História Alto Risco - Jikook - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Jikook
Visualizações 27
Palavras 1.075
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O ep ta meio "curto" :')
Falta de criatividade é uma coisa foda

Capítulo 2 - Salário


Fanfic / Fanfiction Alto Risco - Jikook - Capítulo 2 - Salário

*Jimin onn*

Passaram alguns minutos, então eu comecei a me preocupar. Estávamos em uma região que eu não conhecia.

-Motorista, para esse carro. - Eu falei com um tom de poder

Porém o motorista me ignorou

-Boa tentativa Jiminnie. Mas ele só ME obedece, entende? Eu pago o salário dele, não você. - Dizia Jungkook enquanto tinha um sorriso sarcástico no rosto
-Mas eu posso muito bem pagar o SEU salário.

Com a minha frase, o carro foi freiado com violência. O mais novo virou seus olhos para mim, e disse lentamente:

-Como...é?
-É isso que ouviu. - Nós nos encarávamos sérios
-Como você ousa...- Jungkook estava sacando o seu revólver da cintura, mais eu agi rápido e segurei o braço do mesmo
-*Dei risada* Olha, eu sou Park Jimin, apenas o filho do ex-casal mais rico de Busan.
-M-Mais você não havia os matado? - Sua voz estava trêmula
-Infelizmente...sim. Mais existe uma coisa chamada "herança". Graças a esse dinheiro hoje eu pago a maior parte dos traficantes e ladrões por aqui, entende?

Jeon havia paralisado. Mas uma idéia surge em sua cabeça.

-Você é idiota? - Ele empurrou minha mão, sacou a arma e apontou para minha cabeça - Porque está me dizendo isso? Sabe que eu posso muito bem te matar e pegar toda essa grana agora mesmo!

Dei uma risada abafada.

-Sim, você poderia, mais o seu único problema é...você não sabe onde eu moro.

Ele ficou constrangido com o meu argumento, e então continuou

-Eu posso descobrir, sei de muita coisa. Mas de qualquer modo, você sabe que eu sou um líder de gangue, eu sou perigoso e interesseiro como qualquer outro. Porque me diz isto? - Diz ele arqueando uma sobrancelha
-Porque confio em você. Afinal é isso que amigos fazem, certo? Confiar um no outro? - Dei um pequeno sorriso para ele.

Jungkook parecia satisfeito, então guardou a arma e pediu o meu endereço.
Eu lhe disse sem medo, já que ele não iria ousar invadir meu território permissão alguma. O carro voltou a andar, e definitivamente, estavam me levando para casa. (ALELUIA)

*Jimin off*
*Jungkook onn*

Resolvi levá-lo para casa, pelo menos agora sei que ele me considera alguém pelo menos. Não sei se eu deveria ficar feliz, afinal, já faz tempo que eu não gosto de alguém assim. Não, espera, eu não gosto dele! Eu só gosto da companhia dele, é isso. Não, nem isso, só estou um pouco atraído por ele pelo fato dele ser bonito e sexy, mas é por isso que estou me aproximando dele, para eu parar de me sentir atraído por ele.
Chegamos no destino, era uma grande "mansão" mas acabada, com furos de tiros na parede, e alguns caras fumando na varanda. Pelo estado da sua moradia, ele vivia ao altos riscos mesmo.
Jimin desceu do carro, e nem olhou para trás e nem se despediu.

-Tchau pra você também! - Gritei irritado
-Tchau? Você quase me sequestra e mata! Ainda vamos nos encontrar muito Jungkook! - Diz ele, olhando em meus olhos e pegando um cigarro
-Bebê mimado - Ouço ele murmurando bem baixo

Dei uma risada de leve, e então nós saímos da região. Ele morava longe, mas eu posso vir aqui quantas vezes eu quiser.
Quando estávamos quase chegando no meu "esconderijo", me lembrei que tinha que entregar uma certa quantidade de dinheiro pra uns caras, se não ia ferrar pro meu lado. Minha gangue não é grande, tem cerca se uns...102 no máximo. E ainda que ela é famosa! Antes de eu tomar o poder dela, um velho que era o líder, naquela época tinham uns 500 homens, mas eu me virei e o matei, ele me irritava.
E os 500 homens? Matei a maioria ( a outra parte foi morta em brigas ) , eles não aceitavam receber ordens de alguém mais novo que eles.
E esses caras que eu tenho que pagar, tem 200 no máximo, já é mais que os meus, então eu vou pagar pra não ter problemas.
Cheguei e fui direto ao meu escritório pegar o envelope com dinheiro que eu deixei pronto, mas para a minha surpresa...ALGUM FILHO DA MÃE ME ROUBOU!

-Tô ferrado cara... - Eu disse desesperado
-Falando sozinho?

Kim Namjoon, meu conselheiro, quase mais útil que eu, chegou na sala.

-Nam, a gente tá fudido! O dinheiro sumiu! - Eu disse enquanto xaqualhava ele
-Kookie, você é mesmo um bebê... - Disse ele, rindo enquanto tirava o envelope do bolso
-Seu idiota! - Dei um soco de leve no ombro dele, e peguei o envelope

Quando eu abri o mesmo...estava vazio

-PORRA NAMJOON TÁ VAZIO! - Eu disse num tom de voz exaltado
-*Ele riu* Jeon, eu já paguei! Se eu deixasse isso nas tuas mãos, você ia esquecer! E afinal, você ficou a tarde toda fora, e me diz ai...desencalhou? - Ele deu um sorriso malicioso
-Você acha que eu tenho cara de quem sai assim pra namorar? - Eu fiz uma cara de sério
-Hmm...Tem.

Joguei o envelope nele, e sentei na minha poltrona, irritado. Mas Nam é como um irmão mais velho pra mim, ele sempre me ajuda e me tira das enrrascadas em que eu me meto...não que eu seja irresponsável, é que é muito problema só pra um.

-Foi naquele encontro de líderes? - Ele senta na mesa em minha frente
-Fui, e nem me pergunte como foi, foi terrível, só deu merda.
-Osh, porque? - Ele pegou um canivete da minha mesa e começou a brincar com ele
-Não disseram nada de interessante, e eu só me envolvi em uma confusão...conheci um tal de "Park Jimin"...

Namjoon paralisou, deixando seu canivete cair e furar meu chão de madeira

-...Você vai pagar isso ai. - Eu disse rmem meio a poucas risadas
-Park...Jimin... - Ele dizia gaguejando
-Sim, um idiota...Você o conhece?
-Estudamos juntos, ele era o meu dongsaeng, mais ele matou os próprios pais e tentou suicídio várias vezes, então o mandaram para um hospício...então eu nunca mais o vi...achei que ele tinha conseguido se matar... - Disse ele, um pouco abalado
-É...mas infelizmente ele está vivo, um chefe rico de traficantes ainda.
-Bom saber que ele tomou jeito na vida. Eu já vou indo Kookie. - Ele jogou o canivete na mesa e saiu.

Caralho, esse Jimin só traz problema mesmo hein? Mas por algum motivo, isso não afeta minhas impressões sobre ele, e nem muda meu jeito de vê-lo.




Notas Finais


Ta ae :'3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...