História Always and forever - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gossip Girl, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Bonnie Bennett, Camille O'Connell, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Davina Claire, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Enzo, Esther Mikaelson, Finn Mikaelson, Freya Mikaelson, Hayley Marshall, Hope Mikaelson, Jeremy Gilbert, Katherine Pierce, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Lilian "Lily" Salvatore, Malachai "Kai" Parker, Marcellus "Marcel" Gerard, Matt Donovan, Mikael Mikaelson, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore, Tyler Lockwood, Vicki Donovan, Vincent Griffith
Exibições 20
Palavras 2.607
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey pessoas <3 Demorei menos dessa vez =) Mas hj o cap é grande U.u

Sem mais delongas....


BOA LEITURA =)

Capítulo 17 - New students or new flirts?


Fanfic / Fanfiction Always and forever - Capítulo 17 - New students or new flirts?

PV´ s Hope : 

 

Quando se  é um grande ser sobrenatural você acaba arrumando alguns inimigos mas as vantagens falam mais alto. Poder desligar a humanidade, força, velocidade, controle mental,  feitiços poderosos e o melhor de tudo :  mesmo acordada as cinco da manha como estou agora eu não me sinto cansada e nem um pingo de sono me atinge.  Sem falar das minhas emoções que no começo ficaram um pouco confusas, mas que logo voltaram ao normal só que um pouco mais aumentadas. Tudo que eu odiava antes odeio mais ainda agora, todos que eu gostava agora eu os amo,  tudo esta mais bonito, o fogo esta mais ardente, o frio é algo inexistente pra mim agora,  quando estou feliz pareço uma drogada e quando estou com raiva parece que vou explodir minhas emoções são um pouco confusas principalmente em relação há algumas pessoas e quando digo “algumas pessoas” eu estou querendo dizer Kol. 

Já se passaram duas semanas  desde  do dia em que descobrimos que meu sangue ajudaria a minha mãe e Kol  , desde esse dia  eu e ele nos tornamos mais amigos, estamos sempre juntos mas  evitamos conversar sobre assuntos que talvez nos machuque como  falar do “eu te amo” que eu disse a ele, brigar sobre ele ter transado com a Davina, descutir sobre meu passado com o Enzo, conversar sobre nosso antigo relacionamento, falar sobre o que exatamente somos agora e principalmente nem tocamos no assunto de namorar ou ficar com outras pessoas.  Em vez de brigar e descutir esses assuntos preferimos curtir baladas, assistir filmes e series e as vezes nos alimentamos juntos. 

Nessas duas semanas aconteceram tanta coisa, meu pai esta voltando a falar com Rebekah, a familia Mikaelson voltou a reinar New Orleans e a paz prevalece na familia toda.

 

- Hey princesa!  –  Kol aparece do nada em minha varanda onde eu estou há mais de duas horas apenas olhando o nada. 

- Hey  moribundo! 

- Nossa! Agora magoou 

- Fala logo o que tu quer criatura. 

- Eu vim tirar uma duvida que esta me  perturbando  há um tempo. Mas voce tem que me prometer que não vai ficar brava por eu estar perguntando isso. 

- Não vou prometer nada! Mas pode falar. 

- Ta bom, eu quero saber qual o seu grande problema com o Enzo. 

- Eu não tenho problema nenhum com o Enzo!  – Okey ficou parecendo que eu estava nervosa de ouvi esse nome mas realmente eu estou. 

- Sei...e eu  não estou ouvindo seu coração acelerado so de ouvir o nome Enzo. 

- Meu coração não esta acelerado coisa nenhuma! 

- Sabe uma coisa interessante sobre voce é que toda vez que tu conta uma mentira automaticamente voce começa a coçar a nuca assim como esta fazendo agora. 

- Voce quer mesmo saber?  –  O questiono finalmente cedendo a suas perguntas já que mentir não estava dando certo vamos ver se a verdade aquieta esse fogo do Kol. 

- Sim! 

- Bom.... Eu conheço o Enzo há muito tempo, pra falar a verdade eu o conheci há dois anos, ele estava visitando o Damon, na época eu so tinha catorze anos  então eu sempre achei estranho o jeito que ele ficava dando em cima de mim claro que eu pensava que era so zueira. Um  dia quando eu apareci na casa dos Salvatores ela estava vazia o que não era nada normal, mas ela não estava tão vazia quanto eu achava Enzo estava la e do nada ele começou a me atacar parecia que ele estava bebado, eu não estava entendo nada, ele repetia sem parar que tinha que me matar, eu pedia pra ele parar mas quanto mais eu pedia mais ele me batia. Eu so conegui me livrar dele quando eu apliquei uma dose de verbena que eu havia achado no quarto do Damon, assim que eu injetei a verbena em seu ombro ele começou a desmaiar mas não antes de arrancar meu coração. 

