História Amar e Nada Mais - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Will & Will
Personagens Personagens Originais
Tags Boy×boy, Romance Gay, Sexogay
Exibições 5
Palavras 4.164
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Leiam a parte onde tem sexo ouvindo :
- Love on the Brain ( mozão Rihanna)
Por que foi a musica que eu usei pra escrever

Capítulo 5 - Dia Dos Namorados part.3


Fanfic / Fanfiction Amar e Nada Mais - Capítulo 5 - Dia Dos Namorados part.3

- Então eu quelo dois papais -disse Alejandro com um sorriso tímido. 
Naquele momento a alegria tomou conta de mim e eu apertei Alejandro nos meus braços com medo de perde-lo
%%%%%%%%%%%%%%%%%

- Vamos pro Shopping,Paizão  paga – digo e saio correndo em direção ao carro  com  Alejandro no meu colo e Derek logo atrás. 
Vocês  devem estar se perguntando como assim carro ? Bom se lembram que eu citei uma mansão aqui que era da minha mãe , então os carros dela também estão aqui. Entramos na ferrari que agora pertencia a Derek e seguimos rumo ao Shopping . O Shopping não ficava muito longe mais o Trânsito estava um caos então chegamos 29 minutos depois . Entramos em varias lojas compramos muitas roupas pra Alejandro,  muitos brinquedos e enquanto eu comprava mais roupas pra ele o Derek estava ligando para a construtora da empresa dele pra irem lá em casa e montarem um quarto pro Alejandro , seria uma surpresa pro nosso filhote.
- E ai meu amor já ligou ? – digo sussurrando pra Alejandro não ouvir. 
- Sim meu anjo quando chegarmos já estará pronto – diz Derek me virando abraçando minha cintura e me beijando . Até  que ouvimos um pigarreio , quando olhamos pra baixo lá esta Alejandro de braços cruzados olhando pra gente. 
- Ecaaa – Alejandro diz e começa a dar gargalhadas. 
- Foi o Paizão que me beijou eu nem quis – digo rindo disfarçadamente. 
- Campeão , agora nos vamos cortar os seus cabelos , vamos ? -  pergunta Derek com uma risada sapeca no rosto. 
Fomos em direção ao salão de cabeleireiro do Shopping , chegando lá somos muito bem recebidos pelo Lorenzo o cabeleireiro infantil. Lorenzo é alto tem o corpo definido pelo menos e o que a camisa apertado dele diz tem olhos claros como a maioria dos italianos tem os cabelos encaracolados e castanhos, queixo quadrado e ele tem um rosto bonito e tem a pele num tom bem claro de marrom um pouquinho maus escuro do que Derek ele deve ter por volta dos seus 40 anos. 
- Como anda sua mãe Cedrik – pergunta o Lorenzo. 
- Minha mãe morreu Lorenzo – digo cabisbaixo. 
- Meus pêsames , ela era tão jovem e tão linda – diz Lorenzo com pena nos olhos. 
- Pera aí ele conhecia a Bárbara – Pergunta Derek confuso. 
- Eles eram namorados Derek. Depois que meu pai morreu minha mãe ficou muito triste e veio pra cá , construiu a mansão dela e deixou as empresas sendo cuidadas pelo nosso assessor, então certa vez eu ia vir corta meus cabelos e minha mãe me trouxe aqui e aqui conheceu Lorenzo ele sempre ia em casa e certa vez eu cheguei em casa e Lorenzo veio correndo pedir minha permissão pra namorar minha mãe eu dei e desde aquele dia eles namoram , minha mãe foi pra Los Angeles nos visitar e foi quando o Jatinho dela caiu – digo com os olhos marejados. 
- Nossa então sua mãe ia voltar pra cá depois de nos visitar – diz Derek surpreso. 
- Bom eu acho que não vieram ao meu salão me fazer chorar não  é, então a que devo a honra? – perguntou Lorenzo a mim chorando. 
- Viemos cortar o cabelo do nosso filho – digo apontando para Alejandro. 
- Nossa e você já tem filho e cadê a mãe – pergunta Lorenzo . 
