História Always Yours - Incesto (Imagine Suga - BTS) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagine, Incesto, Min Yoongi, Sexo, Suga
Exibições 351
Palavras 1.251
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heey! Obrigada pelos favoritos. ❤ ❤

Capítulo 2 - Yoongi?


Fanfic / Fanfiction Always Yours - Incesto (Imagine Suga - BTS) - Capítulo 2 - Yoongi?

Fui até meu quarto e me deitei na cama, segurando o iphone novo que por sorte Suga esqueceu de tirá-lo de mim. Loguei na minha conta do facebook e procurei algo interessante pra fazer lá. Pelo visto não há nada demais aqui... Fotos, fotos, fotos... Do Jungkook? Eu não me lembro de tê-lo nos amigos.

[Mensagem nova de: Kookie - Whatsapp]

Ah, claro. Esse é o iphone do Yoongi e não o meu! Será que ele trocou o meu com o dele? Não interessa no momento. Estou morrendo de curiosidade para saber o que o Jungkook e meu irmão conversam. Vamos abrir o Whatsapp.

Kookie:

Está um belo dia para visitar os amigos, não acha, Min Yoongi?

Yoongi:

Hã... Aqui é a irmã dele. A (S/N), lembra?

Kookie:

Yoongi ficará furioso se descobrir que você pegou o celular dele, (S/N).

Yoongi:

Já vou devolver.

Visitar os amigos, não é?

Kookie:

Hahaha sim! Se quiser, vocês podem vir.

Taehyung vai estar aqui também. Queria deixar nossa tarde divertida, se é que me entende.

Yoongi:

Não. Eu não entendo. Mas, tudo bem, vou falar com o Yoongi sobre essa tarde divertida.

Kookie:

Espero que venha.

 

Eu iria desligar o celular, mas vejo uma oportunidade de garantir um ficante hoje.

 

Yoongi:

A propósito, você ficou bem sexy na última foto.

Kookie:

Que danadinha, (S/N)!

Não brinque assim comigo. Sou perigoso de muitas formas.

Yoongi:

Cite uma forma?

Kookie:

Pegar as irmãzinhas dos meus amigos de jeito.

E fodê-las com força.

Yoongi:

T-tchau...

 

Exclui todas as nossas mensagens com um medo do Yoongi aparecer na hora e tomar o celular de mim. Não sabia desse lado do Jungkook, ele sempre foi muito fofo e tímido. Será que devo ir? Melhor, será que devo sair escondida do Yoongi? Não gosto de esconder nada dele e também ele notaria o meu sumiço. Só quero me divertir.

Sei bem que ele não vai querer ir, por isso que não quero contar.

— Meu celular! — Yoongi retirou o aparelho de minhas mãos, me olhando como se eu tivesse roubado seu celular — (S/N), quem deu permissão pra mexer no que é meu?

— Desculpe, oppa. — digo manhosa, fazendo um beicinho. Ele não resiste aos meus beicinhos, disso tenho certeza — Odeio te chatear, sabia? — sussurro, fazendo-o tirar os olhos de seu facebook. Ele dá um sorriso rápido, segurando meu rosto com uma mão e a outra ele coloca por debaixo da minha blusa, levando-a até meus seios ou quase.

— Você sabe o que é isso? — desvia sua mão para a frente do meu sutiã e era ali que o soltava — É o que um pervertido faria com você por usar blusas tão curtas, (S/N).

Então, ele se afastou de mim e tornou a olhar suas mensagens. Por um momento pensei que ele arrancaria minhas roupas e que finalmente saciaria meus desejos. Mas, não, como eu disse, ele evita qualquer meio de me beijar ou de me tocar como uma verdadeira mulher. Assim você complica as coisas, oppa.

— Jungkookie nos convidou para ir à casa dele. — troco de blusa enquanto ele está de costas, distraído — Acha uma boa nós irmos?

— Acho uma boa se eu ir e você ficar. — respondeu, grosso. Uma simples expulsão deixou-o tão amargo, que horrível, Yoongi — Dongsaeng, não confio em você.

— Ah! Jura? Por que? Não sou uma tarada, Min Yoongi! Não aconteceria nada de ruim se eu fosse.

(...)

— (S/N), cuidado! Você quase arremessou o copo na cabeça do seu irmão! — Taehyung riu alto ao ver que o copo de vidro que eu havia jogado na parede, quase tocou na testa do Yoongi.

