História Amaldiçoado -《Jikook》 - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amaldiçoado, Bangtan Boys, Bts, Drama, Jeon Jungkook, Jikook, Jimin, Jungkook, Park Jimin, Romance, Romance Jikook, Yaoi
Visualizações 305
Palavras 1.777
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


E um dois três... Olá!
Tudo bem? Tudo bom!
E WOOOOOOOW, obrigado pelos favoritos! Mesmo, mesmo, bem real.
Hum... q pena, nenhum dos comentários do capítulo anterior acertou o casal que libertou a Min Hee, vocês se esqueceram de um casal, gente!!!!!!
De qualquer forma, aproveitem!
2bj

Capítulo 36 - Parte 36 - Sossego Efêmero


 

Eu não estou feliz, estou me sentindo contente;

Eu tenho raio de sol em uma sacola;

Eu sou inútil, mas não por muito tempo;

O futuro está chegando.

Clint Eastwood - Gorillaz

__xXx__

Efêmero(adj): Que tem pouca duração; que é breve; transitório: sucesso efêmero.Característica do que é temporário; momentâneo: felicidade efêmera.

 

E então, não demorou muito para Jungkook ficar cuidando de Min Hee e Jimin correr procurando Taehyung, porque, afinal, ele era o único que poderia subir até o telhado. Seus pés corriam rapidamente a procura de Tae, no qual o haviam dito estar na padaria "O que diabos ele estava fazendo na padaria?" O príncipe pensava. A porta do local estava aberta, e ele  não ousou entrar sem se anunciar antes.

- Ah... Tae, está ai? - Bateu na porta.

Detrás do balcão dos fundos, Taehyung surgiu cobrindo seu corpo, tinha os cabelos desarrumados e arfava. Depois dele, Min Sun, a amiga de Min Hee também apareceu cobrindo o corpo e de cabelos desgrenhados.

- Oh, Deus... Eu não queria atrapalhar! - Park balançou as mãos.

- Não está... - Taehyung colocou sua camisa e cobriu melhor sua dama, depois se aproximou de Jimin, juntando as sobrancelhas e perguntando.

- O que aconteceu?

O príncipe suspirou pesadamente, levantando seus olhos encarando o outro.

- É Min Hee.

__xXx__

Chegando novamente até a casa em que a garota estava impedida de descer, por medo (E causava uma confusão em Jimin e Jungkook, já que ela aparecera do nada com asas). De qualquer forma, Min Hee insistiu para chamarem Yoongi, que também chegou ao local preocupado, mas incrivelmente, quando avistou as asas da garota, soltou um sorriso frouxo e bateu uma só palma, surpreso e satisfeito.

Em poucos minutos, Taehyung já estava no telhado e no chão, Jungkook, Jimin e Yoongi cuidavam para que nenhum cidadão passasse pela rua que por sorte, não chegava a ser movimentada.

- Min Hee? - O anjo posicionou-se do lado da garota, agora fada - O que aconteceu?

- Minhas asas desabrocharam... 

Taehyung soltou uma risada, colocando as mãos atrás do corpo, com sua clássica personalidade excêntrica.

- Nota-se.

- Hum... Vamos ver, Jungkook e Jimin não se beijaram, senão suas asas estariam totalmente brancas, Jin e Namjoon, convenhamos que eles já estão óbvios... Espere, com quem você estava?

O anjo avermelhou seu rosto, soltando uma risada envergonhada.

- Com Min Sun...

- Ah, foi você! - Ela apontou seu dedo para o rosto do mais velho, que resmungou, virando a cabeça.

- Quer sair daqui de cima ou não? - Taehyung sorriu, levantando as sobrancelhas.

- Quero, mas como?

- Você tem asas!

Min Hee balançou a cabeça com medo, apertou as mãos e suspirou, encarando a altura do lugar.

- Os pássaros não aprendem a voar logo quando nascem, e eles têm asas!

O anjo suspirou, enchendo as bochechas de ar e pensando numa solução, virou sua cabeça para a garota e perguntou:

- Como veio parar aqui, então?

Ela mexeu os ombros, desconfortável.

- Eu não sei, de repente foi como se a dor nas minhas costas estivesse sumido e então, eu fiquei bem leve....