- Bom Lorenzo ele e órfão e nos , eu e esse grandalhão aqui sempre quisemos um filho , Lorenzo você não tem problemas em relação a nós um casal gay adotar uma criança não é? – pergunto olhando a cara de surpresa de Lorenzo. 
- Não, claro que não -diz Lorenzo ainda com cara de espanto . 
- Então por que essa cara de espanto – diz Derek bravo. 
- Mais eu não estou espantado por vocês serem gays , aliás Derek cuida muito bem do meu afiliado se não eu corto suas bolas come essa tesoura – diz Lorenzo aportando a tesoura que tinha em mãos para Derek. 
- Mais então por que tanta surpresa?  - pergunto confuso. 
- Não percebem o garoto e idêntico a vocês – diz Lorenzo aponta para Alejandro que estava brincando na cadeira do salão – Ele tem seu olhos Cedrik e seus cabelos , Derek ele tem sua pele , seu jeito calmo e compreensivo e olha lá – diz Lorenzo olhando pra Alejandro  rindo – Ele também tem seu famoso sorriso derrete coração . 
- Pera aí como assim meu famoso sorriso – Perguntou Derek muito confuso. 
- Ué Derek depois que  Cedrik foi embora para o Brasil e conheceu você ele vivia lingando pra gente e dizendo o quanto você era lindo , fofo ,tinha um sorriso lindo e que ele apelidou de Derrete coração por que ele dizia que todas as vezes que ele via você sorrindo o coração dele se derretia – diz Lorenzo olhando para Cedrik que o fuzilava com olhar . 
- Serio amor que você me via a assim – perguntou Derek se achando. 
- Sério, droga , mais não era pra você saber que eu me apaixonei por você naquele dia em que você me acertou a bolada e me pegou nos braços – digo olhando nos olhos de Derek. 
- Eu te amo tanto meu amor , obrigado por me ver assim , saber que você gosta e mim desse jeito me deixa muito feliz – diz Derek me agarrando , colando nossos corpos e me beijando,  naquele momento eu me esqueci de tudo ao meu redor , ali naquele momento só havíamos eu e Derek até que ficamos sem fôlego e paramos para respirar e eu ainda ganhei um selinho maravilhoso . 
- Nossa eu pensei que vocês fossem se engolir – diz Lorenzo olhando para gente – Bom agora vamos cortar os cabelos desse campeão antes que vocês se engulam de verdade. 
- Lorenzo e pra fazer o corte igual a do Bruno Gaguilhasso  - digo tentando lembra o nome do corte . 
- Muito bem então vamos cortar – disse Lorenzo ajeitando Alejandro na cadeira . 
Enquanto o Alejandro cortava os cabelos eu deixei Derek com ele e fui até o orfanato de uma amiga que eu conheci nas minha últimas férias aqui. 
- Olá boa tarde, gostaria de falar com a Jade González por favor – disse a secretária da Jade . 
- Vou avisa – la sobre sua presença senhor ? – perguntou ela querendo saber meu nome. 
- Cedrik Wichtmore – disse meu nome. 
- Vou avisa – la que o senhor está aqui – diz ela entrando em uma sala com portas de madeira sólida. 
Algum tempo depois a grande porta se abre e de la sai uma mulher correndo e se jogando em mim . 
- Oi gatinho – e assim que ela e chama . 
- Oi gatinha – e é assim que eu chamo ela . 
- O que te trás a  Siracusa novamente , da última vez que esteve aqui vivia me agarrando pelos cantos – diz ele me roubando um beijo ,eu não esperava essa reação dela , eu a empurro e nesse momento Derek aparece na porta do orfanato com Alejandro no colo e vê Jade me agarrando,  eu rapidamente me levanto da poltrona onde eu estava e deixo Jade sozinha. 
- O que significa isso Cedrik ? – perguntou Derek me fuzilando com seu olhar gélido. 
- Amor eu posso explicar – disse já ficando visivelmente desesperado . 
- Eu sei que não foi você que beijou ela , ela foi quem beijou você eu vi tudo meu amor não se preocupa, eu te amo – disse Derek me olhando dessa vez com um sorriso acolhedor. 
