História AMANDO UM DEMÔNIO-MaBill - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Soos Ramirez, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines, Waddles
Tags Mabill
Visualizações 54
Palavras 1.876
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - UM AMIGO DA FAMÍLIA


Sair do banheiro batendo violentamente a porta, por pouco não quebra. Estava esperando o Dipper vier aqui para dar uma bronca ou algo do tipo mas me lembro que o mesmo foi fazer o trabalho la na casa de um amigo, quem o louco de acordar na madrugada para ir no trabalho?! O meu irmão Dipper meus senhores e senhoras. Voltando, eu deslizei pela porta do banheiro, pensativa, com o Waddles que incrível que pareça acordou com o barulho, agora estava no meu colo pedindo carinho, logo o abracei dando seu desejável cafuné na cabeça que se aconchegou aproveitando cada toque na minha mãos .

- Pelo menos eu fiquei sabendo antes! Tentava encontrar o lado bom dessa tragédia. - E-eu não posso permitir isso! Aos poucos as lágrimas rolava - Vou fazer o que for possível para isso não acontecer! Bill... Farei você se arrepender ter cometido o mesmo erro... metido com a minha família.

                           ~*~

Depois de extravasar toda a minha raiva, xingando todas as palavras que passava na minha cabeça  e fazendo macumba para um certo demônio de uma merda. Eu fiz as minhas malas já que hoje vai ser a nossa viajem e me arrumei para ocupar a minha cabeça que estava quase estorando de tanto stress. Coloquei uma brusa rosa bebê de manga longa decorada com estrelas que aparece minha barriga, que me fez lembrar do Bill, mas não e por causa dessa desgraça que não vou usar a minha brusa favorita, com uma calça jeans roxa rasgada no joelho e fiz um rabo de cavalo deixando a minha franja solta e me olhei no espelho, com certeza não vou deixar de fazer uma pose de modelo né! Depois de fazer várias poses eu descir rapidamente e fiz o café da manhã que era panquecas e um suco natural e peguei umas frutas que estava no balcão, antes de eu coloca as coisas na mesa ouço um barulho de porta abrindo e logo reconheço a voz de Dipper gritando o meu nome.

- Mabeeel! Cadê você?! Eu não precisava responder pois logo ele chega na cozinha jogando suas coisas no chão. - Fica a vontade Biller.

- Não estou incomodando muito Dipp!! Já ouvir essa voz em algum lugar.

- Não cara, vem, vou te apresentar a minha irmã. Antes ele completar a frase eu surjo com uma panela na mão me surpreendendo quando vejo o suposto amigo do Dipper.

- Então essa é sua irmã que tanto fala... Oi prazer em te conhecer, meu nome é Biller, Biller Demon. Esse Doritos de meia tigela me persegue ou oque!? Após de se apresentar ele pega minha mão a beijando, se ele pensa só porque ele foi educado comigo irá fazer eu mudar de ideia sobre ele, está enganado, pode tirar o cavalinho da chuva meu bem! 

- Prazer Sr.Demon *Só eu que percebir que o seu sobrenome significa demônio*...

- Não precisa de tanta formalidade, me chame de Biller. Se ele não fosse o "cara" que quase dominou o mundo com estranhices e agora tem como objetivo matar minha família, até que daria uma chance, O QUE VOCÊ ESTÁ PENSANDO SUA LOKA!!

- Ok, não poderia te chamar de Bill?! Olhei na cara Dipp para ver se ele não entendeu a "palavra chave" mas esse demente ficou boiando, gente meu irmão pode ser inteligente mas também tem um pouco de burrice quanto a isso. 

- Sim não tem problema Mabel. Ele sorriu, ATÉ esse viado entendeu o que eu estava dizendo, olhei para meu irmão com a esperança de ele ter entendido, desta vez, Dipper me decepciona.

- Eu vou lá em cima para arrumar minhas coisas, já volto, mas pode tomar o café aqui se quiser Biller. Diz ele mesmo tempo subindo as escada para o quarto, sério Dipper, vai deixar a sua irmã com esse maluco, sei que ele não sabe que é o Bill mas mesmo assim ele é um estranho.

- Então você vai firar amigo do meu irmão depois matá-lo. Me aproximo mais dele com a panela na mão É CLARO.

- É um bom plano não é mesmo... hum que panquecas boas, está pronta para se casar Mabel! 

- Se eu soubesse que você e o "amigo" do meu irmão eu teria a envenenado. 

- Ah como você é maldosa comigo shooting star, isso parte meu coração. Quando falava isso mostrava uma fingida carinha triste, ah se eu não te mato!

-  Ah! vai se lascar Bill! Tiro a minha atenção no Bill e foco no fogão fazendo minhas maravilhosas panquecas, até ser garçonete de um café tem as suas vantagens. 

- Então, não vai perguntar o que eu vou fazer com você estrelinha?! Pensando bem, ele falou que iria fazer com o meu Bro-Bro e meus Tivôs mas não o que fará comigo.

- Não, não estou com vontade! *Na verdade eu estou louca de curiosidade*. Ele levantou na mesa e me abraçou por trás dando uma lambida no meu pescoço.

- Eu sei que estar morrendo de curiosidade. Sim mas não pra tanto. - Primeiro irei te encher de prazer. Ele dá uma mordida no lóbulo da minha orelha. - Irei te fazer gemer meu nome. Ele passea as suas mãos até a minha parte íntima. - Depois irei te fazer você pedir por mais. Bruscamente aperta minha vagina que eu logo mordo meu lábio inferior para não solta nenhum som.

