda e já estava em campo novamente. Não tinha como isso dar certo. Nunca. Mas eu não admitiria isso em voz alta. Eu tentaria mesmo assim.

 

Duas semanas depois...

 

Duas semanas se passaram. Eu perdi totalmente o rumo da minha vida. Trabalhar para o Justin não fazia mais sentido pra mim. Estava apenas aguardando o momento certo para dizer isso a ele. Eu não podia continuar recebendo para ficar fazendo cafuné nele o dia todo, por mais adorável que isso parecesse. Na semana seguinte, seria o aniversário de sua avó. Voariamos até o Canadá para passar o final de semana e depois voltariamos pra casa. Não queria ir, pois acredito que seja precipitado, mas Pattie insistiu tanto que não tive como recusar. 

Terça-feira. Chovia forte do lado de fora. As luzes todas apagadas e a janela levemente aberta, passava uma sensação de conforto. Justin estava deitado no meu colo, assistindo algo na TV que não me dei o trabalho de ver o que era. Parecia engraçado pois sua gargalhada vez ou outra, inundava o ambiente. Seus cabelos lisos, agora sendo escovados pelos meus dedos, sempre com cheiro do baunilha. Eu estava tendo tudo, por que eu não estava feliz?

- Amor? - Justin interrompeu meus pensamentos.

- Oi?

- Estamos ficando a quase um mês agora. Já esta na hora de contar para os meninos, não acha?

Pedi ao Justin para manter nosso projeto de relacionamento em segredo, pelo menos por enquanto. Quando a casa estava cheia, eu voltava a ser a governanta, e quando todos iam embora, me tornava a ficante do patrão. Isso soava extremamente ridículo na minha cabeça. Por que isso parece ser tão errado?

- Por favor Justin, só mais um pouco? - pedi.

- Tudo bem. - ele pareceu não gostar da minha resposta, então sem olhar nos meus olhos, voltou a prestar atenção na Tv, dessa vez um pouco mais sério. 

Algum tempo depois, coloquei uma almofada de baixo de sua cabeça e fui pra cozinha. O cozinheiro havia sido dispensado naquele dia. Coloquei água para ferver e comecei a preparar o molho para a macarronada. Quando ficou pronto, chamei Justin na sala e nos servimos na sala de jantar. Em silêncio. Justin parecia em outra galaxia. Avoado, totalmente.

- Justin?

Nada.

- Justin? - repeti.

Nada.

- JUSTIN - gritei, chamando sua atenção.

Ele apenas me olhou, esperando que eu dissesse o que queria.

- Mas que droga! Qual é o seu problema?

- No momento? - assenti - você! - ele respondeu sem vida.

- É? E o que eu fiz? - perguntei, mas no fundo sabia a resposta.

Ele não respondeu. Apenas levantou e subiu as escadas, indo para seu quarto.

 


Notas Finais


Hey hey hey! Quando eu tiver certeza que tem alguém lendo, eu continuo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...