- Pera aí Cedrik você e gay ? – perguntou Jade surpresa. 
- Sou e esse grandão gostoso aqui – digo passando a mão em Derek – E meu marido – Nesse momento os olhos de Derek brilham e eu percebo o que eu disse. 
- Prazer Jade BFF de Cedrik – diz Jade levantando a mão para Derek. 
- Prazer Derek marido do seu BFF – diz Derek dando um sorriso falso que até agora só eu e Alejandro tinha notado . 
- A que devo a honra da visita de vocês?  - perguntou Jade . 
- Bom Jade – começo a falar – Esse garotinho lindo aqui se chama Alejandro e foi abandonado pela mãe na porta de um hospital então eu quero adotá-lo – digo com uma voz firme. 
- Só isso ? Venham comigo – disse ela indo em direção a sala a qual tinha saído . 
As paredes da sala dela eram de mármore com uma grande janela atrás da mesa de trabalho que era feita e ébano (madeira negra) e tinha alguns detalhes em aço. Da janela dela dava pra ver todo o centro de Siracusa . 
- Bom primeiro vamos cadastra-lo no nosso sistema – diz Jade digitando alguma coisa no seu Notebook – Pronto eu busquei no banco de dados geral de Siracusa e descobri que Alejandro de Salinas nasceu no dia 01 / 10/2012  na  cidade de Vernazza , mais aqui não diz em qual hospital ele nasceu, mais não faz diferença – diz ela voltando a olhar pro Notebook – Agora só falta abrir o processo de adoção que só vai levar alguns minutos  para abri -ū , como você não mora aqui eu vou pedir que um dos meu ajudantes vá ate a mansão de sua mãe – diz Jade chegando ligando para o ajudante – Alô Rafaelo preciso que você vá a mansão da Bárbara Witmoure e verifique se e adequada para uma Criança – disse Jade duas horas Rafaelo liga de volta dizendo que a casa perfeita para uma criança. 
- Agora vamos psicoteste – diz Jade nos levando para outra sala , nessa sala tem uma local cheio de cadeiras de espera onde Derek e Alejandro se sentam , tem também outra porta onde Jade me leva lá ela se senta numa cadeira me entrega um papel e uma caneta e eu começo me teste psicológico duas horas depois eu e Derek já tínhamos feito o teste que tinha dado normal para ambos e estávamos aguardando o juiz , já se passava das oito da noite isso por que chegamos eram nove da manhã , derrepente a porta se abre e entra o juiz , um velho grisalho e negro , baixo e barrigudo e tem olhos castanhos e expressão dura. 
- Olá senhores Cedrik e Derek, boa noite – diz o juiz apertando nossas mãos. 
- Boa noite senhor juiz  - Dissemos quase em uníssono. 
- Me chamem de Armendeiros, mais vamos ao que interessa , como vocês não moram aqui estão voltando para Los Angeles amanhã temos que resolver esse processo ainda esta noite, estamos para a adoção de Alejandro de Salinas , vimos que sua casa aqui e perfeita para uma criança , sua renda familiar e impecável já que são milionários , bom agora só precisam assinar esse termo de responsabilidade, para que sejam responsáveis pela criança em questão e a guarda dela será sua – disse o juiz nos entregando um papel para que assinemos , depois de lermos com atenção, nos assinamos. 
- Obrigado por dar uma família a essa criança e cuidem bem dela , aqui está o protocolo dos documentos dele só para ele poder ir viajar com vocês amanhã – disse o juiz nos entregando uma folha de papel cheia de números – façam boa viajem tchau – disse o juiz se levantando e indo Embora. 
Quando estamos indo embora a Jade me chama. 
- Cedrik me dê um abraço por favor eu que fiz tudo isso pra você  - diz Jade abrindo os braços eu a abracei me soltei dela logo em seguida fomos em bora por que já se passavam das dez horas da noite , quando chegamos no carro. 
- Amor temos um filho  – digo chegando de mansinho ,mais Derek me agarra e beija ,sua língua invade minha boca procurando minha língua e quando elas se encontram ela começam uma dança frenética que só elas sabem dançar , sinto seus braços fortes me abraçando pela cintura e eu com resposta abraço seu pescoço , então ele vai parando o beijo com selinhos. 
