História Amar você me machuca💔 - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Dona (Soy Tu Dueña)
Exibições 16
Palavras 1.343
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


😄CHEGAY desculpa a demora vou mentir não eu estava com preguiça #cara-de-pau

Capítulo 13 - Porque ne porque ne? (nem sei como titular o capitulo)


Fanfic / Fanfiction Amar você me machuca💔 - Capítulo 13 - Porque ne porque ne? (nem sei como titular o capitulo)

Lu acordei nos braços de Ana sorrir ao senti sua respiração leve

-porque acordada uma Hora dessa moça?

-ouvi a voz suave de Anna ao ficar de costas pra mesma quase me levantando-

-nao respondi..eu eu lembro do que fiz ontem e não foi legal! não foi legal mesmo..meu deus como vou olhar pra cara do meu marido agora? como vou olhar pra cara do meu marido se eu não fui sua e sim de outra pessoa que no caso a Ana a mulher que ele mais odeia-

-Lucero?

- ela falou novamente agora com um semblante preoculpado-

-Oque foi?

-me virei para a mesma a olhando ja em pé me cobrindo com o lençol-

-nossa oque houve? porque está assim?

- tirou cabelos do seu rosto moreno-

-voce sabe a merda que eu fiz não sabe?

-nao esperei resposta e sai entrando no banheiro me fitei no espelho ...e fiquei lá me olhando Nua ..eu queria sentir nojo de mim mas nao ...eu...eu me sinto mulher...me sinto uma Mulher-

-Lucero!

-escutei batidas na porta e peguei a toalha que estava na pia me enrolei fui até a porta e a abri-

-Sim?

- voce acha que e uma merda? ficar...não não ficar não fazer amor com a pessoa que você ama?

-suspirei e passei as maos no rosto deixando a toalha cair e comecei a chorar logo senti os braços de Ana me envolverem-

-calma Lu não chora!

- eu não quero te amar! -disse eu na altura de seu pescoço- :eu tenho que amar o Fernando! e com ele que estou casada!

-senti ser erguida por Ana ficando na altura de seus olhos-

-voce e casada com ele ! mas você sabe muito bem que quando você o beijar ..beijara a mim quando o abraçar e a mim estára abraçando..quando você transar com ele e a mim que estara amando!

-sim isso era verdade! eu sei que era verdade e agora nesse momento não quero mais saber agora so quero que Ana me ame-

-beijei Ana um beijo muito fogoso passando meus braços envolta do pescoço de Ana e novamente fui dela!-

☆ja quase anoitecendo☆

sorrir e fiquei passando a mao na barriga de Ana

-porque você insiste na minha Barriga?

-rir ao escutar Ana reclamando sim ela tem a maior frescura com sua barriga-

-Huuum porque ela e gostosa -beijei Ana a rir dentro de sua boca-

-passou as maos nos meus cabelos-

-eu te amo muito muito -falou entre o beijo-

-eu também te amo Ana tambem te amo muito muito muito muito muito muito mil vezes muito -falei ja quebrando o beijo-

-ana virou o rosto ao escutar batidas na porta-

-espera alguém amor? -beijei seu queixo-

- nao...eu não espero ninguém -me afastou e levantou vestidinho a roupa-

-então...quem é?

- vou ver agora! -foi até a porta e abriu-

-como vai querida Ana brenda? não acha que ja esta mais que na hora que devolver minha esposa?

-meu deus! e agora?-

-levantei e corri para o banheiro coberta pelo lençol vesti minha roupa rapidamente-

- sai fora Fernando!

-Nao! não antes de colocar você não cadeia! e não antes de pegar oque e meu!
- ao me ver se aproximando de Ana me puxou com força- :AH sim...bom a Polícia está ai fora

-ele me puxou com muito mais força e saímos deixando Ana la sozinha-

>ANA ON<

- nao havia mais motivo para mim resistir aquilo! Lu já havia ido embora com o MARIDO dela! eu tinha que ter percebido! mas eu fui boba não quis enchegar! mas ela me disse! e eu fui a que não quis enchegar e nem escutar então fiz a melhor coisa que tinha que fazer sai do quarto e fui até lá fora e me entreguei...sim foi a melhor coisa que já fiz-
........ PS:não vou detalhar isso vai fazer eu chorar

