História Always number 2 - Interativa (Vagas fechadas até arco 2) - Capítulo 32


Escrita por: ~

Visualizações 14
Palavras 461
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yooo, esse é a segunda das 4 prévias do capítulo que está por vir, espero que gostem ^-^

Capítulo 32 - Prévia 2 - Arigato, nee-chan


Fanfic / Fanfiction Always number 2 - Interativa (Vagas fechadas até arco 2) - Capítulo 32 - Prévia 2 - Arigato, nee-chan

~Flashback~


Encolhida no canto daquele quarto escuro e sem vida, ouço o ranger da porta se abrindo e olho atentamente para a garota loira que acabara de entrar. Seus olhos são azuis como o mar e tudo o que ela faz é abrir um pequeno sorriso e se abaixa na minha frente.


– Olá... – ela cumprimenta com a voz doce.


– Oi – cumprimento sem vontade.


– Eu sou Nagisa Yamada, me encarregaram de cuidar de você – a ignoro e acabo me enraivecendo mais – Você deve estar pensando que é besteira ter alguém pra cuidar de você, mas me veja como sua amiga.

– Não – respondo cortando o sorriso dela.

– Bom... Vejamos... Que tal eu contar sobre mim e aí você ganha um pouco mais de confiança em mim? – fico calada e indico para ela seguir com a cabeça – Bom, eu sou Nagisa Yamada... Tenho 20 anos... Estou fazendo estágio aqui nesse hospital psiquiátrico e... Digamos que eu fui afastada da minha família há 16 anos atrás – olho para Nagisa e a vejo sorrindo. Isso me irrita.

– Como os perdeu?

– Minha avó me afastou deles por maus tratos, entende?

– Um pouco... – levanto o rosto lembrando do incidente com meus pais.

– Conta mais, me veja como confidente... Uma... Irmã mais velha... – ela abre um sorriso doce e por algum motivo meu peito esquenta.

– Eu matei meus pais há 12 anos atrás, mas foi por defesa... Própria... E ontem... Eu descobri que minha mãe adotiva também morreu por minha causa... – fico com lágrimas nos olhos.

– Se foi por defesa própria eles devem ter feito algo contra você... E sobre sua mãe adotiva... Não é sua culpa... Ela estava doente.

– Como pode ter certeza?

– Porque eu vejo memórias – Nagisa diz com os olhos azuis emitindo um brilho intenso – Viu? Pode confiar em mim.

– Como vou confiar em alguém que invadiu minhas memórias?

– Está com medo? – ela mostra a língua – Te-ru-ko – sinto meu corpo se arrepiar ao ouví-la dizer meu nome e coloco a mão no peito chorando sem saber o motivo.

– Por quê?

– Pode chorar... Onee-chan... – Nagisa me abraça – A partir de hoje, serei sua irmã mais velha, ok? – ela beija minha testa e sussurra – Cuidarei de você como não pude cuidar da minha irmã que estava para nascer...

– H-hai... Obrigada... Nee-san...

Eu estava mal desde pequeno
Levando meu mau-humor às multidões
Escrevendo meus poemas para os poucos
Que olhavam para mim, levaram até mim,
Me acudiram, me sentiram
Cantando de um coração partido pela dor
Pegando minha mensagem desde as veias
Falando minha lição de cor
Enxergando a beleza através da
Dor!
Você me fez,
fez de mim alguém que acredita, acredita
Dor!
Você me derruba,
me levanta como alguém que acredita, acredita
Dor!
Eu deixo as balas voarem, deixe que chovam
Minha sorte, meu amor, meu ímpeto, vieram da
Dor!
Você me fez,
fez de mim alguém que acredita, acredita
– Imagine Dragons, Believer



Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...