- Então você estava com medo de eu te  eu te deixar por causa do beijo que ela provou e você nem correspondeu?   – diz Derek com sorriso no canto da boca. 
- Sim – digo fazendo biquinho. 
- Primeiro não te deixaria nem que eu quisesse por que não consigo ficar sem você e segundo como uma pessoa vai viver sem coração?  - perguntou Derek me deixando confuso . 
-Como assim sem coração ? – eu estava muito confuso. 
- Seu tonto – diz Derek me beijando – Sem coração por que eu entreguei o meu pra você meu anjo – Nessa hora eu não aguentei e me acabei em lágrimas e beijei tanto Derek que ele deve te se assustado. 
- Te amo e desculpa pelos beijos exagerados – digo me desculpando. 
- Não foi exagero por eu quero mais – diz Derek com sorriso safado. 
- Genteeee , oii vamo para com essa cena por eu acho que estou com diabetes – diz Jade chegando no estacionamento  com o dedo na boca. 
- Jade já vou indo por que ainda temos que comprar malas pro Alejandro – digo indo apertar a mão dela. 
- Que isso quero um abraço, juro que não vou te agarrar – diz ela tentando parecer sincera. 
- Ahamm  Demi – digo apertando a mão dela mais me arrependo e a abraço. 
- Mais vocês já vão voltar ? – diz ela com cara triste. 
- Sim meu amor e que amanhã eu tenho que abrir meu Restaurante e o Derek tem que voltar para a empresa, mais eu juro que visito nas férias do Alejandro – digo pegando Alejandro no colo e o colocando na cadeirinha , quando derrepente ele acorda e eu pergunto : 
- Alejandro você não vai mais morar aqui na Itália tudo bem ? – estou um pouco apreensivo. 
- Tudo bem pai – diz Alejandro dando um beijo no meu rosto. 
- E eu não ganho beijo não – diz Derek tentando parecer triste. 
- Não fica triste Paizão vem cá – Derek se abaixou até Alejandro e ganhou um super-beijo e um abraço apertado. 
- Ai que abraço gostoso , vamos comprar suas malas campeão – disse Derek entrando no carro e colocando Ale na cadeirinha . 
Ao chegarmos no Shopping eu avisto uma loja infantil com roupas todas chiques e de ultima moda , eu não resisto e compro quase loja inteira de roupas pro meu moleque , sapatos foi o que eu mais comprei. Por fim compramos as malas e voltamos pro hotel . Quando chegamos Alejandro já estava dormindo no banco de trás , Derek o leva até o elevador , sobe com ele até nossa cobertura e coloca ele na cama de solteiro que tinha no apartamento, quando Derek sai do quarto onde havia posto Alejandro pra dormir ele ne olha com um desejo intenso . 
- Amor preciso do seu corpo agora – diz Derek me olhando com desejo. 
Quando eu fui negar ele ataca minha boca e me ergue do chão eu entrelaço minhas pernas na cintura dele e ele me leva até o nosso quarto , quarto esse que tem paredes a prova de som , tem um carpete vermelho vivo , tem uma cama king size , tem uma janela que tem um panorama perfeito de Siracusa a noite. 
Derek me coloca na cama cuidadosamente como se eu fosse de valor incalculável pra ele sobe em cima de mim se apoia nos dois braços me prendendo com seu peso , ele começa a beijar , lamber , morder e beijar de novo meu pescoço,  e eu só tenho forças para gemer Derek tira minha blusa e depois a dele , ele começa a beijar e chupar cada pedaço do meu corpo, Derek começa pelos meu mamilos , lá e lambe, beija , chupa , mordisca e arranca cada vez mais gemidos , mais paro o que ele esta fazendo quando me lembro de Alejandro. 
- O que foi meu amor – diz Derek preocupado , pois eu nunca paro o sexo . 
- E o Alejandro, lembre-se que agora temos um filho e ele está dormindo e não podemos fazer barulho – digo sério para Derek. 
- Se for esse o problema , se lembra que eu pedi pra Ritinha fazer duas reservas aqui ? – Derek me olha com cara de safado. 