>LU ON<

-oque ela fez pra você meu amor? me fala vai! -disse Fernando pegando na minha mão enquanto meu cotovelo estava na janela do carro da policia-

-nao respondi nada iria sair da minha Garganta-

-ELA FEZ ALGO COM VOCE NAO FOI? EU VOU MATAR AQUELA -puxei seu braco-

-o olhei seriamente lágrimas ainda caíram do meu rosto fiz o maior esforço que pude-

-ela não me fez nada... -bom isso era verdade- :mas eu a odeio -nao falei mais nada somente respirei fundo e continuei o olhando e parece que o confenseu pois se ajeitou no Banco do carro-

- sua mãe está bastante preoculpada...e Angel tambem!

- balancei a cabeça positivamente e olhei para o Policial que estava com Ana agora a pouco perto da outra viatura-

-seu pesadelo já passou senhora! -entrou dentro do carro que eu e Fernando estávamos e colocou a chave na ignição-

-ágora pra onde a Ana brenda vai em ? Presídio masculino ou feminino!? amor você sabia que a Ana e Intersexual?

-olhei para Fernando ...eu fiquei muito mais muito irritada com ele! a Ana não tem culpa ...não tem-

-nao..eu nao sabia -olhei para baixo e fiquei assim de cabeça baixa e calada até chegar em casa-

<RESUMINDO UM POUCO>

Autora On*

Lucero chegou em casa e foi recebida por Sua mãe Lucero e por Angelique que realmente ambas estavao preoculpadas Dona Lucero e Angel insistiram para Fernando e Lu Ficassem lá pelo menos a Noite que passou ...alguns meses se passaram Lu e Fernando compram sua casa e lá moram

<RESUMO TERMINADO>

Angel On

-tirei meus óculos e sentei na cadeira fria e olhei para frente-

-como você está descuidada meu amor -passei as maos no rosto de Ana que Logo tirou as minhas maos de seu rosto-

-eu logo vou sair daqui Angelique...ja comprovaram que nao fui eu que matei aquele homem!

-sorrir maliciosa e levei minhas costas para frente e comecei a beija-la e ela não retribuia! mas vai ter que retribuir passei a Lingua entre seus lábios para pedir passagem a mesma não deu-

-voce não cansa de ser cachorra Angelique?

-me afastei de Ana e dei um tapa na sua cara e sabe oque a maldita fez? ela so riu da minha cara so isso! observei a mesma passar a Lingua nos seus lábios os omidecendo-

-e eu vejo que não aguenta escutar a verdade!

-coloquei as duas maos na mesa-

-a cachorra aqui e a única que veio de Ver! porque sua mãe tem vergonha de você é o outro

-somente riu novamente-

- ela vem sim

-olhei para os dois guardas que me olhavam e peguei de meu sutiã certa quantia de dinheiro e dei a eles-

-me deixem a sós com ela...

-e assim eles fizzeram-

- ana somente me observava nao falava nada sorrir e sentei no seu colo-

-eu sei que você ama essa cachorra não ama?

- ela virou o rosto e eu o puxei e a beijei entrelaçando meus braços envolta de seu pescoço eu sabia ela ja estava começando a retribuir e passar as maos em minha cintura ela me levantou e me colocou na mesa e continou me beijando e passou as maos em minhas coxas mordi seus lábios estávamos quebrando o beijo porém quando iria aprofundar novamente ela aproximou sua boca do meu ouvido e sussurou bem baixinho-

-de você Angelique eu não quero nada -mordeu o lóbulo de minha orelha e saiu me deixando sozinha naquela sala-

<LU ON>

acordei ao lado de Fernando e fui fazer minhas higienes tomei banho escovei a boca Fiz essas coisas ao terminar desci e tomei café

-Bom dia Lu -senti Fernando beijar minha Nuca-

-Bom Dia Fernando!

-terminou o café?

-ja sim ja sim -tomei um pouco de suco e levantei e hoje que iríamos ao médico ultimamente eu andava muito enjoada-

-fomos até o estacionamento entramos no carro e fomos até o consultório-

~algumas horas depois-

-Bom ja tenho o resultado dos exames...quer chamar seu marido?

- nao não não acho necessário

-certeza?

- sim certeza -fiquei um pouco nervosa-

-Parabéns Senhora Lucero Hogaza Colunga a senhora está grávida de 3 meses?

-Oi?.....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...