História Always (Larry Stylison) - Capítulo 56


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Demi Lovato, Ed Sheeran, Ellie Goulding, Fifth Harmony, Gigi Hadid, Ian Somerhalder, Kendall Jenner, Kristen Stewart, Kylie Jenner, Nina Dobrev, One Direction
Personagens Ally Brooke, Ashton Irwin, Calum Hood, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Josh Devine, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Michael Clifford, Niall Horan, Normani Hamilton, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Infantilismo, Larry, Ziam
Exibições 184
Palavras 1.440
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Poesias, Romance e Novela, Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLHA O TIRO.

PEI PEI

Capítulo 56 - Xeque mate


Harry olhou no relógio já era noite e passava das sete, o cacheado estava agoniado pois desde que Stanley ligou naquela tarde pelo celular de Thomas, o moreno não apareceu mais e isso o deixava preocupado.

- Acho que nós devíamos ligar para ele - Louis disse enquanto bebia um copo de água.

- Também acho que devíamos entrar em contato com ele - Harry trocou um olhar com James que apenas negou.

- Ele mesmo fará isso, fiquem tranquilos - James garantiu enquanto olhava para a janela la fora.

Chovia forte e trovejava, Louis estsva preocupado, como será que estariam seus meninos? Como estaria Dereck? Thomas, será que já tinha comido? Será que estavam bem?. Sua atenção foi roubada pelo celular de harry tocando na mesa de centro. Ele suspirou rezando internamente para que fosse Stanley.

- Stanley - Harry disse sério enquanto olhava para a tela do próprio celular.

- Estamos no parque Onde você e seus discípulos costumavam vir na época do ensino médio, espero que já tenham tomado uma decisão, e espero que ela seja a certa, caso contrário de adeus aos seus garotinhos - A imagem de Thomas e Dereck sentados em cadeiras e amarrados de costas para o lago fez harry se desesperar.

- Chegamos aí em alguns minutos - Disse sério desligando o celular.

- Perfeito, Michael mande duas patrulhas para a rua atrás do parque, harry e Louis irão para la, pelo que podemos rastrear eles estão perto do lago que divide a cidade - James falava apressado enquanto saiam da casa.

Antes que o moreno entrasse no carro Michael o puxou segurando sua mão.

- Fiquei seguro - o loiro sussurrou.

- O mesmo se aplica a você - James entrou no carro logo sumindo dentro do condomínio.

Louis apenas observou tudo entrando dentro do carro com harry, assim que o cacheado ligou o carro ele segurou em sua mão a apertando tentando lhe passar toda a segurança possível.

- Não importa o que acontecer esta noite, eu amo você, eu e os garotos amamos você - Harry sussurrou enquete dirigia. Sua atenção estsva na estrada.

- Eu também amo vocês, muito - Louis sorriu afetado.

-x-



Alguns minutos depois o cacheado estacionou o carro em frente ao parque, Louis saiu do carro sem nem sequer olhar para trás. Harry apenas ficou dentro do carro, estsva completamente acabado já eram quase nove da noite, Stanley foi esperto. Quase ninguém frequentava mais aquele parque, e a segurança era rara por ali. Ele ficou apenas olhando Louis sumir de seu campo de visão dentro do parque e apagou os faróis, não poderia ser visto ali. Ele viu quando o carro de James passou por ele e seguiu em frente pela estrada. E apenas respirou fundo,mais algum tempo e tudo estaria bem. Todos estariam bem. Ele, Louis e seus garotos.

-x-


Louis caminhou pela pequena trilha do parque que dava a ponte que passava por cima do lindo lago, a água azul e clara se iluminando com a luz da lua, seria uma noite linda se tudo aquilo não estivesse acontecendo. Estava garoando fino, então o castanho apenas apertou o passo, assim que ultrapassou a ponte viu em meio algumas árvores algumas silhuetas, dentre elas a de Stanley. Quando foi chegando mais perto reconheceu a figura de Ian e parou bruscamente. Stanley que estava de costas falando alguma coisa com alguém logo se virou na direção de Tomlinson sorrindo.

- Confesso que pensei que fosse demorar mais - O moreno sorriu malicioso.

Louis sorriu da mesma forma e caminhou até o castanho, assim que se aproximou o suficiente pode ver a figura de Taylor caída no chão,  será que eles haviam a matado? Thomas e Dereck estavam de frente para si amarrados e confuso.

- Você por aqui Ian? - Louis questionou ainda sorrindo.

- Digamos que vim fazer uma visita e encontrei com Stanley, serviço nunca e demais - Ian respondeu com indiferença.

- Tanto faz - deu de ombros - Vamos? - Louis olhou para Stanley.

