História Always - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Tags Carrossel, Depressão, Paulicia, Suícidio
Exibições 154
Palavras 1.046
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais um capítulo saindo quentinho pra vocês

Capítulo 4 - Four


       
  ---××-
      Depois do Ocorrido,Alicia queria se bater por ter ficado tão nervosa.Ela tentava prestar atenção no o quê o professor explicava,mas seus pensamentos sempre iam para Paulo Guerra,Por que ele queria que Alicia fosse na festa?Ele só estava falando da boca pra fora,para brincar com ela?Alicia se perguntava.
   
P: Você está tão linda hoje.

P:não que você estava feia nos outros dias

P:Você fica mais bonita cada dia mais.

Eu:Meu Deus

Eu:Você não desiste mesmo.

Eu: Meloseira *revirando os olhos*

P: Não revira os olhos pra mim.

Eu: *Revirando os olhos*

P:Tsc Tsc...

P:Estou no Tédio.

P:Aula de Matemática sempre são horríveis

Eu:Eu prefiro matemática do quê História.

P:Eu amo História.

P:Nós somos opostos

P:Opostos se atraíam

Eu:Você não consegue ficar um minuto sem passar cantada.

P:Desculpa,eu vou parar.

Eu:Quantos anos você tem?

P:Tá interessada hein?

Eu:Ai meu Deus

Eu:Eu quero saber se eu não estou conversando com um Pedofilo maluco.

P:Eu tenho 17 anos.

Eu:Eu pensei que você tinha 10 ou 9 anos.

P: O que?

P:Por que?

Eu:Acho que só criança se interessaria por mim.

P:Por que?

Eu:Porque sou feia.

P:Aaaaah

P:Alicia você é linda,não se coloque para baixo

P: Bom,Quem não se interessaria por você?Ele

Eu: A maioria  das pessoas

P: Vou te bater.

Eu: #Leidamariadapenha

P:Foi mal

Eu: Vou fazer perguntas e você responde.

Eu:Okay?

P: Okay.

Eu: Um apelido seu

P:Minha irmã quando era pequena ela me chamava de Lito.

Eu:Desculpa eu ri.

P: Não Ria.

Eu:Desculpa.

Eu: Você está em que ano?

P: 2016

Eu: Idiota

P: Último ano

Eu: Poxa

Eu: Como você conseguiu o meu número?

P: Tenho meus contatos.

Eu:Poxa desculpa Ai,Você tem contatos

Eu: Revirando os olhos.

P:Amor,A professora vai pegar meu celslar

Eu:Okay.

           Alicia não reclamou pelo um garoto que mal  conhecia ter chamada a mesma de Amor,bom foi a primeira vez que alguém tinha chamado a garota de Amor,A menina tentou esconder o sorriso.Talvez ela esteja gostado disso.

---××-
          O celular de Paulo foi tomado,ele esperaria a aula acabar para pegá-lo novamente.Paulo depois de um tempo foi ver que tinha mandado a palavra amor para a garota,ele daria tudo para ver a reação da Menina.
      
   
----××-
      
     - Você está me dizendo que você tem um garoto que te manda mensagem anônimas? - Jorge falou enquanto sentada junto com Alicia e Valéria.a
     - Sim,eu sei que é estranho... - Alicia voltou ao seu almoço.
      - E se ele for um maluco? - Jorge falou preocupado.
      - Ele não é,bom,não sei,faz apenas dois dias que eu falo com ele. - Alicia suspirou pensativa.
      - Se ele fazer alguma coisa,liga pra Polícia  e  a ambulância porque da ai eu mato ele. - As meninas riram do garoto.
       - Vou buscar vocês as 19h Okay? - Valéria disse enquanto acenava para um menino cacheado.
       - Quem é a miniatura de Harry Styles? - Jorge disse se referindo ao garoto que Valéria sorria.
        - Harry Styles é mais bonito. - Alicia provocou fazendo Valéria semi cerrar os olhos.
        - Vocês são terríveis. - Valéria falou tentando parecer séria.
        - O nome dele é Davi,e a gente está saindo,depois eu conto os detalhes amiga. - Valéria deu um beijo na bochecha da amiga e saiu apressada.
       - É cada maluquice. - Jorge falou fazendo a garota rir alto.Todos olharam e Alicia pois a mão na boca.
        - Adorável. - Jorge sorriu para a menina.
        - Margarida pediu pra te entregar. - Uma menina de cabelos ruivos apareceu entregando um papel para Jorge.
        - Quem é Margarida? - Jorge falou depois que a garota foi embora.
        - A gente não se dar muito bem. - Alicia abaixou a cabeça.
        - Como assim? - Jorge franziu as sobrancelhas.
         - Ela e as amigas dela praticam bullying comigo. - Alicia voltou a comer em silêncio.
           Jorge abriu o Papel que tinha o número da garota e uma mensagem escrita: Me liga.
          - Ela pratica bullying com você? - Jorge perguntou.E Alicia Acenou com a cabeça.
             Em um ato,Jorge amaçou o papel.
      
     
                 - Não vou ligar para uma menina que faz esse tipo de coisa. - Jorge falou confiante.
         - Obrigada. - Alicia sorriu e Jorge abraçou forte a garota.
 
---××-
         Paulo via a cena com raiva,ele não podia confessar que estava com ciúmes dos dois ali se abraçando.
        Paulo pegou seu celular para enviar uma mensagem para Menina,para ver a reação dela e ver se o loiro desgrudava da mesma.
    
Eu: Peguei meu celular de volta.

Eu: A festa foi adiada para semana que vem.

Futura namorada: Não quero ir mesmo.

Eu: Mas você vai.

Eu: Eu te busco pelo pé.

Futura namorada: Ai eu descobriria quem é você.

Eu: Espertinha.

       Paulo viu os lábios de Alicia se transformar em um sorriso de lado.Ele estava indo bem.

----×××
       Uma semana depois...
 
       Alicia conversava frequentemente com seu garoto anônimo.Fazia uma semana e alguns dias que seu Pai não aparecia em casa,seu Pai sempre foi um fardo para todos.Só nos últimos dois dias O anônimo já tirou muitos sorrisos da menina.
       Alicia Saiu da escola e foi direto pra casa,Jorge e Valéria não podiam ir com ela no dia,Então ela foi sozinha.O tempo estava fechado,o céu estava cinza e se ela não se apressar ia junto com a chuva.
       - Oi! - Alicia tomou um susto quando alguém pulou na sua frente.
       - O-oi Paulo... - Alicia falou meio nervosa.
       - Tá indo sozinha? - Paulo falou acompanhando a garota.
        - Uhum... - Alicia falou meio nervosa.
        - Posso ir com você,minha irmã foi com o namorado dela... - Paulo revirou os olhos.
         - Claro. - Alicia sorriu.
         - Bom,as meninas mexeram com você outra vez? - Paulo perguntou.
         - Não,desde que você falou com elas,elas pararam. - Alicia falou olhando para baixo.
          - Bom,não quero elas mexendo com você. - Paulo ajeitou a postura.
           - Por que não?você mal me conhece. - Alicia perguntou com voz baixa.
            - Você é inteligente,bonita,e não é legal fazer isso com ninguém. - Paulo sorriu para a menina que corou logo e sorriu.
            - Obrigada. - Alicia sorriu.
            - Você tem um lindo sorriso Gusman. - Paulo parou na frente da casa menina. - Te vejo na festa. - Paulo deu um beijo na bochecha da menina que ficou vermelha e entrou Em casa um sorriso no rosto.
      



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...