História Alone - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Luna Valente, Matteo, Simón
Tags Drama, Romance, Simbar
Exibições 258
Palavras 1.042
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Obrigada pelos comentários!
Adoro ler, até mesmo as ameaças de morte. ;)
Boa leitura!

Capítulo 34 - Tem razão.


Fanfic / Fanfiction Alone - Capítulo 34 - Tem razão.

.

Acordo atrasada. Desde que havia começado a namorar com Simón, chegava a tempo da primeira aula. Mas parece que agora isso terminou. Ele não havia me acordado.

Coloco o uniforme e escovo os dentes. Começo a me maquiar no caminho do Blake. Chego bem a tempo da segunda aula. As horas passam e o intervalo chega.

Avisto a mesa dos meus amigos, meu lugar já estava ocupado. Valéria conversava animadamente com eles. Era aquilo que estava vendo mesmo? Já haviam me trocado tão rápido assim?

Reviro os olhos quando escuto mais uma de suas gargalhadas.

- Não me importo. Eu não ligo. Dane-se. – repetia para mim mesma.

- Falando sozinha? – pergunta Yam que passava ao meu lado.

- É. Eu tô louca. – caminho até a arquibancada.

- Ia pedir para você entregar os convites para seus amigos. Mas parece que eles estão ocupados. – fala ela com uma careta me seguindo.

- Pois é, tem uma nova distração. Entre uma garota problemática e a “Val raio de sol”, quem você acha que eles preferem!?

- É, – dá uma risada. – tem razão.

- Já fez nossas roupas? – pergunto.

- Falta o figurino das meninas ainda. – responde.

- Consegue terminar até o dia da apresentação?

- Sim, é sexta, não? – questiona.

- Isso.

- Vou pegar meu lanche. Não vai comer nada?

- Não, tô sem fome. – falo.

- Ok, já vou indo. – ela acena e eu me despeço.

Deito na arquibancada e coloco meus fones. Aquelas risadas da mesa ao lado me irritavam. Olho para eles, pareciam felizes. No final de tudo, Daniela tinha razão. Eu só traria problemas e Simón merecia alguém melhor.

Tinha raiva por ela estar com razão. Fecho os olhos e cochilo até o intervalo acabar.

*

Me atraso para chegar no Roller, pois fico terminando um teste de matemática no Blake. Chego correndo.

- Me desculpa! Me desculpa! – falo parando na frente do balcão.

- 20 minutos atrasada loira! – reclama Pedro.

- Eu sei, me desculpa, tinha um teste na última aula.

- Ok, sem problemas. – comenta.

- Vou pegar os patins. – falo andando até os armários.

- Simón já está como ajudante de pista. – diz Nico.

- O que? – continuo. – Combinamos que nessa semana seria eu!

- Eu sei, mas ele insistiu. – Pedro aponta para Simón na pista.

Patinava com Valéria. Ajudava-a com alguns movimentos simples. “Não acredito” penso mentalmente.

- Então, como estamos atendendo. Você limpa. - diz Pedro. – Sexta-feira é a competição. Tudo deve estar brilhando.

“Que maravilha! Valeu Simón!”

- Claro. – forço um sorriso pegando a vassoura.

Antes de começar, tomo uns três comprimidos para dor de cabeça. Sei que no final do dia, estaria pior. Consigo limpar a sala de armários e a lanchonete.

- Amanhã eu limpo a arquibancada, a pista e os banheiros. – falo acabada jogando o pano no balcão.

- Se quiser, eu posso fazer isso. – se oferece Nico.

- Não, relaxa, eu faço.

- Posso te fazer uma pergunta? – fala tímido.

- Claro. – digo sentando e deitando a cabeça no balcão.

- É uma boa ideia convidar Jim para aquele Baile de Primavera?

- E por que não seria? – franzo as sobrancelhas.

- Talvez ela diga não. – diz inseguro.

- “Não”, é a pior resposta que pode receber. – falo.

- Tem razão. Vou convidá-la hoje ainda!

- Boa sorte!

- E você, pretende ir com quem? – pergunta.

- Na verdade, pretendo não ir mesmo. – dou de ombros.

- Como não!? Você tem que ir! Adora festas. – continua. – Além disso, Simón pode te convidar.

- Ele vai com Valéria. – afirmo vendo-os se aproximarem de nós.

- Sinto muito. – fala se afastando.  – Jim chegou, vou falar com ela.

- Não! Espera! Vai me deixar sozinha com aqueles dois!? – digo para ele.

- Eu tenho que falar com Jim!

- Valeu Nico! Valeu! – comento irritada vendo-o conversar com a ruiva.

- Oi Ámbar! – sorri Valéria.

- Não te vi o dia inteiro hoje. Por onde andou? – pergunta Simón.

- Estava limpando o Roller. – comento. – Querem beber alguma coisa?

- Dois sucos de... – ela olha para Simón. - ...laranja! – ele sorri.

Não namoravam ainda, mas eram um casal mais carinhoso do que eu fui minha relação inteira com ele.

Sirvo as bebidas e sento-me, bebia um pouco de água.

- Então Val, - continua Simón. – Quer ir ao baile comigo?

Eu me engasgo um pouco. Tinha quase certeza que iria convidá-la, mas mesmo assim era uma surpresa. Principalmente por fazer isso na minha frente.

Disfarço uma tosse e escuto a garota responder.

- Claro! – sorri animada.

- Ótimo! – ele sorri também e desvia sua atenção para mim. – Pretende ir com quem Ámbar?

- Não sei se vou. – falo.

- Aaah, mas por que? – Valéria pergunta num tom triste.

Essa garota existe mesmo?

- Não tô muito afim de ir e... – falava, mas Nico me interrompe.

- Ela já foi convidada! Jim já foi convida por outro garoto e aceitou! – reclama ele se aproximando.

- O que? Sério? – digo sem acreditar.

- Sim! – coloca a mão na cabeça irritado e percebe a presença de Simón e Valéria. – Desculpa interromper, do que falavam?

- Simón me convidou para o baile! – sorri Valéria e Nico lança um olhar reprovador para ele.

- Agora? Aqui? Nesse instante? – pergunta.

- Sim! – fala a garota.

- Aaah, legal. – diz ele num tom irônico.

- Pois é. – comento e Nico olha para eles e depois para mim.

- Quer saber? – pensa ele – Por que você não vai ao baile comigo Ámbar?

Dessa vez foi Simón que se engasgou.

- Como? – pergunto.

- É, eu estou sem par, você está sem par. – diz. – Além disso me ajudaria a provocar ciúmes em Jim.

- Mas Ámbar disse que vai ficar em casa. – comenta Simón.

- Não. Quer saber? Eu aceito. – provoco.

- Sério? – sorri Nico e eu afirmo com a cabeça. – Você é a melhor amiga do mundo! – diz me abraçando.

- Eu sei, eu sei. – sorrio me afastando dele e arrumando meu cabelo. – Vou indo então.

- Mas já!? – pergunta Valéria.

- É.

- Quer que eu te acompanhe? – questiona Simón.

- Não, fica com Valéria. – sorrio sarcástica. – Agora que vão ao baile juntos, tem muito o que conversar.

- Tem razão! – provoca Simón.

- Eu sempre tenho. – provoco também.

.


Notas Finais


J.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...