Ela encarou as asas e puxou uma das pontas para si, não sabendo se sorria ou ficava irritada com seu par.

- Você precisa pular, Min Hee - Taehyung apontou para o chão.

- O que? Mas e se eu cair?

- Oh, minha querida, mas e se você voar?

A garota olhou para o chão mas não houve tempo para pensar, em poucos segundos, as mãos brancas de Taehyung se chocaram contra as costas da garota, que caiu do telhado soltando um grito estridente, ouviu-se Jungkook chamar pelo seu nome mas a queda já havia sido programada.

Esse é um daqueles momentos em que fechamos os olhos para evitar de ver o pior acontecer, que os abrimos apenas para ver o resultado. E este era, as mãos de Min Hee a poucos milímetros sobre o chão, mais um centímetro e ela se quebraria no chão. Os olhos de todos foram aos poucos subindo para o grande par de asas vermelhas batendo tão forte quanto um beija flor.

Yoongi correu ajudar a garota e deu instruções para ela conseguir ao menos encostar seus pés no chão. Jungkook em seguida, segurou suas mãos e a encarou espantado.

- O que?! Como?! - O irmão arregalava os olhos, sem saber ao certo o que dizer ou perguntar.

- Eu não queria contar a ninguém! - Ela resmungou em explicação - Talvez eu tenha puxado isso do papai!

- Você é uma fada e não contou pra ninguém? - Jimin cruzou os braços, juntando as sobrancelhas.

- Aish... Minhas costas estavam doendo demais! Eu temia que vocês se preocupassem demais! - Ela balançou a cabeça.

- Eu não irei ajudar a explicar isso para mamãe, além do mais, você também precisa me explicar!

Ela olhou para o irmão cabisbaixa, a garota não sabia como reagir, mas por dentro estava agradecida pelas dores insuportáveis nas costas finalmente acabarem. Ela segurou a mão de irmão mais velho como pedido de desculpas e suspirou baixo.

- As pessoas acharam que era fantasia - Jungkook soltou uma risada, acabando totalmente com o clima pesado e tenso que havia ali.

Uma outra risada frouxa foi solta dos lábios da irmã e logo os dois gargalhavam, fazendo os outros ali se entreolharem de semi sorrisos, controlando-se para não rir como os irmãos. Mas foi inevitável, era contagiante.

Talvez tenha sido uma risada de nervosismo, ou talvez para simplesmente aproveitar o momento. Pois, ultimamente, todos ali passavam tanto por complicações, essas que pareciam ser toda hora que um momento de prazer pareceu ser como a mais deliciosa refeição e todos entraram na mesma roda. As gargalhadas eram gostosas e desafinadas.

__xXx__

 

Perto do final do dia, a festa na cidade começava a se encerrar. Os habitantes já iniciam a 'desdecoração e o príncipe se despedia de Jungkook, eles estavam sentados na ponte da cidade, balançando seus pés. Jimin deveria ter voltado muito antes daquela hora, no máximo ao meio dia, mas fora tão rebelde que mesmo quando o sol começava a se pôr, ele ainda não estava no palácio.

Seus cotovelos estavam apoiados no cerca da ponte e ele analisava a água quase seca que passava por baixo dela. Mas desviou sua atenção assim que ouviu a voz de Jungkook chamar sua atenção.

Jungkook estava com uma pulga atrás da orelha desde que havia encontrado Jimin passado dois meses. Se os boatos sobre Abgail fossem verdade, ele realmente tinha ido para cama com ela? Ele realmente se deitava todas as noites ao lado dela?

- Jimin... 

- O que? - O príncipe encarou Jungkook.

- Aqueles boatos, sobre a Abgail e você... É verdade que você dormiu com ela?

- É verdade.

Jungkook se surpreendeu, a resposta lhe pegou realmente de surpresa. Ele abaixou a cabeça e mexeu seus dedos, sem saber o que dizer.

- Mas se alguém quer contar uma mentira, que conte direito... - Resmungou o príncipe.

Jeon levantou sua cabeça, encarando o príncipe.

- Como assim?

- Eu fui obrigado a passar uma noite com ela sim. Mas me senti tão mal, errado...