- Não vai falar com os garotos? - Stanley perguntou desconfiado.

- Não tenho nada a tratar com eles - Louis não olhou nos rosto dos garotos mas sabia que eles estsvam confusos.

Stanley pareceu acreditar e logo sorriu se aproximando do castanho segurando seu queixo o olhando nos olhos.

- Sabia que um día você acabaría cedendo a mim Louis, era só questão de tempo - O moreno sorriu puxando o castanho para um beijo.

E Dereck nunca imaginou que presenciar ia aquilo, Louis correspondeu ao Beijo.  Seu pai tinha beijado Stanley,  LOUIS TINHA BEIJADO STANLEY.

- podem solta - los - Stanley disse olhando no rosto dos garotos

Ian e Justin se aproximaram soltando, Ian segurou os braços de Thomas e Justin fez o mesmo com Dereck. 

- Vamos,  garotos já sabem o que fazer - Stanley segurou a mão de Louis e saiu andando dando as costas para os garotos.

Dereck não conseguia entender o que estava acontecendo, até seus braços serem soltos e os de Thomas também. Ele segurou a mão do irmão e correu até Taylor que estava desmaiada no chão. A loira havia tentado os salvar e levou uma coronhada na cabeça, Dereck colocou as cabeça da loira em seu colo dando leve tapas em seu rosto. Ele ouviu um barulho estranho e então um sussurro de Thomas o chamando se agarrando a sua blusa. Seus olhos subiram para ver o que estava acontecendo e se deparou com uma arma apontada para si, ele se colocou de pé deixando o irmão mais novo atrás de si.

- Justin o que está fazendo? - Ian concongelou ao ver a cena.

- dando um fim ao trabalho que começamos - o loiro respondeu.

Ian deu dois passos para frente na intenção de impedi - lo más sua surpresa foi maior quando viu o loiro caindo no chão e logo Taylor em cima de si o socando. Dereck estava paralisado junto ao Thomas, mas assim que seus olhos se encontraram com os de Tristan ele entendeu.

- CORRAM - o loiro gritou.

A arma estava no chão, ele se aproximou para pegar porém Justin foi mais rápido e logo a  alcançou apertando o gatilho.  Dereck empurrou o irmão caindo no chão o abraçando seus olhos subiram assim que viu pessoas se aproximarem, ele viu quando o corpo de alguém desconhecido havia caído no chão. Ele também ouviu o grito de Tristan e também ouviu mais disparos até que um rapaz se aproximou de si o ajudando a se levantar e a Thomas, eles foram levados para a saída do parque as pressas ele pensou que estava sonhando quando viu a Tucson preta de harry estacionada na calçada e o cacheado do lado de fora da carro andando em sua direção. O moreno parou assim que viu seus garotos correndo em sua direção. Thomas e Dereck se jogaram nos braços do cacheado, harry os abraçou com força beijando seus cabelos os apertando contra si.

- Meus amores - ele sussurrou baixo.

- o Louis...E ele. ..Ele - Thomas tentava falar mas harry o interrompeu sorrindo.

- Ele está bem querido, vai estar com a gente logo - Sussurrou sorridente.

Eles entraram no carro com Troye que ia acompanha-los até o hospital para fazerem um exame de corpo de delito. Harry apesar de saber que Louis estsva seguro, tinha medo. Se Stanley fizesse alguma coisa a ele? Não tinham tido nem tempo de se despedir. Harry não podia se dar a luxo de perde-lo, ainda tinham muita coisa para viver juntos e reviver. Não podia perde-lo. Não ia perde-lo.

-x-


Louis ria forçadamente de mais uma das histórias horripilantes que o moreno contava. Ele viu quando o moreno parou no farol vermelho e suspirou.

- Me surpreende que o Styles não tenha aparecido para bancár o seu herói - Stanley disse rindo falso.

- Ele tem coisas melhores para se preocupar, tipo os dois filhos que terá de criar sozinho não? - Louis desdenhou sorridente.

Ele viu o sinal ficar verde e então avançou, antes mesmos que pudesse acelerar um carro colidiu com o de Stanley e logo outro fazendo o mesmo com a traseira do carro.

- O que esta havendo? - O mais velho perguntou confuso.

- Isso é  meu cheque mate - Louis riu más logo sentiu um forte impacto em seu corpo.

Ele se deixou levar pela escuridão daquela noite tempestuosa com a imagem de harry e seus garotos sorrindo para si em sua mente. Ele fechou os olhos suspirando ignorando os gritos ao seu redor. Finalmente poderia descansar em paz.









Notas Finais


OLÁ BOA NOITE?

que seis acha que aconteceu em?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...