História Alphabet child - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Alphabet Boy, Alphabet Child, Jikook, Jimin Mais Idiota Ainda, Jungkook Idiota, Kookmin, Menção À Melanie Martinez, Psicopatia, Sidefic De Alphabet Boy, Violencia, Yaoi
Visualizações 211
Palavras 1.173
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Lemon, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, bebês, como vão?
Eu vou péssima, obrigada ><

Não me levem a mal, mas é que eu assisti Pure Love ontem de madrugada e estou me preparando psicologicamente para assistir Hyung essa madrugada.

É, eu to fodida, eu sei. T.T

Mas vamos deixar de conversa (só que não). Pra quem chegou aqui agora e por acaso, saiba que essa fanfic é uma sidefic da minha outra fanfic, Alphabet boy (link nas notas finais).

Você pode ler ela sem ler a outra sem problemas, mas vai ficar meio confuso, então, sugiro que leia a outra primeiro, e e tão volte aqui, beleza? ^^

Pra quem já veio aqui a partir da outra: Amo vocês, e como eu sou um pãozinho de coco, resolvi dar esse presentinho surpresa pra vocês <3

Está curtinha, mas vai fazer total diferença. Se ficar meio confuso ou sem nexo, perdoem-me, eu escrevi aquela sem pensar em escrever esse bônus, então, não foi algo planejado. ^^

Espero que gostem e boa leitura <3

Capítulo 1 - I know a lot more, child.


Fanfic / Fanfiction Alphabet child - Capítulo 1 - I know a lot more, child.

I know a lot more, child.

Capítulo Único


É claro que eu me lembro daquele dia, Jungkook. Como eu poderia esquecer?

Foi bem trágico, eu tive apenas um deslize e então, eu e o Taemin fomos pegos. Mas tudo bem, que aquele velho homofóbico morra sozinho e sufocado em sua própria amargura. A tia Jeon foi um amor em me acolher mesmo sabendo do que havia acontecido.

E então, tinha você.

Você estava escondido perto da escada, não era? Eu lembro até mesmo do ursinho de pelúcia que você segurava contra o peito. Esmagando-o.

Era bem irônico o fato de você ter tantos ursinhos, sendo que você preferia mil vezes os heróis da Marvel e livros de terror. Isso era mais uma de suas estratégias, não era? Tudo uma farsa. Porque você é uma farsa.

É claro que eu me lembro. Assim como, se me recordo bem, nossos olhares se cruzaram em um devido momento, não foi? Foi ali que eu percebi, Jungkook.

Você se acha muito cauteloso, Jeon. Mas a verdade é que você é transparente para mim.

Você realmente acha que eu não percebia seus olhares e seus toques? Você é um bom ator, Jungkook. Mas eu sou bem melhor.

Eu simplesmente tinha coisas mais interessantes do que os desejos insanos de uma criança sobre mim, para me preocupar.

Porque sim, você é uma criança. Mesmo que tente negar-se à isso.

Que coisas mais interessantes? Observar as marcas muito mal escondidas em seu corpo, por exemplo.

Eu sabia, Jungkook. Eu sabia muito bem o quão bom havia sido o seu dia com aquele garoto arrogante, Min Yoongi. Eu apenas fingia que não, e sabe porquê? Porquê eu queria ver até onde ia a sua cara de pau.

Ao que parece, ela não tem limites, não é?

Que feio, Jungkook. Você só tinha doze anos, e já era a vadia de alguém? Deplorável.

Seja sincero, Jeon. O que realmente aconteceu naquela noite? Será mesmo que o Namjoon perdeu a língua por um acidente? Mas então, porque você estava sorrindo antes de eu entrar naquele quarto?

Pobre Kim. Ele teve o azar de se deixar enganar por você.

Eu passei a desconfiar a partir daquele dia. Jungkook, você não é normal. Você acha que eu não sabia?

Porque, justamente no dia em que você estava sozinho em casa, o Seokjin hyung resolve fazer cookies para você e esquece a própria pulseira dentro do microondas?

Jungkook, você odeia biscoitos. E eu sou o único que sabe disso.

Você é infantil, garoto. Impulsivo e infantil. Você diz que eu me acho muito inteligente, que tal você tentar aprender um pouco como controlar sua raiva antes de vir falar comigo?

Seria bem útil, criança.

Eu vi você chorar. Nos meus braços. Mas sabe, apesar de estar te consolando, eu estava rindo por dentro. Porque eu te conheço, Jungkook. Por mais que você não tenha ciência disso.

E eu sei que você não estava sofrendo. Você é transparente aos meus olhos.

E foi então, que eu acabei envolvendo o Hoseok hyung entre nós.

