História Amante Fiel || Jikook - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Personagens Originais
Tags Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Yaoi
Visualizações 44
Palavras 845
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Amante Fiel || Jikook - Capítulo 1 - Capítulo Único

Dia 13.03.2015

Foi quando o vi pela primeira vez.

Estava indo ao mercado fazer a compra mensal junto a Jisoo, ela é minha esposa a 4 meses, 4 torturosos meses em que eu me submeti a um casamento fajuto apenas para poder herdar o que era meu por direito. Ele se encontrava com os cabelos cinzas arrumados em um topete, vestia uma calça moletom da mesma cor que seus cabelos e uma camisa azul sem nenhuma estampa. Estava encarando uma das várias caixas de cereal que se encontravam no topo da prateleira, de primeira fiquei confuso, mas logo percebi que seu tamanho não estava o favorecendo naquela ocasião, sorri balançando a cabeça a aproveitei que Jisoo estava em uma outra fileira para ir ajudá-lo.

- Essa aqui? - estendi meu braço até a caixa que ele encarava e o vi assentir com um sorriso nos lábios, observei seus olhos se fecharem enquanto ele mostrava os dentes brancos e bem alinhados com uma pequena falha em um da frente, era estupidamente lindo. Entreguei a caixa para o mesmo o vendo pega-la de forma animada.

- Obrigado... - ele fez uma expressão de dúvida.

- Jungkook, Jeon Jungkook. - estendi o braço e ele fez o mesmo

- Park Jimin! Foi bom de conhecer Jungkook, até um outro dia. - jogou a caixa na cesta ao seu lado e saiu andando enquanto ei encarava suas costas.

[Morre de ciúmes mais guarda pra ele.
Ta sempre sorridente ele ta sempre belo. Sabe exatamente tudo que eu gosto! Não tem meu telefone, mais sabe que eu volto.]

06.04.2015

Foi quando nos reencontramos.

Era a quarta garrafa de whisky que eu pedia em menos de 3 horas. Tinha acabado de sair de cada após uma briga com Jisoo, ela inventou de ter um ataque de ciúmes no meio da empresa depois de ver as vestes nada decentes de uma das minhas secretárias, aquela garota era realmente insuportável e dramática. Como se eu curtisse o que as mulheres tem na frente!

Vi uma mão pequena em cima da minha e levantei a cabeça encarando o - agora ruivo - Park Jimin.

Aquele dia foi inesquecível, nós dançamos, bebemos, demos foras em todos/todas que tentavam se aproximar com segundas intenções e conversamos como se fôssemos íntimos a anos, como se fôssemos amigos.

[Ele sabe o poder que ele tem nas mãos, bagunça minha mente vira confusão. Com ele eu faço amor até no chão]

24.06.2015

Nós nos vimos novamente na festa de um amigo em comum, Jung Hoseok.

Naquela festa nós bebemos, não tanto ao ponto de perdemos a sanidade e a consciência de nossos atos, fomos parar em um quarto qualquer daquela casa e nos amamos como se não houvesse amanhã, afinal, no outro dia com certeza nós iríamos colocar a culpa na bebida e fingirmos que não lembramos de nada.

Mas não aconteceu como o esperado, naquela manhã de terça-feira, no dia seguinte após a festa, Jimin aceitou ser meu amante. Meu amante fiel!

[Amante fiel, esse nosso compromisso não depende de um anel. Vai me dando desespero quando é hora de ir embora.
Eu troco minha vida por um pouco de nós dois agora.]

19.08.2015

Minha vida com Jisoo era um verdadeiro inferno, mas Jimin conseguia melhorar meu dia em poucas horas em seu quarto, seja para assistir um filme, para conversar como amigos ou para mais uma de nossas noites de sexo.

Um desespero incomum batia em meu peito quando era hora de voltar para casa, Jimin não tinha o número do meu celular e nunca sequer demonstrou querer, afinal, ele sabia que eu ia voltar.  Eu sempre voltaria.

[Amante fiel, esse nosso compromisso não depende de um anel. Somos preso por esse nosso relacionamento aberto, nem preciso me chamar, eu vou estar sempre por perto.]

24.12.2015

Eu tinha combinado com Jimin, de passar o Natal com ele. Me trazia uma enorme felicidade vê-lo sorrir e cancelar todos os seus compromissos com amigos e familiares para ficar comigo em um dia tão importante.

Mas eu fui tolo, não consegui me livrar das garras de Jisoo e de nossas famílias, eu sentia vontade de morrer ao pensar na cara de decepção que devia estar estampada no rosto de meu pequeno enquanto ele comemorava o Natal sozinho, eu me odiava completamente.

02.02.2016

Eu finalmente pude terminar meu relacionamento com Jisoo, ela arrumou um cara qualquer em uma boate e simplismente fugiu com ele me deixando com nosso filho em mãos. Eu tinha minha empresa, meu apartamento, meu carro, mas não tinha ele.

No ano anterior, depois do incidente do Natal, eu nunca mais o vi. Eu entenderia se ele terminasse essa "relação" que temos, mas ele fugiu, ele foi embora pra sempre, e eu fiquei sozinho com minhas decepções e meu egoísmo.

Se eu não fosse um covarde ambicioso que pensava apenas na fortuna que ia herdar, eu poderia estar feliz agora ao lado daquele baixinho de cabelos alaranjados e sorriso encantador.


Agora era apenas eu e meu pequeno Jeon Jimin!

08.08.2017

Eu ainda espero te ver novamente.
Park Jimin.
     




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...