- Lembro , no que você tá pensando Derek ? – digo mordendo o lábio  inferior . 
- Bom já que temos mais uma reserva, vamos aproveitar , me espera aqui que eu vpu na recepção buscar a outra chave – diz Derek saindo da cobertura.  Dez minutos depois Derek volta com a chave .  
- Amor o processo de adoção do nosso moleque foi muito rápido você não acha ? – digo pensativo. 
- Olha amor , nos não moramos aqui então não tem como e verem nossa casa , o teste psicológico que nos fizemos lá deu normal, nossa renda familiar e ótima por que nos somos milionários e o juiz devia uma pra sua mãe por ela ser uma excelente advogada então tinha o que eles fazerem a na ser nos dar a guarda de Alejandro além do mais a Jade me deve uma por eu não matar ela por ter te beijado – diz Derek beijando minha boca e me erguendo da cama antes de olhar eu já sabia que minhas pernas estavam na cintura dele. 
Ele caminhou ate o outro apartamento que fica na frente do nosso e também é uma suíte  desgrudar nossas bocas e comigo ainda no colo , nos já estávamos sem camisa por conta do quase sexo na outra suíte, mais quando eu abro a porta está tudo escuro eu ascendo a luz e Derek me puxa direto para o quarto quando abro a porta me surpreendo aquele lugar estava muito romântico , o quarto  estava todo vermelho, luzes vermelhas , carpete vermelho , na cama tinhas lençóis vermelhos cobertos por pétalas de rosas , tinha ainda dois criados mudos em cada lado da cama , no direito tinha um champanhe dentro de um balde com gelo e criado esquerdo tinha um pote com chocolate derretido e muitos , muitos morangos . 
- Nossa amor que lindo ! – diz Cedrik maravilhado – Mas como você fez tudo isso ? . 
- Mais isso está pronto desde ontem quando você acordou no hospital , como hoje e dia dos namorados e não tivemos tempo para aproveitar eu pensei em fazer uma surpresa pra você  , quando você acordou no hospital eu liguei pra cá e fiz check – in nessa cobertura e mandei fazerem essa arrumação para você meu amor – e gente como amor e lindo , né. 
- Obrigado meu amor , e por essa surpresa eu vou te recompensar – digo com uma cara bem safada. 
- E o que seria essa recompensa – diz Derek fingindo não saber do que se trata. 
- Claro que pode – digo me aproximando de vagar – Sua recompensa e essa. 
Dou um beijo no Derek , beijo esse que começou lento e carinhoso e conforme os segundos foram passa nosso beijo passou de lento e carinhoso a faminto e vorás. Nos estávamos nos beijando de pé, mas Derek me pega no colo e eu entrelaço minhas pernas na cintura dele,  fomos nos beijando até a cama , Derek me coloca deitado e vem por cima de mim , sentir seu peso e maravilhoso, ele começa a tirar novamente minha blusa e vai deixando um rastro de beijos quentes pelo meu corpo ele percebe meu pescoço disponível e ataca , ele beija , lambe , morde e vai descendo ele lambe e chupa meus mamilos , ele desce mais e lambe todo o meu caminho da felicidade (trilha de pelos na barriga que leva até o pau ) ele tira minha calça e minha cueca , e continua a lamber ate chegar no seu destino ,meu pau, lá ele lambe toda extensão do meu pau e depois volta toda a extensão do meu pau dando mordidinhas que me deixaram louco de tesão ele me vira de bruços e começa a chupar minha entrada eu já estava cansado de Derek ser o controlador e eu ser o submisso, numa virada brusca e pego Derek pela gola da blusa e o jogo na cama , ele se assusta . 
- O que foi isso que você vez amor? – pergunta Derek com cara assustada. 
- Cala a boca , por que você agora e meu submisso – dou uma risadinha safada e Derek percebe dá uma risadinha mais safada , ele abre o zíper da calça e tira de lá seu enorme pau , lindo e com aa cabeça rosinha, Derek começa a me provocar ele começa a alisar seu pau ali na minha frente. 