Ele não merecia, mas eu era um maldito idiota. Eu queria ver até onde você poderia ir. E você pôs suas garrinhas de fora. Eu não acho que o Hoseok tenha se suicidado justo no dia em que fomos juntos à uma escursão na montanha. Não quando, naquele mesmo dia, ele havia me dito que estaria viajando na semana seguinte. Que havia encontrado um motivo para viver. Ele havia acabado de conseguir um emprego em uma escola de dança em Paris. Você sabia?

Você é um doente, Jungkook.

E eu sou pior ainda por deixar-me envolver em seus joguinhos.

Ah, mas, parece que você não cauculou certo daquela vez. O Yoongi descobriu, não foi? Por mais que eu não goste daquele garoto, eu sei muito bem da sua natureza.

Todos acharam que ele estava alucinando quando disse que você havia esquartejado a cadela dele durante a madrugada.

Jungkook, eu fui no seu quarto naquela hora. E você não estava lá.

Uma pena que aquele idiota não era inteligente o suficiente para calar a boca e esperar a hora certa. Ele é uma pessoa normal, depois de tudo.

Você não é. E eu também não.

Você diz que eu sou como um príncipe? Ha. Você não sabe de nada, criança.

Nós faríamos uma bela dupla, Jungkook. Caso eu te achasse alguém do meu nível.

Garoto, você realmente não é pra mim. Você não chega aos meus pés.

Você é lindo e atraente sim, eu admito. Mas isso não é o suficiente.

Você se acha esperto, mas não passa de um garoto infantil e histérico. Seje menos, Jungkook. Cresça antes de querer vir bancar o fodão de tudo.

Você sabe o porquê de eu ficar te dando lições de moral? De eu esfregar o meu diploma na sua cara? Porque você é um imbecil. Porque isso te irrita. E eu queria te fazer chegar ao limite.

Eu já sabia muito bem o que tinha dentro do seu celular. Você se acha discreto, mas não é. Não para mim.

Você acha que eu acreditei nas suas palavras? Você tinha um álbum de fotos explícitas do meu pau, simplesmente porque eu tinha um pintinho maior que o seu? Reveja seus conceitos antes de me achar um estúpido, Jungkook.

Eu fui quem te fiz acreditar no que eu queria que acreditasse.

Você diz que o lobo era a vítima, e você foi quem o devorou? Sinto muito, bebê. Mas o caçador sou eu, e ele não acreditou muito bem na sua versão inocente, chapeuzinho.

Você diz não é a minha bonequinha. Não se iluda, garoto. Você não é, porque eu não quero que seja. Porque você não tem graça para mim.

Porque basta apenas um estalar de dedos, e você vem correndo para os meus braços. Porque você é meu, Jungkook. Mas eu não sou seu.

E você fez questão de confirmar isso naquele dia. Você me ama? Ha. Te enxerga, pirralho. Você não sabe nem o que é amor.

Você é previsível.

Tão previsível que bastou eu trazer o idiota do Taehyung e apresentá-lo como meu namorado, que você surtou.

Não sabe o quanto eu estava esperando por isso, bebê.

Certo, não foi bem como eu planejava, e você conseguiu me pegar.

Eu confesso que me surpreendi, garoto. Você é realmente muito desequilibrado.

Mas você perdeu, Jungkook.

A partir do momento em que deixou a sua máscara cair na minha frente, você havia perdido o jogo.

E fui eu quem ganhei. Sabe porque?

Porque a partir do momento em que você desistiu de atuar para mim, você desistiu do seu maior prêmio.

Eu estou ansioso, Jeon. Para quando você vier me visitar escondido. Porque eu sei que virá.

Estou ansioso para ver a sua expressão mudar, diante dos meus olhos, quando eu te contar quem é o  verdadeiro vencedor desse jogo.

O que você vai fazer? Me matar? Vá em frente, querido. Não tenho mais nada a perder.

Mas, sabe? Me matar não vai mudar os fatos.

Você poderia ter tudo, Jungkook. Com suas palavras doces e seus sorrisos inocentes. Mas comigo, isso de nada vale.

Porque eu sou seu tudo.

E a mim, você nunca terá.


Você diz que sabe de todos os meus ABC’s.

Mas eu sei de muito mais, garoto.


Você pode se achar esperto, Jungkook.

Mas nunca irá deixar de ser uma criancinha.


A criancinha alfabetizada que nunca conseguirá me ter.




Notas Finais


Alphabet boy >>> https://spiritfanfics.com/historia/alphabet-boy-9023407

Bem, Jiminzinho não é tão trouxa quanto imaginavam :3
Ahsuahduahduhaududhq Adoro.

Jungkook achou ter fodido o Jimin, e acabou sendo fodido junto (e nem foi da forma que ele queria :3)

Bom, espero que tenham gostado, deixem seu comentário se puderem, irão me ajudar muito e tirar um pouco dessa ansiedade do carlaho que se apossa de mim sempre que eu tenho que postar fic nova, amém.

Amo vocês, bolinhos u.u~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...