Antes que o meu irmão descer as escadas com as coisa da viajem, Bill me solta e foi para acabar com o café na mesa de jantar. Até pensei que ele sabia que isso aconteceria, não espera nada vindo de um demônio não e mesmo! Quando acabamos de tomar o café recebi uma bela que uma notícia que o Doritos de bosta em forma humana vai ser o nosso motorista e que irar ficar umas semanas com a gente na casa dos meus Tivôs, esse desgraçado,  ate eles conhecia o Biller e não percebeu nada. Estou começando a achar que Bill enfeitiçou os homens da família, NÃO é possível.

             ~QUEBRA DE TEMPO~

Agora que percebir que ele usava um tapa olho (Autora:  Não percebeu nada, fui eu que esqueci de colocar antes e também estava com veste diferente como um brusa  de manga curta amarela e um jeans preto tamanho no joelho, tchau e desculpa-me). E não parava de me ver no espelho do carro, me olhando com muito prazer, isso me deixava desconfortável que eu não parava de abraçar o Waddles. Por que tanta demora para chegar Meu Deus?!

Chegamos!? CHEGAMOS, Brigada Deus I Love You, nunca duvidarei de ti, NUNCA. Sair do carro apressada apenas pegando minha mochila e uma mala cor de arco íris e fui entrando chutando a porta, foda-se se quebrou só quero estar longe daquele demônio! Depois me dei conta das caras assustados dos meus amigos e dos Tivôs.

- Galeraaa! Cheguei, saudade de mim?! Falei, quero dizer gritei com um maior sorriso que já dei na minha vida para eles não perceberem que eu estava fugindo ou algo do tipo. Eles começaram a rir com a minha chegada, alguns dizendo o que era de esperar de mim, fazer o que né! Sou eu, Mabel Pines!

- Só você mesmo! Já estava preparando a arma. Disse Tivô Ford me dando um abraço e eu retribuir rindo, aliviada.

- Não precisava, eu não faria nada com as pessoas que eu amo. Sei que isso saiu meio clichê, mas fazer o que gente, estou carente!

- Quantos dias não pegou um homem, Mabel!? E a Grenda sabe muito bem isso, mas não precisava falar na frente de todo mundo né! Tudo mundo olhou para mim e para Grenda, ela não ficou com vergonha mas eu sim, vai ver você está na minha lista, vai ter tua vez.

- Estou brincando amiga, vem me dá um abraço! Eu vou te dar só porque, estou carente, pensa eu.

                         ~*~

Meu irmão e Biller chegou com todas as malas. Dipper até que está fortinho mas ele não tá aguentando que Tivô Stan foi logo ajudando além de Biller, parecia que estava carregando a coisa mais leve do mundo, até levou as malas no quarto, subindo as escada com nenhuma expressão de cansaço no rosto que logo surpreendeu a Grenda, principalmente a Candy que foi me perguntando quem era o rapaz.

- Quem e aquele gatoooo!? Me fala cada detalhe dele! Só que me voltava, Candy apaixonada por Bill, isso pode piorar.

- Aquele?! É um amigo de Dipper que nos deu carona. Não falo que ele vai ficar aqui porquê não quero nenhuma maluca batendo a porta em uma hora da madrugada! 

- Além de ser forte ele tem carro, por acaso ele é rico?! Eu não mereço Isso, quero a Candy de volta!

- Candy e aquele papo de sem garoto  nas férias, só a independência?!

- Sim mas só falta um mês para as férias, acho que até lá dá para descolar um dia na cama com ele! Diz ela determinada, ah eu não vou deixar a minha melhor amiga na mão daquele demônio não! Vou ter que contar para o Dipper.

- Vai amigaaaa! Você consegue! Grenda diz batendo nas costas da Candy, porra Grenda, aí não ajuda né!

- Éeee você vai consegui! Uhu! Agora tenho que ir... para... para ARRUMAR O QUARTO é arrumar o quarto! Tchau! Sair correndo para as escadas indo no meu quarto. Quando eu chego, vejo o Bill deitado na cama dando carinho ao Wadlles, como se estivesse me esperando.

- Obrigada por levar as minhas malas mas pode sair! Digo um pouco fria e curta, não quero ele no meu quarto, nem se o papa me pedisse isso.

- Que bom que chegou, quero falar com você! Ele levantou apenas sentando na cama ainda com o meu porquinho mas nas suas mãos.

- Que pena! Mas eu não quero! Agora sai daqui e me dá meu porquinho. Quando falei isso eu me aproximei mais ainda só com passos pesados.

- Eu não quero que você conte ao Dipper! Esse vai ser o nosso segredo. 

- Não vê q...

Antes que eu termine de falar ele me pega no beijo me puxando contra o seu corpo, sua língua me pede a permissão para entrar em minha boca mas não permito fazendo que o Bill, com suas mãos na minha cintura agora está na minha bunda apertando forte fazendo eu gemer, que sua língua entra na minha boca começando um beijo quente e rápido. Eu coloco meus braços entre sua cabeça mexendo nos seus fios de cabelo, quando ele me coloca no seu colo me predendo na parede que começou esfregar sua mãos nas minhas coxas que com certeza soltei uns gemidos baixos mas deu para ser ouvidos pelo Bill que começou fazer uma trilha de beijos até no meu pescoço, SEU FILHO DA MÃE logo na parte sensível. Ele para de beijar e foi perto do meu ouvido sussurrando.

- Se você contar para alguém seu porquinho firará bacon, ok! Eu olhei para Wadlles e eu assenti imediato para Bill que largou um sorrisso para mim e antes de sair me roubou um beijo que fez eu corar na hora.

- Seu Doritos de uma MERDAAA!!! Deu para ouvir sua risada daqui, ah que gostoso, outra pessoa na minha lista. Mas e agora, se eu não posso contar para Dipp o que eu farei.

           Até o próximo capítulo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...