- Derek começa a mostrar cabecinha do seu pau e que está escorrendo uma cota de pré – gozo  , minha boca se enche d’agua e eu pulo no Derek e arranco suas roupa , começo a mamar no seu cacete gostoso , resolvo então ficar mais gostoso ainda , paro de chupar o pau de Derek e pego uma taça de champanhe , volto pra cama seguro o pau de Derek coloco na minha boca e começo a derramar champanhe no pau dele , ele geme e se contorce de prazer e não satisfeito e pego chocolate e coloco na boca. 
- Humm , gostoso , quer experimentar Derek ? – pergunto com malícia. 
- Quero e muito – diz Derek todo safado. 
Eu pego mais uma colher de chocolate e levo até a minha boca , depois vou até Derek e beijo sua boca e ao mesmo tempo vou espalhando o chocolate por nossas bocas , depois de um tempo eu paro  o beijo por falta de fôlego. 
- Humm que chocolate gostoso – diz Derek com cara de putão. 
- Então você vai adorar o que eu vou fazer com ele – digo pegando o pote de chocolate e derramando sobre o abdômen e o pau de Derek, coloco o pote no criado e começo a lamber todo o chocolate do abdômen dele . Derek geme feito um louco , depois que termino de lamber o abdômen do meu macho ,  abocanho seu pau ,  na mesma hora o Derek da um gemido bem auto o que me deixa mais excitado , começo um vai e vem rápido ,  Derek geme cada vez mais auto. 
- Eu vou gozar Cedrik tira a boca daí – ele tenta me tirar mais e abocanho seu pau novamente e começo a chupar mais rápido e não demora muito e Derek goza jatos e mais jatos de esperma , grosso e espesso . 
- Adorei seu leite , da melhor qualidade – digo lambendo o esperma dos meus dedos . 
- Agora eu vou te dar leitinho na bunda meu loiro safado – diz Derek se pondo de joelhos na cama atrás de 
Derek, passa sua língua no meu cuzinho,  eu suspiro ofegante , Derek pega uma caixinha de leite condensado que  estava dentro da mini geladeira do lado da cama e derrama na minha entrada , eu gemo e empino mais a bunda e aquilo o Derek entendeu como um convite por que ele passou leite condensado no seu pau e se posicionou , e meteu tudo de uma vez só, aquela sensação foi muito boa ,e eu só consigo gemer de tanto tesão,  Derek começa e meter de vagar mais logo ele mete mais rápido e fundo , isso e muito bom , o Derek se deita e me diz pra eu sentar por que ele vai me ensinar a cavalgar “ vem minha putinha senta no meu pau que e te ensinar a cavalgar direitinho” aquela cavalgada foi maravilhosa , depois de um tempo o Derek me manda deitar de ladinho por ela vai me fazer gozar assim , mais antes de me deitar de ladinho e pego morangos e coloco no chocolate e depois eu pego coloco na boca e beijo o Derek mastigando o morango ao mesmo tempo. 
- Hum que delícia,  agora deixa eu te fuder de ladinho até você gozar amo,  vem – diz Derek já deitado de lado , piscando o olho e mordendo os lábios. 
Chego perto de Derek e me deito de conchinha com ele e nessa hora ele me penetra de novo e dessa vez ele vai mais rápido e mais fundo do que antes .Eu gemo muito alto , e Derek nem espera eu pedir , ele logo enche sua mão no meu pau e começa a bater uma punheta , não demora muito e já deixe estamos derramando nosso leite e Derek me encheu de leite como ele havia dito, o pau de Derek começa a ficar mole dentro de mim até que ele sai , nos fomos pro banheiro, fizemos amor lá de novo e depois nos lavamos e voltamos pro nossa cobertura. Chegando lá vemos nosso filhote dormindo feito um anjinho no quarto dele. Fomos pro nosso quarto e lá nos dormimos. 
 


Notas Finais


E ai emmm , que tal esse capítulo gente, o próximo está sendo escrito , esta quase no final do passeio deles na Italia haaaaa!!!!,gente uma coisa muito ruim vai acontecer com o Cedrik, me aguardem . Um beijo na teta esquerda e super beijão na bundaaaa tchauuu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...