História Almost Is Never Enough - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Justin Bieber
Personagens Ariana Grande, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Amor, Ariana Grande, Drama, Justin Bieber, Romanca
Exibições 38
Palavras 905
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - I'd like to say we gave it a try


Não vi mais Justin naquele dia. 

Quando sai da mansão Bieber, Ryan me esperava no portão. Expliquei pra ele toda a história e ele ficou incrédulo.

- Não acredito. - ele dizia - Isso foi o mais próximo de um relacionamento depois do traume que Justin sofreu com a ex.

E eu realmente ligava pra isso? Eu só queria que Justin entendesse que nem tudo é como ele quer. Então pedi um favorzinho a Ryan...

 Justin's POV

- Nossa cara, você não vai acreditar. -  Ryan sussurrou se sentando do meu lado no sofá.

- Aprendeu a se limpar sozinho? - gargalhei, ainda jogando video-game.

- Não, idiota! - ele revirou os olhos - fiquei com a Ari de novo ontem. Mas sóbrio foi muuuito melhor. - ele riu e automaticamente perdi o jogo na hora.

- O QUE? - gritei.

Ele apenas riu e assentiu. Quando ia partir pra cima dele, Ariana apareceu com o balde de pipoca que havia pedido.

- Oi Ry - ela disse a ele, com as bochechas coradas.

Filhos da puta! Por isso essa piranha não quis ficar comigo. Queria dar pro meu melhor amigo.

- Oi linda - Ryan respondeu com uma piscadela.

- Hoje ainda ta de pé? - Ela perguntou e ele assentiu, a fazendo se retirar.

Demorei alguns segundos pra digerir aquilo e pela pergunta de Ryan, tava estampado no meu rosto.

- Tudo bem pra você né? - perguntou.

- Claro, por que não estaria?

- Eu não sei. Depois de ver vocês juntos para convencer sua mãe, achei que tivesse rolando de verdade. Foi muito real cara - ele riu - vocês são otimos atores.

- Cuidado pra ela não te enganar outra vez - disse colocando a mão em seu ombro e fingindo querer mijar, indo ao banheiro.

Mas que porra estava acontecendo?

Me encarava no espelho. Não me reconhecia mais. Eu não era o Justin de antes, mas não era o Justin que queria ser. Eu a tive, e a perdi pro meu melhor amigo. 

Ela não falava comigo a alguns dias, mas achei que fosse passar logo. Eu queria que passasse. Eu a queria de volta. 

Eu admito que errei ao ir atrás de uma vagabunda qualquer por puro capricho, na primeira "não briga" que Ariana não fez o que pedi. Ou o que queria pedir. Mas foi só sexo. Mesmo nunca tendo tido Ari em meus braços dessa forma, eu sonhava todos os dias em tê-la de corpo e alma pra mim. Eu a desejava. A desejava quando estava feliz, brava, irritada e até sensivel. Eu a desejava de todas as maneiras. Como contaria isso ao meu melhor amigo? Eu nem sei se ele só está ficando com ela por ficar ou se está gostando dela. Eu precisava fazer alguma coisa, mas me sentia em um beco sem saida. Onde é que eu fui me meter? 

Eu não sei o que ela tem de diferente. Não sei porque ela é assim. Geralmente as mulheres ficam muito afim de mim quando sou bruto, rude. Ela não. Eu nem ao menos consigo ser rude com ela. Só de olhar em seus olhos, já quero ser uma pessoa melhor. 

PUTA QUE PARIU, EU ACHO QUE ESTOU APAIXONADO.

Só tinha uma coisa a fazer.

Voltei pra sala e os dois pombinhos estavam no sofá, cochichando. Que lindinhos, só que não.

- Ariana, dispensei todos os funcionários mas esqueci que vou ter visita essa noite. Você pode ficar para nos servir? - perguntei educadamente, mas mais como uma ordem do que como um pedido.

- Hoje não Justin. Já tenho compromisso - ela disse sorrindo para o Ryan.

Bufei, bufei alto o bastante para que Ryan notasse mas nenhum dos dois cedeu. 1x0 para o Ryan.

Sai batendo os pés e fui para o meu quarto. Abri o frigobar e tirei uma dose de conhaque. Minha noite começaria cedo, bem cedo.

 

Ariana's POV

 

Sexta-feira. Cheguei na mansão e tudo parecia tranquilo de mais. Não havia nenhum empregado na casa a não ser eu. 

- Hello? - gritei mas não obtive resposta.

Comecei a organizar tudo, como de costume.

Estava sendo fácil enganar Justin. Fingia sair com Ryan e Justin ficava puto, sempre inventando algo pra atrapalhar. Sempre não né. Na verdade, apenas quarta e ontem. Hoje eu estava planejando algo um pouco mais diabólico. 

Não tinha ninguém mesmo na casa. Logo os outros empregados começaram a chegar. Quando foi 11 horas, Ryan chegou. Justin era motivo de risos, desde que contei a ele.

- "Ariana o cozinheiro pediu pra sair mais cedo, voce pode ficar ate mais tarde para preparar a janta?" - imitou Ryan.

Gargalhamos mais um pouco mas logo ouvimos o barulho dos portões se abrindo. Corri até a janela e vi que era Justin chegando.

- Ry, já sabe o que fazer né? - ele assentiu e corremos para o banheiro mais próximo da porta de entrada.

Quando escutamos a porta se abrir, começamos:

- Oh Ry, isso HMMM - fingia gemer. - vai continua.

Aos sussurros tentávamos não rir.

- Vai Ry, assim. Ooh 

Riamos sem parar até que fomos interrompidos por fortes batidas na porta.

- MAS QUE PORRA TA ACONTECENDO AI? ABRAM ESSA PORTA. - Justin gritava e esmurrava a porta sem parar.

Baguncei um pouco o cabelo e desabotoei a minha blusa, Ryan fez o mesmo e abrimos a porta, encontrando um Justin, muito muito muito furioso. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...