Jimin abaixou a cabeça, olhando para os pés. Jungkook percebeu como os cabelos acinzentados ficaram escuros de noite, e o sorriso envergonhado em seu rosto ficava tão charmoso.

- Mal? Mas, Abgail é...

- Linda, eu sei. Mas eu não gosto dela, eu não sou como ela, que não liga se ama com quem passa noites, eu realmente queria me deitar ao lado de alguém que eu gostasse... - Completou baixinho.

Jungkook encarou o príncipe por mais alguns segundos, mesmo sentindo suas bochechas formigarem, ele não desviou o olhar, ele amava quando Jimin se abria um pouco mais, de pouquinho em pouquinho, toda vez que se encontravam, o príncipe ficava mais transparente.

- Aish! - Jeon cutucou o braço do príncipe, sorrindo - Essa história já está ficando adulta demais!  - Balançou os cabelos.

- Então acho melhor eu voltar - Jimin se desencostou da cerca da ponte, encarando o mais novo fixamente - Era para eu voltar ao meio dia, e olha só!

Jungkook arregalou os olhos.

- Meio dia?! Kwan vai te matar!

- Eu já ganhei dele uma vez, posso ganhar outra. Além do mais, foi bom, passamo s o dia inteiro juntos, não é?

Jeon sorriu, apertando a manga de seu hanbok. Encarou Jimin, se sentindo sossegado.

- Você está lindo hoje, Jeon Jungkook - Jimin trocou o peso da perna, se aproximando um pouco mais do mais novo.

Jungkook sorriu sem jeito e abaixou a cabeça, encontrando palavras para dizer.

- Jimin, eu sei que parece egoísmo, mas eu não quero que fiquemos tanto tempo sem nos falar de novo, já foram dois meses... - Ele completou distante, sentindo seu peito pesar.

- Eu sei... - Ele suspirou, estavam com os rostos próximos, mas Jimin suspirou pesado e apenas depositou um beijo na testa de Jungkook, mas para isso deve que erguer a cabeça, o que fez Jeon soltar uma gargalhada.

- Eu irei voltar, Kook.

"Eu irei voltar, meu amor"

É incrível os enigmas que escondemos dentro de certas palavras certo?

O príncipe apertou o ombro de Jungkook e correu apressado de volta ao castelo, temia que os portões se fechassem antes de ele chegar e finalmente sim, Kwan explodiria fogo pela boca, não é muito vantajoso ter um dragão como pai, ele pensou.

Ao chegar no palácio, os funcionários já arrumavam o jantar na mesa, Jimin se aprontou e caminhou até o salão onde ocorriam as refeições. 

Chegando lá, a mesa estava completa, Kwan sentado na ponta, com sua clássica feição séria, Jin e Namjoon se posicionavam tradicionalmente ao canto da sala até que todos os pratos fossem postos a mesa. Depois disso, os funcionários voltaram para seus afazeres e pai e filho ficaram sozinhos na sala de jantar, o barulho dos talheres ecoava pelo local e era a única coisa que quebrava o silêncio que permanecia ali.

Minutos depois, Abgail também apareceu para jantar, se sentou a frente de Jimin e soltou o maior sorriso que podia, virou-se para o tio.

- Senhor - Ela parecia animada - Peço a você permissão para algo, pois como sabe, daqui alguns dias, será meu aniversário.

Kwan piscou os olhos, tomando um gole de seu vinho.

- Está bem, Abgail, mas... Permissão para quê?

A moça sorriu largamente, também pegando sua taça de vinho e antes de trazer a bebida até os lábios, proferiu, fazendo a espinha de Jimin se arrepiar imaginando o que poderia acontecer.

- Para uma festa de máscaras.

 


Notas Finais


AAAAAAAAA
CENHOR NÃO SEI
O q q eu to fazendo não sei mais d nd sdnsdjsndnjasjds
Gente do céu, o que vocês acharem? Ah! Se lembrem, Amaldiçoado está concorrendo ao The Wattys 2017 no wattpad (Sim, a história tbm está no wattpad, vão lá votar ahsahs)
Bom, comentem ai, o que vocês esperam desse casal que libertou a Min Hee?
O que essa festa da Abgail vai dar?
Vocês gostam da minha narrativa em terceira pessoa?
Espero que tenham gostado
Até o proximo
2bj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...