História Amante. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Barbara Palvin, É Justin Bieber
Exibições 640
Palavras 602
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Festa, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente espero que gostem, essa é a minha primeira fic. Eu tinha feito outra só que exclui ela é vou começar com essa espero que gostem bjos.

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Amante. - Capítulo 1 - Prólogo

Prólogo

Bárbara palvin.

Acordo me lembrando que hoje é segunda-feira, dia de escola ou mais chamado de ( inferno). Bom tem muitas pessoas que não sabem da minha vida complicada, meu pai largou minha mãe quando eu tinha 6 anos, minha mãe é uma ocolotra, gasta todo nosso dinheiro em bebida. Se eu sofro com isso? Sofro é muito já apanhei muito, ela me ama mais quando fica bêbada ela simplesmente muda. Parece que o capeta tá dentro dela. Só tenho uma amiga que é a Karla, mais ela não é nerd que nem eu mais ela é a única que sabe da minha vida, é eu sei da vida dela que é bem melhor.

Me levanto calmamente, vo com meus pés branco até o meu chinelo os colocando no meus pés, vou até o banheiro é tiro minha  roupa as colocando dentro do sexto de roupa sujo, vou em direção ao box, o abrindo é entrando é ligando o chuveiro na água quente, fecho meus olhos sentindo cada gota d'água cair em meu corpo. Abro meus olhos lentamente desligo o chuveiro e pego meu roupão me cobrindo no mesmo,saio do meu banheiro indo até o pequeno closet, é  entro dentro dele.

Vou na minhas partes íntima e as visto, pego minha cauça de moletom sinza larga (sempre). Uma blusa de moletom preta com touca larga, é pego um sapatilha é a coloco, saio do closet indo pro banheiro é escovando meus cabelos é meus dentes, saio de lá indo pra cama onde tava meu celular, meus fones, é minha mochila. Os pego é e saio do meu quarto indo em direção à escada a descendo calmamente, chego na cozinha é vejo um bilhete na mesa é Budo de raiva o vendo ali.

Vou no pequeno bilhete é o pego em seguida o lendo.

Oi filha, bom eu saí é não tem nada ai, eu saí pro mercado pegue uma fruta é coma.

Ass: Mãe.

Rio irônica por isso, por que? Por que ela não foi só no mercado depois do mercado tenho certeza que ela vai inxer, aquela cara dela de bebida é da pra alguns homes. Ela da dá pra todo mundo, ela tirou o útero, sim o útero, vou nos meu longos cabelos fazendo um coke, é colocando a toca. Ninguém sabia como erra meu cabelo só a Karla é minha mãe, vou na fruteira pegando uma maçã e a comendo, jogo o resto no lixo pego meus fones é pegando meu celular colocando nas músicas. Saio de casa indo direto pro inferno ops que dizer ( escola).

20 mInutos depois.

É aqui estou eu entrando na escola é na achando Karla isolada, me esperando, sorrio com usso é vou até ela me sentando em sua frente.

_ oii puttaa. - ela da um susto tão grande que parecia que ia cair.

Comecei a soltar gargalhadas leves é francas baixas, ela me deu um pequeno tapinha no braço rindo também.

_ sua retardada que susto. - fala ela rindo também.

_ rss vamos pra sala? - ela apenas assente é fomos conversando rindo.

Até chegar na classe chegamos é sentamos em nossos lugares, ficamos conversando é rindo o sinal tocá é os alunos começam a aparecer, é lá vem as piadinhas sem graça que eu não ligo, olho pra porta é chega ele, aquela pessoa que me ameaça. Aquela pessoa que já tentou me beijar mesmo namorando, aquela pessoa loira, mùsculoso com suas tatuagens, com seus olhos cor de Mel. Justin.

Seus olhos nos meus com os meus óculos  encontram  com os dele.

A não troca de olhares não.


Notas Finais


Contínuo?? Pelo menos 5 comentários quero saber o que vcs acham.

Xxx: Ge


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...