História Alone Or Together? - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Avril Lavigne, Ed Sheeran, Josh Devine, One Direction, Shawn Mendes, Taylor Momsen
Personagens Avril Lavigne, Ed Sheeran, Harry Styles, Josh Devine, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Michael Clifford, Niall Horan, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Momsen, Zayn Malik
Tags Harry!bottom, Larry, Liambottom, Lottie And Gemma, Louis!tops, Muke, Ned, Niall!bottom, Nosh, Tavril, Zayntops, Ziam
Exibições 166
Palavras 636
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Segunda parte do capitulo anterior.

Capítulo 12 - Chapter Eleven: Kiss


Fanfic / Fanfiction Alone Or Together? - Capítulo 12 - Chapter Eleven: Kiss

POV Louis Tomlinson

Percebi que Harry ia cair de lado e provavelmente se machucar, então deixei que o mesmo caísse em cima de mim. Fechei os olhos com a queda.

- Está bem, Harold? – perguntei e quando abri os olhos, percebi seus olhos verdes me fitando. Nossos rostos há poucos centímetros de distância um do outro. Fitei seus lábios carnudos e beijáveis.

Levei minha mão até sua nuca e puxei seu rosto para perto do meu, acabando com a distância entre nossos lábios, beijei sua boca e ele me correspondeu. Seu beijo era quente e gostoso. Acho que de todas as drogas em que já me viciei, os lábios de Harry eram os melhores.

Pedi passagem com a língua e ele cedeu. Explorei cada canto da sua boca, enquanto nossas línguas pareciam dançar em sincronia. O beijo era intenso e cheio de paixão. Aquele sentimento que Harry me proporcionava era amor? O que eu achei que era ódio, era, na verdade, amor? Sim, sem duvidas era.

Qualquer pingo de ódio que existisse dentro de mim era purificado com o amor puro e sincero de Harry. Um sentimento por Harry parecia crescer dentro de mim. Era mais do que desejar Harry, era necessitar dele, do seu amor.

Paramos o beijo por falta de ar. Sua testa estava sob a minha. Sua respiração quente contra o meu rosto. Quando percebi que sua respiração acalmava, voltei a tomar seus lábios para mim. Já havia me viciado em seus lábios carnudos e avermelhados.

Novamente separamos nossos lábios, Harry ficou me fitando e em seus olhos eu via paixão. Ele se levanta de cima de mim e se senta em sua cama. Logo me levanto também.

- Louis...

- O que?

- Me responde uma coisa: O que foi isso?

- Um beijo.

- Louis... Você ao menos gosta de mim?

- Não, Harry... Eu não gosto de ti...

- Então, o que... – antes que ele pudesse terminar o interrompi.

- Deixa eu falar! Eu não gosto de você, eu te amo, Harry. – segurei seu queixo e depositei um selinho em seus lábios – Eu te amo, meu Curly.

Harry não reagiu como eu esperava. Ele tirou sua mão do meu rosto e se afastou. Subiu mais para cima da cama e foi para um canto da cama. Pós as mãos na cabeça como se a mesma doesse. Ele parecia suar muito.

- O que foi, Hazz?

- A minha cabeça dói...

- Foi algo que eu disse?

- A culpa não é sua dessa vez... – ele parecia desesperado.

- Então?

- Eu não sei. A minha cabeça começou a doer do nada... Imagens começaram a aparecer.

- Que tipo de imagens?

- Eu não sei... São muitas... Não fazem sentido...

- Harry... É possível que...

- Tem imagens minha quando pequeno...

- São suas memórias... Harry... Elas estão voltando.

Ele me fitou e tirou as mãos do rosto em que lágrimas caiam.

- Lou...

Me aproximei e deitei sua cabeça no meu peito, acariciei seus cachos tentando acalmá-lo.

- São lembranças ruins, Hazz?

- São tantas... Tantas lembranças diferentes e ele também está nelas...

- Quem? - pergunto.

- Ele já apareceu em alguns sonhos meus, mas... Eu não sei, não aparece o nome dele. Lou... O caminhão... – ele segura o meu braço e o aperta, como se estivesse com medo.

- Que caminhão, Harry?

- O caminhão se aproxima e ele está na minha frente. Eu digo pra ele que vou sumir e... – aquelas palavras... Aquilo se encaixava em algo... Mas não podia ser... – O caminhão se aproxima, eu corro e me jogou na frente dele, ele aparece e sussurra algo, tudo ficou escuro... Está tudo escuro, Lou...

- Harry? Harry? HARRY?! – chamei.

Ele já não me ouvia, sua visão parecia embasar e ele fechava seus olhos. Aquilo me desesperou.


Notas Finais


Sofram por 10 dias! Já terminei os proximos 5 capitulos, mas vou deixar vocês sofrerem, depois eu posto mais um.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...