- Como assim antes de arrancar seu coração? Ele matou voce? 

- Sim. 

- Mas....Como.. Como voce..

- Como eu estou viva?  Durante quase dois meses eu fiquei do “outro lado” vendo minha mãe desesperada pra achar uma bruxa que praticasse magia negra de ressurreição ate que um dia ela conseguiu. Assim que ela me trousse  de volta houve  conseqüências  , o poder que eu possuía na época começou a tomar conta de mim e foi ai que ela mandou essa mesma bruxa trancar todos os meus lados sobrenaturais me tornando uma simples humana. 

- Nossa! Hope... Eu sinto muito. 

- Não sinta. 

- Por que nenhum de nos ficamos sabendo disso? 

- Por que ainda é muito doloroso lembrar de tudo aquilo. 

- E do nada ele vem aqui e te beija? 

- Stefan disse que agora ele esta com a Bonnie então provavelmente ele fez aquilo porque a sereia queria que ele fizesse. 

- Afinal por que ele te matou? 

- Eu não sei! Mas a Bonnie me disse que ele esta sob efeito de um feitiço. 

- Então outra pessoa esta envolvida nisso? 

- Kol EU NÃO SEI! Quer saber eu vou dormir. 

- Você sabe que não precisa dormir. 

- É eu sei, tenho que me lembrar de arrumar desculpas melhores! 

 

Ótimo! Agora vou ter que descer pra sala por que nem na minha varanda eu posso ficar! Muito obrigada Kol. 

Assim que piso no ultimo degrau percebo que Rebekah esta deitada no sofá assistindo algum filme. 

- Bekah chega pra lá. 

- UI ela voltou a falar comigo! –  Rebekah zomba do castigo que eu tinha dado pra ela que nem mesmo durou um mês. 

- Besta! 

- Ta parei –  Diz ela rindo se afastando mais para o lado dando espaço necessário para que eu possa me sentar. 

- Ta assistindo o que? 

- Ta passando um jogo! –  Vejo que Rebekah assim como os outros Mikaelson ainda precisam de algumas aulinhas já que eu sei muito bem que “jogo” é esse. 

- Rebekah você sabe que isso é um filme ne? 

- Hope não brinque comigo, isso é um jogo esta escrito. –  Pego o controle de sua mão, aperto um dos botões  e logo vejo que realmente minhas suspeitas estavam certas o tal jogo que Rebekah esta vendo é a saga “Jogos vorazes”  

- HAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHA 

- Por que você esta rindo? –  Ela me pergunta com uma cara de inocente que me faz dar mais risadas, acho que Rebekah é sim um pouco sem noção. 

- Rebekah isso é um filme que se chama Jogos vorazes, so por que tem o nome jogo não significa que seja um jogo. 

- Bom disso eu já sabia! 

- Há! Claro que sabia. 

Por mais de três horas eu e Rebekah ficamos assistindo filmes que eu nem sei o nome.  Percebi que Rebekah é muito troxa. 

- Meu Deus! Já são oito horas! 

- Ah é você tem aula hoje. 

- Não fique animada com isso,  nossa maratona de filmes ainda não acabou! –  Solto uma risada maléfica e já subo diretamente pro meu quarto. Eu só tenho uma hora pra me arrumar! Serio? 

PV´s   Kol : 

Alguns minutos depois que Hope saiu de sua varanda comecei a escutar algumas risadas que logo identifiquei serem de Rebekah e Hope , fico muito feliz que as duas tenham se reaproximado. 

Quando as risadas e cochichos cessam percebo que já são oito horas da manha.

- Não fique tão animada com isso , nossa maratona de filmes ainda não acabou! 

Escuto a voz de Hope e logo passos rapidos começam a chegar perto do quarto, quando Hope saiu de seu quarto eu permaneci nele fuçando algumas coisas que eu trato logo de por no lugar e rapidamente me escondo em sua varanda. 

- Ai que merda! Onde eu deixei meu celular? 

