História Amar é Saber Deixar - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Blind Fool Love
Tags Amor?muito Lemon, Jikook, Sexo, Vhope
Exibições 9
Palavras 666
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, Mistério, Poesias, Policial, Romance e Novela
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor



Capítulo 23 - Prazer em conhece-lo


Fanfic / Fanfiction Amar é Saber Deixar - Capítulo 23 - Prazer em conhece-lo

Morte falando

Desculpe não o ter avisado, não ter me apresentado, nem mesmo dito o porquê de sua morte. Primeiro eu sou aquilo que podemos chamar de destino, não sou fria como tantos dizem, ao contrário, eu sou aquela que conforta e ampara os que foram cegados da vida. Segundo, ele está seguro ele visita seu amigo todas as noites, o que escapou de mim, sujeito denominado Jungkook, eu o conheço faz muito tempo boa pessoa posso dizer, o mesmo encontra-se no enterro daquele que o salvou, na verdade todos estão, até eu, mas não me qualifico para descrever este momento, já falei demais, não é mesmo?

Yoongi falando

Não consigo detalhar a dor, o meu estado, serei objetivo se não começarei a ficar fraco novamente, e não terei Bae ao meu lado....não mais. Como de costume, todos choram, o dia está nublado, agora chove, chove as lágrimas de Bae lá do céu, Jimin reza junto ao Hobi com sempre os dois juntos, pois os mesmos não sabem que meu amor está bem, eu? Estou sorrindo, agradeço por aprender sobre a verdadeira história da morte, ela é um amor, difícil de entender, mas se você se esforçar talvez consiga, o mesmo esforço de não chorar lendo as minhas palavras, use o para acreditar que ninguém está sozinho, me é esquecido, ou simplesmente não existe mais depois da morte, porque a velha história de que amor nunca se vai, ele também não vai deixar de existir, não é mesmo?

Não querido, não vai...pelo menos você entende...é tão gozado quando se trata de apenas a ida de uma pessoa

-Não era somente uma pessoa

-V-Você me VIU?

-Eu estive te vigiando há muito tempo

-Não...isso é impossível...ninguém pode me ver, ninguém neste mundo

-Você não é uma coisa visível, é apenas algo que se só consegue se ver por aqueles que são fortes ao lidar com a ida de uma pessoa querida, por isso eu consigo v ela eu sou forte para lidar com a morte

-Entendo...que bom que agora eu posso ter companhia

-É...aliás seu nome não é morte....eu lhe conheço por outro nome

-Shhhh...eu também te conheço

-Mas eu sei também que você não é a morte...apenas um amigo nas trevas

-Sou dois seres, apenas precisa ser um tanto...especial para me reconhecer nas duas pessoas

-Para onde você foi quando o Bae morreu?

-Deixei o Hobi em outras mãos, creio que mais seguras que as minhas, então o ajudei a partir

-E quando ele escreveu a carta?

-Estava salvando as almas presas no tiroteio

-Você sabia de TUDO!!! Você podia ter impedido ele morrer  e os próximos entre nós.

-SHHH fale baixo, vão escutar a gente

-Como eu pude te ajudar nas horas precisas, o nosso passado, tudo agora ,não é mais nada

-Ao contrário, ainda vamos ter mais um pouco de surpresas a frente

-Corre

-Por que? Ficou bravo, olha não é minha culpa se pelo menos...

-SE PELO MENOS você tivesse ficado com a gente e não ter ido ajudar os outros e sim aqueles que te amam, ninguém teria que passar por isso, então antes que você fuja de medo, vou fazer você correr porque eu mandei, assim é menos vergonhoso para você

-Que assim seja

Ocorreu tudo perfeitamente bem até ele aparecer e suas palavras me ferirem, ninguém sabe de certo quem eu sou entre os denominados meus amigos, não doeu só em mim, a morte dói até nela mesma. Todos deixaram flores em seu túmulo, sua lápide continha uma frase de consolo, dizendo a verdade secretamente;

‘’My wish to see you is fulfilled only in dreams;

(Meu desejo de vê-lo é realizado apenas em sonhos;)
 

whenever I visit you, you visit me.  

(Sempre que eu visito você, você vem me visitar.)
 

So let us dream again some future night,

(Por isso, vamos sonhar novamente em alguma noite no futuro,)
 

starting at the same time to meet on our way.

(Começando ao mesmo tempo para nos encontrarmos no nosso caminho.)’’

Hwang Chin-i

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...