— Me lembre de te trancar no quarto da próxima vez que você insistir em me acompanhar nos lugares. — e ele voltou a jantar depois de me dar uma bronca — Desastrada.

— Sem graça. — insultei baixinho que apenas Taehyung escutou.

— Vamos continuar? — Jungkook chegou com a pizza e ofereceu para o Suga, ele não quis, como sempre.

Antes desse pequeno incidente do copo acontecer, Kookie, Taetae e eu estávamos brincando de verdade ou desafio. Na verdade, era bem aleatório, um perguntava uma coisa e se essa pessoa não dissesse a verdade ou então deixasse a pergunta sem resposta, ela seria obrigada a cumprir um desafio.

Eu respondi todas as perguntas imorais do Kookie e ele respondeu as minhas. Taetae no começo fez um questionário bem inocente, mas depois foi apelando para algo mais quente. Ainda bem que Suga estava tomando um ar quando isso ocorreu.

Era a vez do Kookie perguntar para o Taehyung. Ele pensou bastante e depois de um tempo um sorriso se formou nos seus lábios, me assustando um pouco, isso não é bom sinal.

— Transaria com a (S/N)? — umedeceu os lábios, me encarando.

Taetae sorriu malicioso, botou a língua pra fora e a mexeu desesperadamente, simulando um sexo oral. Quase vomitei.

— Ei, ei! Tô ouvindo a conversa, aí! Podem desencostar da minha irmã, pervertidos! — Suga repreendeu os dois que me fitavam como lobos prontos para atacar o carneirinho.

— Se não quer brincar, não estraga a brincadeira. (S/N) já é uma mulher, Suga. — retrucou Jungkook, enfurecendo meu irmão que estava a ponto de explodir — Então, Taetae? Se mentir, já sabe. Tenho as conversas no messenger.

— Sim, transaria. — corou, tapando o rosto — Tenho a mente poluída, mas sou tímido, okay, garota?

— Aham. — concordei, rindo — Agora, sou eu!

— Não, não. — Kookie pôs seu indicador sobre minha boca, pedindo silêncio — É minha vez e minha pergunta vai pra você.

Vi Yoongi virar sua cadeira de frente para nós, assistindo nossa brincadeira com uma certa raiva. Ele detesta quando seus amigos chegam perto "demais" de mim. Seus ciúmes são tão ruins quanto os meus, ele tem medo de que o Jungkook, Taehyung ou qualquer um do seu ciclo de amizade, faça algo de errado comigo.

E isso não seria nada mal porque tem um tempo que estou na cola do Jeon Jungkook, o cara mais gostoso que já vi na vida - depois do meu oppa.

— Você é virgem, (S/N)? — perguntou acariciando meu rosto. Senti minha pele se arrepiar e meu corpo congelar, avisando que eu estava morrendo de vergonha e medo do que Suga irá fazer quando chegarmos em casa.

— Não vou responder essa pergunta.

O olhar de reprovação do Kookie pesou sobre mim. Seu sorriso sumiu e sua expressão séria apareceu.

— Então, vai ter que cumprir um desa...

— Cala a boca, Taehyung. — interrompeu Jungkook, rude — Vou te fazer outra pergunta, se você não responder ou se mentir, vai ter que cumprir um desafio que não é muito legal, digamos que ele seja um pouco errado.

Assenti. Estou começando a pensar que eu deveria ter ficado em casa, trancada no quarto, assistindo um filme ao invés de uma noite na casa desse "louco pelas irmãs dos amigos". Noite, sim. Estamos aqui desde as quatro da tarde e agora são nove horas da noite.

— Se eu te pedisse pra me chupar, você me chuparia?

Que jogo sujo.

Nem precisei pensar duas vezes.

— N-nunca. — respondi, gaguejando.

— MENTIRA. — ele gritou, nos levantando e segurando meu braço com grosseria — Você poderia ser mais honesta, (S/N).

Yoongi se levantou também e caminhou até o Kookie, separando-o de mim.

— Toque na minha irmã desse jeito de novo e eu quebro a sua cara, imbecil. — alertou Suga, empurrando-o e voltando ao seu posto — Continuem. O joguinho está muito bom, não acha, (S/N)?

Engoli em seco.

— Qual é o meu desafio? — pergunto, abaixando a cabeça.

Kookie ergueu meu queixo e me fez olhar para o rosto descontente do Suga.

— Pague um boquete pro seu irmão.

YOONGI?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...