Olho pra baixo e vejo o bendito celular em um ato rapido eu o jogo em sua cama antes que ela continue a procurar e me encontre. 

- Estranho....

Vejo ela se encaminhar  ate o celular, colocando uma musica exageradamente alta. 

- Justin você é tão gostoso!

Meu Deus ela esta beijando o celular, essa menina não é normal e isso é o que eu mais gosto nela. 

Ela vai até a porta da varanda e fecha a cortina que eu nem havia notado que estava ali. 

Com  a cortina fechada a única coisa que vejo é sua sombra, claramente ela esta tirando a roupa coisa que eu não deveria estar olhando mesmo que seja pela sua sombra isso não é certo mas quem  se importa se é errado ou certo?

Após um tempo sua sombra desaparece aproveito a oportunidade para sair de sua varanda , mas sou pego de surpresa.

- Aha! Seu pervertido! –  Hope me olhava com um olhar mortal e logo percebo que ela esta apenas de toalha o que me causa uma  certa excitação que logo é contida quando olho uma estaca que ela estava a segurar com uma pose de assassina. 

- Você sabia que eu estava aqui? 

- Claro que eu sabia, seu idiota dava pra ver sua sombra pela cortina! 

- Então você so tirou a roupa pra me provocar! –  A acuso tentando sair dessa situação. 

- Digamos que sim, mas agora esta na hora de você aprender uma lição. 

- Hope o que você vai fazer com essa estaca? 

- Nada eu so vou.... –  Ela não completa sua frase  apenas me empurra pra varanda e ameaça a me jogar. 

- Você não ousaria. 

- Quer apostar? –  Ela crava a estaca em meu ombro, tento tira-la de lá mas sou impedido por um de seus feitiços e uma dor de cabeça a me atormentar. 

- Não pense jamais que eu não sou capaz de fazer alguma coisa! 

- Hope se você me jogar daqui... 

- Relaxa você é um vampiro original tenho certeza que ira sobreviver a uma simples queda e não sejamos tão dramáticos o chão não esta tão longe assim. 

Ela simplesmente me joga sem do. 

- Hope! –  Grito seu nome em sinal de raiva, que logo se transfere para dor. O chão realmente não estava tão longe mas a dor foi quase mortal . 

Olho pra cima e ela começa a mandar vários beijinhos no ar para mim. Isso vai ter volta! 

 

PV´s  Hayley : 

Escuto um barulho do lado de fora de casa mas o ignoro completamente assim que vejo Elijah se juntando a mesa junto a Klaus, Rebekah e Freya . 

- Onde diabos esta o Kol? –  Klaus pergunta vendo que apenas Hope e Kol não estavam ali, conheço muito bem Niklaus Mikaelson e sei que ele desconfia que Kol e Hope  tenham alguma coisa alem de amizade de tio e sobrinha. Pra ser sincera eu também desconfio. 

- Onde quer que ele esteja com certeza ele esta com a Hope. 

- O que você quer dizer com isso Rebekah !? 

Solto uma risada pela cara que Klaus fez ao ouvir o comentário de Rebekah. 

- Tire suas conclusões. –  Rebekah o desafia e trata logo de comer seu bolo antes que Klaus o queime com seu olhar mortal. 

- Niklaus não se aborreça com Rebekah ela apenas esta dizendo o que esta bem obvio. 

- A única coisa que esta obvio aqui é que vocês estão todos loucos! 

- Hope e Kol estão tão próximos esses últimos dias admita Klaus! Até a Gossip Girl apóia eles. –  Freya faz a menção de mencionar o site de fofocas em que Hope aparece quase em todas as postagens. 

- O que é Gossip Girl? –  Elijah pergunta a Freya mostrando sua curiosidade. 

- É um site que conta as fofocas de todos que estudam na escola da Hope. 

- Klaus  é coisa de adolescente. – Tento acalma – lo vendo sua cara de fúria ao ver as postagens do tal blog. 

- Hayley você converse com a Hope por que eu quero explicações e faça isso rápido antes que alguém acabe em um caixão! 

- Quem vai acabar em um caixão? – Hope aparece e trata logo de pegar seu pão e suco. 

- Ninguém  minha filha ninguém. –  A respondo interrompendo Klaus que iria começar uma de suas discussões. 

- Quando você chegar eu quero conversar com você. –  Klaus diz totalmente calmo pegando uma fruta. 

- Okey. 

