História Altos e Baixos - Capítulo 28


Escrita por: ~ e ~Just1Lady

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jungkook, Min Yoongi, Namjoon, Suga, Taehyung
Visualizações 60
Palavras 762
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello, hello, meus amores!
Co-autora que vos fala.
Eu n tenho nada pra dizer
(Até porque eu estou digitando).
Boa leitura.

- A

Capítulo 28 - Apenas mais um garoto babaca


Fanfic / Fanfiction Altos e Baixos - Capítulo 28 - Apenas mais um garoto babaca

Coloquei a bota e dei uma última olhada no espelho. Eu estava perfeita! Tudo tinha que correr perfeitamente bem!

-----------------------------------------------------------

Respirei fundo. Eram 19:55, mas ninguém é tão pontual a ponto de chegar às 20:00 em ponto. Ainda tinha tempo.

Será que ele me beijaria? Me pediria em namoro? Deus, estou tão nervosa. Se coloque no meu lugar, seu crush supremo te convida pra sair inesperadamente, e você nem ao menos sabe se é um encontro ou apenas um rolê de amigos. Desesperador, não?

Lia: Vamos descer logo, teu boy vai chegar a qualquer momento.

Assenti e saí do quarto. Ela me seguiu. Descemos as escadas. Olhei no rádio-relógio que ficava na mesinha da televisão. 20:00. Mas ele não chegaria na hora, chegaria?

E a campainha tocou.

MEU DEUS, COMO PODE SER TÃO PONTUAL? Corri até a porta e abri. E uau. U A U.

Ele estava lindo, pra dizer o mínimo. Ele estava... divino? Sim, divino. Um deus coreano. Sorri. Ele me estendeu uma flor que mantinha escondida em suas costas, uma rosa.

Trajava uma calça jeans e uma blusa branca, com um casaco por cima. Simples, porém perfeito.

Suga: Você está... uou.

Ele analisou minha roupa. Sorri envergonhada.

Eu: Digo o mesmo sobre você.

Rimos. Peguei a rosa de sua mão.

Suga: Bem, vamos?

Assenti. Andamos até o seu carro. Ele entrou no banco do motorista e eu no do passageiro. Yoongi deu partida no veículo.

Eu: Como conseguiu ser tão pontual?

Ele riu.

Suga: Segredo.

Logo chegamos ao cinema. Me apressei para entrar na fila da bilheteria, mas Suga segurou meu ombro, me fazendo parar.

Suga: Eu já comprei pela internet.

Eu: Uh, eficiente.

Suga: Sempre. Vamos, o filme vai começar.

Logo estávamos dentro da sala de cinema. Suga foi um fofo, comprou pipoca e tudo. Enquanto o filme passava, ele passou o braço sobre meus ombros, e eu aproveitei a oportunidade e apoiei minha cabeça em seu ombro. Passamos quase o filme inteiro daquele jeito.

POV Suga

Mika era uma garota incrível, isso era um fato. Eu mal sei como tive coragem de convidá-la para sair. Mas eu fiz, e foi incrível enquanto durou, mas nada bom é duradouro na minha vida.

O filme estava quase acabando, faltavam uns 15 minutos para acabar. Mika tinha sua cabeça apoiada em meu ombro e meu braço estava ao seu redor.

Sabe aquele barulho que o celular faz quando tira foto, tentando imitar uma câmera fotográfica? Eu ouvi. Não uma só vez, mas duas ou três vezes seguidas. Olhei pra trás. Tinha alguém encapuzado segurando um celular. Renan, foi a única coisa que pensei.

Mika viu que eu olhava para trás.

Mika: O que foi?

Olhou para a mesma direção.

Eu: Precisamos ir.

Disse me levantando.

Mika: O que? Ainda não acabou! Faltam 15 minutos!

Ela se levantou para me acompanhar. Saímos da sala de cinema, em todo o caminho para meu carro ela me perguntava o que tinha acontecido. Não respondi, nem ao menos tinha tempo para isso. Tínhamos que ir rápido, a pessoa encapuzada poderia estar nos seguindo. Não podia colocar a vida de Mika em risco.

Entramos no carro e eu acelerei.

Mika: Suga, o que foi aquilo?

Suspirei.

Eu: Esquece isso, Mika. Não é nada.

Mika: Não é nada? Você saiu correndo de lá! Praticamente me arrastou!

Eu: Eu juro, não foi nada. Não pergunta, eu não tenho como explicar.

Mika: Yoongi, pelo amor de Deus, me diz o que aconteceu. Eu juro, você está me deixando preocupada.

Eu: NÃO FOI NADA! EU JÁ DISSE! PARA DE PERGUNTAR!

Mika fez uma cara de indignação, mas não respondeu nada. Passamos o resto do caminho em silêncio.

Chegamos na sua casa e ela saiu do carro sem se despedir. Então eu percebi.

Eu fiz besteira.

POV Mika

Quando entrei em casa, Lia estava na sala mexendo em seu celular com um sorriso bobo. Provavelmente estava falando com Tae.

Lia: Hey! Já voltou? Como foi? Foi legal? Quero detalhes.

Ela se levantou e foi até mim. Estava animada.

Eu: Lia... eu não quero falar sobre isso.

Subi as escadas e estava indo em direção ao meu quarto. Ela me seguiu.

Lia: Ei, o que aconteceu? Ele foi um babaca ou o que?

Eu: Eu não sei o que aconteceu, Lia. Estava tudo indo perfeitamente bem e então paft. Desmoronou. Eu conto amanhã, okay? Preciso dormir.

Lia assentiu e me deixou sozinha.

Entrei no meu quarto, me arrumei para dormir e me joguei na cama.

Talvez Min Yoongi não fosse o príncipe que eu via. Talvez ele fosse apenas mais um garoto babaca. 


Notas Finais


Foi isso. Espero que tenham gostado.
Comentem o que acharam, se amaram, se odiaram, como foi o dia de vocês, como está o clima, ou se gostam de pão. Apenas comentem. Eu gosto de comentários.
Espero que tenham gostado. Até a próxima.

- A


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...