História Always Loved You - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon, Dra. Caitlin Snow, Eobard Thawne / Flash Reverso, Iris West, Leonard Snart (Capitão Frio), Personagens Originais, Wally West (Kid Flash)
Tags Barry Allen, Caitlin Snow, Snowbarry
Visualizações 129
Palavras 984
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Esse capítulo é uma transição, agora as coisas vão começar a mudar...
Ah, já se passou um mês desde a festa da Íris.

Capítulo 10 - Grávida?


                   Um mês depois

                03 de abril de 2010 

                 Caitlin Snow POV's 

 Ao mesmo tempo que eu sentia minha barriga vazia, só pensar em comer me dava enjoo. Barry segurava meus cabelos enquanto eu segurava no vaso sanitário como se minha vida dependesse disso, eu parecia colocar todos os meus órgãos para fora. Finalmente "termino" e me levanto, Barry me guia até o meu quarto.  

- Cait, você já está assim a algum tempo. Porquê não falamos com Carla ? - Eu não poderia falar com ela. Até porque tinha suspeita do quê poderia ser.

 - Barry, alguma vez já usamos camisinha ? - O moreno então me encara e começa a andar de um lado para o outro nervoso. - Eu fui muito irresponsável. Agora minha vida vai acabar. 

 - Nós fomos irresponsáveis. Mas sua vida não acabou. Se você estiver mesmo grávida nós vamos passar por isso juntos. - Ele me puxa para um abraço e eu me permito chorar por algum tempo. 

 (...)

 Depois do meu momento sensível Barry me convenceu a comprar o temível teste de farmácia. Agora estávamos no meu quarto novamente, eu estava com o teste nas mãos e sem coragem para ver. Barry segurou minha mão como se me incentivasse. Olho para o maldito teste e sinto um aperto no coração, deu positivo. Volto a chorar e Barry me abraça;  

- Temos quê contar para Carla, ela vai acabar descobrindo. - Barry diz enquanto acaricia meus cabelos. 

 - Contar o quê pra mim ? - Arregalo os olhos assim que minha mãe adentra o quarto. Agora eu soluçava de tanto chorar. Ela encara o teste nas mãos de Barry e leva as mãos aos cabelos. 

- Caitlin Você apagou todas as nossas conversas sobre proteção durante o sexo ? Por Deus. - Ela agora andava de um lado para o outro, Barry continuava a segurar minha mão. - Quem é o pai ? 

 - Era sobre isso que precisávamos conversar. - Barry responde por mim e suspira. - Eu realmente não espero quê você entenda de cara. Sei como vai ser difícil para você, Cait e eu estamos juntos, eu sou o pai.

 Carla arregala os olhos, seu rosto estava vermelho e sua respiração ofegante. 

 - Vocês dormiram juntos ? - Sabíamos que essa pergunta não precisava ser respondida. - Vocês tem noção do quão errado isso é? Vocês são irmãos! - Ela grita a última parte e eu seco minhas últimas lágrimas. 

 - Nós não escolhemos isso Mãe, você pode nos enxergar como filhos mas nós não somos irmãos. Barry não veio de um orfanato, já nos conheciamos antes da adoção, nós já nos amávamos. - Digo e ela já estava chorando. 

 - A quanto tempo vocês estão juntos ? - Ela mal olhava para nós e isso me partia o coração. 

 - Eu sempre soube dos meus sentimentos pela Cait, mas ela apenas foi se dar conta no início desse ano, começamos a dormir juntos no mês passado. - Barry é quem explica. 

 - Vocês sabem como uma criança vai interromper a vida de vocês agora não é? Acho quê vocês não pensaram em nada. 

 Ela nos deixa sozinhos no quarto. Eu pela primeira vez toco minha barriga e penso que meu filho está aqui, e o quanto seria difícil passar por tudo isso. Ele era inocente e não merecia passar por toda essa situação ;

 (...) 

 Carla já conseguia nos encarar agora, ela realmente estava abalada mas não nos deixou na mão. Hoje fomos ao médico pela primeira vez para ver se tudo estava bem com o bebê. E ao passar pelo ultrassom eu finalmente pude sorrir. A primeira imagem do meu filho era um borrão mas eu já enxergava a coisa mais linda do mundo, Barry estava tão feliz quanto eu e Carla estava encantada com o neto. Barry e eu contamos aos nossos amigos, no começo foi um grande susto porém agora todos estavam bobos por se tornarem "titios" 

 Carla e Timmy finalmente se casaram e Barry e eu fizemos questão quê ele viesse morar conosco. O quarto de Barry estava passando por uma reforma e em breve seria o quarto do bebê enquanto nós estávamos dormindo no meu quarto. Carla passou a aceitar mais a idéia de nos ver juntos, mas procurávamos não nos relacionar na presença dela, entendíamos o quão difícil era para ela. Eu também dei a notícia a Ray, tínhamos nos tornado melhores amigos e ele declarou estar super feliz por mim.

 Acho que as coisas estavam se ajeitando e tudo o quê eu queria agora era ter meu filho nos braços. Eu estava de frente ao espelho e tocava minha barriga, Barry me encarava com um sorriso. 

 - Você acha que eu engordei ? - Me viro de lado encarando o espelho mas ainda não conseguia ver nenhum sinal em minha barriga.

 - Não, Cait. Pare com essa paranoia.

 - Eu já perdi três calças. Elas nem fecham. Eu vou virar uma bola. - Choramingo e Barry vem até mim me abraçando por trás.

 - Pra mim você vai continuar linda. - Me viro de frente pra ele e o beijo, ele se abaixa e beija minha barriga. - Estou louco pra conhecer você Milenna. O papai já te ama muito. 

 Reviro os olhos. Barry dizia que tinha certeza que era uma menina e até já escolheu o nome.

 - Eu já falei que será um menino. E o nome será Stefan. - Digo e me jogo na cama Barry se ajeita em cima de mim. 

 - Sua paixão por The Vampire Diaries é tanta assim pra você querer homenagear colocando o nome do nosso filho de Stefan ?

 - Então você admite que será um menino? - Ele nega com a cabeça e me beija.

 Eu queria um menino e ele queria uma menina mas tenho certeza que vamos amar qualquer um que venha abençoar nossas vidas.        


Notas Finais


Ta bem pequeno, eu sei... mas realmente não tinha muito o quê colocar nesse.

Se fizerem as contas podem ver quê o bebê provavelmente nascerá em Novembro, se a gravidez for saudável então Cait conseguirá terminar o ensino médio sem problemas.

E sobre a reação de Carla... ela iria ser bem mais dura com eles no meu primeiro planejamento mas resolvi mudar...

Enfim. Comentem por favor.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...