Depois que todos nos terminamos de tomar café, Hope tratou de ir pra escola enquanto eu fui falar com Elijah que estava em seu quarto. 

PV´s Hope : 

Assim que chego na escola sou recebida por Emily,Cait e Barry. 

- OLHA ELAAAA! 

- Emily eu não te conheço. –  Caitlin Digo assim que chego a mesa em que estavam todos sentados. 

- Sua vaca! 

- Puta! 

- Bêbada! 

- Troxa! 

- Iludida!  

- Da pra vocês pararem, parecem crianças. –  Caitlin  interrompe nosso momento de afeto. 

- Se nos somos crianças você e Barry  são nossos pais. –  Emily zomba de Cait e Barry os deixando vermelhos, eles dizem que são só amigos mas se ate a Gossip Girl shippa quem sou eu pra não shippar? 

- Eu tenho vergonha de vocês. –  Barry se pronuncia rindo da situação e apontando pra  mim e Emily ao dizer que sente vergonha de nos. 

- Eu vou buscar os meus livros no meu armário. 

- Eu vou com você. –  Barry sai atrás de Cait todo atrapalhado mas de um jeito totalmente fofo. 

- Se forem transar usem caminha! 

Cait manda o dedo do meio pra mim em resposta a minha pequena brincadeira. 

- Onde caralhas esta o Cisco e a Lia? 

- Lia esta paquerando um carinha e o Cisco ta na secretaria tentando convencer a secretaria a dar um fone pra ele. 

- Vamos lá ver a vergonha dele? 

- Bora! 

  Quando ja estávamos indo nossos celulares começam a tocar e todos ja sabemos quem é. 

GOSSIP GIRL ON: 

AH A PRIMAVERA MINHA ÉPOCA PREFERIDA DO ANO; JUNTO COM ELA ESTA CHEGANDO NOVOS ALUNOS E NOVOS ALUNOS SIGNIFICAM  NOVAS PAQUERAS, ATENÇÃO MOÇAS CARNE NOVA CHEGANDO! SÓ EU ESTOU COM A  SENSAÇÃO QUE UM MASSACRE ESTA POR VIM?  SE PROTEJAM.... QUEM FICAR NO CAMINHO IRA SER ATROPELADO, ANOTEM A PLACA E TORÇAM PARA QUE NÃO SEJA O CARRO DA RAINHA D. 

XOXO 

- Caramba! 

- O que foi loca? 

- A Gossip Girl tinha razão! Olha a quele gato. 

- Na onde? 

- Ali Hope, na secretaria perto do Cisco. 

- Mas só da pra ver as costas dele. 

- E pra mim isso já basta! 

Quando o sinal toca Emily vai direto pra sua sala enquanto eu sou literalmente levada pela multidão de pestes que passam correndo por mim e derrubando todos os meus livros. 

- Ae poha da proxima vez me leva junto tambem! - Proclamo palavrões pra todos escutarem. 

- Acho que isso aqui é seu. 

Meu Deus do Céu é o garoto que a Emily estava falando, caramba ele realmente é um gato! 

- É sim, obrigada! 

O agradeço pegando o restante dos livros que estava do chão logo pegando o que estava em sua mão. 

- Você não vai me dizer seu nome? 

- Ai que mal educada que eu sou. 

- Nossa! É um nome grande. 

Rimos por alguns minutos mas trato logo de dizer meu nome assim eu posso saber o dele. 

- Hope.- Estendo a mão para o garoto que logo a pega dando um leve beijo nela owwwt que cavaleiro. 

- Noah. 

- Bom Noah infelizmente eu tenho que ir antes que eu fique de detenção de novo! 

- Nossa! Temos uma rebelde aqui. 

- Digamos que sim. 

Depois de nos despedirmos, entrei na sala correndo.

É esse ano vai ser longo e eu pretendo passar ele junto com esse boy magia do Noah. 

CONTINUA.....


Notas Finais


Eita que essa Hope é toda safadenha

So quero ver a vingança do Kol HHAHAHHAHAHA

Noah vai ser um personagem chave para a fic ( misterio )

Finalmente foi revelado o tal passado da Hope e do Enzo mas quem sera que fez o tal feitiço pra ele mata-la?

SO VÃO SABER NO PROXIMO CAP HEUHEUHEUHEUHEU

Ps: O Noah ira ser "interpretado" pelo Torrance Coombs ( Bash de Reign) Mas isso não ira interferi nada na fic.

XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...